My Vampire System – Capítulo 175

Minha Palavra

Com os braços levantados, realmente parecia que Fex já tinha se rendido. Não só isso, Erin foi libertada das restrições e podia se mover sozinha de novo. Assim que sentiu a conexão estranha deixar seu corpo, decidiu dar alguns passos para trás e agora estava parado perto da porta ao lado da Peter e Layla.

“Vamos lá, Quinn!” Vorden gritou: “Com nós dois, podemos acabar facilmente com este cara!”

Porém, Quinn ainda permaneceu cauteloso, não tendo intenções de abaixar a guarda. Ele se lembrava de ter enfrentado Fex da última vez e também o viu ficar em pé de igualdade com Leo. Se Vorden tivesse visto aquelas coisas, talvez não estivesse tão confiante como agora.

“Não é nenhum truque,” disse Fex: “Vocês podem perguntar a garota se quebrei a conexão com ela ou não. Já fiz o que queria. Tudo que queria era mostrar a ela como seria se ela se tornasse meu fantoche. Só apresentei o poder e habilidades que compartilharia com ela. E em troca, ia pedir um pouco de sangue. Eu estava errado?”

Quinn então tirou um frasco de um dos bolsos da calça e jogou para Fex, que o pegou. Fex abriu a tampa e pôde sentir a fragrância doce emitindo do frasco.

“Se precisar de mais sangue, então pode vir até mim,” Quinn disse: “Só nos deixe em paz e não entrarei no seu caminho e obstruirei sua missão, então também não entre no meu.”

Fex tomou um gole do sangue no frasco enquanto um enorme sorriso lentamente surgia em seu rosto: “Uau, é bem fresco, mas como disse antes, conseguir sangue aqui não é um problema para mim. Olha, não quero estragar a relação entre nós dois. Como disse, isto é tudo um mal-entendido. Eu a feri?”

“Você assumiu o controle do corpo dela e a forçou a me atacar,” Vorden disse: “Apenas se livre do que colocou no corpo dela. Dessa maneira, não será capaz de controlá-la de novo.”

“Parece que atingi o ponto fraco de um de vocês. Não percebi que ela já havia sido levada.” Fex disse: “Como companheiros Vampiros, devemos cuidar um do outro. Como um sinal e começo de nossa amizade, farei como pedido e removerei as agulhas.”

Quinn estava se perguntando por que o tom de Fex mudou tão rápido. Antes, parecia como se estivesse o ignorado, e agora queria que os dois fossem amigos. Simplesmente não fazia nenhum sentido. Ele poderia ter percebido que Quinn era diferente dos outros Vampiros?

Contudo, o verdadeiro motivo pelo qual Fex mudou de ideia foi por causa das habilidades da sombra de Quinn. Durante o curto confronto com Erin, este notou algo sobre a sombra e como possivelmente era muito mais forte e útil do que pensava.

“Se ele seguir com o processo, você será capaz de me dizer se houver algo suspeito?” Quinn perguntou ao sistema.

“Não, mas a Erin deve ser capaz. Quando as agulhas forem removidas, ela vai saber.” O sistema respondeu.

O grupo decidiu prosseguir com isto, porém, só se pudessem ficar ao lado dela. No começo, ela queria que Fex usasse mais uma vez para deixá-la experienciar a sensação e habilidades que ele mostrou a ela.

Todavia, após ser usada para lutar contra seus camaradas, se sentiu enojada consigo. Ela estava tão fraca naquele momento e fez tudo contra sua vontade. Até ela queria que as agulhas fossem removidas.

As costas de Erin estavam de frente para Fex enquanto os outros ficaram ao lado dela, com Layla segurando sua mão. Peter, Vorden e Quinn estavam prontos para saltar a qualquer momento se sentissem algo estranho.

Os fios foram conectados a Erin mais uma vez e esta sentiu uma sensação formigante nas costas de sua mente. Fex então puxou e ao mesmo tempo, todas as doze agulhas foram retiradas do corpo dela.

“Está feito!” Fex disse.

Os outros viram que as agulhas foram removidas e Erin não conseguia mais sentir a sensação estranha em seu corpo: “Se quiser se tornar meu fantoche de novo, então sinta-se livre para me encontrar.”

“Vamos sair daqui,” Layla falou quando começou a caminhar com os outros na direção da saída.

“Espera, você não quer ajuda com a situação do seu ghoul?” Fex perguntou

Quinn tinha pensado que, como Fex não conseguiu o que queria originalmente, não havia motivo para ele manter seu lado do acordo. Suas palavras agora foram uma surpresa para ele.

“Posso não seguir muitas das tradições vampíricas, mas sigo uma, que é sempre manter minha palavra. Você fez o que pedi e a trouxe até mim. Agora, em troca, ajudarei você.”

As garotas caminharam na frente, Layla decidiu que não queria fazer parte de mais nada disto, e parecia que Erin estava cansada da coisa toda. Se os garotos queriam seguir com o plano original, então ela confiava que Quinn faria a decisão certa.

“Não podemos confiar esta questão a ele,” Vorden disse: “Estou avisando.”

Todavia, o tempo estava esgotando. Era noite e não tinham muito tempo até o toque de recolher. Vorden teria que passar pela dor de ter o membro removido de novo. Também, até agora, Fex manteve todas as promessas, então por que quebraria uma agora do nada?”

“Por favor,” Quinn disse: “Nos ajude.”

“Muito bem,” Fex respondeu: “Siga-me.”

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar