Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Getting a Technology System in Modern Day – Capítulo 152

A Primeira Impressão

Traduzido usando o ChatGPT



Após conectar a máquina à fonte de energia, ele não perdeu tempo em ligá-la. No entanto, os primeiros momentos passaram sem qualquer sinal de atividade. No entanto, Aron manteve a compostura, ciente da causa subjacente.

O recipiente de mana inserido na máquina começou a emitir gradualmente um brilho suave.

Ao mesmo tempo, o mana armazenado dentro do recipiente começou a escorrer e fluir para os circuitos de mana do meio de integração e, a cada momento que passava, um brilho radiante iluminava cada parte que encontrava em seu caminho.

Esse processo continuou até que todos os circuitos dentro da máquina estivessem saturados de mana, garantindo que todas as runas conectadas tivessem acesso imediato ao mana de que necessitavam sempre que necessário.

Assim que os circuitos de mana atingiram sua capacidade máxima, a runa de conversão central ganhou vida, iniciando imediatamente a conexão com a rede de computadores da máquina.

O componente de computador convencional, que agora estava conectado ao meio, era o último dos cinco chips de computação quântica que Aron havia feito para atualizar o servidor da Nova.

Assim que começou a receber os sinais convertidos do meio, ele imediatamente ganhou vida, notificando Nova da conclusão de seu processo de aquecimento e, sem demora, iniciou a sequência de inicialização.

A máquina emitiu um som ressonante “BRRRMMM”, semelhante ao de um antigo dragão adormecido que gradualmente despertava após milênios de sono.

Acompanhado desse som profundo, a máquina ganhou vida, e o computador quântico não perdeu tempo em realizar diagnósticos do sistema.

Seguido por iniciar uma série de testes nas partes móveis da máquina para garantir sua funcionalidade.

[Senhor, os diagnósticos estão completos,] relatou Nova a Aron. No entanto, Aron parecia completamente distraído e não prestou atenção a ela.

Aron permaneceu alheio ao relatório de Nova porque, naquele momento preciso, um sinal repentino de “Ding!” ressoou, capturando a atenção de Aron, enquanto uma tela azul se materializava diante dele.

Inicialmente, Aron confundiu o aparecimento da tela azul como uma recompensa por criar com sucesso o meio. No entanto, ele logo se lembrou de que já havia recebido suas recompensas ao concluir a fabricação deles.

Ao ler o conteúdo da tela, ele compreendeu o propósito do aviso do sistema.

[

Parabéns.

O sistema o parabeniza por realizar uma façanha que supera as capacidades tecnológicas de seu mundo com assistência mínima do sistema.

Em reconhecimento a essa conquista, o sistema oferece uma recompensa que considera benéfica para você.

Você gostaria de aceitar a recompensa?

[SIM] [NÃO]

]

“OOOOH”, exclamou Aron, cheio de gratidão por o sistema ter decidido recompensá-lo por seus esforços diligentes.

[Do que você está falando?] perguntou Nova, sua confusão evidente, pois ela não conseguia ver do que Aron estava falando.

“Oh, o sistema acabou de enviar uma mensagem dizendo que vai me recompensar por construir com sucesso a Impressora, desde a pesquisa até a conclusão, com assistência mínima”, informou Aron a Nova, compartilhando o conteúdo da mensagem exibida diante dele.

[Qual é a recompensa?] perguntou Nova, sua empolgação palpável. Ela compartilhava a alegria de Aron, sabendo que seu sucesso também era uma vitória para ela.

“O sistema não especificou a recompensa exata”, explicou Aron, “mas mencionou que forneceria algo que considera útil para minha situação atual.”

[Se o sistema afirmou que será útil para você, com certeza será,] respondeu Nova, sua empolgação inabalada em sua voz. Ela entendia que o sistema possuía conhecimento abrangente sobre Aron, até mesmo mais do que ela própria, e se o sistema considerava importante para Aron, então isso deve realmente ter significado para ele.

[Sugiro que você aceite a recompensa depois de carregar os materiais na impressora. O processo de impressão provavelmente levará uma quantidade significativa de tempo, já que preciso calibrar a máquina para coletar dados sobre seu desempenho,] sugeriu Nova, oferecendo seu conselho enquanto deixava a decisão final para Aron.

“Vamos seguir esse plano”, concordou Aron.

Ele pegou um grande bloco de alumínio que havia sido trazido pelos membros da ARES, de acordo com suas instruções quando trouxeram as peças usinadas, enquanto começava a caminhar em direção à máquina, pronto para prosseguir com a próxima etapa.

Aron abriu as duas grandes portas de alumínio, revelando que uma parte significativa do interior da impressora era oca.

Cuidadosamente, ele colocou o bloco de alumínio no chão dentro do espaço oco, garantindo que estivesse posicionado corretamente.

Fechando as portas atrás dele, ele disse: “Você pode começar o teste.”

Nova prontamente transmitiu o comando ao chip quântico dentro da máquina, fazendo com que o chip começasse a executar as instruções carregadas por Nova, iniciando o teste conforme direcionado.

Sem demora, a seção oca da máquina, contendo o bloco de alumínio, foi envolvida por um escudo protetor. Esse escudo prendeu firmemente o bloco, garantindo que o mundo externo não fosse afetado pelos eventos iminentes ocorrendo dentro de sua área.

Assim que o escudo foi totalmente ativado, a runa de desintegração branca posicionada no topo da máquina ganhou vida. Imediatamente, ela começou a desintegrar o cubo de alumínio, quebrando-o meticulosamente átomo por átomo. A cada minuto que passava, o processo de desintegração avançava, até que, ao décimo minuto, não restava nenhum vestígio visível do bloco de alumínio que antes ocupava o espaço.

Ao concluir a desintegração do bloco de alumínio, a runa de desintegração branca se enfraqueceu, e em seu lugar, a runa de coleta branca foi ativada. Essa nova runa começou rapidamente a reunir os átomos de alumínio dentro do escudo, armazenando-os cuidadosamente em um lado. Em seguida, ela encapsulou os átomos acumulados com um escudo adicional, efetivamente contendo-os e impedindo qualquer fuga. O escudo foi especialmente projetado para confinar os átomos, garantindo que permanecessem seguros dentro de seus limites.

Uma vez concluída a coleta dos átomos de alumínio, uma série de runas começou a ativar uma após a outra. Cada runa desempenhava seu papel designado de maneira sincronizada. Gradualmente e com controle meticuloso, os átomos foram liberados do pequeno escudo em que foram inicialmente confinados. Interceptando seu caminho, outra runa guiava os átomos em direção a um local específico. Ao chegar, eles eram prontamente entregues a outra runa, que os reconectava fortemente, revertendo o processo executado pela runa de desintegração.

Átomo por átomo, eles foram meticulosamente reunidos, enquanto o design intricado tomava forma, e cada átomo encontrava seu lugar preciso na construção.

Enquanto o processo de impressão atômica acontecia dentro da impressora, Aron se acomodou em uma cadeira próxima. Decidindo aceitar a recompensa do sistema, ele pressionou confiantemente [sim] na mensagem, o que resultou em um fluxo de conhecimento começando a ser assimilado em seu cérebro.

Após uma hora passar, Nova falou, dirigindo-se a Aron: “Senhor, o processo de impressão foi concluído.”

“Vamos dar uma olhada no produto acabado”, disse Aron, com um sorriso persistente em seu rosto ao pensar na recompensa que havia recebido do sistema.

Com o sorriso ainda no rosto, ele caminhou até a máquina, a abriu cuidadosamente e pegou o produto concluído.

“É lindo”, Aron não pôde deixar de expressar sua admiração ao inspecionar o produto acabado.

Nenhuma imperfeição marcava sua superfície, não indicando que havia passado por qualquer processo de usinagem.

Cada componente foi fabricado com precisão em suas dimensões necessárias, com desvios apenas na escala atômica. Esse nível de precisão superava qualquer impressora ou máquina de produção atualmente existente (na Terra) em várias gerações.

Além disso, ele mantinha consistentemente essa notável precisão, eliminando preocupações com erros. No caso raro de um erro, o produto concluído poderia ser simplesmente desintegrado e refeito sem gerar nenhum resíduo, exceto pela eletricidade consumida durante o processo.

“Me dê o relatório”, disse Aron, ele procurava revisar o relatório detalhado que descrevia os resultados e observações agora que o teste havia sido concluído.

[A impressora atômica atendeu às nossas expectativas,] relatou Nova, transmitindo os resultados a Aron. [Ela é capaz de montar aproximadamente 30.120.000.000.000.000.000.000.000.000 átomos por hora. O que é equivalente a imprimir um bloco de alumínio de cinco metros cúbicos no mesmo período de tempo.]

“Qual é o fator limitante que impede que ela atinja velocidades ainda maiores?” perguntou Aron, ciente do potencial da impressora de superar os resultados atuais.

[O fator limitante que impede a impressora de atingir velocidades mais altas é o chip de computação quântica dentro dela,] explicou Nova o motivo. [Suas capacidades computacionais estão no máximo no momento, pois precisa calcular a posição precisa de cada átomo e controlar as runas envolvidas no processo de impressão. Atualmente, o chip quântico pode imprimir no máximo 8.366.666.666.666.666.666.666.666,67 átomos por segundo.

No entanto, a velocidade diminui quando são necessários diferentes tipos de átomos, pois cada tipo requer instruções específicas para a impressão.]

“Bem, com essa impressora, não há nada que não possamos alcançar, desde que tenhamos os materiais necessários”, disse Aron com confiança.

“Tudo o que precisamos fazer é imprimir chips quânticos novos e maiores e atualizar seu computador quântico para um servidor quântico, confiando a você o controle total”, acrescentou.

[VIVA!] Nova exclamou, celebrando a aproximação de sua atualização. No entanto, ela não conseguiu conter sua curiosidade e pausou para perguntar a Aron: [Então, que recompensa o sistema lhe concedeu?] Sua empolgação era palpável enquanto ela aguardava ansiosamente a resposta de Aron.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar