Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 290

Alívio de Luke e Consciência de Selina

Quando estava na porta, Luke falou sem se virar: — Bobby, você precisa aprender a controlar suas habilidades, ok?

Bobby assentiu com um sorriso amargo: — Eu sei. Na verdade, só consigo sentir emoções intensas, como quando a Srta. Jenny sente sua falta…

Luke balançou a mão: — Okay, não vou criticar você, mas seria melhor se puder controlar totalmente sua habilidade. Continue assim.

Ele ficou levemente decepcionado e tranquilizado.

Bobby não parecia muito dotado quando se tratava de sua habilidade mental. Era altamente improvável que ele virasse outro Professor X.

Após sair, Luke ligou para Jenny: — Ei, como vai?

Jenny estava toda trajada e prestes a sair quando recebeu a ligação de Luke. Ela respondeu animada: — Ah, você aprendeu do Bobby que estou indo negociar com a Google?

Luke ficou atordoado por um momento: — Negociar?

Jenny sorriu: — Alcancei o vice-presidente da Google com minhas conexões pessoais. Hm, ele é um amigo do meu pai. Chamo ele de Tio Lamarck. Acontece de ele estar na cidade e está muito interessado no seu produto após minha introdução, então vou encontrá-lo hoje.

Luke também sorriu: — Isso é bom. Como você está ocupada hoje, não vou desperdiçar mais seu tempo.

Jenny o parou apressadamente: — Espera, você só me ligou para perguntar sobre o trabalho? — Ela soou desanimada.

Luke riu: — Você é minha assistente. É claro que o trabalho vem em primeiro lugar. Okay, agora posso convidar a linda Srta. Gwenis para jantar? Estou livre hoje e amanhã à noite.

Jenny revirou os olhos: — Okay, é um acordo. Você tem que me levar para jantar hoje e amanhã de noite.

Perplexo, Luke sorriu: — Como quiser, Srta. Gwenis.

Após se provocarem um pouco, Luke desligou.

Considerando suas habilidades físicas, ele estava disposto a aceitar o convite de Jenny todo dia.

Porém, não podia passar tempo demais com ela. Duas noites já eram extravagantes o bastante.

Ele só dormia duas horas por noite hoje em dia, e passou o resto do tempo fazendo equipamento e treinando. Jantar com Jenny significava que perderia pelo menos vinte horas de trabalho e exercício.

Contudo, precisava relaxar ocasionalmente e para evitar doenças psicológicas.

Naquela noite, Luke encontrou a joia rara de um restaurante três estrelas Michelin que servia comida ocidental em Los Angeles.

Ele mal ia a restaurantes porque podia cozinhar. No entanto, Jenny claramente estava muito familiarizada com restaurantes como este.

Eles não ficaram distantes, apesar de não se verem por dias, pois vinham mantendo contato pelo celular.

Jenny estava ciente que Luke estava ocupado com casos complicados, então não insistiu em se encontrarem.

Luke naturalmente não falou sobre os casos do trabalho.

Não foi porque não confiava nela, era porque seus casos não poderiam fazer nada além de deixar desconfortável.

Ele simplesmente entreteve Jenny com casos hilários que se deparou quando fazia patrulha em Houston.

Agora que pensou sobre isto, os arranjos de Brock naquela época eram todos ruins; pelo menos, lhe deu muitas histórias para contar.

Ele se perguntou como o homem estava indo após infelizmente perder seu trabalho por causa de Faraday Page.

Luke se sentiria muito melhor se soubesse que o homem não estava indo bem.

Nenhum deles foi para casa após o jantar, seguiram direto para um hotel.

Luke não foi a outro hotel de três estrelas. Ele encontrou um de quatro estrelas em Beverly Hills.

Jenny hesitou: — … Na verdade, três estrelas está bem.

Luke riu: — Está tudo bem. Fiz uma fortuna recentemente.

Eles deram entrada e conversaram no quarto com uma garrafa de vinho.

Jenny falou sobre o encontro com seu tio.

O vice-presidente Lamarck estava muito interessado no mapa de navegação de Luke e falou que consideraria.

Então, Jenny não pôde deixar de perguntar: — Você realmente não considerará um preço menor?

Luke pensou por um momento e então balançou a cabeça: — Eles podem comprar se quiserem. Se não quiserem, está tudo bem.

Jenny ficou surpresa: — Hã? Por quê?

Luke respondeu com um sorriso: — Porque desenvolvi touchscreen capacitativa. Então, não importa agora se a tecnologia pode ser vendida ou não.

Jenny perguntou: — Por quê?

Luke explicou: — Com o touchscreen capacitativo, podemos começar nossa própria empresa de celular. Se a Google estiver interessada, no entanto, podemos negociar com eles sobre o touchscreen também.

Não havia Apple ou Steve Jobs neste mundo, então permanecia desconhecido quem levaria o mundo a era dos smartfones touchscreen.

Jenny ficou um tanto chocada.

Embora tivesse herdado o talento empresarial de seu pai e entendido várias coisas rapidamente, nem sempre conseguia prever se algo faria dinheiro ou não. Então, ficou simplesmente sobrecarregada de descrença após ouvir o que Luke falou.

Jenny vira e usara o celular touchscreen que Luke fez. Era realmente conveniente, mas não era ambiciosa o bastante para construir uma grande empresa.

Luke deu de ombros: — Está tudo bem. Você é uma estudante de administração, e sou apenas um graduado do ensino médio. Estou esperando você fazer nosso negócio florescer. Ainda somos jovens, de qualquer forma.

Jenny revirou os olhos. Você está zombando de mim ao dizer explicitamente que sou uma estudante de administração quando você é um graduado do ensino médio? Em sua fúria, saltou nas costas de Luke e atacou suas orelhas.

Luke simplesmente sorriu e a puxou para seus braços.

A noite estava boa demais para ser desperdiçadas com conversa de dinheiro. Luke foi trabalhar no dia seguinte, completamente refrescado, deixando Jenny dormindo no hotel. Eles ficaram ocupados até as duas da madrugada e se ocuparam novamente de manhã. Ela estava completamente exausta.

Felizmente, não precisava trabalhar e não havia aula no final de semana. Também foi por isso que convidou Luke para jantar dois dias seguidos.

Luke pegou Selina no caminho e deu a sobremesa que comprou numa loja como petisco para o dia.

Enquanto comia o mousse de chocolate, Selina resmungou: — Bem, pelo menos você não é totalmente sem consideração.

Luke riu. Doeu dizer isso?


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar