Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Infinite Mana in the Apocalypse – Capítulo 200

Ordem

Céus claros e um mar azul se estendiam por quilômetros em todas as direções, enquanto uma figura gigantesca parecia perturbar essa serenidade.

Uma Hidra de Três Cabeças ameaçadora com uma expressão complexa em seu rosto monstruoso flutuava pacificamente sobre as águas enquanto suas três cabeças olhavam para cima. Noah usou {Viagem Espacial} na pequena janela que o Mestre da Seita Inuit forneceu e voltou para seu planeta natal em segurança.

Em sua Terra Espiritual, ele tinha uma grande variedade de seres coletados, muitos dos quais ele não conseguia olhar neste momento. Ele observou o grande corpo do Ditador Kaiju-Hydra, pois sentiu sua tremenda força que o fez sentir como se estivesse no topo do mundo.

No entanto, neste momento, ele se sentiu fraco.

Ele se sentiu fraco ao pensar nos inimigos dos quais nem tinha conhecimento que o forçaram a fugir. Ele se sentiu fraco quando fechou os olhos e lembrou as imagens de rostos desesperados por toda a Atlântida enquanto sentiam seu mundo desmoronar.

Esse sentimento de fraqueza… fazia muito tempo desde a última vez que ele sentiu isso. Talvez sua mente ainda estivesse afetada pelos gritos tristes do Mundo Perdido quando seu núcleo estava sendo destruído, talvez ele estivesse apenas exausto mentalmente depois de correr pelo Mundo Perdido da Atlântida por tanto tempo, apenas para correr quando foi destruído por inimigos estrangeiros .

Ele soltou um suspiro enquanto desativava suas muitas habilidades, sentindo seu grande corpo mudar enquanto uma sensação de formigamento se espalhava por toda parte e ele se tornou um Atlante de dois metros de altura com cabelos dourados brilhantes.

Ele flutuou nos céus acima do mar que estava entre a Federação Unida e o Império Abençoado enquanto pensava em como enfrentar até mesmo os seres que tiveram seu lar totalmente destruído.

Ele estava em seus pensamentos quando uma pequena luz branca disparou da Terra Espiritual ancorada em seu corpo, e a figura do Mestre da Seita Inuit apareceu nos céus com ele. Os seres geralmente precisavam de sua autorização para entrar ou sair da Terra Espiritual, mas esse misterioso Mestre da Seita continuou a fazer coisas surpreendentes. Seu olhar parecia mais velho e enrugado enquanto ele olhava ao redor do novo mundo em que eles estavam e falava.

“Tente não se desesperar muito com os caídos. Para muitos seres, a hora de sua morte já está escrita, e eles não podem fazer nada para mudá-la.”

Seu olhar viajou ao redor do mundo natal de Noah enquanto ele parecia saber muitas coisas. Noah ouviu isso enquanto fazia uma pergunta que estava pensando em sua mente.

“E a minha morte? Você mencionou que a previu.”

Os olhos do Mestre da Seita brilharam com essa pergunta enquanto ele olhava para Noah com um sorriso.

“Sim, minhas técnicas me mostraram o seu fim, e ainda assim aqui está você, muito vivo. Essa é uma das coisas sobre a morte, muito misteriosa até mesmo para alguém como eu lhe dar mais compreensão. Talvez sua hora fosse realmente hoje, naquele mundo destruído e minhas intervenções pararam, talvez não fosse realmente o seu tempo e os eventos fluíssem como deveriam. É muito complicado envolver nossas mentes em torno dessa ideia para seres do nosso nível, então podemos colocá-los de lado por enquanto e se concentrar no que fazer a seguir.”

Palavras enigmáticas que não acrescentavam nada útil ao seu conhecimento foram tudo o que saiu da boca do Mestre da Seita enquanto Noah olhava em seus olhos brancos e assentiu.

“Antes de chegarmos aos seus objetivos, conte-me mais sobre a força que derrubou o Mundo Perdido como se não fosse nada.”

A brancura nos olhos do Mestre da Seita brilhou quando uma carranca apareceu em seu rosto.

“Ah, sim. Os Celestiais. Seres de muitos mundos diferentes que se uniram para supostamente manter a ordem do Universo. Existem muito poucas forças que se atreveriam a se opor a eles.”

A incredulidade era tudo o que estava na mente de Noah quando ele ouviu sobre a identidade dos seres que ele havia falsamente interpretado algum tempo atrás.

“O Motor Mundial que Atlantis criou era uma peça de tecnologia que desafiava as normas, permitindo que o Mundo Perdido realmente mudasse e mascarasse sua posição no Universo com apenas um pensamento do Núcleo Mundial. suas cadeiras altas e decidiram acabar com o mundo que estava brincando com uma tecnologia tão perigosa sob o nome de restaurar e manter a ordem do universo.”

O mirrado Mestre da Seita varreu os olhos pelo vasto mar azul no mundo natal de Noah enquanto continuava.

“Foi tudo sob o nome de manter o domínio das leis universais. Os mundos não deveriam ser capazes de fazer o que o Mundo Perdido estava fazendo, então eles pararam. Foi tão simples assim. Eles não tiveram nenhum sentimento malicioso para os seres daquele mundo, e eles não odiavam ou desprezavam nenhum deles. Eles estavam apenas… fazendo o que eles acreditavam ser o curso de ação correto, não importava que um mundo inteiro tivesse que queimar por isso.”

Noah sentiu as mãos ligeiramente trêmulas de raiva ao ouvir um pouco sobre a ideologia da superpotência que ele só havia aprendido brevemente em suas memórias. Os gritos do Mundo Perdido agonizante reapareceram em sua mente, pois parecia que os efeitos disso que causavam lágrimas inconscientemente caírem de seus olhos ainda permaneciam.

Ainda mais tristes eram os gritos que ele podia ouvir em sua Terra Espiritual, onde residiam as Calamidades do Mar restantes e algumas dezenas de milhares de Atlantes e Tritões. Ele ainda não conseguia enfrentá-los, pois sabia apenas uma parte do que eles poderiam estar sentindo agora.

Ele sabia apenas um pouco sobre o desespero e a raiva que eles estavam sentindo quando ele passou por um evento em que ele perdeu aqueles que lhe eram queridos também, mas nunca foi nesta fase. Nunca foi tão grande. Ele soltou um suspiro enquanto perguntava ao Mestre da Seita,

“Sabendo de tudo isso, por que exatamente você viajou para o Mundo Perdido para encontrar alguém como eu?”

Um sorriso brilhante irrompeu do rosto do velho enrugado na frente de Noah enquanto uma grande história era tecida.

O Mundo do Cultivo.

Era um Mundo Melhor, um mundo poderoso onde alguns dos poderes reconhecíveis do universo atuavam.

O que um ser que ganhou o título de Mestre da Seita neste mundo queria com um indivíduo iniciante em um canto distante do Universo?

Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 1 voto
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar