Dual Cultivation – Capítulo 638

Origem Misteriosa de Yan Yan

“Não sei como meus pais morreram.” Yan Yan disse após ouvir a pergunta de Su Yang.

“Eh?” Su Yang virou sua cabeça para olhar para ela com as sobrancelhas levantadas de forma intrigada.

“Meus pais desapareceram quando fiz 10 anos e não retornaram desde então.” Yan Yan explicou.

“Eles desapareceram? Então por que disse que estão mortos? Eles podem estar vivos e em algum lugar neste mundo.” Ele disse.

“Porque os espíritos me disseram.” Ela respondeu.

“O Qi Profundo disse que seus pais morreram? Agora isso é algo que nunca ouvi antes.” Su Yang falou com uma expressão ponderadora.

Yan Yan assentiu e continuou a falar: “Antes dos meus pais desapareceram, me disseram para não confiar nas pessoas independente de quem sejam e que eu só devo confiar nos espíritos.”

“Então é por isso que você mantém distância de todos. Porém… seus pais… eles sabiam sobre seu talento único?” Su Yang não conseguiu acreditar.

A condição da Yan Yan é tão rara que seria completamente razoável se ninguém neste mundo soubesse de sua existência ou se não acreditassem mesmo que dissessem sobre. Porém, seus pais de algum modo sabiam sobre isso? Apenas quem eram seus pais e por que desapareceram? Além disso, por que o Qi Profundo diria que seus pais estavam mortos? Nada sobre a situação dela fazia sentido.

“Sim, meus pais sabiam que eu podia falar com os espíritos desde que eu era muito jovem.” Ela disse.

“…”

Depois de um momento completamente sem palavras, ele perguntou: “Onde você vivia antes de vir à Seita da Flor Profunda?”

Porém, ela balançou a cabeça e disse: “Não sei… sempre estive cercada por montanhas e árvores. A primeira vez que sai daquele lugar foi depois que meus pais desapareceram, que foi quando os espíritos me guiaram até a Seita da Flor Profunda — até você.”

Ouvindo as palavras de Yan Yan, Su Yang descobriu que sua situação era muito suspeita. Todavia, não conseguia ver nenhum motivo pelo qual ela mentiria, que o deixou bastante intrigado.

“Mestre, você não vai desaparecer um dia, certo?” Yan Yan falou de repente com uma voz solitária, tirando Su Yang de seu atordoo.

“Não… não acho que eu possa prometer a você isso…” Su Yang falou depois de um momento de silêncio.

“Por que, Mestre? Você vai me deixar sozinha no futuro?” Ela olhou para ele com os olhos arregalados.

“Não é que estou deixando você.” Su Yang disse e prosseguiu: “Para dizer a verdade, não pertenço a este mundo. Sou alguém que parou aqui por acaso e quando a hora chegar, estarei retornando para minha própria casa.”

“Então posso ir com você, Mestre?” Ela não perdeu tempo em perguntar, nem mesmo perguntando sobre a origem dele.

“Não acho que seja uma boa ideia. Infelizmente. Você é amada pelo Qi Profundo deste mundo, mas cada mundo tem seu Qi Profundo único e se levar você desde mundo, há uma alta chance de você perder seu talento. Em outras palavras, você não será mais capaz de se comunicar com os espíritos.”

Ouvindo as palavras de Su Yang, Yan Yan ficou em silêncio. Perder seus pais a afetou muito e só por causa de sua habilidade de falar com os espíritos que conseguiu suportar sua morte. Uma vida sem ser capaz de falar com os espíritos… ela não conseguia imaginar viver uma vida severa assim.

“Agora entende porque não posso fazer essa promessa?” Su Yang disse a ela: “Não me importo de levar você comigo, mas você conseguirá aguentar perder seu talento? E não há garantia de que você consiga retornar a este local quando partir.”

“Vamos dormir agora. Você tem muito tempo para pensar sobre isso, pois ainda há um ano inteiro até chegar a hora.” Su Yang então disse a ela.

“Sim, Mestre…” Yan Yan assentiu antes de se aconchegar ainda mais nele até que essencialmente colada em seu corpo.

‘Que garotinha misteriosa.’ Su Yang pensou consigo antes de fechar os olhos.

Algum tempo depois, respirações suaves encheram o quarto.

Na manhã seguinte, todos da Seita da Flor Profunda e a Família Xie se reuniu na sala de estar.

“Estão todos prontos para cultivar na Piscina Celestial?” Lorde Xie perguntou a Liu Lanzhi e as outras discípulas.

“Sim, Sênior Xie!” Eles assentiram com uma expressão séria.

“Então vamos ao local do selo agora.”

Su Yang e os outros seguiram o Lorde Xie até a cordilheira a alguns quilômetros da Cidade Nevasca, onde Xie Wang construiu sua casa para proteger e estudar a Piscina Celestial.

Algumas horas depois, todos ficaram diante de uma terra vazia em algum lugar na cordilheira.

“Onde está o selo?” Liu Lanzhi olhou em volta intrigada.

“Você não verá até o selo decidir aparecer.” Lorde Xie disse a ela antes de se virar para Su Yang e continuar: “Todavia, você pode tentar perguntar a ele. Talvez ele sabia algo como sempre.”

Todos ali se viraram para Su Yang após ouvir o Lorde Xie.

“O quê? Você está me dizendo que não consegue ver?” Su Yang sorriu para o Lorde Xie, que franziu a testa.

“Não preciso ver porque sei onde está. E como você parece saber de tudo, vamos ver se sabe onde o selo abrirá.”

Su Yang assentiu e disse: “Okay, mas não será divertido se não houver nada em jogo. Que tal uma pequena aposta?”

“Uma aposta, você diz?” Lorde Xie levantou as sobrancelhas, sentindo uma sensação sombria do sorriso de Su Yang, porém, não queria recuar depois de chegar tão longe.

“Interessante. Vamos com isso então.” Lorde Xie assentiu um momento depois.

Enquanto isso, Liu Lanzhi suspirou internamente, sentindo pena pelo Lorde Xie. Como alguém que nunca ganhou contra Su Yang antes, sabia muito bem que o Lorde Xie não tinha chance contra ele, pois Su Yang somente apostaria se estivesse confiante.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar