A Returner’s Magic Should Be Special 288

Rapsódia (3)

Brigant, a nau capitânia da Igreja Artemis, estava navegando no céu escuro, apesar da chuva torrencial e dos ventos cortantes. No topo de sua proa estava Priscilla Haicilkite, vestindo uma túnica funerária cerimonial de freira, adornada com uma guarnição vermelha carmesim e uma estola preta profunda.

Ela olhou para baixo com um rosto sem emoção. As luzes que adornam as estradas do Império zumbiam de longe. A cidade inteira diante dela tinha um enorme conjunto de feitiços defensivos encapsulando-a, e vários cavaleiros estavam em formação, prontos para bloquear o avanço dos Paladinos Sagrados.

“Finalmente… ”

A hora de agir finalmente havia chegado. Seu plano estava em andamento há várias décadas. Priscilla vinha fazendo conexões em segredo, aumentando o poder da Igreja Artemis em todo o continente. Cavaleiros poderosos haviam deixado seus reinos, empresas comerciais lhes ofereciam bons negócios, e ela até ganhou o poder dos Renegados. Todos os seus esforços anteriores culminaram juntos, e eles estavam marchando em direção ao final.

“Estamos prontos, Saint.”

Três figuras estavam atrás de Priscilla.

Um deles era um homem alto e bonito. Se um anjo descesse à Terra, teria se parecido com ele. Ele usava uma armadura de prata deslumbrante.

Ele era o líder dos Paladinos, alguém que liderou as forças da Igreja Artemis por muito tempo.

Havia outra pessoa de pé ao lado dela, um homem que usava uma máscara pierrot. Ele estava inclinado precariamente sobre o parapeito, sem se incomodar com a perspectiva da morte enquanto olhava para ela.

Finalmente, havia uma mulher solteira vestida com o hábito tradicional de freira, que estava pisando em ovos durante a última hora. Cada uma de suas ações era tímida por natureza, e ela agarrou seu livro sagrado com força. Seu peito trazia um emblema com a inscrição de uma cruz invertida, o sinal dos Inquisidores da Igreja de Artemis, seus seguidores mais fanáticos e devotados.

“Eles são pessoas tão lamentáveis.”

Priscilla falou sem olhar para trás.

Isso foi extremamente generoso para um rótulo para um inimigo. Foi tão generoso que quase foi comovente.

“Um rebanho de ovelhas que estremece de medo sem fim por uma pequena turbulência e luta eternamente. Eles são a prova viva da ausência da Deusa. ”

Se algum padre da Igreja Artemis ouvisse isso, ficaria horrorizado.

Ninguém questionou sua observação, embora o que ela disse fosse o suficiente para marcá-la como membro de algum culto. Por outro lado, ela era uma Santa.

“É hora da verdadeira redenção da humanidade que a humanidade tentou ao mesmo tempo.”

“Mas, Eminência …”

Foi a freira quem falou.

Ela continuou, abaixando a cabeça enquanto Priscilla voltava os olhos para ela.

“Uma coisa que me preocupa é que não tenho certeza se é a coisa certa a fazer … usar métodos tão cruéis.”

Seus olhos estavam correndo ao redor ansiosamente. Traços de seu medo em relação à Santa podiam ser vistos em seus olhos.

“Irmã Rhea, você não precisa ter medo. Eu entendo suas preocupações. Eu teria escolhido de bom grado outro caminho, se houvesse um. ”

Priscilla sorriu. Ela perguntou a Rhea, que estava prestes a sorrir de volta sem jeito.

“Mas irmã. Olhe para este mundo. Você está ciente de quanta dor existe neste mundo? ”

Rhea não pôde deixar de hesitar com a pergunta repentina.

O sorriso de Priscilla começou a clarear lentamente. O olhar em seus olhos congelou.

“Queimadura, punhalada, cortes, lacerações, escoriações e contusões. As dores de pele rachada e rasgada, intestinos rompidos, cabeças decapitadas e membros esmagados. ”

Por um breve momento, o líder dos Santos Paladinos e Priscila fizeram contato visual, antes de desviar rapidamente os olhos.

“Há mais dor além do que vem dos sentidos de um humano. Uma epidemia, fome, desastres naturais e catástrofes. Sem mencionar a calamidade provocada pelo homem em prol dos lucros e da ideologia: guerra. Este mundo está realmente cheio de uma angústia imensa. ”

*Gotejamento*

A chuva estava chegando ao fim. O luar apareceu e as nuvens logo se dissiparam.

“Você acha que este mundo está certo, irmã?”

“Eu não.”

Rhea balançou a cabeça. O medo em seu rosto desapareceu lentamente. Em vez disso, ele começou a se encher de êxtase lentamente. Priscilla sorriu antes de continuar.

“Este mundo está errado. Os fundamentos disso estão errados, para começar. Precisamos de redenção sincera. Esta guerra começou para fazer isso. Está certo. Esta é uma jihad, uma poderosa guerra santa, que redimirá toda a humanidade. ”

O tom de Priscilla era apaixonado. Todo o seu coração estava nisso. Ela desistiu de tudo apenas por isso. Status como entidade religiosa, honra, amizade, emoções. Todos eles.

Porque ela acreditava que estava certo.

“Confie em mim, Rhea. O mundo será redimido por mim e nascerá de novo como um mundo absolutamente perfeito, onde não há dor ”.

“Ah, Eminência.”

Rhea começou a sorrir com um gemido emocional. Seus lábios se esticaram até as bochechas. Seus olhos grandes e cheios de veias estavam imbuídos de loucura.

“Os resultados desta guerra irão ditar se podemos realizar a redenção deste mundo. Independentemente dos meios ou sacrifícios, essa redenção será uma recompensa em que todos podem se deleitar. Portanto, Rhea, como a Santa, ordeno que você trate como herege qualquer pessoa que bloqueie seu caminho. ”

“Terei todo o gosto em obedecer ao seu comando, Eminência.”

Rhea respondeu rapidamente, sorrindo de orelha a orelha e sacudindo a língua.

Priscilla agora desviou os olhos dela para olhar em volta.

Enquanto fazia contato visual com cada um lentamente, ela começou a falar novamente.

“Hoje, finalmente é hora de acabar com este mundo fabricado.”


O céu clareou sobre as muralhas orientais de Dresden. Estava silencioso, exceto pelos ventos gelados que rasgavam os cabelos loiros. O homem de meia-idade carregava uma presença avassaladora, igualada apenas por sua constituição gigantesca e olhos azuis penetrantes. Ele já havia salvado o Império de Hebrion de uma revolta civil no passado, e ele não iria deixar este último portal cair hoje.

Guiltian Zedgar F Rogfelas.

Seu olhar varreu além de suas linhas de frente e na escuridão que desaparecia lentamente. Até agora, nuvens pesadas engoliram a luz da lua e protegeram seu inimigo. O vento continuou a soprar, agitando seu cabelo louro-claro como se fosse a juba de um leão, à espreita de sua presa.

“Eles estão vindo?”

*Estrondo*

Sob seus pés, a muralha de aço começou a tremer com as vibrações da crosta do planeta. Embora tenha sido fraco, a intensidade aumentou gradualmente. Uma luz prateada começou a perfurar a escuridão enfraquecida, o brilho característico dos Paladinos Sagrados da Igreja de Artemis.

Quando surgiram, o silêncio que dominava a muralha foi substituído por agitação. Foi uma reação natural; qualquer um que estivesse ciente da força de seu oponente faria o mesmo. O exército diante deles tinha vinte mil homens, e cada indivíduo era um cavaleiro bem treinado, capaz de usar aura.

Nenhum exército era tão poderoso quanto eles. Não apenas suas habilidades de combate eram assustadoras, mas muitos deles receberam uma Bênção da Luz, que lhes concedeu habilidades que beiravam o reino dos superpoderes, superando em muito os usos versáteis da aura. Cada Bênção se manifestou em uma variedade única, mas todas elas carregavam um poder imprevisível que desafiava qualquer sistema de classificação usado pelo mundo em geral. Sua força estava em um plano totalmente diferente.

‘É praticamente como lutar contra um cavaleiro e um mágico ao mesmo tempo, ao mesmo tempo que lida com variáveis ​​imprevisíveis.’

Estratégias mundanas se mostrariam inúteis contra eles, pois não funcionavam sob as regras normais. Só isso os tornava mais fortes do que qualquer outro adversário estrangeiro que havia atacado Dresden no passado. Eles haviam capturado instantaneamente várias cidades, mas era aí que seus insultos terminariam.

“Cisne.”

Enquanto Guiltian falava, Swan saiu da escuridão e se ajoelhou na frente dele.

“Prepare-se para isso.”

“Seu desejo é uma ordem.”

Swan desapareceu em algum lugar.

Então imediatamente.

* Buuuzz *

Um alarme soou em toda a muralha, um sinal de partida para os indivíduos posicionados nas cinco torres de vigia próximas. Cada torre hospedava quatro mágicos, todos do Sexto Círculo. Juntos, eles representaram bem mais da metade da força militar mágica que o Império de Hebrion poderia convocar.

Com o sinal dado, todos eles começaram a invocar um feitiço, este consistia em uma matriz mágica estranhamente diferente. Embora devessem ter acabado de ser arranjados, todos eles continuaram a se espalhar como vinhas sensíveis, tornando-se emaranhados um com o outro antes de ficarem emaranhados com as outras torres de vigia.

Os feitiços dos magos reais abrangeram o céu de Dresden.

“Isto… ”

Outros mágicos entenderam o significado e o admiraram.

Matrizes de feitiços extremamente complicados feitos por vários mágicos eram conectados organicamente como uma orquestra, unindo e completando um único feitiço.

“Iniciar interceptação.”

Guiltian dera a ordem. Um flash de luz estalou em cada torre de vigia.

[Batismo da Ruína]

A viga varreu o solo e se estendeu na direção do exército da Igreja Artemis, cada soldado do tamanho de formigas a esta distância.

* BAM *

A tremenda explosão ressoou. Os soldados do Império se esforçaram para não quebrar a formação.

Logo a onda de choque que deixou para trás ao passar por cima diminuiu, e o que eles testemunharam depois que recuperaram por pouco sua formação foi uma explosão imensa.

* BOOOM *

A explosão chocante ecoou pela cadeia de montanhas ao redor de Dresden. O calor era tão forte que os ventos gelados foram empurrados para o lado quando uma onda de calor passou pela muralha.

“Uau… ”

Os mágicos ficaram maravilhados com isso. O que eles acabaram de testemunhar foram vinte magos do Sexto Círculo se unindo para lançar um feitiço do Sétimo Círculo, o ataque mais forte de que a humanidade era capaz.

Embora o feitiço tenha sido completado com sucesso, Guiltian tinha um rosto sombrio. Este não foi o fim de tudo. Ele abriu a boca com uma atitude calma.

“Começar.”

[Nuclear Stream Burst]

A visão não de um, mas de dois feitiços do Sétimo Círculo sendo disparados em sucessão era irreal. A vista deixada para trás era nada menos que um desastre.

Alguém deu um sorriso malicioso.

“Bem, talvez tenhamos que desenhar um novo mapa depois disso.”

Antes de Desir Arman aparecer, o único mago no mais alto escalão de poder era Zod Exarion, que era decididamente independente do comando de qualquer nação. O gênio era um presente concedido pelos céus, então tudo que eles podiam fazer era esperar o aparecimento de um indivíduo transcendente. Portanto, o tapa-buraco de Guiltian era simples.

Quantidade.

Se eles não tivessem um gênio com um talento em um milhão, então teriam que se contentar com vinte mágicos talentosos que tinham um em cinquenta mil. Com seu poder combinado, eles podiam invocar feitiços com poderes que apenas Zod Exarion e Desir Arman poderiam usar.

* BAAAM *

À medida que o bombardeio continuava, a frustração nos rostos dos soldados diminuía. O moral do exército, que antes havia amaldiçoado seu destino, disparou sem parar.

Enquanto isso, Guiltian abriu a boca.

“Eles traíram nossa lealdade.”

O exército olhou para Guiltian.

Sua voz ressoou solenemente de onde ele comandava no topo da muralha.

“Ao mesmo tempo, eles invadiram esta terra onde nossas famílias se estabeleceram, prejudicaram nossos cidadãos e também pretendiam tomar o controle deste grande império. O que eles parecem aos seus olhos? Eles merecem misericórdia? ”

Ele ergueu sua espada.

Guiltian declarou na atmosfera tensa.

“Hoje, esses fanáticos pagarão por cobiçar nosso império.”

Os soldados da Hebrion soltaram um grito de guerra feroz.

O Sol de Hebrion fez seu primeiro movimento.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar