My Vampire System – Capítulo 189

Retornando o Favor

Fex olhou com cuidado para cada uma das palavras na frente dele. Precisava se certificar que o que estava vendo era verdade, porque não conseguia acreditar.

‘Blood Evolver, não pode ser?’ Fex pensou.

Enquanto olhava para o nome, percebeu que era o mesmo ID de usuário que também foi usado no mercado quando ele comprou o cristal de besta. No entanto, era bem comum as pessoas usarem o mesmo ID quando logava em sites e jogos diferentes.

Quais eram as chances de alguém ter o mesmo ID, e também ser um Vampiro? Fex achou estranho em primeiro lugar que alguém estava vendendo o cristal. O planeta onde os Morcegos Mortais podem ser encontrados eram raramente visitados pelos viajantes, então seus cristais eram muito raros no mercado.

Este foi um dos motivos pelo qual os Vampiros decidiram usá-lo como o campo de treinamento. Um benefício adicionado ao fato que os cristais podiam ser usados para criar o anel.

Quando Fex viu o cristal, pensou que alguém talvez tivesse matado um Morcego Mortal no caminho, alguém que não sabia o que fazer com ele, e escolheu vender após descobrir que só podia ser usado para criar um anel idiota. Afinal, não tinha efeito em humanos. Nem mesmo um pequeno aumento de força.

E mesmo que fosse, por que manteria o cristal para si, e fazer um anel ao invés de usar aquele guarda-sol idiota? Nada estava fazendo sentido em sua mente agora, e pensar sobre isto estava começando a fazê-la doer.

Ele aceitou o pedido de amizade, e Quinn foi imediatamente transportado para o mesmo espaço branco que Fex estava.

“Foxy Fex?” Quinn perguntou enquanto olhava para o ID.

“O quê? Não gostou?” Fex retrucou com uma pergunta: “Melhor que Blood Evolver, o que está tentando fazer, dizer a todos que é um Vampiro?”

Quinn riu nervosamente: “Pensei que seria vago o bastante, além disso, quem mais além de outros Vampiros pensariam isso,” Quinn respondeu.

Esta foi a confirmação que Fex precisava. Nenhum outro Vampiro por aí seria tolo o bastante para ter um nome como Blood Evolver. O nome era um pouco infantil e Quinn meio que se encaixava. Um jovem Vampiro ingênuo, embora Fex não pudesse falar muito. Em seus olhos, isto só acrescentou ao mistério de Quinn.

Mesmo assim, não mudou o fato que foi graças ao cristal vendido por Quinn que finalmente foi capaz de sair da casa e aproveitar o mundo externo. Até agora, suas experiências não foram ótimas, contudo, era algo diferente e estava começando a gostar.

Não era a mesma rotina entediante que praticava dia após dia, e Fex queria agradecer a Quinn por isso de alguma maneira.

Enquanto permanecia ali e pensava nisto tudo, Fex pôde ver Quinn usando suas skills de sangue no jogo. Não só isso, foi capaz de usá-las constantemente sem ficar cansado.

“O que é isso?!” Fex perguntou.

“Isto?” Quinn respondeu.

Quinn então explicou que enquanto estavam no lobby do jogo, eram capazes de praticar as skills vampíricas sem se cansar. Porém, quando estavam numa partida, os limites normais seriam aplicados normalmente.

Quinn não explicou que, enquanto no jogo, a redução de HP ao usar as skills de sangue não acontecia, mas porque o sistema disse que apenas as skills vampíricas dele estavam ligadas a um sistema, e os outros Vampiros provavelmente não sabiam do HP, portanto, pensou que seria difícil de explicar.

Após tentar algumas skills aqui e ali, Fex exibiu um enorme sorriso. Em seguida, começou a executar suas artes marciais enquanto misturava as skills de sangue. As principais skills que usou foi Golpe de Sangue e Spray de Sangue. Contudo, de vez em enquanto, usou skills que Quinn nunca viu antes, tais como Parede de Sangue e algumas outras.

Mesmo assim, O que mais impressionou Quinn enquanto assistia a prática foram as artes marciais que ele usou com os socos. Eram rápidas e compactas, e podia dizer que definitivamente aumentava a eficácia de algo como Spray de Sangue.

Quando Fex terminou, foi até Quinn com um salto: “Ei, cara, isto é ótimo! Me pergunto por que os Vampiros não têm estes negócios. Poderia realmente ajudar as crianças a treinar. Entretanto, acho que se ficassem acostumados demais ao jogo, não os ajudaria muito numa batalha real, mas ainda acho que é ótimo!”

Enquanto Fex resmungava, notou que Quinn estava encarando atordoado o espaço vazio onde Fex estava treinando antes. ele começou a balançar a mão na frente de Quinn para ver se ele ainda estava ali.

“Olá?” Fex disse, ainda balançando a mão.

“Oh, desculpe,” Quinn respondeu: “Só estava olhando para suas artes marciais.”

“Ah, é, isso mesmo, você não aprendeu nada disto porque cresceu aqui e tudo mais.” Fex então começou a pensar se havia algo que pudesse fazer. então algo surgiu em sua mente: “Sabe, se quiser posso te ensinar as artes marciais.”

Fex achou que era uma ótima odeia. Ele queria retribuir a Quinn por entregar o último cristal de besta que precisava, e isto poderia ser uma maneira de retribuir o favor secretamente.

“Sério, estaria bem com isso?” Quinn perguntou.

“Por que não estaria? Você é um Vampiro, então tem o direito de aprender.” Fex disse animado.

Ele então assumiu postura de luta e tentou mostrar todos os movimentos do ataque enquanto explicava: “Então, para o primeiro passo, você tem que ficar assim, então vai sentir uma energia ardente elevar. Depois, com as mãos, precisa seguir com: Pow Pow Pow,” Fex falou enquanto fazia cada movimento: “Entendeu?”

 “Hm, mais ou menos…?” Quinn começou a copiar o que Fex fez, só que não parecia estar funcionando de jeito nenhum e até Fex percebeu isto.

“Sinto muito, acho que não sou o tipo bom em ensinar e nem sou bom em explicar as coisas.”

“Está tudo bem,” Quinn respondeu, contudo, Fex podia dizer que Quinn ficou um pouco triste quando disse isso.

Então, uma ideia repentina surgiu: “Ei, há algo que posso fazer. Embora não possa mostrar ou ensinar através de palavras, posso mover seu corpo.”

“O que quer dizer?” Quinn perguntou.

“Você lembra do que fiz com sua amiga do terraço? Bem, se me deixar fazer o mesmo com você, então posso mostrar como usar as artes marciais. Meus fios de fantoche são únicos, então quando executar em você, parecerá que estou executando as skills através do seu corpo.” Fex explicou: “Não só isso, mas deve deixar você memorizar tudo através do seu próprio corpo. De certo modo, isto vai encurtar e fará você aprender mais rápido.”

O que Fex estava oferecendo não era uma proposta ruim, o problema era se Quinn confiaria seu corpo a ele ou não.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar