Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 115

Selecionando um Alvo e Ataque

Assim, Luke conversou com Bell e pediu por um monte de bolinhas de gude.

As bolinhas eram muito pequenas, mas pesadas. Era fácil causar um amassado na cabeça de um criminoso ao jogar uma bolinha neles.

Também podia aleijar o inimigo se os atingisse em suas juntas.

Com as bolinhas, tirou as armas das mãos de vários gângsters e impediu vários roubos e até um estupro. Nem mesmo se revelou quando jogou as bolinhas a dez metros de distância.

Quanto a digitais? Naturalmente, ele usou luvas.

Luke ficou bem tentado por como podia ganhar créditos ao simplesmente vagar pelas ruas.

Nova York, a capital do crime, era realmente o melhor lugar para colher pontos de crédito e experiência.

Havia incontáveis crimes pequenos, o que significava incontáveis pontos de crédito e experiência.

Luke não sentiu que havia feito algo no final do dia, mas ganhou mais de 130 pontos de crédito e experiência por dia.

No entanto, ainda não podia ficar aqui por muito tempo.

Como um grande campo de batalha, Nova York seria visitada por vários super vilões, super-heróis, e até frotas alienígenas.

Luke ainda era fraco demais para ser parte disso.

Qualquer um deles podia eliminá-lo com facilidade.

Uma das vantagens do caos de Nova York era que podia tentar seu primeiro assalto aqui.

Não importaria se falhasse. Podia aprender da falha e fazer um trabalho melhor no futuro.

No final, focou num bando de traficantes no Queens, principalmente porque era uma viagem de dez minutos do seu apartamento.

Havia vários alvos adequados no Brooklyn, muitos, só que estavam longe.

Luke checou o esconderijo deles durante o dia e descobriu o layout básico. Decidiu agir naquela noite.

À tarde, Luke ficou no apartamento e pintou uma máscara sem pressa.

Um longo tempo depois, finalmente abaixou a máscara com satisfação e secou com um secador de cabelo.

Só seria usado uma vez e não tinha que ser impecável.

Quando Elsa retornou naquela noite, Luke disse “oi”, e fechou a porta.

Às dez da noite, ficou quieto no quarto ao lado. Luke sabia que Elsa deveria ter dormido.

Elsa vinha lendo arquivos no departamento de polícia o dia inteiro. Tinha que estar exausta.

Luke saiu do apartamento com uma mochila preta.

Havia algumas câmeras de vigilância nesta área. Luke logo trocou de roupa e se fez parecer mais musculoso do que realmente era.

Sergei havia sido descoberto antes graças a uma simulação do computador. Luke aprendeu a lição com isto.

A mochila interrompeu a vista da figura de suas costas.

Também trocou para um par maior de sapatos.

Com sua capa, era impossível para alguém ver seu rosto após colocar o capuz.

Luke pegou um táxi a um bloco de distância do apartamento e foi para o destino da noite, que era um bar.

Ao invés de entrar no bar, foi para um beco na parte de trás. Pisou numa lixeira e subiu a parede.

Atrás da parede estava um velho edifício de apartamento.

Escondido num canto, trocou de roupas novamente.

Dois minutos depois, se examinou. Satisfeito que nada estava errado, colocou a mochila e entrou no edifício despreocupado.

As paredes desgastadas do edifício estavam pretas e dilapidadas.

Luke chegou no terceiro andar. Após virar o canto, viu um gordinho que estava ouvindo música de fone.

O gordo não notou Luke até este estar a cinco metros de distância.

Levantou a cabeça, só para ver uma arma apontada nele.

O gordo abriu a boca, mas não ousou dizer nada.

Luke fez um gesto para o gordo abrir a porta e se deitar no chão.

No momento seguinte, foi nocauteado.

Recuando o punho, Luke procurou no gordo, então balançou a cabeça arrependido.

O gordo não tinha nada além de uma faca.

Segurando a faca, Luke respirou fundo, e ativou Olfato Aguçado.

Várias linhas de cheiro tomaram forma, possibilitando-o discernir quantas pessoas havia no local.

Havia seis homens e uma mulher.

Dois estavam na esquerda, dois no meio, dois na direita e o último estava no banheiro.

Luke entrou como se fosse um visitante normal.

Um homem negro jogando videogame na direita ficou atordoado: — Que diabos?

No entanto, Luke mirou a arma nele e levantou o dedo para seus lábios, indicando que ele devia calar a boca.

O homem negro ficou ansioso. Seu parceiro, que estava jogando junto, olhou para ele com insatisfação, e ficou atordoado quando viu Luke.

No momento seguinte, a mulher no meio do cômodo gritou: — Ah!

Luke inclinou a cabeça, como se estivesse observando a saia vermelha da mulher, que mal cobria suas pernas.

Ela estava escorada no sofá, e viu facilmente Luke de lado.

O homem negro ao lado dela estava vigilante. Rapidamente agarrou uma pistola e mirou em Luke.

A mão esquerda dele se moveu rápido, e a faca que vinha segurando perfurou o peito do homem.

Confuso, o homem olhou para o cabo da faca em seu peito, e largou a arma.

Luke correu e pegou a arma com a mão esquerda.

Guardou sua arma, uma Glock 23, na cintura, antes de rapidamente checar a arma do gângster.

Os gângsters não esperavam um intruso, e falharam em reagir a tempo.

No momento que os quatro homens nos sofás começaram a se levantar, Luke já havia terminado de checar a arma, e simplesmente mirou nos gângsteres da direita.

Isto era… complicado!

Estes bandidos mataram pessoas antes, mas tudo que estava acontecendo ainda era muito assustador para eles.

Em seus olhos, este intruso era como um fantasma.

Estava usando uma capa e um chapéu do Zorro, e suas roupas eram completamente pretas.

Havia um sorriso estranho e falso, bem como um bigode cuidadosamente aparado, na máscara.

Os gângsters ficaram assustados quando Luke inclinou a cabeça e os observou.

Luke tirou um pequeno gravador do bolso e pressionou o botão play. O dispositivo imediatamente tocou a pergunta: — Onde está seu dinheiro?


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar