Apocalypse Hunter – Capítulo 79

Sucessor do Imperador (1)

O lorde não tinha outra escolha além de pegar os Oito Diagramas. Ele também percebeu que seria melhor recuperar o Vento Celestial depois de ver o que aconteceu na caverna da Rocha do Poder Celestial.

Com medo de quebrar a promessa com o imperador, ele revelou preocupação com os Oito Diagramas. Apesar do lorde ser geralmente uma pessoa calma, ele estava tendo um dia bem duro devido a várias circunstâncias.

Ele mostrou os Oito Diagramas no jardim do templo. Os Diagramas era uma pintura bem grande que continham vários símbolos e letras.

— O que é tudo isso? — Ramphil perguntou.

— É um desenho que detecta a energia mágica na área. — Zin respondeu.

— É parecido com um radar?

— Mais ou menos.

Ramphil entendeu rapidamente para que servia o desenho. O lorde posicionou ele para que as direções da rosa dos ventos se igualassem às do desenho.

Assim que o lorde posicionou os Oito Diagramas corretamente, ele os espalhou de forma limpa no chão. Leona e Ramphil observavam quietamente ao lado.

O Castelo do Poder Celestial era o lar da feitiçaria. Havia poucos feiticeiros que podiam usar o campo de força dos Oito Diagramas perfeitamente. Era algo que só poderia ser feito no Castelo do Poder Celestial.

O lorde estava sentado no meio dos Oito Diagramas, murmurando. Parecia ser um feitiço ou algum tipo de balbucio. Sua voz ecoava pelo templo.

*Vwwwwooom!*

De repente, todas as letras dos diagramas desapareceram do desenho e tinta lentamente manchava o papel amarelo.

— A localização onde o lorde está sentado é esse castelo. — Zin explicou.

Era um mapa que mostrava muitos caracteres ao redor do castelo. Os caracteres indicavam muitas coisas – tais como dano, pouca sorte, conflito, desastre, feitiço, etc – e estavam desenhadas em tamanhos diferentes. Eles representavam atividades diferentes ocorrendo ao redor do castelo. Por exemplo, havia muitos caracteres de “dano” no norte que representavam o território do Grupo.

Salteadores hostis ocupavam o norte, então Zin conseguia identificar o que os caracteres queriam dizer. Ele planejava usar os Oito Diagramas para rastrear o Vento Divino, primeiro escaneando o desenho e entendendo o que estava acontecendo ao redor do castelo.

Um caracter vermelho em particular no canto sudoeste do desenho chamou sua atenção. Caracteres negros cobriam o desenho, então o único vermelho se destacava.

— Grande mal.

Ele indicava que havia algo além do que o desenho podia detectar. O lorde parecia sentir algo. Ele fechou seus olhos, suor escorrendo de seu rosto.

Ele se perguntava o que o caracter “grande mal” – não “dano” ou “desastre” – representava.

Apesar dela estar bem longe do castelo, a energia agourenta era poderosa o bastante para ser detectada pelo desenho.

Assim como a localização da Bruxa Branca estava marcada no desenho, a de Leona também estava, no centro do desenho. Era um caracter preto “mal” em vez de “grande mal”.  Os Oito Diagramas simplesmente mostravam o perigo que cada um representava.

Seu poder não foi totalmente despertado. Provavelmente esse era o motivo.

Leona não sabia controlar seu poder como uma bruxa, então o desenho não avisou contra ela.

Zin acreditava que Leona não saber como interpretar os caracteres no desenho era uma coisa boa, sua presença estava mostrando como um pequeno caracter. Ele temia que sua presença seria significante devido ao seu poder inato.

Ao passo que havia múltiplos caracteres no Oito Diagramas, Zin se focou naqueles ao redor do castelo. Confirmar a localização da Bruxa Branca foi só um bônus a mais, mas no momento sua prioridade era determinar a localização do Vento Divino.

— O Vento Celestial deve estar representado como um “amuleto grande”. Por favor olhe com cuidado.

A bolsa de Zin estava representada como um “amuleto” e o Espírito Traiçoeiro como um desastre. Os Oito Diagramas desenhavam um retrato da situação ao redor do castelo com precisão. Conforme Zin olhava para os pequenos caracteres do mapa, ele suspirou.

— Mmm… eu não vejo um “amuleto grande”. O sucessor poderia ter se afastado tanto?

O desenho não mostrava um “amuleto grande”. Isso significava que eles não podiam usar os Oito Diagramas para rastrear o Vento Celestial. Zin se sentia impotente.

— Então eu posso assumir que cada caracter representa uma entidade? — Ramphil perguntou a ele.

— Sim, isso mesmo. Isso aqui age como um mapa da perspectiva do Castelo do Poder Celestial, mostrando como cada entidade o afetaria.

O desenho podia determinar se algo poderia ser benéfico ou prejuízo para o castelo. Ler os Oito Diagramas dava algumas informações úteis.

— Hmmm… como pessoas comuns e cidades são mostradas?

— bom, já que elas não tem nada a ver com o castelo, provavelmente vão estar como “meio” ou “paz”.

O desenho continha alguns desses caracteres. Eles eram relativamente pequenos comparados com as outras letras. Ramphil olhou para os Oito Diagramas e comparou com seu mapa. Ele descobriu que ele conseguia entender algo comparando os dois.

— Interessante. Esse ai parece mais ciência do que feitiçaria.

O fato que feitiçaria podia agir como um radar tecnológico maravilhava ele.

— Opostos extremos têm algo em comum.

— Imagino…

Ramphil ficou hipnotizado e ele não conseguia tirar seus olhos do desenho. Então, ele avistou algo incomum.

— Algo não está certo. — Ele disse.

— O que está errado?

— Os Oito Diagramas está mostrando áreas que cobrem a Manchuria no sul e Belogorsk da Rússia no norte. Essa região é bem grande.

Ele cruzou referências dos dois mapas ao comparar os Oito Diagramas com seu mapa e checar as coordenadas de cidades diferentes.

Os Oito Diagramas cobriam uma área que era levemente maior que a área de  Heilongjiang. Era impossível para um mapa de um radar cobrir tal área em detalhes.

— Todos os caracteres estão relacionados com o terreno. Há caracteres que marcam as ruínas onde pessoas vivem. Até Harbin, a cidade que nós acabamos de visitar, está mostrando aqui.

— Sim, isso faz sentido.

A fortaleza de Harbin estava com um grande “neutro”. Áreas onde os Salteadores viviam tinham os caracteres de “dano”.

O ponto que Ramphil achou estranho era o nordeste da cidade de Yichun.

— Se eu me lembro bem, esse lugar costumava ser a Birobidzhan da Rússia. Não é uma cidade grande, mas há muitas ruínas onde pessoas poderiam viver. Entretanto, como vocês podem ver, o mapa não mostra o caracter lá.

Assim como ele disse, não havia letras naquela área. Zin assentiu, também pensando que era estranho.

— Eu não sei muito sobre feitiçaria. — Ramphil disse. — mas talvez um feiticeiro habilidoso possa se esconder desse mapa.

Apesar de ser um palpite, ele foi bem preciso com sua análise.

— Mmm… é bem possível que ele poderia ter se estabelecido em um lugar onde no poder não possa ser detectado.

— O lugar não identificável é um bom lugar para procurar. Você possui companheiros sábios, mestre caçador.

O lorde lentamente assentiu. Birobidzhan não era grande, mas era grande o bastante para possuir vários Pontos. Os Pontos poderiam ser atacados, mas se fosse esse o caso, então os Oito Diagramas teriam detectado morte e espíritos.

Entretanto, não havia nada mostrado em Birobidzhan.

Parecia um buraco no mapa.

— Não é muito longe daqui e vale a pena ir até lá.

Zin aceitou a análise de Ramphil. Não havia sinal de “amuleto grande” nos Oito Diagramas e ele não possuía opções melhores.

— Bom, se nós não encontrarmos nada, podemos pensar na viagem como um passeio ou algo do tipo.

Eles fariam o exorcismos se não pudessem encontrar o Vento Celestial. Eles tinham tempo de sobre enquanto o lorde preparava a cerimônia.

— O lorde vai começar a rezar para a cerimônia e nós vamos para Birobidzhan.

Assim que chegaram no Castelo do Poder Celestial, eles só conseguiram mais coisas para fazer. Quando o lorde se levantou dos Oito Diagrama, vários caracteres voltaram às suas posições originais. Parecia que manter os Oito Diagramas ativo era necessário energia já que o lorde parecia exausto.

— Então como nós vamos descer? — Leona fez uma pergunta importante.

Ela ficou aterrorizada com a ideia de descer o penhasco escalando.

— Sim. — Zin respondeu. — Nós vamos fazer o que você está pensando!.

— Nem fodendo!!

Eles tinham que descer escalando. O que mais fariam?


O trio gastou uma  noite no castelo. Estava escuro a noite porque não havia lascas e não havia meios para consegui-las. Não havia guardas já que a ameaça de invasão era inexistente. O castelo era um ambiente diferente se comparado a selva.

— Que sem graça.

Leona não odiava a comida, mas ela balançou sua cabeça enquanto ela comia.

— Comendo rações-C esse tempo todo. É natural que você ache comida sem sal sem graça.

Leona estava comendo comida salgado e doce por um tempo, então ela pensou que a comida do castelo era só okay. Entretanto, ela não deixou uma migalha sequer em seu prato.

— Esse lugar não é muito ruim também.

Depois de terminar a refeição, ela olhou ao redor do castelo calmo. Ela gostava da vida abundante na fortaleza, mas também gostava da vida pacata no Castelo do Poder Celestial. Parecia que as pessoas iriam acolhê-la bem se ela ficasse aqui.

Ela olhou rapidamente para Zin.

— Bom, eu só estou dizendo que parece um lugar legal. — Ela disse. — Não estou dizendo que quero ficar aqui!

— Eu não falei nada.

— … seu chato.

Ramphil ficou interessado em feitiçaria. Depois de checar seu quarto, ele observou muitos itens e dispositivos relacionados a isso, mas não conseguia descobrir como usar eles.

O trio aproveitou uma pausa de uma noite. Eles poderiam ganhar o poder do selo se recuperassem o Vento Celestial. Mesmo se não conseguissem o amuleto, eles conseguiriam chegar no selo realizando um exorcismo para mandar o Espírito Traiçoeiro embora.

Dessa forma, não havia motivo para eles ficarem nervosos. A única coisa que precisavam era ficar de olho no Grupo. Eles também não sabiam se o sucessor do imperador era perigoso ou um idiota. Na verdade, havia alguns “dano” ao redor do castelo.

Zin sabia que era melhor esperar o pior em cada tarefa. Nada poderia ser resolvido facilmente e levar as coisas nas coxas era perigoso. Ele tinha o sentimento de que a viagem de amanhã não seria fácil.

— Eu acho que nem todos os caçadores de malignos são como você, moço. — Leona disse.

— Claro que não.

Pessoas e coisas mudavam com o tempo. Malignos desapareceram e já faz muito tempo desde que eles desapareceram. Seria estranho se as coisas permanecessem as mesmas. Zin também pensou que era estranho para pessoas não mudarem quando as circunstâncias ao redor delas mudaram.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar