Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Lord of Mysteries – Capítulo 1414

Nos Dias Modernos (12)

— A França é ótima. – Eu tinha planos de elogiar educadamente o seu país, mas talvez porque estou acostumado a satirizar, quase deixei escapar: — Ótima em se render.

— Coff… — Eu tusso secamente e não digo mais nada, para que ele não ache o senso de humor de estilo chinês inaceitável.

Depois de conversar um pouco, aponto na direção do aeroporto.

— O Sr. Zaratulstra levará mais algumas horas antes de chegar. Vamos entrar e tomar alguma coisa para beber?

— Vinho? — Rosago olha para mim.

— Não. Quero dizer café, chá, refrigerante e assim por diante. Não beba e dirija. — Estou surpreso que a primeira reação dele à sugestão seja vinho.

Você é um motorista profissional!

Você não é um pouco precipitado?

O estrangeiro, Rosago, claramente não entendeu o meu humor. Depois de pensar por alguns segundos, ele diz: — Desculpe, acordei muito cedo hoje e ainda estou com um pouco de sono. Vou dormir no carro por um tempo.

— OK. — Eu secretamente dou um suspiro de alívio.

Embora não seja contra interações sociais, e esteja até disposto a ter boas relações com pessoas de uma empresa parceira, ainda me sinto um pouco desconfortável pensando em ter que passar algumas horas com um estranho que não conheço.

Mesmo que fosse uma top model, esse sentimento não seria menor.

Sim, esse é o meu caso. Talvez ele compartilhe os mesmos pensamentos. Provavelmente foi por isso que ele escolheu dormir no carro.

Voltando do estacionamento para o aeroporto, encontro aleatoriamente um assento vazio e me sento, sem colocar em prática o que disse sobre beber alguma coisa.

Tudo custa dinheiro!

Com base na minha compreensão do CEO Huang, ele é bastante generoso. Mas ao mesmo tempo, como chefão, ele não dava atenção aos reembolsos de um mero empregado. Esses tipos de assuntos triviais geralmente são tratados pelo departamento financeiro que segue um procedimento específico.

Portanto, se eu esperasse até meio-dia no aeroporto, com certeza poderia requisitar as despesas do almoço, mas teria que arcar com as despesas com café, refrigerante, chá, lanches, etc.

É claro que se eu conseguisse que o camarada Rosago se juntasse a mim para a refeição, então eu poderia requisitar tais despesas — entretenimento de clientes!

Por esse motivo, quando o convidei anteriormente, fui bastante sincero. Pelo menos metade disso era verdade.

Depois de ficar sentado por um tempo usando meu telefone, de repente percebo um problema sério:

Eu ainda não tinha tomado café da manhã!

Eu tinha saído com pressa esta manhã!

Enquanto ouço o barulho do meu estômago e sinto sede e fome, decido encontrar algo para comer.

A comida no aeroporto é cara. Devo procurar KFC ou McDonalds, ou comprar uma fatia de pão aleatória? Levanto-me e vou para a lateral do saguão.

Quando vejo a primeira loja que parece vender delícias locais, entro e procuro comida que seja econômica.

Meu telefone vibra quando me aproximo da seção de alimentos congelados.

— Olá, Sr. Rosago. Qual é o problema? — Olho para o identificador de chamadas.

A voz de Rosago vem do outro lado da linha:

— Ning Bei está passando por uma tempestade. Todos os voos foram cancelados.

— Sr. Zaratulstra usará a ferrovia de alta velocidade.

Esse sujeito não é muito sortudo… Estou divertido, mas indefeso.

— Então devemos esperar na estação ferroviária?

Definitivamente, há tempo mais que suficiente porque a estação ferroviária de alta velocidade fica logo abaixo do aeroporto.

Mesmo que Zaratulstra não conseguisse comprar uma passagem para parar nesta estação, levaria no máximo 90 minutos do aeroporto até a estação ferroviária municipal de alta velocidade. Demoraria menos tempo do que o tempo que leva de Ning Bei até esta cidade.

— Espere um pouco mais. Aguardarei a confirmação, — responde Rosago com calma.

Enquanto conversamos, vejo a porta do armário de gelo se abrir. Uma mão pequena, clara e gorda se aproxima e pega um sorvete de pêssego branco com sabor chocolate da marca Baxy.

Eu acompanho essa mão e vejo uma criança que parece ter um ano de idade.

Não tenho ideia sobre seu gênero. Sentado em um carrinho de bebê, seu rosto é rechonchudo e ela não para de chilrear. É realmente adorável.

Uma criança tão pequena tomando sorvete? Os pais são tão irresponsáveis! Olho para o adulto empurrando o carrinho e encontro uma mulher linda e gentil.

Não tenho intenção de pará-los. Não é da minha conta.

Desde que não abusem da criança, tudo o que farei é satirizar.

No entanto, deixar uma criança de um ano comer sorvete é uma forma de abuso?

De qualquer forma, a criança parece bastante feliz.

Depois de desligar o telefone, considero a possibilidade de termos que correr para a estação ferroviária de alta velocidade a qualquer momento. Eu simplesmente faço uma escolha, pego alguns doces embalados e água engarrafada antes de pagar no caixa.

Assim que encontro um lugar para sentar e terminar rapidamente o café da manhã, Rosago liga novamente.

— Os bilhetes para a ferrovia de alta velocidade de hoje estão esgotados. O Sr. Zaratulstra terá que ficar lá e voltar amanhã.

Ele com certeza está cheio de azar… Isso também é bom. Posso voltar diretamente. Não preciso esperar até meio-dia ou ir para a estação ferroviária… reconheço sucintamente.

— Então vamos voltar primeiro?

— Sim, voltaremos amanhã, — diz Rosago imediatamente. — Venha para o estacionamento. Vou te dar uma carona. Estou voltando para a cidade de qualquer maneira.

— … Claro, — respondo com um sorriso.

Não é que eu esteja economizando dinheiro e sendo ganancioso. Afinal, também posso reivindicar minhas despesas de viagem para a viagem de volta.

Porém, não há nada de errado em ter boas relações de trabalho com os funcionários de uma empresa parceira.

Mesmo que eu não receba um reembolso adicional, isso me dá outra saída para procurar empregos no futuro.

O único problema é como vou me dar bem com ele mais tarde.

Pode ser muito estranho se duas pessoas desconhecidas se reunirem.

Vamos apenas falar sobre trabalho. De qualquer forma, é apenas cerca de uma hora… eu me consolo. Saio do aeroporto e encontro Rosago e sua Mercedes.

Entro no carro e afivelo o cinto de segurança. Antes que eu possa dizer qualquer coisa, Rosago vira a cabeça para me dar uma olhada.

— Espere pacientemente.

Huh? Me sinto perdido por um momento.

No segundo seguinte, o carro dá partida e acelera.

Ei, ei, ei, ei. Isto ainda é um estacionamento. Você está dirigindo muito rápido! Ah!

Após uma série de curvas, o carro desacelera e sai do estacionamento pelo pórtico.

Então, a Mercedes continua a correr. Ele desvia para a esquerda e para a direita na estrada, ocupando todos os espaços vazios. Ele não apenas está prestes a ultrapassar o limite de velocidade, mas também não dá sinais de que vai parar.

Em diversas ocasiões imaginei que haveria um acidente de carro, mas com o controle de Rosago o carro evita com agilidade o perigo.

— Isso… você não está dirigindo muito rápido? — Eu pergunto, voltando aos meus sentidos e engolindo em seco.

— Não se preocupe. Eu era piloto de corrida, — diz Rosago olhando para frente com os olhos brilhantes.

Mas não é muito rápido? Esta é uma estrada urbana, não uma pista de corrida… Eu satirizo nervosamente.

Não me atrevo a dizer mais nada, com medo de que o Mestre Rosago se distraia e acabe batendo em uma grade de proteção ou ferindo inocentes.

Neste momento, lembro-me da minha habilidade como Assassino. Decido que se alguma coisa desse errado eu pularia do carro para me refugiar ou controlaria Rosago à força para parar o veículo.

40 minutos depois, o carro de corrida para em frente ao prédio onde minha empresa está localizada.

— … Obrigado. Obrigado. — Meu rosto está um pouco pálido quando desafivelo o cinto de segurança.

Se não fosse pelas minhas habilidades como Assassino e meu excelente equilíbrio, eu definitivamente teria enjoado e vomitado no chão.

— De nada. Vejo você amanhã. — Rosago acena com um sorriso.

— … — Eu expiro e me despeço do motorista.

Entrando no prédio, olho inconscientemente para o local onde a máquina de venda automática apareceu. Está vazio.

Ainda bem… subo as escadas e pressiono o botão para cima.

Enquanto espero, abaixo a cabeça e arrumo minhas roupas.

De repente, um par de pernas longas usando botas de couro se aproxima.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar