Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 29

A Família Carlos que Procura a Morte e Operação “Isca”

Neste ponto, Chris pausou levemente antes de resumir com um tom pesado: — Além disso, dois dos nossos agentes estão desaparecidos.

Quando Robert e os outros dois ouviram isso, eles ofegaram de choque: — Eles estão loucos?

Depois do que a Família Carlos fez, eles agora tinham a atenção da polícia e do FBI. E como também estavam envolvidos com tráfico de drogas, também chamaram a atenção do DEA.

Depois de tudo isso, eles ainda tiveram culhões para matar policiais e agentes do FBI. Eles simplesmente estavam pedindo por isso.

Qualquer grupo de crime organizado na América que cometessem qualquer um desses feitos, sofreria.

O primeiro queria dizer que a força policial local guardaria rancor contra eles. Nenhuma força policial toleraria criminosos que assassinaram policiais operarem em sua jurisdição.

E o último resultaria em uma caçada implacável do FBI, uma das agências da lei mais poderosas do país.

Também foi o momento que Robert e os outros dois entenderam porque a Gangue Limedog veio procurar por problemas depois que Luke e Selina prenderam subordinados insignificantes e apreenderam um mero quilo de drogas deles.

Esse era simplesmente um bando de loucos que seriam erradicados mais cedo ou mais tarde.

Eles apenas esbarraram por acaso com Robert e Luke antes de sua morte eventual.

Robert disse: — Tudo bem, agora sei o quanto vocês querem isso. Como meu homem matou o Francisco Carlos, eles não vão deixar isso de lado. Diga-nos seu plano.

Chris disse: — Não posso dizer o plano inteiro, mas nosso grupo estará monitorando todas as estradas dentro e fora da cidade. Saberemos quando virem. Naquele momento, vocês só precisam aparecer em um local adequado e trabalhar conosco para prender todos eles.

Robert franziu a testa e afundou em pensamentos. Ele concordou que esse era realmente um plano simples, mas prático.

Essa era uma armadilha simples, o truque mais velho da humanidade que até hoje era útil.

Se a Família Carlos quisesse se vingar, eles definitivamente viriam a esta cidade.

O FBI tinha sistemas de vigilância muito mais avançado que a polícia local. Eles também tinham muito mais mão de obra trabalhando na operação. E desde que saberiam antes dos criminosos chegarem, eles seriam capazes de lidar de acordo.

Com a ajuda do FBI, uma situação como criminosos aparecendo de repente na frente da casa de Robert para sequestrar Claire, nunca aconteceria de novo.

Basicamente, o FBI queria usar os abundantes recursos disponíveis em suas mãos e acabar com os loucos da Família Carlos. Isso não devia ser muito difícil.

 Robert respondeu: — Quantas pessoas você tem? O que precisamos fazer para ajudar?

Em frente da insana Família Carlos, Robert não pretendia colidir com o FBI só por crédito. Assim, ele cooperou de boa vontade e deixou claro que o FBI assumiria a liderança e eles estariam apoiando.

Robert se importava mais com a segurança da família que um pouco de crédito. Afinal, se ele se importasse com conquistas, ele não teria ficado em uma pequena cidade como essa por tanto tempo.

Chris ficou em um breve silêncio antes de dizer: — O número total de agentes que temos trabalhando nesta operação é confidencial, mas confie em mim quando digo que temos números suficientes para lidar com mais de 20 indivíduos armados. Seu pessoal só precisa estar preparado para quando contatarmos você. Então pegaremos todos de uma vez.

Robert entendeu com clareza.

Havia pelo menos dez pessoas neste grupo, todos altamente treinados e totalmente equipados. Caso contrário, Chris não ousaria fazer tal proclamação.

E junto com a assistência de dez policiais, não haveria nenhum problema nesta operação, a menos que a Família Carlos decidisse enviar um grande grupo com mais de 30 pessoas.

— Ok. Seguiremos sua liderança. Mas preciso estar presente para a fase de planejamento de qualquer operação que envolva esses dois. — Robert apontou para Luke e Selina.

Luke era família, enquanto Selina trabalhava com Robert por muito tempo. Assim, era impossível para ele não se preocupar quando os dois tinham que atuar nesta operação perigosa como isca.

Chris concordou sem hesitar: — É claro.

Como Robert tinha deixando-os liderar com tanta facilidade, seria muito descortês com ele não concordar com algo tão pequeno.

A força policial local pode ser obrigada a ajudar o FBI quando necessário, mas os agentes de campo mais experientes do FBI estavam contentes em receber sua ajuda, e também não se importaram em compartilhar o crédito.

Caso contrário, se a força policial decidisse tornar a vida deles difícil, apenas deixaria seu trabalho mais difícil.

Afinal, aqueles que conheciam bem seus territórios sempre seriam oponentes problemáticos quando alguém estivesse nele.

Chris era um agente capaz e experiente, e de fato, era bem similar a Robert.

Os dois tinham origens similares como ex-soldados que retornaram ao país depois de alguns anos no mar.

A única diferença foi que Robert decidiu voltar para sua cidade natal e começar uma família.

Quanto a Chris, ele se juntou ao FBI devido as suas ambições.

Mas suas escolhas não mudaram na maneira militar na qual faziam as coisas.

Chris só precisou usar algumas sentenças simples para terminar de dizer a Luke e Selina o que precisavam fazer.

Sua missão, de fato, era muito simples: apenas continuar com suas vidas diárias como de costume.

Ir em patrulhas quando tinham que ir, ir para casa quando era hora de ir para casa.

A única diferença era que eles tinham que escolher um local que não podia ser emboscado com facilidade para suas sessões de treinamento, e eles não podiam mais fazer passeios aleatórios depois do trabalho.

Quanto as suas patrulhas, eles não estariam mais patrulhando de maneira aleatória como de costume. Ao invés disso, eles tinham que seguir algumas rotas fixas para então evitar cair em uma emboscada quando a ajuda estiver longe.

Ao mesmo tempo, os dois foram encorajados a usar coletes à prova de balas quando estivessem em trabalho e tinham que manter suas armas carregadas.

Enquanto seguissem essas regras, eles poderiam fazer o que quisessem. Chris só lhes daria lembretes quando necessário.

Depois que Robert acompanhou os dois agentes até a saída, ele voltou e pediu ao policial em serviço para preparar um documento. Ele então assinou o documento antes de passar para Luke: — Leve isso até o arsenal. Essa é a aprovação para vocês dois usarem armas de fogo pesado nesta tarefa.

Os olhos de Selina iluminaram: — Podemos levar um RPG junto?

Robert encarou ela sem expressão: — Você acha que está no Oriente Médio? Ou no Afeganistão? No máximo, podem carregar um rifle automático e uma pistola adicional. Nem mesmo sonhem em pegar algo a mais. Você só está lidando com alguns gângsters, não terroristas.

Luke assentiu com um sorriso antes de arrastar Selina embora.

Quando os dois saíram, Robert suspirou antes de murmurar para si: — Droga. Você não acha que quero te dar algo bom? Eu daria alguns tanques se pudesse. Mas temos algo assim aqui?

Nos próximos três dias passaram de maneira monótona.

Luke e Selina não saíram mais do carro com tanta frequência durante as patrulhas. Eles só sairiam do carro quando necessário.

Era verão no Texas, mas eles ainda tinham que usar colete à prova de balas. Isso lhes causou grande desconforto.

Eles se sentiram melhor escondidos no carro com o ar-condicionado ligado no máximo.

Havia duas novas armas de fogo pesado no carro.

Selina selecionou uma M4A1 enquanto Luke tinha pego uma espingarda pump-action Remington. Ele não estava muito confiante em sua mira, e assim decidiu selecionar algo onde a mira não era muito importante.

Hoje, eles receberam uma mensagem do FBI.

A Família Carlos realmente era insana, pois haviam começado a reunir seus homens.

Pela inteligência do FBI, eles descobriram que mais ou menos 10 pessoas tinham se reunido no México e todos eram criminosos viciosos e experientes.

Além disso, a Gangue Limedog também estava ocupada. Parecia que eles também enviariam homens nesta operação.

Depois de várias discussões entre Chris e Robert, eles chegaram numa decisão juntos.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 1 voto
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Aquele acima de tudo e todos
Membro
Aquele acima de tudo e todos
10 dias atrás

Espero que quando Luke chegar no nível 5, ele libere alguma função do sistema para gastar os créditos, talvez ele consiga comprar habilidades especiais, ou coisa do tipo.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar