Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Chrysalis – Capítulo 108

Experimentos Com a Gravidade

‘Há tanta mana inundando as paredes que, para ser honesto, é quase intimidante. Minhas pernas parecem estar pegando fogo, a energia jorrando através delas está em uma taxa feroz, fluindo para o meu núcleo em um fluxo constante. Mesmo que eu já tenha usado um pouco de mana do meu núcleo e da glândula de energia gravitacional, estou quase esgotando os dois numa velocidade tão rápida quanto à que minha mana está se recuperando.’ 

‘Mesmo a regeneração regular de mana que obtenho do ar está maior agora, o ar está realmente preenchido com essa energia estranha. Se eu puder encontrar mais maneiras de aplicar minha mana em uma situação de combate, então essa onda seria o ambiente perfeito para uma formiga voltada para a magia como eu.’ 

‘Por mais assustadoras que minhas habilidades físicas sejam, graças ao meu investimento em energia evolutiva e meus muitos aprimoramentos de mutação, minha espécie atual é a ‘Formiga Mental’, e eu gastei muitos pontos de habilidade, tempo e energia para desenvolver minha habilidade de usar energia mágica. Se eu tivesse um pouco mais de tempo, tenho certeza de que poderia ter elaborado alguns ataques melhores!’ 

‘Agora que a onda chegou, não tenho escolha a não ser arriscar e ver no que dá!’ 

‘Felizmente este não é um lugar ruim para testes, a colônia está segurando a linha na entrada do túnel, sem avançar e atacando qualquer coisa que se aproxime muito. Até o momento, essa tática está dando certo, qualquer monstro que se atreva a se aproximar da parede de formigas que bloqueia a entrada do túnel de fuga é rapidamente puxado por dezenas de formigas, arrastado diretamente para o meio da massa de operárias e atacado, mordido e borrifado com ácido antes mesmo de ter a chance de pedir uma xícara de açúcar.’ 

‘Não sei exatamente por que as formigas não estão atacando de forma suicida como costumam fazer, mas sou extremamente grato por isso. Talvez tenha algo a ver com a ninhada? Com as futuras gerações da colônia em jogo, as operárias se recusam a abandoná-la e, ao invés disso, a defendem com tudo o que têm.’ 

‘Quase consigo chorar de emoção! Vão em frente operárias, lutem pelo futuro de nossa família! Porém, defensivamente…’ 

‘Isso me dará espaço para trabalhar!’ 

‘Claro, Tiny pode ser atingido, mas ele é forte o suficiente para sobreviver, com certeza. Não consigo imaginar nada que seja capaz de ferir o grandalhão, além da Bomba Gravitacional.’ 

Enquanto surgem monstros lutando novamente de todos os lados, com bocas abertas e membros alongados atacando uns aos outros, eu me concentro profundamente, despertando meu subcérebro e agarrando a energia etérea deste mundo. 

‘A mana é algo difícil de explicar. Como é a sensação, como parece na minha mente, a maneira como se move, é difícil encontrar as palavras certas.’ 

Armazenada dentro das fontes de mana do meu corpo, a energia é densa, pairando como uma névoa espessa sobre o solo, uma névoa que não é possível ver através, uma nuvem baixa de poder cintilante. 

Quando eu a alcanço, a nuvem se agita e muda, como uma criatura viva reagindo à voz de seu dono. Eu a convoco em partes iguais e a agarro, não bruscamente como agarraria um gato pela nuca, mas com firmeza, segurando-a pela mão levando-a para onde quero que vá.  

A mana não luta contra o meu controle, ela apenas parece… pesada… como se estivesse sob o peso de uma inércia que devo superar com um simples esforço mental. Mesmo com meu subcérebro, a quantidade de força de vontade necessária para controlar com precisão a energia não é brincadeira. 

Quanto mais fino meu controle precisa ser, mais esforço é necessário. Mover a energia em uma direção generalizada não é tão difícil, mas mover em uma direção exata e dar uma forma exata é muito, muito mais difícil. 

Muito parecido com rolar uma bola, jogá-la na sua frente é simples, mesmo que a bola seja pesada, mas rolar exatamente cinco metros e meio com um giro de dez graus para a direita… difícil. 

É aqui que a habilidade de ‘Modelação de Mana’ entra em jogo. 

Ajuda a guiar minha ‘mão’, implantando em minha mente os instintos necessários para entender quanta força é preciso, exatamente como realizar aquela curva em particular ou quando um erro é cometido. 

O outro aspecto da habilidade são os padrões que recebi quando a aprendi. Todas as habilidades vêm com conhecimento, pode-se dizer que todas as habilidades são conhecimento, mas a ‘Modelação de Mana’ contém mais do que a maioria. Não apenas o aspecto de controle, mas também várias formas e padrões específicos que devo focar para direcionar minha mana para formar. 

‘O único problema que tenho é a falta de conhecimento de para que serve cada forma, isso não foi compartilhado comigo.’ 

‘Bem, isso e também o problema de as formas serem extremamente difíceis de se formar corretamente. Com minhas habilidades de modelação melhorando, o trabalho se tornou mais fácil, mas ainda é imensamente difícil alcançar a precisão necessária todas as vezes.’ 

‘Na última vez que pratiquei, consegui fazer as formas se formarem corretamente apenas cerca de 50% das vezes, mas não consegui ativá-las, cercado por operárias e pela Rainha.’ 

‘Agora vou tentar ver o que acontece.’ 

‘Cruze todas as suas garras para dar sorte Anthony! Espero que algo bom saia disso!’ 

Extraindo a energia gravitacional roxa armazenada em meu corpo, começo a direcioná-la para o primeiro padrão que penso. Esta forma se assemelha a um círculo que se curva sobre si mesmo, formando muitos círculos concêntricos que eventualmente se transformam em uma esfera. A dificuldade extra surge devido ao fato de ter que ‘desenhar’ a forma em dois lugares ao mesmo tempo, direcionando dois fluxos de energia simultaneamente. 

O subcérebro ajuda imensamente com o foco dividido, mas devido a ter que ficar de olho ao meu redor, não consigo desviar todo o meu foco para apenas formar o padrão. Recuei para o mais perto possível do canto da câmara, na esperança de evitar chamar a atenção permanecendo imóvel e quieto. Em uma sala cheia de monstros frenéticos atacando tudo o que veem, não é uma estratégia especialmente confiável e várias vezes eu tenho que mudar minha posição ou desviar do caminho de outros monstros que lutam uns contra os outros. 

Minha primeira tentativa finalmente desmorona e fracassa, pois não consigo mais segurar os fios de energia juntos. 

‘Droga! Quem fez essa coisa de magia ser tão difícil Gandalf?! Tudo que você precisava fazer era gritar algumas palavras e agitar um pedaço de pau, certo? Alguma chance de você me arranjar aquele anel?’ 

… 

‘Acho que não.’ 

Apoiando-me firmemente contra a parede, começo outra tentativa. 

Mesmo enquanto a mana está sendo retirada da glândula, meus pés, plantados firmemente contra as paredes, continuam a atrair mais energia. Meu núcleo já está cheio e agora o excesso de energia está sendo transferido para a glândula de energia gravitacional, onde é convertido para o novo tipo de mana. 

‘Ok. Concentre-se Anthony!’ 

Mais uma vez, começo a formar o padrão dentro de mim, meticulosamente controlando a energia para criar cada volta e espiral com o máximo de precisão que posso. Eu desvio ainda mais atenção para o esforço, permitindo-me ser esbofeteado e atingido por vários monstros enquanto me concentro na forma. 

Lentamente, o padrão começa a tomar forma. Eu continuo a dirigir dois fluxos separados de energia gravitacional com minha mente, estabelecendo-os simetricamente no padrão tridimensional de pura magia dentro de mim. 

Minha mente começa a doer e eu desenho as partes finais do padrão. Cada padrão se torna mais intrincado no final de sua formação e este não é exceção, com o mais fino dos círculos espirais para dentro e para fora, delineando a construção agora esférica de mana em camadas quase invisíveis de energia. 

BANG! 

Um punho poderoso bate na minha lateral, enviando meu corpo cambaleando para o lado, mas estou tão absorto em completar a forma que nem percebo.  

‘Tão perto! Estou tão perto!’ 

‘CONSEGUI!’ 

Com um súbito lampejo de energia que irradia pelo meu corpo, o padrão foi concluído! Uma nova consciência surge em minha mente agora, uma que eu senti antes todas as vezes que consegui completar a forma. O que é necessário agora é manter a forma estável, usando minha mente para deixá-la no lugar e então ‘energizá-la’ despejando mais mana nela até que esteja pronta para fazer efeito. 

À medida que meu corpo continua a ser golpeado por ataques, meu foco permanece interno, direcionando cada vez mais energia para fora da glândula gravitacional e para a forma que criei dentro de mim.  

‘Não tenho absolutamente nenhuma ideia do que vai acontecer quando isso entrar em vigor, mas é melhor que seja algo bom!’ 

Mana flui continuamente para o padrão que brilha mais intensamente a cada momento que passa! 

No começo, fico animado com a grande quantidade de energia necessária para energizar essa forma, mas à medida que mais mana é consumida, começo a ficar preocupado.  

‘E se o efeito atingir a colônia também?! Não quero nada muito explosivo!’ 

Conforme a mana continua a inundar a forma, eu começo a correr cegamente para longe da colônia contornando as paredes, correndo direto para os monstros sendo esmagados, apenas para me distanciar mais. 

Sinto algo clicar, como um bloco caindo perfeitamente no lugar ou um interruptor ligando as luzes de repente. 

Em seguida, o ‘Domínio da Gravidade’ desce. 


Comentários

5 1 voto
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
KiaboD
Membro
Kiabo
20 dias atrás

Virou jjk, olha a expansão de domínio, mas agora sério, se ele tivesse focado em musculatura interna, ao invés de tamanho, ele conseguiria lidar melhor com a mana (ganharia mais estabilidade), realmente, ele vai ter q arrumar a cagada de ter colocado uma proporção de 3×1 para o tamanho…

Última edição 20 dias atrás por Kiabo

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar