Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 161

Caso Confidencial e Grande Estrela

Bem, como alguém que não lia quadrinhos, Luke estava sob a impressão de que era Alfred que fazia os equipamentos do Batman.

Luke estava bastante confiante em sua capacidade.

Afinal, agora podia saltar do terceiro andar de um prédio sem se ferir.

Tudo que precisava fazer era administrar certos movimentos para que seu corpo aguentasse o impacto.

Ele continuou trabalhando tarde da noite. Selina o checou à meia-noite, mas ficou entediada e saiu. Não estava interessada na criação.

Luke tomou um banho e foi dormir às duas da manhã.

Em 4 de Janeiro, quando a maioria das pessoas ainda estava aproveitando suas férias, Luke voltou para trabalhar com Elsa.

Elsa cumprimentou Dustin e deu alguns presentes que comprou em Miami, o que não era muito caro, mas bastante atencioso.

Em seguida, os dois saíram do departamento de polícia.

Luke perguntou: — Qual é o caso desta vez?

Dirigindo o carro, Elsa respondeu: — Este caso tem que ser mantido confidencial.

Luke perguntou de novo: — Quão confidencial?

Ela respondeu: — Não diga a menos que o chefe peça.

Luke ergueu a sobrancelha: — Entendido. — Era possível que Elsa quisesse manter o caso sob segredo por motivos pessoais.

Elsa, por fim, disse: — A vítima no caso é Sheerah. Ela é meia que uma amiga e é uma cantora que se tornou popular nos últimos anos.

Luke perguntou: — Oh, eu conheço as músicas dela?

Elsa ficou sem palavras: — Esqueça. Tudo que precisa saber é o nome. Pessoas jovens hoje em dia não estão mais interessados em celebridades?

Luke riu. Sempre esteve mais interessado em músicas, filmes e series que em celebridades.

Elsa continuou: — Ela é meia que problemática e anda ouvido barulhos estranhos à noite. Ela acha que pode estar sendo mal-assombrada por um fantasma.

Luke ficou sem palavras: — Ela não deveria procurar por uma médium?

Elsa balançou a cabeça: — Ela está em um estágio importante de sua carreira. Se uma médium fofoqueira contar as outras pessoas que ela está louca, não vai parecer bem.

Luke comentou: — Mas somos da Divisão de Crimes Graves, certo? Sua situação não é realmente um caso que trabalharíamos.

Elsa assentiu: — Isso mesmo, então só vou olhar como uma amiga. Porém, antes de ontem, ela me disse que perdeu algo.

Luke perguntou: — O que é? — Tinha que ser algo valioso para a Divisão de Crimes Graves ser envolvido.

Elsa respondeu: — O colar de diamante, que ela comprou por um milhão e trezentos mil em um leilão.

Luke assentiu. Isso certamente era valioso o bastante.

A Divisão de Crimes Graves era oficialmente conhecida como Divisão de Homicídio e Roubos.

Desde que Sheerah perdera algo tão caro, poderia pedir por uma investigação porque poderia ter sido um roubo.

Elsa continuou: — Além disso, ela disse que sentiu algo na noite que perdeu o colar; não conseguiu se mover ou acordar. Só quando amanheceu que ela finalmente percebeu que seu colar de diamante no cofre sumiu.

Luke perguntou: — Por que ela não chamou a polícia?

Elsa respondeu: — Pelo mesmo motivo — como explicaria isto? Aqueles policiais com certeza não manteriam o segredo dela.

Luke assentiu.

O caso era problemático para Sheerah, mas bom para ele e Elsa.

Trabalhar em casos como este era uma maneira de fazer amigos com a classe alta.

Quando algo acontecesse com os ricos, normalmente pediriam aos detetives que confiavam para investigar silenciosamente primeiro antes de decidir chamar a polícia.

Por exemplo, um certo magnata chamou a polícia quando perdeu algo, só para descobrir que foi alguém em sua família que o roubara. Tinha sido bem constrangedor para ele.

Assim, uma conexão pessoal com um detetive era útil.

Takagi talvez pelo mesmo motivo, estava sendo amigável com Luke.

Logo, os dois chegaram num pequeno estágio.

Luke ficou um pouco atordoado: — Por que estamos aqui?

Elsa saiu: — Porque ela tem uma reunião de fã aqui hoje. Isso é o que estrelas fazem. Não importa quanto sofrem, precisam aparecer em público, ou podem perder sua popularidade.

Luke deu de ombros, mas não disse nada.

Elsa obviamente estava muito familiarizado com Sheerah. A segurança deu uma olhada no rosto dela e a deixou passar pela porta dos fundos.

O guarda de segurança que os deixou entrar esperou por um tempo, já que o encontro de fãs estava terminando.

Luke olhou em volta dos bastidores curiosamente.

Não era tão interessante quanto o que aconteceu no palco.

Itens estavam espalhados ao acaso pelo chão, incluindo roupas, maquiagem, acessórios e várias coisas que serviam para propósitos desconhecidos.

Elsa tossiu e disse: — Pare de secar.

Luke só podia mudar o olhar porque aconteceu de estar encarando algumas lingeries.

A estrela não poderia ter acabado de tirá-las, certo?

Um momento depois, houve aplausos da frente, só para ver uma loira recuando com um bando de guardas de segurança.

Luke, no entanto, sentiu que algo não estava certo.

A situação estava ficando fora de controle?

Não havia como dizer o que começou, porém, alguns fãs estavam subindo por algumas grades de proteção para alcançar a estrela.

As pessoas tendiam a ir com o fluxo. Se muitos fãs a assediassem, ela poderia estar em problemas.

Luke franziu a testa: — Algo está errado. Precisamos ajudá-la?

Elsa notou que a audiência estava prestes a irromper no palco como uma inundação.

Ela rapidamente respondeu: — Vamos ajudá-la. Não seja apressado.

Quando falou, ela rapidamente correu na direção da estrela.

Os guardas de segurança obviamente estavam muito familiarizados com Elsa. Embora surpresos, não a afastaram.

Elsa apontou para Luke e gritou: — Meu colega e eu vamos ajudar. Se apresse e saia daqui!

Os guardas de segurança só podiam assentir. Não havia tempo para falar.

A audiência estava se aproximando como zumbis para agarrá-los.

Ao invés de irem para Sheerah, Luke simplesmente saiu na frente dos guardas de segurança e começou a empurrar os fãs que estavam no caminho.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 1 voto
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Aquele acima de tudo e todos
Membro
Aquele acima de tudo e todos
7 dias atrás

Tô infinitamente entediado e de saco cheio já desses probleminhas normais, chega de casos normais de policial também, tá chato já, quero coisas mais sobrenaturais e superpoderosas, zero interesse nessa celebridadezinha de bosta, e essa idiota da Elsa, FALEI MESMO, EU FALO O QUE NINGUÉM TEM CORAGEM DE FALAR, EU FALO KARAI.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar