My Vampire System – Capítulo 169

Vampiro vs. Ancião

Quando Fex era mais novo, sempre ouviu como os humanos eram fracos. Como tinham que confiar no poder dos outros para sobreviver, mas após ver Leo, podia dizer que isso não era verdade, ou pelo menos o que costumavam pensar sobre os humanos, não se aplicava mais.

Antes de subir na plataforma, Fex olhou ao redor da sala e avistou Erin, para sua surpresa, ela estava parada ao lado de Quinn.

“Ele ainda não a fez dele, fez, mas como? Meu feitiço nem funcionou contra ela.” Disse Fex. “Mesmo assim, não parece que ela é Portadora de Sangue de alguém, talvez eu ainda possa usá-la?”

O grupo pegou Fex olhando em sua direção, então a próxima coisa que notaram foi uma piscada com um sorriso.

Vendo isso, todos se perguntaram para quem a piscada era e se encolheram um pouco por dentro.

“Aquela piscada não era para você, era?” Perguntou Layla pensando ser para Quinn.

“Eu acho que sim?” Respondeu Quinn, tinha que ser, pois ele era o único que sabia quem era Fex e este estava olhando diretamente para eles.

Embora a piscada fosse realmente para Erin, também não tinha certeza disso, na verdade, ela mal conseguia se lembrar de ter visto o garoto. A única coisa que continuava acontecendo por algum motivo era que, sempre que olhava para ele, seu rosto começava a esquentar um pouco e ela se sentia envergonhada.

“Talvez ele tenha uma queda por você?” Disse Layla.

As palavras de Layla mexeram com a memória de Erin, e se lembrou onde vira o garoto antes, foi quando estava na biblioteca, lendo um certo livro.

“É, deve ser isso”, disse Erin nervosa. Ela achou que a piscada pudesse ser um sinal, talvez estivesse planejando usar isso como chantagem contra ela. Dizer a todos que ela lia esse tipo de livro. Se outras pessoas descobrissem, ou até mesmo sua família, ela seria envergonhada por ter uma mente tão suja.

Ela precisava manter o garoto quieto, não importava o que acontecesse.

Agora Fex e Leo estavam na plataforma, Quinn ficou um pouco animado para ver o desfecho da partida. Ele lutou contra os dois e praticamente perdeu. Ainda assim, não conseguiu que nenhum deles mostrassem a força total.

“Ei, Quinn”, sussurrou Layla. “Ele também é um vampiro?”

“Como você sabia?” Pensou Quinn. A menos que ela tivesse um nariz como o dele, Fex se parecia como qualquer outro humano.

“Bem, você está agindo estranhamente desde que ele chegou aqui, e você nos disse que alguém o atacou ontem à noite. Então, quem você acredita que ganhará?” Perguntou ela.

“Não tenho certeza. Eu estava pensando, se fosse apenas combate corpo a corpo, eu me sentiria mais inútil lutando contra Leo. Não só isso, o Leo tem anos de experiência. Eu simplesmente não consigo ver um aluno ganhando dele.”

Layla então deu uma olhada mais de perto em Fex; este realmente parecia jovem. A mesma idade que eles. “Bem, se é como os livros que li, vampiros podem viver por muito mais tempo que os humanos, alguns deles são eternos, talvez ele aparente ser jovem somente porque quer.”

“É sério?” Perguntou Quinn ao sistema.

“Sim, os vampiros conseguem retardar o processo de envelhecimento, embora existam métodos para fazer isso. Um vampiro pode entrar em sono eterno. É um método que eles usam para parar os batimentos cardíacos e tudo dentro de seu corpo. De certa forma, é quase como um estado de morte. A única maneira de acordar o Vampiro do sono eterno é fazer com que ele tome uma gota de sangue de alguém da mesma família. Durante este período, não envelhecerão, e seu corpo não se deteriorará, o segundo método, bem, vamos apenas dizer que o segundo método não é muito agradável.”

Quinn havia aprendido há muito tempo que se o sistema não quisesse entrar em detalhes, mesmo que pedisse, ele optaria por se manter calado. Isso o fez se perguntar quem conseguiria criar uma IA tão avançada, a ponto não parecer diferente de um humano. Nenhuma tecnologia que conhecia conseguia fazer isso.

“Bem, se esse vampiro é muito mais velho do que aparenta ser, então talvez ele e Leo empatem”, respondeu Quinn.

“Duvido.” Adicionou o sistema. “Não tenho nenhuma memória do garoto que você vê em nossos registros e pela maneira como ele age, sugere que ele tem uma mente jovem. Se eu fosse chutar, chutaria que não deve ser mais velho que você.”

Assistir a essa luta seria um excelente conhecimento para Quinn. Ele ainda não tinha ideia do quão forte os outros vampiros eram e esta seria a primeira vez vendo outro.

Leo entrou na mesma posição de luta de antes e moveu os dedos, dizendo à Fex para começar. Ao contrário de Quinn, Fex não correu, e se aproximou calmamente. Então, quando seus punhos estavam quase se tocando. Fex entrou em sua própria posição de luta.

Olhando para os dois, suas posições de luta eram bastante diferentes. Leo tinha as duas mãos na frente dele, semelhantes ao Karatê ou um pouco como boxe, enquanto Fex tinha as duas mãos para baixo ao seu lado, mas seus joelhos estavam ligeiramente dobrados. Fex estava circulando Leo lentamente.

A tensão era alta, sem saber quando qualquer um deles atacaria.

Fex foi o primeiro a atacar; socando em rápida sucessão, dois na cabeça e depois outro no corpo. No entanto, assim como antes, usando as palmas das mãos, Leo conseguiu defender.

‘Ele conseguiu bloqueá-los!’ Pensou Fex. ‘Mas só diminui um pouco minha velocidade, eu tinha certeza após ver a luta de antes, que isso seria rápido o suficiente.’

Após bloquear os ataques, Leo chutou na direção da cabeça de Fex.

Vendo isso, Fex saltou para trás e tentou agarrar a perna, mas no último segundo parecia que o ângulo tinha mudado, fazendo com que Fex não conseguisse agarrar.

‘Novamente, é como se ele soubesse o que eu vou fazer.’ Fex estava começando a ficar irritado interiormente.

Então, enquanto trazia a perna de volta, conseguiu acertar Fex na cabeça com o calcanhar.

“Ele não usou isso contra o último aluno?” Disse alguém da multidão.

Tocando a marca em seu rosto, Fex sorriu. “Parece que eu preciso aumentar o nível.”

Fex então fez a mesma coisa, deu apenas socos rápidos, socou três na cabeça e três no corpo. Leo conseguiu bloquear os três primeiros e os dois segundos, mas o último entrou e atingiu o estômago dele. Ele sentiu o golpe poderoso que tinha o peso de um martelo, mas não deixou que isso o distraísse, dando uma sequência de chutes.

A luta agora continuou sem intervalos, enquanto um se concentrava em seus punhos, o outro se concentrava em usar as pernas para atacar. Eles bloqueavam os ataques um do outro enquanto acertavam um no outro de vez em quando.

‘Ha, eu não sei o que o pai estava falando, eles não são fracos de forma alguma.’ À medida que a luta continuava, Fex ficou mais animado, e começou a colocar mais força em seus socos. Chegou ao ponto em que era força maior que um humano normal sem habilidade.

Leo sentiu isso e podia sentir a energia dentro dele ficando mais selvagem. No início, pensou que nunca tinha visto tal estilo de luta ou arte marcial antes, então decidiu conduzi-lo, esperando que revelasse tudo o que tinha, mas talvez tivesse brincando com o garoto por tempo demais.

Enquanto olhava para sua energia cada vez mais selvagem e forte, fez com que lembrasse Leo dos Dalki, isso o deixou de mau-humor.

Trouxe de volta memórias específicas. Ele começou a se lembrar de uma vez que havia enfrentado algo parecido. Era um Dalki. Normalmente, os Dalki eram imprudentes quando lutavam, mas o oponente mais forte que Leo já enfrentou, foi um que sabia como usar habilidades de artes marciais e, nesse momento, a semelhança era muita.

‘Por que o estilo de luta desse garoto e do Dalki são tão parecidos?’ Pensou Leo.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar