Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Epic of Vampire Dragon: Reborn as a Vampire Dragon with a System – Capítulo 11

A Determinação da Abominação

Chaos olhou para o sistema à sua frente sem expressão.

Era o que ele menos esperava era que fosse amaldiçoado novamente.

A maldição dele já não era ruim? Agora é ainda mais terrível.

Ele se perguntou por que teve tanto azar nessa segunda vida de ser amaldiçoado pela própria Galáxia.

Ele simplesmente matou alguns Orcs desprezíveis e não teve mais nada desde que nasceu e agora, bum! Amaldiçoado duas vezes!

Embora Chaos parecesse chocado e muito zangado com essa besteira absurda, ele estava sem expressão e rígido.

Ele suspirou e então decidiu verificar esta nova maldição e facção.


[Maldição da Galáxia: Maldição de Nyx]

Apenas aqueles que são detestados por uma Galáxia podem receber uma Maldição da Galáxia. Como um ser tão abominável e odioso, você foi amaldiçoado por ela.

Esta maldição coloca automaticamente e a força sua Facção em [Mal Primordial: Calamidade da Galáxia (Facção Forçada Devido à Maldição)], tornando você um inimigo da Galáxia.

Você está qualificado como um Mal Primordial, um inimigo de toda a vida e morte, um ser de proporções aberrantes que colocou a Galáxia em uma crise!

Efeito especial: causa medo automático em todos os seres que não são seus subordinados diretos ou são qualificados como aliados ou família. Seu crescimento de estatísticas e velocidade de cultivo são acelerados em 200%.


“Entendo- Eh? Espere, isso vem com benefícios?”

O que?! Como poderia ser possível que uma maldição incluísse benefícios! Chaos estava perplexo.

Parecia que algo estava errado com esta maldição.

A maldição foi mal feita? Ou talvez algo mais tenha acontecido?

Ou ser tão mau te faz ficar mais forte mais rápido? Era realmente um mistério!

Chaos não parecia tão mal agora que ele viu que ser o vilão absoluto desta galáxia realmente o ajudaria a crescer mais rápido.

Embora ainda fosse muito terrível.

Isso significava que ele nunca seria capaz de fazer novos amigos. Talvez.

Chaos meio que queria viver uma vida plena, diferente da anterior, mas agora parecia que as coisas poderiam ser um pouco diferentes do que ele gostaria que fossem.

No entanto, o olhar positivo de Chaos para as coisas chegou a uma conclusão.

“Espere, isso não é bom?”

Porque? Por que essa maldição seria boa, além do efeito colateral especial?

Foi muito simples.

Se tudo queria matá-lo e todos eram seus inimigos, isso não significaria que se ele lutasse, devorasse e vencesse todos esses inimigos, não ficaria mais forte exponencialmente?

De fato. Era uma maneira bem insana de pensar, e talvez qualquer pessoa chamasse Chaos de idiota e imbecil por pensar que isso tinha um lado bom.

Mas pode ser uma boa maneira de pensar sobre isso.

Quanto mais eles vinham para ele, mais forte ele se tornaria!

“Venha para mim” pensou Chaos, sua determinação em ter uma vida plena e fazer o que quisesse, desencadeado pelo mundo ou por qualquer capturador resplandeceu em seus olhos vermelho-carmesim.

Talvez suas ambições fossem as mais fracas de todas, talvez fossem as mais insignificantes no grande esquema das coisas

Mas e daí?

Ele não se importava com o que alguém pensaria sobre seus desejos simples. Ele faria qualquer coisa que quisesse e abriria um caminho através dessa insanidade.

Ele não era de forma alguma alguém com imensa força de vontade, mas era movido por uma visão diferente e mais positiva da vida, que pode ser uma percepção distorcida de sua mente insana e sua alma caótica.

Caos decidiu verificar sua facção agora.


[Facção: [Mal Primordial: Calamidade da Galáxia (Facção Forçada Devido à Maldição)]

Você é o Mal Primordial, seu ato de pura maldade feriu milhões de seres por toda a galáxia, e talvez você seja a personificação de tudo o que é errado e nada.

Devido a isso, você é qualificado como uma Calamidade no nível da Galáxia e todas as outras Facções devem buscar o seu extermínio se quiserem manter a Galáxia existindo como está.

Você será destruído ou irá destruir esses inimigos primeiro e dominar a galáxia?

Só o tempo irá dizer.


“Então, para conseguir esse tipo de facção, tenho que matar milhões de vidas inocentes e cometer todos os tipos de atos malignos. Eu acabei de matar alguns milhares, embora eu acho que porque é forçado pela Maldição, os requisitos não se aplicam a mim” pensou Caos.

Chaos suspirou mais uma vez, embora seus suspiros não parecessem nada além do ar saindo de sua boca inexpressiva.

Ele rapidamente se levantou do banho de Água Nether, enxugou o corpo e vestiu as roupas novamente.

Enquanto ele se perguntava se suas roupas se rasgavam sempre que ele se transformava e quanta dor seria para eles encontrar um novo conjunto de roupas a cada vez que ele o fizesse, ele saiu do banheiro e foi saudado por Belphegor.

“Meu Senhor, eu estava ansioso para que você terminasse o banho!” ele disse enquanto as chamas de seu crânio arderam ao redor.

“Há algo que devo lhe dizer de antemão”, disse Chaos.

“Oh meu Deus?” perguntou Belphegor.

Depois de alguns minutos, Chaos se reuniu com todos os servos no castelo, mas os únicos dois que realmente podiam falar eram Belphegor e os dois esqueletos, Oserius e Padhur.

O resto era uma dúzia de estátuas vivas, algumas armaduras vivas, um grande grupo de fogos-fátuos muito fracos e três vassouras vivas que nunca faziam seu trabalho bem, então tudo estava empoeirado.

Ao contrário dos três mortos-vivos, esses servos eram mais fracos, o mais forte sendo a estátua de Ainz, que era um monstro de classificação B, o resto variava de classificação E a classificação D.

Nesta pequena reunião, Chaos anunciou a todos que a partir de agora eles poderiam tratá-lo casualmente como Chaos, embora todos ainda o chamasse de “Senhor” de qualquer maneira.

E depois disso, ele casualmente falou que foi amaldiçoado pela galáxia e feito um mal primordial, se tornando o inimigo de tudo.

Todos ficaram chocados, é claro, mas Chaos parecia calmo. Não tinha sentido entrar em pânico e ficar louco com isso. O que foi feito, foi feito. O que ele precisava fazer agora era encontrar maneiras de ficar mais forte o mais rápido possível.

Diante desse pedido de ajuda, todos os servos acenaram com a cabeça confiantes e, bem, aqueles que não conseguiram acenar com a cabeça pularam ou se moveram ligeiramente para dizer que concordavam.

Belphegor rapidamente decidiu contar algo ao Chaos.

“Meu Senhor, existem muitas instalações e lugares dentro do castelo do Mestre Ainz. Apesar da maioria deles estarem destruídos, existem alguns itens e artefatos úteis que eu gostaria de mostrar a você, além de visitar a biblioteca, que abriga muitos grimórios antigos contendo feitiços poderosos e até demônios selados deixados lá pelo Mestre Ainz, talvez você pudesse ficar mais forte devorando-os? ” perguntou Belphegor.

“Devorar livros parece interessante”, disse Chaos.

“Eh ?! Não, eu quis dizer os demônios! Mas bem, se você quer devorar livros, eu não estou te impedindo”, disse Belphegor.

“Muito bem então, mostre-me a biblioteca, depois disso poderemos ver outras instalações,” disse Chaos.

“Será prazer, meu Senhor!” disse Belphegor, enquanto Chaos rapidamente dispensava todos os outros para voltarem às suas tarefas habituais, parece que os pequenos servos restantes estavam preocupados com o futuro de Chaos, mas eles pareciam cheios de mais energia agora que tinham um novo mestre para servir. Afinal, todos esses servos foram feitos ou convocados para servir a alguém e cumprir um propósito, e finalmente ter um Mestre novamente significava que eles seriam capazes de finalmente cumprir um propósito mais uma vez.

Chaos entrou na biblioteca, um lugar enorme cheio de prateleiras altas e muitos livros coloridos, ele sentiu algumas essências dentro deles.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 1 voto
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar