Dual Cultivation – Capítulo 775

É Como Comparar uma Espada a uma Agulha Minúscula!

Após tirar as roupas, Su Yang se aproximou da cama com uma aura incomensurável em volta de si, parecendo com algum tipo de deidade divina aos olhos de Ruan Xiao Qing.

Quando ficou diante dela com seu dragão ereto como um mastro, Ruan Xiao Qing engoliu de novo, sentindo uma dominância vindo do dragão poderoso que ameaçava devastar seu corpo.

“R-Rápido… coloque dentro de mim…” Ruan Xiao Qing falou inconscientemente o que estava em sua mente, até abrindo as pernas por vontade própria.

“Não precisa ser impaciente… Permita-me afrouxar seu corpo um pouco porque duvido que seja capaz de lidar.”

Su Yang então deitou próximo a Ruan Xiao Qing na cama e começou a acariciar o corpo dela com suas mãos, usando seus dedos esguios para provocar o corpo dela.

“Mmm…”

Ruan Xiao Qing fechou os olhos para aproveitar a sensação ardente que estava transbordando em seu corpo.

“Não faz nem um minuto e já está tão molhada? Acho que você foi realmente privada de satisfação faz algum tempo…” Su Yang disse com um sorriso.

“Por que mais acha que estou fazendo isso? Não posso liberar minha frustração a menos que eu mesma faça!” Ruan Xiao Qing respondeu num tom irritado só de lembrar de quão inútil Ruan Zongze era.

Su Yang sentou na cama e agarrou as pernas dela antes de abri-las bem antes de abaixar a boca, beijando a área doce e molhada entre as pernas dela.

“Aaah~!”

Ruan Xiao Qing gemeu com uma voz afiada quando sentiu a língua de Su Yang invadindo seu paraíso.

“Sim~ É isto!” Ela exclamou com satisfação, até pressionando a cabeça de Su Yang com as mãos.

‘Isto é um cultivador duo?! Ele pode me dar mais prazer que meu marido que usa o corpo inteiro só com a língua!’ Ela gritou internamente, sentindo suas frustrações reprimidas sendo liberadas num ritmo rápido.

Alguns minutos depois, Su Yang abaixou Ruan Xiao Qing e fechou a distância entre seu irmã e a irmãzinha dela.

“O que acha? Como é comparado ao seu marido?” Su Yang perguntou quando colocou sua salsicha majestosa bem em cima da fenda molhada dela.

“É… É como comparar uma espada a uma agulha minúscula!” Ruan Xiao Qing respondeu arfando.

Su Yang riu e falou: “Não quero dizer o tamanho. Isso é óbvio demais. Estou falando da nossa habilidade de dar prazer — você está se sentindo satisfeita? Quer mais?”

“Quero mais… Quero a coisa toda dentro de mim!” Ruan Xiao Qing respondeu rapidamente com ânsia em seu olhar.

Su Yang assentiu e moveu o quadril para trás um pouco antes de empurrar para frente de novo, enfiando sua vara grossa dentro da caverna apertada de Ruan Xiao Qing num único movimento.

“AHHHHH~!”

Ruan Xiao Qing liberou o grito estrondoso, porém cheio de deleite, se sentindo incrivelmente satisfeita só com a penetração, Qi Yin esguichou da caverna.

“Haaa… Haaa… Haaa…” Ruan Xiao Qing arfou com os olhos revirados para trás e sua língua saiu como se estivesse com sede extrema.

“Aqui tem mais!” Su Yang disse enquanto começava a estocar a vara no corpo dela.

“Oooohhh~! Mmmmm! Aaaaah~!!!”

Ruan Xiao Qing quase desmaiou quando Su Yang começou a mover o quadril, a única coisa que manteve sua consciência acordada era a sensação constante de prazer que estimulava seu corpo e cérebro.

Su Yang esmagou o corpo dela pelas próximas horas sem muita pausa, somente deixando-a respirar por alguns segundos após gozar antes de começar a bombear o Qi Yin do buraco dela de novo, aliviando-a de vários anos de frustração sexual numa única sessão.

“Como se sente?” Su Yang perguntou no final da sessão.

“Eu… realmente… preciso… responder?” Ruan Xiao Qing murmurou com a voz exausta.

Su Yang sorriu: “Você pode descansar por algumas horas antes de continuar nosso negócio. Estarei esperando até então.”

“Tudo bem…” Ruan Xiao Qing não pensou em nada mais e imediatamente adormeceu, pois nunca se sentiu tão confortável e cansada simultaneamente.

Su Yang saiu do quarto alguns momentos depois.

“Desculpe por fazer você esperar por tanto tempo, mas teremos que esperar por mais algumas horas antes de sairmos deste lugar. Você pode dormir se estiver cansada.” Su Yang disse a Shi Yuchun quando a viu sonolenta.

Shi Yuchun assentiu e deitou no sofá, rapidamente adormecendo. Enquanto isso, Su Yang foi tomar banho para limpar o corpo.

Quando voltou, sentou no chão ao lado de Shi Yuchun e começou a cultivar o Qi Yin que absorveu de Ruan Xiao Qing.

Contudo, após cultivar por duas horas, Su Yang abriu os olhos de repente e se virou para a entrada do cômodo.

“Oh? Você já voltou? O que aconteceu com o resto da Família Ruan? Você os deixou para trás para voltar mais rápido?” Su Yang falou com um sorriso quando viu Ruan Zongze parado ali.

Porém, Ruan Zongze ignorou suas perguntas e rugiu: “Onde está minha esposa?!”

Felizmente para Shi Yuchun, Su Yang havia criado uma formação em volta dela antes de Ruan Zongze aparecer, então sua paz não foi perturbada pela voz alta dele.

“Sua esposa? Oh, ela está no quarto agora. Porém, não perturbaria ela se fosse você.” Su Yang respondeu com um olhar calmo.

“O quê? Por que não? O que ela está fazendo lá dentro?” Ruan Zongze parou na frente do quarto de Ruan Xiao Qing e se virou para Su Yang com uma carraca.

“Não sei mais o que dizer a você, além de… se abrir a porta e perturbar sua esposa, vai se arrepender muito.”

Ruan Zongze engoliu nervosamente após ouvir as palavras de Su Yang, sentindo uma sensação sombria vindo da porta na frente dele.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar