Participe do nosso novo grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação e veja os benefícios.

Lord of Mysteries – Capítulo 1194

A Caçada ao Leão por um Coelho

Finalmente, Dorian parou ao lado da carta.

Ele se abaixou e estendeu a mão direita. Seus dedos tremiam quando ele agarrou a ponta do papel e o pegou.

Desta vez, Dorian foi muito cuidadoso. Começou a ler cada palavra, uma após a outra, desde o início. Às vezes entendia, às vezes ficava confuso, às vezes perplexo e às vezes com dor.

A carta que Fors enviou não era longa. Ele usou apenas três minutos para lê-la duas vezes antes de cair em um longo silêncio.

A luz do sol brilhou pela janela e pousou na mesa derrubada.

Os lábios de Dorian Gray Abraham estremeceram de repente, mas ele finalmente não emitiu nenhum som.

Separados por um pedaço de papel, o polegar direito e o indicador esfregaram-se rapidamente um no outro e acenderam a carta com uma chama escarlate.

Depois de fazer tudo isso, Dorian arrumou seus pertences, vestiu o disfarce, trocou de roupa e saiu do apartamento alugado. Usando a identidade que havia preparado anteriormente, ele foi para outro lugar.

Depois de se acomodar, sentou-se ao lado da mesa e olhou para o ornamento de latão, aparentemente imerso em pensamentos.

A área tornou-se cada vez mais escura à medida que a luz do sol enfraquecia. As pálpebras de Dorian se contraíram enquanto ele suspirava lentamente.

Ele então desdobrou o pedaço de papel e pegou a caneta-tinteiro. Enquanto ponderava, escreveu:

“… Estou muito feliz em ver você digerindo a poção do Escriba em alguns meses. Isso significa que você pode realmente se tornar uma semideusa…”

“… Esses são os pontos-chave a serem observados ao atuar como Viajante, pelo menos os que eu conheço. No entanto, é preciso lembrar que a personalidade de cada pessoa é diferente. Sempre haverá algumas diferenças na atuação na vida real, então você não pode copiar cegamente… Isso não significa que os princípios de atuação dos outros estejam errados, mas que pode levar a um enorme conflito em seu coração, afetando o estado de sua mente… Às vezes, você pode fazer os ajustes apropriados para diminuir a velocidade com que a poção está sendo digerida, mas isso só será benéfico para você. Você tem que lembrar: atuar é uma ferramenta, não algo para dominar você…”

“Estou ansioso pelo dia em que você digerir completamente a poção do Viajante, prepararei os ingredientes correspondentes e um presente para você.”

“… Estou muito interessado no assunto da maldição da família Abraham mencionada por aquele cavalheiro… Acho que você deveria ter notado há muito tempo que fiz um certo grau de pesquisa sobre esses assuntos. Caso contrário, você nem sempre me perguntaria sobre esses assuntos…”

“Espero que você possa continuar a aprender sobre este assunto em um nível mais profundo…”

Depois de escrever a resposta, Dorian Gray Abraham fechou os olhos e dobrou rapidamente o papel.

Janeiro de 1351, o ano novo de Backlund foi muito mais sombrio do que antes.

Num porão no Burgo Oeste, havia algumas velas tremeluzindo com chamas amarelas, iluminando os altares, cadeiras e mesas redondas ao redor.

No limite da luz, em um local extremamente escuro, uma figura parecia indistinta. Às vezes, balançava, às vezes se esticando em uma entidade fina que não tinha espessura alguma. Era como uma sombra que ganhou vida.

De repente, a figura disse em voz profunda: — Você chegou mais cedo do que eu esperava.

Ao lado da vela, uma pessoa apareceu rapidamente no local mais iluminado pela luz.

Era um homem vestido com uma misteriosa túnica preta. Seu cabelo castanho estava levemente cacheado e seus olhos escuros e profundos pareciam conter inúmeros objetos.

Ele não era outro senão um dos cinco santos da Ordem Aurora, o Santo dos Segredos, Botis.

Botis sorriu e disse: — Para mim, a distância não é um problema.

Ele puxou uma cadeira e sentou-se antes de dizer para a sombra longa e estreita: — Você investigou completamente? Você encontrou algo incomum?

A sombra que quase se escondeu nas sombras respondeu em voz baixa: — Não há problemas.

— Realmente? — Ao confirmar a pergunta, Botis instintivamente teve dúvidas. — Kisma, isso poderia ser uma armadilha?

O Santo Tenebroso da Ordem Aurora, Kisma, balançou lentamente a cabeça e disse: — O alvo é muito cuidadoso. Definitivamente não é um caso de exposição deliberada.

— Se ela não estivesse procurando comprar o item amaldiçoado de um antigo espectro, não teríamos sido capazes de sentir que ela poderia ser da família Abraham.

O Santo dos Segredos Botis parecia estar pensando quando disse: — O item amaldiçoado de um antigo espectro. Este é um dos principais ingredientes do Escriba. Lembro que a família Abraham tem um cérebro sobressalente de Asmann… Heh, eles não estão dispostos a fornecer diretamente uma característica de Beyonder do Escriba, na esperança de realizar alguns testes. Na verdade, é o estilo da família Abraham. Simplificando, eles não confiam o suficiente nos outros.

O Santo Tenebroso Kisma não repetiu as palavras de Botis enquanto continuava: — Mesmo que ela estivesse procurando comprar os ingredientes principais da poção do Escriba, não teríamos notado nenhum problema. Afinal, nem todo crente conhece o conhecimento místico correspondente, mas ela até mencionou algumas questões relacionadas ao Aprendiz e aos Abrahams.

— Ela foi muito cautelosa nesse aspecto. O grupo de Beyonders do qual ela procurava comprar materiais e aquele para quem fazia perguntas não eram os mesmos. Assuntos diferentes foram deixados em grupos diferentes. Além disso, às vezes ela contratava outros participantes para ajudá-la a fazer solicitações.

— Se não fosse pelo fato de termos nosso pessoal nesses poucos grupos e sermos capazes de combinar a informação, não a teríamos notado.

Santo dos Segredos Botis assentiu levemente e perguntou: — Por que você simplesmente não agiu? Você até veio até mim?

Nas sombras, a escuridão se agitou e respondeu lentamente: — A situação em Backlund está ficando cada vez mais tensa. Os Falcões Noturnos, os Punidores Mandatários e a Mente Coletiva da Maquinaria estão patrulhando a área, um ponto após o outro. Estamos sendo vigiados de perto.

— Se eu fosse cuidar desse assunto, estaria tudo bem se não houvesse nenhum acidente. No entanto, se um acidente acontecesse, talvez eu não conseguisse escapar por não ter ‘pastado’ um Feiticeiro Secreto.

— Além disso, não é você quem está mais interessado na família Abraham?

Botis riu e disse: — Não estou nem um pouco interessado neles. Eu só quero que todos morram.

— Para garantir minha própria segurança, o mais importante é cortar a vingança pela raiz. Esta é a filosofia que sigo.

Enquanto falava, o Santo dos Segredos tirou uma bola de cristal do bolso do manto preto.

A bola de cristal não era clara nem translúcida, como se tivesse sido injetada na noite escura.

Ao tocá-la com a palma da mão, seus lábios tremeram. Esta estranha bola de cristal encheu-se de um brilho resplandecente.

Eram como estrelas que giravam lentamente, formando uma cena complicada.

— Ainda é aceitável… — Botis olhou para a bola de cristal em sua mão direita e acenou com a cabeça gentilmente.

Ele então olhou para a sombra fantasmagórica.

— Dê-me os detalhes.

Quando soube que haveria uma reunião Beyonder em um grupo específico esta noite, com o alvo possivelmente aparecendo, o Santo dos Segredos Botis levantou-se e disse ao Santo Tenebroso Kisma: — Preciso fazer alguns preparativos.

Assim que terminou de falar, sua mão direita se abriu e com um movimento suave, seus dedos se fecharam.

A região em que ele estava imediatamente se deformou e desapareceu.

As velas, chamas, mesa redonda e cadeiras que originalmente estavam localizadas aqui desapareceram, deixando para trás apenas os azulejos e o teto.

Depois de um tempo, as sombras se moveram e tudo voltou ao normal.

Nada aconteceu com o Santo dos Segredos Botis, mas a figura do Santo Tenebroso apareceu da escuridão.

Ele olhou para Botis e disse em voz profunda: — Sua cautela excedeu os limites necessários.

— Mas isso não é uma coisa ruim. Espero poder resolver o problema sem que ninguém perceba, — respondeu Botis com um sorriso. — Você pode me seguir. Você pode se esconder nas sombras como meu apoio. Você não aparecerá diretamente e partirá imediatamente assim que descobrir algo errado.

— … Tudo bem. — O Santo Tenebroso Kisma saiu lentamente das sombras.

Ele parecia jovem e bonito, com traços faciais marcantes, mas seu rosto parecia coberto por uma leve cortina de escuridão.

Depois de chegar perto de Botis, houve uma série de sons ilusórios de mastigação que vieram do nada. Os sons da mastigação e da digestão podiam ser ouvidos, assim como a maldade e a fome indisfarçáveis.

Isso fez o semideus estremecer involuntariamente.

Os olhos do Santo Tenebroso congelaram por um segundo enquanto ele lançava um olhar chocado e surpreso para o rosto de Botis.

Os cantos da boca de Botis se curvaram enquanto ele revelava um sorriso bastante cruel.

Alguns segundos depois, um deles usou Teletransporte e o outro se fundiu nas sombras e saiu de casa.

Em um apartamento que estava em mau estado há anos, na área que cruzava o burgo leste de Backlund e a área da ponte, havia alguns quartos no primeiro andar de um motel barato que tinham quartos conectados.

Quando Botis saiu do mundo espiritual, a reunião Beyonder só aconteceria duas a três horas depois. Ninguém havia chegado ainda.

Ele olhou em volta e observou as longas mesas que estavam arrumadas de maneira bagunçada.

Após observar o ambiente, caminhou até um canto com a mão direita puxando a cortina.

A região foi então envolvida por uma sombra, distorcendo-se antes de desaparecer.

Isso porque não havia nada lá para começar. Como não havia nada, então ninguém teria descoberto que faltava espaço. Apenas sentiriam que a distância entre as paredes e eles próprios era um pouco menor, mas após uma inspeção mais detalhada, tudo estava normal.

Este era o poder da Ocultação Espacial de um Feiticeiro Secreto!

Eles poderiam usar essa habilidade para dividir um lugar em dois e ocultar parte dele. Era preciso usar uma porta específica para entrar.

Naquele momento, na área que estava dividida e escondida, a sala existia normalmente. Havia pisos, teto e uma barata rastejando pelo chão.

A barata correu para a fronteira e foi bloqueada pela escuridão sem fim.

Depois que o Santo dos Segredos Botis examinou a área, seu olhar parou em um vórtice transparente no ar.

Esta era a porta.

Cada espaço escondido definitivamente teria uma porta.

Depois de pensar um pouco, Botis enfiou a mão no bolso do manto preto, tirou um espelho e inseriu-o na porta.

O espelho torceu e rapidamente refletiu a cena do mundo exterior.

Havia cadeiras e mesas compridas espalhadas aleatoriamente. O lugar estava vazio.

Desta forma, Botis usou este espelho para monitorar o local da reunião de Beyonders.

Os segundos mudaram para minutos quando os Beyonders vestidos com vários disfarces chegaram.

Uma das figuras encapuzadas costumava escolher um canto perto da janela. Ela pegou um caderno do tamanho da palma da mão e folheou algumas páginas casualmente, como se estivesse revisando os pontos principais de suas perguntas ou verificando se estava totalmente preparada.

E atrás dela, ao lado, havia um espelho comum embutido na parede.


Gostaria de ter sua novel favorita em PDF ou algum outro formato digital para ler offline?? ACESSE AQUI e saiba como!!

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar