Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Anuncios foram retirados do site e foi criado uma meta de DOAÇÃO mensal, se batermos a meta tentaremos manter o site sem anuncios pra todos. Teste inicial por cerca de dois meses sem anuncios iniciado em 22/07/2024.

I Don’t Want This Reincarnation – Capítulo 184

Criando um Conflito (4)

Entrei em meu sonho com a ajuda de Elohim e fui pego em um lugar diferente da última vez.

Não era um penhasco cheio de neblina e ondas, mas um amplo prado e um céu azul claro. Foi muito parecido com o meu sonho de encontrar Elohim pela primeira vez.

Crunch.

A grama macia foi pisoteada sob meus pés descalços. Olhei para as flores amarelas fazendo cócegas em meus tornozelos e olhei para cima para ver um homem alto parado do outro lado.

Era Cheon Sa-yeon em um terno de três peças que se ajustava ao seu corpo. Ele raramente vestia a jaqueta cinza claro, então parecia estar prestes a participar de um evento importante.

— Isso realmente funciona…

Cheon Sa-yeon, que ouviu minha voz murmurante, olhou para trás imediatamente.

— Cheon Sa-yeon.

Os olhos negros de Cheon Sa-yeon olhando para mim estavam de alguma forma vazios. O que há de errado com ele? Era a primeira vez que ele tinha sido tão vigilante.

— Você… Estava em uma reunião?

Um sentimento estranho veio correndo, e quando perguntei, evitando seu olhar, Cheon Sa-yeon abriu a boca com um sorriso como sempre, como se tivesse caído em si.

— Acertou. É uma reunião da sede de administração das guildas. O prédio desabou, então o local foi mudado para um hotel próximo.

— Ah… Devo ser rápido?

Eu tinha muito a perguntar. Cheon Sa-yeon sorriu como uma flor para mim, que estava preocupado.

— Não. Ainda dá tempo até a reunião, então não se preocupe.

— Fico feliz.

— Eu gostaria que você chegasse um pouco mais perto agora. Não é muito longe para uma conversa?

Cheon Sa-yeon acenou para mim. Aproximei-me sem pensar muito, mas depois mudei de ideia.

Pensando bem, aquele cara já havia me chamado para o escritório do representante antes e disse para ir lá também. Depois de perceber isso, não pude deixar de sentir uma injustiça. Tenho que ser assim até no meu sonho?

— Se você está insatisfeito, deveria vir até mim.

— Hum?

— Não sou um cachorro que corre atrás de você quando chama…

Cheon Say-yeon, que pensou por um momento enquanto tocava o canto da boca sobre como havia aceitado minhas palavras, lentamente relaxou sua expressão e sorriu.

— Sim. Isso é verdade.

— ……

— Estou indo, Han Yi-gyeol.

Por alguma razão, ele concordou comigo e se aproximou de mim sem hesitar. Fiquei hipnotizado pela distância reduzida e pisquei os olhos, senti uma mão acariciando meu pulso que estava coberto com o bracelete.

— Han Yi-gyeol.

— Oh?

— Acho que está na hora de você explicar.

— Explicar o quê?

A mão de Cheon Sa-yeon, que era muito maior que a minha, cobria completamente meu pulso. Cheon Sa-yeon continuou a falar comigo enquanto eu pensava se deveria me livrar disso ou não.

— Como você pode entrar no meu sonho? Profetas, eles não teriam esse tipo de poder.

— Então…

Era o poder da minha capacidade de ‘intervenção’, mas para explicar isso, tinha que falar sobre como entrei no meu corpo.

“Claro, ele já havia notado que eu não era o verdadeiro Han Yi-gyeol…”

Ainda assim, era uma parte difícil de dizer. Odiei ainda mais contar a ele em um sonho que estava prestes a terminar.

Depois de hesitar por um longo tempo, finalmente cheguei a uma resposta breve que havia sido omitida várias vezes.

— É minha nova habilidade.

— Habilidade?

— Sim. Como o poder do vento.

Ele inclinou a cabeça ligeiramente com um olhar curioso.

— Uma nova habilidade…

De repente, me perguntei o que Cheon Sa-yeon pensaria sobre isso. Como visto no livro de Han Yi-gyeol, era muito provável que ele estivesse tentando avaliar o quão útil seria a habilidade recém-adquirida.

Me senti um pouco mal, mas eu tinha que ajudar Cheon Sa-yeon de qualquer maneira para que eu pudesse sobreviver, e se ele perguntasse qual era a minha habilidade, então eu apenas olharia em volta…

— Você deve estar precisando de um novo presente.

— O quê?

— Este bracelete.

Cheon Sa-yeon, que ergueu um pouco meu pulso, limpou a joia vermelha incrustada no centro do bracelete com o polegar.

— Se você quiser usar a nova habilidade, não acho que um item de recuperação de energia de rank A seja suficiente.

— ……

— Você não teve dificuldade só com o poder de vento, porque tinha muito pouca energia? Também tem outras habilidades, então deve usar algo que melhore sua recuperação de energia.

— Minha energia é uma média de rank A.

Suspirei, corrigindo a parte errada.

Eu realmente não esperava isso…

— Por causa do item.

— Hum. Então, além de recuperar energia…

— Você não vai me perguntar qual é a minha habilidade?

Cortei as palavras do Cheon Sa-yeon no meio, que continuou falando bobagens mesmo quando dei a ele a chance de fazer uma pergunta de propósito.

— Você está curioso.

— Estou curioso.

— Mas por que não pergunta?

Abaixei minha voz pesadamente.

— Se fosse eu, teria perguntado e decidido onde usar.

O vento soprava de longe e o som da grama farfalhando se espalhava por toda parte. Cheon Sa-yeon olhou para mim sem dizer uma palavra até que o vento parou, então abaixou um pouco o rosto e ergueu o canto da boca.

— Isso é inesperado. Você esperava que eu dissesse algo assim?

— Pare de falar besteira.

— Não, é sério.

Eu não tinha ideia de quais eram as intenções de Cheon Sa-yeon. Ele, que recebeu olhares afiados sem um sorriso, falou primeiro.

— Não vejo assim. Não há realmente nenhuma razão específica.

— Fala.

— Bem, aparentemente, mesmo que eu pergunte, você não parece que vai me dizer.

Isso… Isso mesmo.

— Você tem muitas coisas a esconder.

Isso também… Isso mesmo.

— Você se lembra do que eu disse antes?

Cheon Sa-yeon acariciou levemente os cantos dos meus olhos que estavam expostos sob o cabelo que farfalhava ao vento leve.

— Eu disse que estávamos em posição de esconder nossas cartas e cuidar um do outro.

— Isso foi muito tempo atrás.

— As coisas mudaram muito ao longo do tempo, mas… O básico é o mesmo. Prever, descobrir e usar as cartas ocultas uns dos outros.

— É irritante naquela época e agora.

Bati na mão de Cheon Sa-yeon, que estava constantemente brincando com meu rosto.

— Portanto? O que você quer dizer?

— Qual é a sua identidade no corpo de Han Yi-gyeol, como você conseguiu o casaco de Ha Tae-heon e até onde você o viu enquanto estava com os profetas… Há muitas coisas que eu quero saber.

— ……

— É que não tenho curiosidade de obrigar você a fazer isso se não gosta e der respostas falsas. Claro, descobrir por acaso seria divertido.

— Resumindo, se não há problema em usá-lo, quer dizer que não tem intenção de descobrir?

— Oh, não. Você está estreitando demais meu coração desesperado.

Cheon Sa-yeon reagiu desajeitadamente às minhas palavras, mas não negou que não.

Engoli em seco, sentindo o amargor na boca devido à complexidade.

Eu esperava que fosse assim. Mas depois de ouvi-lo pessoalmente, não pude deixar de ficar chateado.

No final, nem eu, nem Cheon Sa-yeon pudemos ser honestos. Foi um grande erro estarmos nos escondendo um do outro.

Eu sei. Estou ciente.

— Isso realmente vai funcionar?

Cheon Sa-yeon ficou um pouco perplexo, pois não havia pensado que eu perguntaria novamente.

— Relacionamentos que se usam. Isso é o suficiente, Cheon Sa-yeon?

— ……

Ele lambeu os lábios por um tempo e não respondeu. Os olhos negros que estavam tremendo com a complexidade diminuíram rapidamente.

— Sim.

Eu, que esperei um pouco, entreguei meu coração a essa resposta resoluta. A oportunidade de redefinir o relacionamento acabou sem nenhuma mudança.

— Certo.

Puxei meu pulso, que havia sido deixado sozinho o tempo todo enquanto estava sendo pego, e imediatamente trouxe o ponto principal.

— Qual é a situação na sede de administração das guildas? O prédio desabou completamente.

Cheon Sa-yeon, que havia soltado meu pulso, piscou por um momento e falou em sua voz habitual.

— A Chefe da Sede Choi Mi-jin fez um bom trabalho, mas… Houve algumas mortes. A maioria deles eram funcionários do laboratório do porão.

Como esperado.

— Você mesmo viu?

Concordei levemente com a questão de saber se eu vi através do livro escrito.

— Ha Tae-heon-ssi, como ele está depois do portal?

— Sempre que tem chance, ele me segue.

— Aquele cara? Você?

— Ele parece ter muitas perguntas sobre o ataque ao portal. Graças a isso, estou muito ocupado fugindo esses dias.

Suspirei com as palavras divertidas. Você está gostando muito.

Os sentimentos de Ha Tae-heon eram totalmente compreensíveis. Ele passou pela confusão e, claro, deve estar curioso.

— Você não vai explicar isso para Ha Tae-heon-ssi?

— Bem.

— Pelo menos até o ponto em que ele entenda isso. Ele já viu, então tenho certeza que vai acreditar o suficiente.

— Então eu vou.

Cheon Sa-yeon novamente tinha olhos vazios vagando em algum lugar no passado distante.

— Eu cuido disso.

— É difícil de acreditar.

— Isso é demais.

Cheon Sa-yeon, que encolheu os ombros, abriu a boca com um tom severo.

— Estou cansado de explicar tudo isso para Ha Tae-heon. Então eu sei. Agora não é a hora.

— Entendo…

Embora eu estivesse preocupado, seria melhor deixar os dois cuidarem dos problemas entre eles.

— Qual é a situação dos cultistas de Praus? Se você observa um aumento na taxa de criminalidade, não é algo que possa ignorar.

— Eles têm trabalhado muito, então vão ficar quietos por um tempo. O aumento da taxa de criminalidade… Não há nada que eu possa fazer. Tudo o que tenho a fazer é tentar consertar.

Mesmo com a resposta do Cheon Sa-yeon, a ansiedade não foi embora.

É realmente bom não ter que fazer algo? Eles foram enganados pela ideia perigosa de que as pessoas comuns acreditavam ser eliminadas. Se eles chegassem a um nível que não poderíamos mais controlar…

— Eu sei com o que você está preocupado. Mas ainda está tudo bem.

Como se perfurando minha cabeça, Cheon Sa-yeon disse com firmeza.

— O culto se espalhará ativamente por todo o mundo. No entanto, já se passaram vinte anos desde que as pessoas talentosas apareceram pela primeira vez. A fundação não é tão fraca que possa ser facilmente influenciada por um desses vagos grupos religiosos.

— Significa que você tem tempo para aguentar.

— Claro.

Então me senti um pouco aliviado. Fiquei confuso sobre o que fazer a seguir quando vi o quartel-general de gerenciamento da guilda desmoronando no livro e Cheon Sa-yeon foi capaz de bloqueá-lo sozinho.

Cheon Sa-yeon, percebendo que minha testa rígida havia relaxado um pouco, sorriu.

— E daí?

— O quê?

— Quando você estará de volta?

Assim que senti que a conversa necessária era até certo ponto, pude ver uma luz branca e pura envolvendo tudo lentamente de longe.

Ele é tão honesto. Respondi com uma resposta de língua presa à sua habilidade inflexível.

— Mesmo que eu vá para a Coreia, não irei até você. Não tenha muitas esperanças.

— Oh, meu Deus. Você não sente pena de nossos membros da guilda esperando por você?

— Vou encontrá-los secretamente.

Naquele momento, a luz veio bem atrás de Cheon Sa-yeon. Empurrei seu ombro e disse algo frio de propósito.

— Você não esqueceu o combinado, não é? Por favor, ajude Ha Tae-heon-ssi corretamente.

— Como quiser.

Finalmente, o sonho terminou com a resposta astuta de Cheon Sa-yeon.

Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 1 voto
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Beauty ♡D
Membro
Beauty ♡
1 mês atrás

Nem pra consolar o coitado, Han yi-gyeol 🤕 só sabe falar pra ele ajudar esse teu amante do Ha tae-heon 🙄 Mds

Última edição 1 mês atrás por Beauty ♡

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar