Participe do nosso novo grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação e veja os benefícios.

Return of the Frozen Player – Capítulo 318

Um Outro Mundo (2)

“Estão todos prontos?”

“Hehe, faz tempo que estou pronto.” Rahmadat disse.

Seo Jun-Ho olhou ao redor para os outros cinco. Não havia muito com o que se preocupar porque todos eles estavam sempre preparados.

“Então vamos, Skaya.” Ele disse.

“Certo…”

Eles chegaram nos Elevadores Dimensionais com o Teletransporte em Grande Área para encontrar alguém esperando por eles.

“Oh.” Wei Chun-Hak imediatamente apagou seu cigarro. “É um prazer conhecê-lo. Eu sou Wei Chun-Hak do Dragão Celestial.”

“… Isso é algum tipo de piada?” Seo Jun-Ho perguntou.

“Isso é injusto. Eu só estava sendo educado com alguém com quem nunca me encontrei antes.” Ele disse, fingindo ignorância. “O Jogador que eu conheci na última vez foi o Seo Jun-Ho, mas você é o salvador do mundo.”

“… Eu me sinto desconfortável assim, então por favor continue me tratando do mesmo jeito de antes.”

“Bom, se é o que você quer, não vou recusar.”

Enquanto Wei Chun-Hak estava cumprimentando os outros, Seo Jun-Ho estava olhando para outra pessoa. Ele o cumprimentou depois de hesitar um pouco.

“Há quanto tempo.” Ele disse.

“É… de fato.” [1] O Santo da Espada disse. O modo que ele falou foi bastante peculiar, como se ele não soubesse como tratar Seo Jun-Ho.

Seo Jun-Ho deu um sorriso amargo. Ele achou que os dois tinham ficado bastante próximos depois que visitou Kim Woo-Joong no hospital e conversou com ele sobre várias coisas. Ele não esperava que até mesmo o simples ato de se cumprimentarem se tornaria tão estranho.

“Sinto muito, eu menti para você.” Disse Seo Jun-Ho. [2]

“Não foi nada. Se eu fosse você, teria feito a mesma coisa, então não se preocupe… por favor.”

Longe deles, Mio os estava observando conversarem.

“O Santo da Espada não é coreano? Ele não parece saber falar a língua muito bem.” Ela disse para Skaya.

“Nenhum deles é muito bom com palavras, mas sim, os dois são coreanos.” Skaya confirmou.

Seo Jun-Ho corou quando ouviu o comentário delas e pigarreou. “Ahem! Vamos para o que interessa. Qual é a primeira coisa que precisamos fazer quando chegarmos no 4º andar?”

“O 4º andar começa com uma Missão e termina com outra. Vocês vão ficar super ocupados, especialmente por ser a primeira vez.” Wei Chun-Hak respondeu.

“Parece divertido.” Seo Jun-Ho disse, parecendo determinado.

Wei Chun-Hak deu um sorriso estranho e entrou no elevador. “Vocês devem se lembrar de uma única palavra no 4º andar: sobrevivência.”

“… Sobrevivência?”

“Está cheio de coisas irritantes naquele lugar… realmente muitas…” Wei Chun-Hak tremeu um pouco só de pensar. “Vamos.”

O elevador chegou no 4º andar em um piscar de olhos. Quando parou, uma mensagem apareceu diante de Seo Jun-Ho.

[Esse é o 4º andar. A porta está abrindo.]

[O efeito do título Aquele Que Libertou a Primavera foi ativado. Todas as estatísticas aumentaram em 30 pontos.]

Essa era a terceira vez que ele recebia os efeitos de Aquele Que Libertou a Primavera. Seo Jun-Ho verificou sua janela de status.

[Seo Jun-Ho]

Nível: 152

Títulos: Aquele Que Libertou a Primavera (+4)

Força: 578

Vigor: 568

Velocidade: 580

Magia: 604

‘Alto’ não era o suficiente para descrever os números. Ele gastou os últimos três meses caçando somente demônios, o que permitiu que seu nível continuasse aumentando.

‘Graças a isso, eu consegui de volta todas as minhas estatísticas perdidas também.’

Ele finalmente conseguiu recuperar o seu legado de 26 anos atrás.

‘Com isso…’

Quando ele lutou contra o Demônio Celestial no estádio de beisebol, suas estatísticas estavam somente nos 300. Mas agora, ele tinha chegado a quase o dobro da quantidade.

‘O dia em que eu vou te matar não está tão longe.’

Os olhos de Seo Jun-Ho brilharam friamente. Outra mensagem apareceu diante dele.

[Você entrou em Um Outro Mundo.]

[Você recebeu uma Missão.]

“Missão?”

“O que é isso?”

Eles ficaram agitados quando viram a mensagem. Seo Jun-Ho olhou para Wei Chun-Hak com expectativa, esperando por uma explicação.

“Foi o que eu disse. O 4º andar é composto completamente por Missões.” Ele respondeu.

“Quantas Missões precisamos completar até chegarmos em um Save Point?”

“Quinze.”

“Só quinze?” Seo Jun-Ho franziu a testa.

Chun-Hak deu uma risada fraca. “Eu deveria ter subido depois também. Quando cheguei aqui pela primeira vez, tive que lutar contra monstros sem parar. Nós não tínhamos tempo para completarmos as Missões.”

“Então quer dizer que não sobrou nenhum monstro?”

“Não exatamente. Mas se comparado à quando eu cheguei, não tem basicamente nenhum.”

O grupo saiu do Elevador Dimensional e olhou ao redor antes de começarem a conversar de forma entusiasmada.

“É uma cidade?”

“Os padrões dessa civilização são parecidos com os da Terra.”

“Também consigo ver alguns arranha-céus. E aquilo ali é uma loja de departamento?”

Enquanto os outros olhavam ao redor, Seo Jun-Ho olhou para cima. O céu cinza parecia estranhamente sombrio.

Wei Chun-Hak verificou a hora.

“Hã… Vamos indo antes do sol se pôr.” Ele disse às pressas.

“O que acontece quando o sol se põe?”

“Quando a noite cai, aquelas desgraçadas aparecem.”

“Aquelas desgraçadas?”

Quando eles o olharam querendo uma resposta, Wei Chun-Hak pareceu como não quisesse explicar.

“As baratas.” Ele respondeu.


“Eu estou no meio da minha Missão, então só vou passar a primeira noite com vocês e explicar o básico antes de ir.” Wei Chun-Hak disse.

“Entendido.” Seo Jun-Ho disse. Ele sentiu uma sensação de perigo quando entraram na cidade.

‘… Não estou vendo nenhuma pessoa.’

Será que era assim que seria se todos desaparecessem algum dia? Ele olhou para a rua que estava limpa e vazia.

“Onde foram parar os moradores?” Ele perguntou.

“… Provavelmente estão todos mortos.”

Os membros da equipe congelaram e encararam Wei Chun-Hak em choque.

“A cidade parece ser grande, mas todos eles morreram?”

“Sim. Quando chegamos aqui, a cidade já estava completamente vazia.”

Eles chegaram em uma loja de conveniência e Wei Chun-Hak começou a agarrar alguns pacotes de cigarro familiares.

Gilberto ficou observando o local. “A loja de conveniência está com o estoque cheio. Existe algum motivo para vocês não terem pegado todos esses itens?”

“Claro que não. Nós as esvaziávamos todos os dias. É que a loja reinicia no dia seguinte.”

“Reinicia?”

“É um pouco difícil de explicar com palavras… Vocês vão entender quando verem daqui algumas horas.”

Dessa vez, Skaya falou.

“Onde estão os outros Jogadores?” Ela perguntou.

“Essa cidade fica em um lugar muito aberto, então não é uma boa localização. Todos eles foram para cidades diferentes.” Wei Chun-Hak explicou.

“…”

O grupo começou a pensar profundamente. Desde mais cedo, Wei Chun-Hak esteve verificando a hora a cada minuto como se eles estivessem correndo contra o tempo.

‘Wei Chun-Hak é um Firmamento. Ele não é fraco.’

Parecia estranho vê-lo com tanta pressa.

Eventualmente, Rahmadat não conseguiu mais segurar sua curiosidade.

“Ei, você está com pressa porque está com medo das baratas que mencionou mais cedo?” Ele perguntou.

“Não estou exatamente com medo. É que elas são irritantes.”

“Se são só baratas, é só matar todas elas.”

“Matar as baratas é a parte fácil.” Wei Chun-Hak sorriu como se Rahmadat não soubesse de nada. “Já que você mencionou, vou fazer uma pergunta. Qual foi o maior número de monstros que os Cinco Heróis mataram em um único dia?”

“… Não sei, acho que uns quinhentos.”

Os outros Heróis concordaram. Isso aconteceu na época em que eles mataram os monstros que estavam saindo de vários Portais que tinham sido abertos à força. Até mesmo os Cinco Heróis não tiveram que passar pela experiência de matar monstros aos milhares em um curto período de tempo.

“Quinhentos, hehe…” Wei Chun-Hak deu um sorriso misterioso. “Então vocês vão quebrar esse recorde hoje.”

“Hm? Mais cedo, você não disse que vocês mataram a maioria dos monstros na área?”

“Sim. Se não tivéssemos feito isso, não teríamos tido tempo para relaxar assim.” Wei Chun-Hak tremeu quando se lembrou do seu primeiro dia ali. Naquele dia, os Jogadores estavam todos espalhados pela cidade sem saber de nada. Aquele pesadelo veio de repente e centenas de Jogadores veteranos morreram em vão. “Nós lutamos do pôr do sol ao amanhecer e caímos no sono quando ficamos exaustos, mas quando acordamos, a merda do sol já estava se pondo de novo.”

Eles gastaram um mês inteiro nessa rotina dos infernos antes de terem tempo para começarem com as Missões. O mero ato de falar sobre isso fez Wei Chun-Hak se sentir cansado. Ele começou a andar mais rápido.

“Então para onde estamos indo?” Skaya perguntou enquanto ele atravessava a rua.

Wei Chun-Hak olhou para cima para o prédio mais alto e falou: “Para um restaurante chique.”


“Uau, que vista incrível!”

“É linda, mas seria ainda melhor se o céu fosse azul.”

Eles não conseguiram parar de observar e admirar a vista da cidade depois que chegaram no saguão do arranha-céu. A cidade estava sendo banhada pela luz do pôr do sol e não dava para ver um único inseto.

“… Isso faz eu me lembrar dos velhos tempos.” Seo Jun-Ho disse. As cidades ficaram exatamente assim depois que os Portais apareceram de repente e monstros começaram a sair deles. Na verdade, tinha sido ainda pior.

‘Dava para ver sinais de destruição por todo o lugar.’

Por outro lado, essa cidade parecia limpa demais para um lugar que tinha sido usado como campo de batalha por mais de um mês.

“Provavelmente é por causa da tal da ‘reinicialização’.”

Quando Seo Jun-Ho se virou, Kim Woo-Joong arregalou os olhos e voltou a olhar para a cidade lá embaixo.

“Yo…” [3]

“Hm, não precisa ficar usando ‘yo’ no fim das suas frases. Pode falar de forma mais relaxada como antes.”

“… Vou fazer isso quando me acostumar.” Dessa vez, Seo Jun-Ho ainda ouviu um ‘-yo’ baixinho.

Os oito não conseguiram ficar admirando a vista por muito tempo. Wei Chun-Hak confirmou que o sol tinha se posto e engoliu em seco.

“Vocês deveriam me agradecer.” Ele disse.

“E por que você está dizendo isso de repente?”

“Não dá para ver através desse vidro do lado de fora. Então não vai ser fácil para elas nos encontrarem.” Ele deu um tapinha no vidro e encarou o horizonte. “Se não fosse por mim, vocês teriam que lutar contra aquelas desgraçadas no seu primeiro dia.”

“’Aquelas desgraçadas’?” Rahmadat perguntou, parecendo como se tivesse descoberto algo. Ele espremeu os olhos. “Não consigo ver nada porque está escuro… Huh?”

Os postes de luz começaram a iluminar a cidade escura um por um, mas as ruas continuaram escuras como breu.

“Meu Deus do céu…”

O primeiro a perceber foi Gilberto, pois tinha os olhos mais aguçados. Então as expressões dos outros membros da equipe começaram a se fechar.

A cor delas era algo entre preto e marrom. Algo brilhante e resistente estava refletindo a luz dos postes de iluminação.

“Urgh.”

Cha Si-Eun tinha o estômago fraco, então deu um passo para trás inconscientemente.

As ruas da cidade estavam se contorcendo.

Ou melhor, algo cobrindo as ruas estava se movendo…

“Não me diga que tudo aquilo são…”

“Baratas.” Wei Chun-Hak balançou a cabeça. “Elas são os únicos monstros no 4º andar.”


Ele apagou todas as luzes e começou a falar em um tom mais baixo. “Elas não são baratas normais. O exoesqueleto delas aguentam três golpes de uma aura de espada e as pinças são tão fortes que conseguem esmagar até uma armadura de aço.”

“Então não deve ser um problema matá-las se usarmos aura de espada.”

“Sim, mas até mesmo um Jogador veterano não consegue usar aura de espada por várias horas.” No máximo, eles conseguiam mantê-la por cerca de duas horas.

Os membros do grupo finalmente começaram a entender vagamente como a batalha que a equipe avançada teve que enfrentar no primeiro dia foi árdua.

“Tem mais alguma coisa que deveríamos saber?”

“Existem alguns monstros que chamamos de entidades especiais. Eles são versões evoluídas…”

“Evoluídas?”

“Isso mesmo. A entidade especial mais poderosa que eu encontrei até agora foi uma barata que parecia com um humano.”

“…!”

As garotas tremeram quando imaginaram isso.

“São aberrações que imitam a aparência de tigres, ursos, águias e qualquer outro ser vivo.”

“Cara, já tô odiando isso.”

“… Não podemos voltar, não é?”

“Podem, mas só quando chegarem em um Save Point.” Wei Chun-Hak encolheu os ombros. Ele deu a eles um conselho. “Quando terminarem as Missões iniciais, seria melhor saírem dessa cidade o mais rápido possível. Vocês não vão ganhar nada por ficarem aqui.”

Quando amanheceu e o sol nasceu, as baratas se dispersaram e desapareceram. Os prédios, os semáforos e as ruas que tinham sido destruídas começaram a se reconstruir como se o tempo estivesse voltando.

“Todos os dias às seis horas, a cidade se reinicia assim.”

“…”

Seo Jun-Ho mordeu os lábios. A cidade voltou a ficar limpa como se estivesse negando que algo tivesse acontecido. No entanto, aos seus olhos, ela tinha se tornado a coisa mais suja que ele já viu em toda a sua vida.


Nota:

[1] Apesar do acordo que fizeram antes, ele volta a usar um modo formal de falar. A primeira parte da frase é informal, mas ele usa um sufixo formal no fim.

[2] Seo Jun-Ho também usa um modo formal de falar.

[3] Esse é o sufixo formal que o Kim Woo-Joong usou mais cedo.


Gostaria de ter sua novel favorita em PDF ou algum outro formato digital para ler offline?? ACESSE AQUI e saiba como!!

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar