Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Leveling With the Gods – Capítulo 174

Capítulo 174

Nível.

Até onde Yuwon sabia, houve apenas um caso em que o sistema de nível foi dado a alguém que não era o jogador.

‘Quimera Morta-Viva.’

Um Morto-vivo que subia de nível.

Por causa da natureza de sua existência, o ranking da quimera morta-viva posteriormente subiu muito mais.

Depois de se tornar uma ranker, ela rapidamente se tornou uma high ranker e acabou sumindo de vez da torre ao ser subjugada por Son Wukong.

Por causa disso, era muito surpreendente ver um não-jogador com sistema de nível.

Mas…

‘Nunca ouvi falar de uma besta divina subindo de nível.’

Uma mensagem que ia além do bom senso.

Yuwon olhou para a luz que estava desaparecendo lentamente e confirmou o corpo que dormia dentro do ovo.

E lá dentro…

Pisca

“…Um bebê?”

Havia uma criança pequena do tamanho de uma palma sentada em silêncio olhando para Yuwon, piscando seus grandes olhos.

Cabelos e olhos pretos. Corpo pequeno e redondo como uma fada.

“Papa?”

Isso significa que Yuwon era o pai?

“Papapa, papapa?”

Depois dessas últimas “palavras”, Yuwon teve certeza que não era o caso.

Aquela era só uma criança que não aprendera a falar, emitindo sons aleatórios pela boca.

‘Eu realmente não esperava por isso.’

Tinha sido bem complicado chocar aquele ovo.

E, por causa da energia do Deus Externo, Yuwon esperava que algo como um pequeno monstro com tentáculos aparecesse.

Mas era só uma criancinha pequena.

‘Me sinto como uma babá.’

Yuwon não ficara nada à vontade com isso.

Normalmente, bestas divinas nascidas de um ovo costumavam lutar na linha de frente do campo de batalha de acordo com a vontade de seu dono.

Yuwon também estava pensando em usar o ovo chocado dessa forma.

Mas agora, ele não pôde deixar de sentir um peso na consciência ao pensar em jogar uma coisinha tão pequena no meio do campo de batalha.

Além disso…

“Você nem consegue falar.”

“Apapa?”

Yuwon virou a cabeça surpreso com a voz que ouviu bem perto de seu ouvido.

Antes que ele sequer percebesse, o bebê já estava no seu ombro.

Seria bem difícil tentar se comunicar, já que Yuwon não entendia uma palavra sequer do que ele dizia.

‘Quando foi que ele chegou aqui?’

Yuwon sabia que aquilo não era um bebê de verdade.

Mas conseguir se mover daquele jeito sem ser notado era impressionante.

“Apa, papapa.”

[Por favor, dê um nome a ‘…?’.]

Uma mensagem que veio à mente junto com o choro da criança.

Um nome.

Parecia que aquela mensagem continuaria aparecendo na sua mente enquanto não escolhesse um nome para o bebê.

‘Qual nome eu escolho?’

Yuwon parou para pensar por um tempo.

E logo em seguida, ele percebeu a semelhança de um personagem familiar no rosto da criança.

‘Parece um personagem de Danfung Stories.[1]’

Um jogo que Yuwon gostava de jogar na Terra há muito tempo.

Yuwon escolheu como nome para o bebê um personagem que também era redondo como uma bola e com a cabeça do mesmo tamanho do corpo.

“Danfung.”

[Deseja nomeá-lo como ‘Danfung’?]

“Não.”

Yuwon balançou a cabeça.

O bebê inclinou a cabeça.

Ele também precisava de um sobrenome.

“Kim Danfung. Esse será o seu nome.”

Ao ouvir aquilo, Pandora, que estava na porta, virou a cabeça e olhou atentamente para Yuwon.

Seu rosto ainda não mostrava expressões.

Não, na verdade, seus olhos pareciam irritados.

Yuwon, que fez contato visual com ela, perguntou.

“O que foi?”

“Esse nome é esquisito.”

Em seguida, o olhar de Pandora se voltou para uma criança chamada ‘Kim Danfung’.

“E essa coisa é assustadora.”

Mesmo depois de perder o poder do Deus Externo, perdendo no processo todas as suas emoções, Pandora estava assumindo estar assustada.

‘Essa coisinha?’

Será que Pandora estava vendo algo que ele não podia ver?

Provavelmente não. Não importava quão alto fosse o ranking de Pandora e quão excelentes fossem suas habilidades, ela não tinha uma habilidade como os Olhos de Cinzas de Yuwon.

Só havia uma maneira de explicar aquilo.

‘Seria algum instinto?’

Aquela criança nasceu absorvendo o poder que estivera dentro de Pandora por muito tempo.

Por ser uma força que a tinha atormentado até agora, o instinto de Pandora seria se afastar.

Foi nesse momento em que Yuwon olhava para Pandora…

[‘…?’ recebeu o nome.]

[‘…?’ gostou do nome.]

[O contrato foi concluído.]

[Distribuindo atributos de ‘Kim Danfung’.]

[Atributo inválido.]

[Parte dos atributos foram substituídos por ‘Poder Mágico’.]

[Seu poder mágico aumentou em 3.]

Várias mensagens passaram pela cabeça de Yuwon.

E, em seguida.

Vwooooosh

Foi como se seu corpo tivesse vencido a força da gravidade, começado a flutuar e de repente ficado de cabeça para baixo.

Todo o cenário do quarto, juntamente com Pandora, desaparecera, deixando Yuwon sozinho num vazio sem fim.

Não.

“Apapapa.”

Danfung ainda permanecia em seu ombro.

“É isso que você é?”

“Papa!”

“Ainda parece que está falando papai.”

Yuwon virou a cabeça e olhou para frente. Naquele espaço negro e vazio onde a gravidade nem sequer era sentida, algo estava aparecendo.

‘Dentes?’

Shhhk

Aqueles eram velhos conhecidos de Yuwon.

A boca que aparecia toda vez que o ovo comia um Deus Externo.

A bocarra se abriu e se aproximou de Yuwon.

Yuwon estava ficando sem ar.

Aquela fora a primeira vez que os dentes desse cara estavam sendo apontados para ele.

Quando o ovo comeu o primeiro Deus Externo, a cabeça do Orochi, Yuwon se sentiu meio desconfortável com a cena, mas nada chegava perto do que estava sentindo agora.

O que diabos poderia ser aquilo?

Um Deus Externa?

Se sim, era claramente o mais forte deles.

“E eu sou o alvo dessa vez?”

A boca se aproximava cada vez mais.

Nada podia ser visto dentro da boca aberta.

Ser comido por aquela coisa.

Embora parecesse ser seu destino óbvio, Yuwon estranhamente não sentiu medo.

‘Não é perigoso.’

Aquela boca tinha sido criada pelo Danfung no seu ombro.

Não, talvez ela fosse parte do corpo dele.

Não podia ser algo perigoso.

Yuwon estava tão confiante que entrou na boca.

E, naquele momento.

Nhaaac

[‘Habilidade: Predador’ foi adquirida.]

Uma mensagem surgiu na mente de Yuwon.

Flash!

A visão dele foi restaurada.

Yuwon não estava mais naquele mundo vazio e escuro. Ele voltara para o mesmo quarto de antes.

Yuwon rapidamente se lembrou da última mensagem que recebera.

‘Predador?’

A eclosão do ovo resultara em três pontos de atributo, sendo que todos os três foram colocados em poder mágico, o que era perfeito.

Imediatamente, uma sensação de completude percorreu o corpo de Yuwon

Como se não fosse o bastante, ele até ganhara uma nova habilidade.

Yuwon verificou rapidamente sua mais nova habilidade.

[Predador]

# Rank: ???

# Proficiência: 0,98%

# Seres desconhecidos cujos nomes ainda não são claros. Invoca um monstro que os come.

# Atributos adicionais aumentam a depender do tamanho do alvo.

Era uma habilidade que combinava perfeitamente com seu nome.

Os “seres desconhecidos” da terceira linha de descrição provavelmente eram os Deuses Externos.

Aquele poder assumiu a forma de uma habilidade e adormeceu dentro de Yuwon.

‘Quer dizer então que aquele contrato também significava o compartilhamento de habilidades?’

A boca que Yuwon acabara de ver e entrar claramente era o predador em questão.

Predador.

Uma habilidade que consumia e absorvia o poder dos Deuses Externos.

‘Quer dizer que agora posso ficar mais forte ao comer aqueles caras?’

Por um momento, Yuwon se lembrou do grupo de Deuses Externos espalhados à sua frente.

Naquela época, eles pareciam os arautos do apocalipse. Mas agora que possuía essa habilidade, chegava a ser cômico se lembrar daquela cena.

“É quase como se eles fossem meu jantar.”

Coma aqueles caras e ficar mais forte?

Yuwon imaginou essa cena e, em seguida, ficou arrepiado.

“Que loucura…”

Aquela não era só uma habilidade poderosa.

Era uma habilidade que mudaria completamente tudo o que Yuwon havia planejado.

Yuwon continuaria a encontrar Externos no futuro, quer fosse dentro ou fora desta torre.

– Quais são as chances?

Cerca de meio ano atrás.

Esta foi a pergunta feita pelo décimo segundo clone de Son Wukong.

– Bem. No momento, acho que menos de 1%.

– Isso é tudo que você precisa?

– O importante é que exista alguma chance. Como já falei, atualmente, só estou tentando tapar alguns buracos.

Tapar buracos.

Aquelas palavras foram muito apropriadas na época.

Tudo o que Yuwon fez até agora foi impedir que Hefesto se juntasse ao Olimpo e descobrir a relação entre Lancelot e o Olimpo, que teria sido o início do Ragnarok.

Mesmo agora que Hércules estava do seu lado, Yuwon pensava que a probabilidade não tivesse mudado.

No entanto…

‘10%’

Com aquele poder, a história será diferente.

A probabilidade aumentava significativamente.

A luz da esperança brilhou após uma batalha que Yuwon julgara impossível de vencer.

O ovo, que finalmente havia sido chocado, gerara uma criatura deveras intrigante.

E agora chegara o momento de fortalecer aquela criatura.

Yuwon olhou para Danfung.

Naquele momento, Yuwon deu seu maior sorriso desde que regressara ao passado, sentindo uma segurança que não sentia há muito tempo.

“Dafung.”

“Papa?”

“Você é o meu amuleto da sorte.”

“Papa, papapa!”

Danfung, feliz em ouvir elogios pela primeira vez, ergueu os braços pequenos e sorriu.

Yuwon achou que ele estava muito contente.

Chocar um ovo era um conceito diferente de simplesmente obter uma besta divina útil.

[Nome: Kim Danfung]

[Nível: 1]

[Força: 1]

[Destreza: 1]

[Resistência: 1]

[Sentido: 1]

[Poder Divino: 100]

[Habilidades Únicas]

[Predador, ????]

[Taxa de crescimento: 0%]

[Quando alcançar uma taxa de crescimento de 100%, Danfung crescerá para o próximo nível, independentemente de qual seja o nível em questão.]

[Característica Especial 1: Ele te reconhece como dono.]

[Característica Especial 2: Ainda possui um lado rebelde.]

Uma besta divina com níveis e atributos.

Nenhuma outra existia nesta torre.

A menos que tivesse sido criado como uma quimera, receber um nível significava que você fora escolhido pelo sistema.

Além disso, significava que Danfung não era como uma fera divina, mas como um jogador.

‘Os atributos básicos dele são horríveis. O único realmente bom é o Poder Divino…’

Talvez esse atributo fosse o equivalente ao poder mágico dos jogadores comuns.

‘Não consigo pensar em uma maneira de fazê-lo participar da batalha agora.’

Os atributos eram ruins e nenhuma outra habilidade além do predador fora revelada.

Parecia que Yuwon provavelmente teria que revelar cada habilidade, uma por uma, mais tarde.

Mas o que mais intrigava Yuwon agora era como ele faria aquela coisinha lutar

‘Mas isso já é o suficiente por enquanto.’

O ovo chocara, Danfung nascera e, através do contrato com ele, Yuwon ganhou uma habilidade mais valiosa do que qualquer habilidade que jamais esperara ganhar.

Yuwon não sabia quão bom Danfung se tornaria no futuro, mas por hora, ele estava feliz com tudo o que já tinha ganhado.

Ele até conseguiu achar o Danfung fofinho naquele momento.

Depois de dar o próprio sobrenome para ele, Yuwon sentiu como se tivesse um filho.

“Dafung.”

“Papa?”

A criaturinha desceu dos ombros de Yuwon, rastejou pelo chão do quarto e virou a cabeça.

Olhos redondos.

Yuwon olhou dentro daqueles olhos e sorriu.

“Vamos nos dar muito bem no futuro.”


Nota:

[1] O jogo em questão ao qual o Yuwon se refere é conhecido aqui no ocidente como Maple Story. Deixei o nome coreano na menção pra fazer sentido com o nome que ele deu ao bebezinho.


Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar