Switch Mode
Servidor de Hospedagem do Site está passando por manutenção, pode ficar instável por algumas horas!!
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Age of Adepts – Capítulo 775

Capítulo 775

Clã Andorra.

Eles eram um clã de médio porte com um pouco de renome – mesmo dentro de Zhentarim – mais conhecida por seus adeptos de linhagem. Sua linhagem principal era a de uma poderosa criatura sobrenatural conhecida como Boca Sangrenta.

Quando avançaram lentamente em direção à torre entre o exército nobre, as portas maciças da torre se abriram abruptamente. Um grande grupo de máquinas metálicas saiu em massa pelas portas com vários indivíduos estranhos misturados entre as máquinas.

Eram Mary e seus servos!

Os líderes que o Clã Andorra enviou eram ambos de Segundo Grau.

Gerndt. Um adepto de linhagem de Segundo Grau.

Gullit. Um adepto de refinamento corporal de Segundo Grau.

Havia também vinte e um adeptos de Primeiro Grau.

Quando viram Mary e seus vampiros entrarem na briga, os adeptos de Andorra não conseguiram deixar de ficar mais cautelosos enquanto esperavam silenciosamente que a batalha entre os adeptos começasse.

Os primeiros a começar a batalha foram naturalmente as forças externas de ambos os lados.

Sessenta e três máquinas mágicas contra o exército de dois mil nobres fortes sob o Clã Andorra. Ambos os lados se envolveram em uma batalha até a morte no início do contato.

Era preciso admitir que o exército dos nobres do Clã Andorra era de elite e poderoso. Sua confiança e coragem não tinham sido abaladas pela parede impenetrável de máquinas mágicas e pela tempestade de metal batendo contra seus corpos. Na verdade, tinham atingido seu ápice em meio a seus gritos de guerra.

Os primeiros grupos a entrarem em conflito foram, naturalmente, os Golems em forma de aranha e a infantaria pesada.

Os sete Golems eram como monstros de metal que só conheciam a morte. Eles investiram contra a formação compacta dos nobres enquanto o zumbido selvagem de motosserras de metal soava.

Duas motosserras gigantes em forma de garras giravam junto com os corpos dos Golems, destruindo o que estivesse no caminho, seja carne ou escudos. A infantaria pesada que cercava esses monstros de metal ficou chocada ao encontrar cortes finos e precisos aparecendo em suas grossas armaduras de aço.

Pouco tempo depois, sangue vermelho vazou dos cortes antes de se transformar em uma fonte incontrolável.

Hualala! Uma dúzia de guerreiros instantaneamente se desintegraram em carne moída sob os ataques selvagens, carregados e fortes dos Golems. A armadura de aço em seus corpos já havia sido distorcida além do reconhecimento pela força assustadora dos monstros.

A retaliação deles, seja com espadas afiadas ou machados de batalha pesados, só conseguiam causar faíscas e arranhões irregulares quando colidiam contra o corpo brilhante e liso dos Golems. Esses arranhões eram densos e pareciam severos, mas não conseguiam impedir as máquinas de continuarem sua matança.

Ataques cortantes e perfurantes eram os tipos de ataques que esses Golems totalmente metálicos menos temiam!

Uma trombeta baixa soou na retaguarda do exército.

Os guerreiros com escudos cercando os Golems apertaram a formação com tudo o que tinham, tentando ao máximo limitar o espaço de movimento disponível para os Golems com seus escudos de madeira resistentes e armaduras de metal resistentes. Alguns homens fortes equipados com porretes e manguais avançaram e usaram toda a sua força para esmagar os corpos de metal dos Golems.

As elegantes construções mecânicas não suportariam golpes e impactos tão poderosos!

Após algumas rodadas de investidas e esmagamentos, vários dos Golems começaram a soltar sons estranhos e ensurdecedores de metal sendo triturado. Um breve momento depois, uma espessa fumaça preta saiu de várias partes de suas estruturas enquanto finalmente desabavam em meio aos sons estridentes de armas contundentes martelando.

O processo de destruição de um Golem geralmente exigia um preço sangrento de duzentas vidas por parte dos nobres.

Além disso, enquanto os Golems estavam empurrando o exército, os Arqueiros disparavam sem nenhuma intervenção. A chuva de balas de metal repetidamente e continuamente exterminava os soldados.

Afinal, os soldados que estavam totalmente equipados com armaduras eram uma minoria no exército. A maioria deles ainda eram lutadores comuns em armaduras de placa ou couro. Uma força como essa poderia liberar um poder de luta decente em uma batalha entre nobres, mas eles só poderiam servir como bucha de canhão barata em uma guerra de adeptos como essa.

Os cinquenta e seis Arqueiros mantiveram uma formação relativamente solta e tomaram uma área em frente à torre, onde usaram sua densa tempestade de balas de metal para enviar o exército para fazer as malas e correr em todas as direções. As enormes balas de metal criariam um buraco quando atingissem os escudos de madeira e faíscas quando atingissem as paredes de pedra. Quando atingissem um corpo humano, penetrariam os corpos de vários guerreiros e deixariam inúmeras vítimas gemendo e chorando no chão.

“Acabe com os durões na frente, então faça esses guerreiros atacarem as máquinas mágicas atrás.” O Adepto Gerndt, que estava escondido na multidão, rapidamente se comunicou com o outro no Segundo Grau, Adepto Gullit.

Gullit assentiu e foi o primeiro a liberar toda a sua força!

Como um adepto de refinamento corporal no Segundo Grau, Gullit não dependia de magias poderosas como os Adeptos de Elementium. Em vez disso, escolheu se fortalecer com seu Espírito e magias. Ele vestia uma armadura dourada e sacou a lâmina longa e estreita de suas costas em um único movimento. O adepto então caminhou em direção ao Golem mais próximo.

O Golem parecia ter reconhecido essa ameaça também, pois forçou os guerreiros com escudo ao redor a recuarem com suas motosserras de metal e avançou em direção a Gullit com seus oito membros de metal.

Ambas as partes se aproximaram rapidamente.

Quando havia apenas cinco metros entre os dois, o Golem robótico levantou a cabeça, e um pilar de fogo de meio metro de espessura disparou de sua grande boca de metal. A explosão de fogo devorou ​​o corpo do adepto.

Mary, que estava se esgueirando em direção à linha de frente, parou de se mover e se escondeu sob a sombra de outro Golem. Ela silenciosamente começou a observar essa batalha improvisada que havia estourado entre homem e máquina.

Um grande número de substâncias alquímicas fora misturado às chamas dos Golems. Suas temperaturas mais altas podiam atingir chocantes mil e setecentos graus. Além disso, o fogo tinha uma característica extremamente adesiva. Infelizmente, ataques como esses ainda eram muito fracos para um adepto de Segundo Grau!

Um grito baixo ecoou do mar de fogo. O corpo magro, porém treinado de Gullit atravessou as chamas e surgiu perto do Golem. Seu corpo se ergueu como uma lâmina ofuscante subindo do inferno antes que as motosserras pudessem alcançá-lo.

No segundo seguinte, as duas garras e a cabeça do Golem deslizaram silenciosamente em direção ao chão diante dos olhos de todos. A superfície do corte era lisa como um espelho – uma prova clara da nitidez da arma mágica de Gullit.

O Golem havia perdido todas as suas habilidades de detecção de campo de batalha e controle remoto sem sua cabeça. E sem suas motosserras de metal, havia perdido sua habilidade ofensiva primária. Apenas uma enorme carapaça de metal foi deixada, deixando-o balançar seus oito membros afiados e atacar a multidão.

Os guerreiros que tinham acabado de recuar avançaram mais uma vez. Eles usaram seus escudos de madeira para se defender contra os ataques penetrantes do Golem enquanto desesperadamente esmagavam seu corpo de metal com martelos pesados ​​e manguais. O corpo do Golem finalmente soltou sons de rangidos e trituração sob o martelar constante. Ele lentamente desmoronou no chão devido aos ataques dos soldados.

No entanto, antes de morrer, os membros afiados do Golem perfuraram os corpos de três guerreiros humanos, espetando-os como kebabs. Finalmente, ficou em silêncio.

Como um adepto de refinamento corporal de Segundo Grau, Gullit já havia temperado seu corpo em uma arma especial. A resistência de seus músculos e ossos podia ser comparada ao equipamento mágico de proteção de Segundo Grau Iniciante. Cada um de seus punhos aterrissaria firmemente na batalha, e cada golpe veria sangue. Em questão de momentos, havia executado três dos Golems.

Apenas duas máquinas ficaram de pé entre os arqueiros e os soldados. O equilíbrio do campo de batalha havia se inclinado silenciosamente para os invasores.

O outro no Segundo Grau, Adepto Gerndt, também começou a rugir. Seu corpo antes magro começou a se expandir e distorcer abruptamente.

Em um instante, o corpo de Gerndt foi coberto por uma camada de estranhas escamas pretas. Seu próprio corpo havia se transformado em uma carpa de cabeça grande com dentes afiados e perversos. Seus braços se transformaram em duas barbatanas poderosas, apoiando seu corpo gordo em ambos os lados e fornecendo a ele a habilidade de se mover. Suas duas pernas se fundiram para formar uma cauda gorda também coberta por escamas pretas de peixe.

Era uma estranha criatura mágica conhecida como Boca Sangrenta. Tinha mobilidade robusta tanto em terra quanto na água. No entanto, sua arma primária ainda era sua boca assustadoramente grande que causaria pesadelos até mesmo em adultos. Dentro da boca havia dentes serrilhados afiados e assustadores.

Ser dilacerado pelas mandíbulas de tal monstro poderia quebrar os ossos de qualquer um instantaneamente. Além disso, sua boca horripilante estava diretamente conectada ao seu estômago sem fundo. Qualquer ser vivo engolido por essa criatura teria que suportar o dano do ácido estomacal também.

Uma criatura mágica horripilante como a Boca Sangrenta poderia até devorar e digerir os Golems, que eram quase várias vezes maiores que ele. Mostrando o quão assustador é seu estomago!

O Trono de Fogo ainda pode ter algumas reservas de máquinas mágicas, mas não poderiam deixar os dois adeptos de Segundo Grau terem rédea solta no campo de batalha.

Mary gritou: “Vocês dois cuidam daquele adepto de refinamento corporal. Deixem esse peixe feio comigo!”

Após algumas instruções rápidas e simples, Mary se transformou em um relâmpago carmesim e rapidamente se aproximou do Adepto Gerndt. Os dois cavaleiros de sangue atrás dela, Soros e Windsor, mudaram de direção e correram em direção ao Adepto de Refinamento Corporal de Segundo Grau, Gullit.

Gerndt tinha acabado de despedaçar um Golem. A motosserra de metal com a qual a máquina lutou tão desesperadamente só lançou faíscas contra suas finas escamas de peixe, mas não conseguiram machucá-lo de forma alguma.

A Boca Sangrenta abriu a boca e mordeu o grosso membro de metal do Golem. Ele então segurou o braço na boca e começou a triturá-lo e engoli-lo como se fosse cana de açúcar.

A Boca Sangrenta olhou fixamente com seus olhos inchados amarelo-escuros quando viu Mary se aproximar. Ele abriu a boca para revelar um sorriso arrepiante.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar