Switch Mode
Servidor de Hospedagem do Site está passando por manutenção, pode ficar instável por algumas horas!!
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 205

Fatos do Caso e 40 de Força

Elsa e Luke não eram mais parceiros, porém, ainda estavam na mesma equipe. Eles podiam trabalhar em mais casos e suas habilidades não seriam desperdiçadas.

Com a dica de Luke, Elsa encontrou uma pista importante e resolveu o caso de William Johnson.

O teste de DNA no sangue deixado para trás pela ferida da atiradora confirmou que era a irmã da universitária suspeita de morrer de uma overdose.

No final, foi descoberto que o atirador era a irmã mais velha que desapareceu quando criança, e a universitária era a irmã mais nova.

Não havia como dizer como se encontraram, mas a irmã mais nova, que estudava na USC, se mudou para o apartamento de sua irmã mais velha.

William reivindicou a propriedade há muito tempo e queria expulsar Rebecca, a irmã mais velha, que havia assinado um contrato de arrendamento de longo prazo.

Porém, Rebecca não estava vivendo no apartamento, embora estivesse pagando o aluguel.

Por algum motivo, William enviou um cara para matar a irmã de Rebecca e fez parecer que ela morreu de overdose.

Após descobrir que sua irmã estava morta, Rebecca, com suas habilidades aterrorizantes, rastreou e matou facilmente William, que assassinara sua irmã.

Na verdade, após a morte de Willian, dois homens de sua gangue também foram baleados na cabeça em seus apartamentos.

Um deles morreu um dia após a morte de William, e o outro ontem mesmo.

Ninguém fez a conexão entre estes casos antes. Graças a dica de Luke e as deduções de Elsa, finalmente descobriram que este era um caso de assassinato com múltiplas vítimas.

Luke e Elsa até tinham palpites do motivo de Rebecca, a atiradora, ter aparecido no apartamento no dia anterior.

Talvez, Rebecca tivesse retornado ao apartamento para oferecer a sua irmã, as vidas e sangue de seus inimigos, para que assim descansasse em paz.

Dustin não prosseguiu mais no caso.

Afinal, Rebecca desapareceu e havia motivo para os assassinatos de William e seus subordinados. Agora era um bom ponto para fechar o caso.

Quanto a Rebecca, que ainda não foi capturada, tudo que precisavam fazer era colocá-la na lista de procurados.

Era impossível despachar alguém para capturá-la.

Após ouvir a avaliação de Luke das capacidades de Rebecca, Dustin não queria que nenhum de seus homens fosse morto por alguém como o William. 

Após a semana ocupada, Luke e Selina foram até Elsa.

Ouvindo que Luke tinha a dizer, Elsa levantou a cabeça da mesa que estava cheia de arquivos: — Você está brincando comigo? O que disse?

Luke respondeu com um sorriso: — Estou pedindo licença, chefe.

Elsa reclinou na cadeira: — Você tem alguma ideia de como estamos ocupados?

Luke assentiu: — Tenho, mas estou querendo visitar meu tio. Ele está em Vegas, então não ficarei fora por muito tempo.

Batendo na testa, Elsa perguntou: — Você tem que ir?

Luke levantou um dedo: — Sim. Vamos sair no final de semana e só precisamos de um dia de folga.

Sem palavras por um momento, Elsa procurou na mesa e disse: — Desde que está indo para Vegas, traga de volta os resultados dos testes para estes casos do centro forense de lá.

Luke perguntou: — Então isto contaria como uma viagem de trabalho?

Elsa revirou os olhos: — Nos seus sonhos! Pedirei ao chefe para enviar alguém para buscar os resultados se não quiser fazer o trabalho.

Luke deu de ombros: — Tudo bem. Você quer alguma lembrancinha?

Elsa olhou para ele: — Quais lembrancinhas você pode conseguir de Vegas? Salgadinhos?

Luke riu: — Posso comprar um par de óculos de sol. Ouvi que o sol é muito quente lá.

Elsa ficou sem palavras: — Se manda! Vou cortar sua licença se ficar tempo demais lá!

Luke saudou e falou: — Sim, madame!

O dia seguinte era um sábado. Luke se apresentou no departamento, mas logo saiu.

Selina tinha outras coisas para fazer no departamento de policial. Eles pegariam um voo para Las Vegas naquela tarde.

Podiam fazer esta viagem de carro, porém, Luke era preguiçoso demais para dirigir.

Um voo levaria uma hora, o que salvaria muito tempo.

Após fazer as preparações em casa, finalmente adicionou o último ponto de atributo.

40 de Força!

Ele imediatamente foi tomado por uma agonia inimaginável. Os músculos por todo seu corpo parecia contorcer e queimar.

Mordendo uma toalha, Luke grunhiu severamente: — Droga! Sabia que não poderia ser tão fácil! Arghhhh!

Quando seus atributos principais alcançaram 20, seu corpo foi significativamente aprimorado e mais forte que antes.

O que aconteceriam quando seus atributos atingissem 40? Luke fez alguns palpites quando lembrou que Autocura Elementar exigia 40 de Força.

Ele gritou por quase uma hora e finalmente resistiu a fase mais dolorosa.

Ainda se sentia desconfortável e fazia careta de dor, mas não estava mais gritando loucamente.

Além disso, Luke não podia simplesmente se deitar na cama.

Sabia que tinha perdido muita gordura corporal novamente na última hora, contudo, não estava nenhum pouco feliz.

Sua pele suave ficou levemente seca. Era óbvio que sua gordura estava sendo consumida como louca.

Rangendo os dentes contra a dor e desconforto nos músculos, Luke devorou a comida que preparou.

Ele também se injetou com seu mix de fluido nutricional para reabastecer seu corpo quase seco.

Então, estava começando a se sentir desconfortável novamente.

O processo de atualização ainda não tinha terminado — a primeira onda nem havia passado. Ele sentira melhor mais cedo porque o sistema desacelerou o processo devido ao seu baixo nível de energia.

Com o novo suprimento de nutrição, a atualização foi ativa mais uma vez, embora não fosse tão dolorosa quanto no começo.

Luke simplesmente cerrou os dentes e arfou pesadamente, e transformou a agonia em apetite.

Comendo, bebendo e injetando o fluido nutricional, Luke finalmente sobreviveu a primeira fase da atualização após cinco horas.

Ele quase chorou.

Era tão terrível quanto tortura, e nem mesmo teve o luxo de desmaiar.

Ele ficara acordado e consumira uma quantidade tremenda de comida e energia para sustentar a melhoria.

Durante o processo, foi ao banheiro mais de cinco vezes.

Quando sua Força alcançou 20, foi ao banheiro apenas uma vez.

Não era só porque estava consumindo comida demais, mas também porque seu corpo estava descarregando resíduos excedentes agora que tinha melhorado para um novo nível.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Aquele acima de tudo e todos
Membro
Aquele acima de tudo e todos
26 dias atrás

Kkkk assim que é bom, com a dor, vem a força!!

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar