Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 15

Resolvendo um caso e o Primeiro Aumento de Nível

Enquanto aquecia o almoço no micro-ondas da sala, Luke também preparou um copo de café da máquina de café. Enquanto comia, ele continuou a olhar o arquivo.

Depois de terminar seu almoço tardio, ele olhou para fora e checou o tempo, e descobriu que já era quatro e meia da tarde.

Robert não teria esquecido de almoçar devido ao trabalho, né? Hm, com a Selina lá, isso era bem improvável.

Não poderia ser que os dois estivessem distraídos demais para esquecer o almoço, certo?

Enquanto Luke pensava consigo mesmo, Robert e Selina retornaram.

Atrás de Robert estava a Selina e uma garota, Jessica.

No outro lado da garota estavam seus pais, bem como um homem que usava roupas formais. Esse homem também estava carregando uma maleta preta.

Quando Luke viu isso, ele franziu a testa.

O cara caminhando atrás de todos com a maleta cheirava a um advogado. Luke conseguiu adivinhar sua identidade sem ser informado.

Parecia que embora Robert tivesse trazido Jessica aqui, seus pais também não deviam estar para brincadeira. Eles diretamente trouxeram um advogado junto com eles.

Luke pensou consigo mesmo que eles realmente eram ricos. Ele rapidamente limpou a boca e as mãos com um lenço de papel antes de jogar no lixo na lata de lixo e caminhar na direção dos recém-chegados.

Ele permaneceu em silêncio, mas quando olhou nos olhos de Robert, não recebeu nenhuma dica de que deveria fazer algo.

Bem, parecia que Robert pretendia fazer tudo conforme o procedimento.

Em seguida, Jessica foi levada à sala de interrogatório enquanto seus pais aguardavam de fora. Naturalmente, o advogado entrou com ela.

Dentro da sala, Selina fez as perguntas.

Selina falou gentilmente: — Jessica, onde você estava entre às seis da tarde e meia-noite de ontem?

Jessica respondeu: — Estava em casa, com meus pais.

Bingo! Luke pensou consigo.

O advogado não impediu Jessica de responder. Afinal, essa era uma pergunta extremamente comum, uma que nem mesmo tocava na privacidade de seu cliente.

Geralmente, se o suspeito recusasse a dizer algo, isso seria quando sabiam que não tinham esperança de se safar. Quanto mais falava, mais revelavam. Nessa situação, o suspeito simplesmente se recusaria a falar para que não revelasse ainda mais pistas.

No momento, Jessica ainda não estava sob prisão. Assim, o advogado naturalmente não diria para ela se recusar a responder às perguntas.

Mas Luke acreditava que Jessica provavelmente não disse aos seus pais que estava na festa ontem. Senão, o advogado teria ensinado a ela um conjunto completamente diferente de mentiras para dizer.

O interrogatório prosseguiu suavemente e num ritmo moderado e Selina não foi muito agressiva com suas perguntas. Ela só perguntou sobre o relacionamento de Jessica com a falecida e os outros suspeitos, e perguntou a ela se notou algo de incomum antes disso e assim por diante.

Em menos de uma hora, o interrogatório terminou. Robert então acompanhou a família junto com o advogado.

Quando Liu os viu indo embora, ele disse numa voz baixa: — É isso?

Respondeu Robert: — É claro. Pelo menos, temos uma gravação do interrogatório de hoje. Isso servirá como uma forte evidência para apoiar nosso caso.

Isso era verdade. Eles só precisavam achar uma prova de que a Jessica esteve na festa. Ao fazer isso, mesmo que não pudessem provar que ela era a culpada, eles conseguiriam provar que ela estava mentindo.

Em seguida, Luke não foi enviado para trabalhar no caso. Em vez disso, ele foi deixado no escritório do trabalho em turnos e lidou com os casos menores e problemas da cidade.

Luke não pareceu se importar.

Depois de resolver um caso envolvendo uma rixa, ele obteve três pontos de crédito e experiência.

Após resolver um caso de cachorro desaparecido e entregar o mesmo ao seu dono, ele obteve dois pontos de crédito e experiência.

Depois de ajudar uma vovó a voltar para casa, ele obteve dois pontos de crédito e experiência.

Após lidar com uma reclamação contra o barulho que algumas crianças tocando rock, ele obteve dois pontos de experiência e crédito.

Depois de emitir uma multa num carro estacionado ilegalmente, ele obteve dois pontos de crédito e experiência.

Luke trabalhou com diligência enquanto lidava com os numerosos problemas. Tais como atender aos comunicados para incidentes que o exigia, resolvendo alguns problemas não resolvidos no local, arrastando as coisas, se necessário, ou levando as pessoas para a delegacia caso necessário.

Depois de quase cinco dias, ele acumulara 76 pontos de experiência e crédito.

Excluindo os 10 pontos, mais os 2 pontos que ganhou quando foi contratado e quando resgatou o gato, ele havia ganhado 64 pontos nos últimos 5 dias.

Ele estava fazendo mais de 10 pontos por dia. Embora fosse bem lento, Luke não estava com pressa.

E então, o final de semana chegou.

Ele acordou tarde no final de semana, só saindo da cama depois das nove da manhã. Bocejando, ele entrou na cozinha e ele deu um beijo na testa da ocupada Catherine: — Quais comidas deliciosas você está preparando hoje?

Catherine sorriu: — Bife, salada, torta de maça e sopa de tomate.

Luke assentiu: — Parece muito bom. — Ele não havia feito nada e estava comendo de graça, teria como haver algo de ruim?

Catherine perguntou: — Tente perguntar ao Robert se ele tem algum tempo livre. Talvez possamos ter um churrasco esta noite.

Luke balançou a cabeça: — Esqueça, ele ainda está ocupado. Tenho certeza que ele não tem nenhum tempo livre. — Após dizer isso, ele mordeu um pedaço de pão.

Bem naquele momento, houve uma reação repentina do sistema.

Missão: Caso de assassinato de Michelle resolvido.

Conclusão da missão garante um total de 100 pontos de experiência e crédito.

Como a contribuição do anfitrião na missão foi de 70%, 70 pontos de experiência e crédito foram recompensados.

Como a experiência alcançou 100 pontos, o anfitrião subiu para o nível 1.

Isso fez Luke engasgar com o pão antes de tossir, espalhando o pão por toda a mesa.

Essa surpresa… havia pegado ele completamente despreparado.

Enfrentado com o olhar curioso de Catherine, Luke disse que tinha engasgado com o pão sem querer, antes de sair da cozinha com o pão e um copo de leite.

Ele sentou na cadeira da frente da casa e colocou o leite e o pão em uma mesa antes de mudar seu foco para o sistema.

Esse sistema estúpido tinha permanecido em silêncio nos últimos dias, independente do que ele fez.

A única reação que conseguiu do sistema eram os pontos de experiência e crédito que ganhou do trabalho policial que fez.

Mas hoje ele subiu de nível?

Depois de pouco tempo, Luke checou a informação no sistema, e ficou super feliz.

Personagem: Luke (Conhecido Como: Luke Couson)

Pontos de atributo extra: 3

Força: 12

Destreza: 11

Força Mental: 12

Nível: 1

Experiência: 46

Crédito: 146

Puta merda! Aumento de nível!

Havia pontos de atributo livre após o aumento de nível? Essas eram ótimas notícias!

Luke amava um sistema simples como esse. Bem, ele podia desculpar o sistema por sua falta de reação. Como ele podia obter pontos de atributo extra, isso era mais que o bastante para ele.

Mas 100 pontos foram deduzidos de sua experiência, deixando apenas 46. Quanto aos seus créditos, ele ainda tinha 146 pontos.

Evidentemente, a experiência indicada aqui era algo como uma barra de experiência, que só mostrava seu progresso para o seu nível atual. Os 100 pontos faltando foram usados para seu aumento de nível.

E o benefício de subir de nível foram os pontos de atributo livre.

Ele nem mesmo precisava do sistema para explicar os pontos de atributo. Ele sabia que três pontos poderiam ser adicionados aos três atributos principais.

O que isso quer dizer?

Uma pessoa comum teria um atributo de 10 pontos normalmente. Luke só precisava subir de nível três vezes para obter 9 pontos e se os adicionasse ao mesmo atributo, seu atributo seria quase o dobro de uma pessoa comum.

Após chegar no nível 10 ou algo assim, ele seria equivalente a um mini Superman.

Mas agora não era a hora de ficar animado demais com isso.

O caso do assassinato da Michelle foi resolvido, mas, na verdade, Luke não participou do caso todo. E por isso, ele conseguiu obter uma peça importante de informação sobre como o sistema funcionava.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 1 voto
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Aquele acima de tudo e todos
Membro
Aquele acima de tudo e todos
7 dias atrás

É erro da tradução, ou era mesmo pra ser “Luke não participou do caso todo” as vezes é meio confuso a tradução.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar