Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 309

Eliminando as Viúvas Negras

Luke podia dizer serem os dois moradores no porão que estavam gritando por ajuda.

Eles eram os únicos que tinham walkie-talkie.

Luke acelerou e correu para o porão, ativando o walkie-talkie: — Não entre em pânico, estou a caminho. O que está acontecendo aí?

O walkie-talkie ficou quieto por um momento. Então, os moradores gritaram em pânico de novo: — Aranhas! Muitas aranhas estão vindo do estacionamento subterrâneo! Elas estão perseguindo!

Luke falou calmamente: — Recue para as escadas. Estou indo pegar vocês dois.

Ele já estava no primeiro andar, seu coração estava um pouco pesado.

Os moradores conseguiram aguentar no shopping porque as aranhas na entrada não tinham um líder real. Elas estavam basicamente contando com o instinto, sendo atraídas aqui pelos disparos.

Em vez de dizer que estavam sitiando o shopping, eram mais como um bando de pestes.

Porém, as aranhas no estacionamento subterrâneo podiam romper este equilíbrio frágil, e os moradores traumatizados no shopping podiam desabar a qualquer momento.

Ele então correu dez metros na direção do porão e virou no canto para encontrar os dois moradores amedrontados que estavam observando a mina. Chocados, eles tropeçaram ao parar quando viram Luke.

Luke estendeu a mão para puxar os dois para trás: — Esperem por mim no pé da escada e não subam ao primeiro andar.

Mesmo enquanto falava, ele já estava abrindo fogo com sua M4A1.

Bang! Bang! Bang! Bang! Bang! Bang!

Duas viúvas negras gigantes que estavam os perseguindo de perto foram explodidas.

Luke puxou a máscara de gás pendurada no pescoço com a mão esquerda e então estendeu a mão no bolso como se estivesse procurando por algo, quando, na realidade, estava extraindo matérias-primas para fazer gás lacrimogêneo do inventário.

Ele também tirou um pequeno explosivo plástico montado mais cedo e então colocou no pote de matérias-primas.

Bang! Bang! Bang! Bang! Bang! Bang!

Ele disparou e explodiu as viúvas negras no corredor, limpando caminho para seu arremesso.

Luke então arremessou o pote no centro do enxame de viúvas negras, e pousou a mais de dez metros fora do depósito.

Escondendo atrás do canto, Luke rapidamente entrou na interface de detonação no celular falso e achou o número de detonação correspondente antes de pressionar o botão.

Bang!

Após uma pequena explosão, fumaça branca espalhou pelo corredor.

Ocorreu caos no corredor e as viúvas negras se espalharam freneticamente.

Elas eram muito sensíveis ao gás lacrimogêneo, mas sem as máscaras de gás, só podiam rastejar aleatoriamente na fumaça.

Luke não gostou desta situação, porque o gás lacrimogêneo também afetou imensamente seu Olfato Aguçado.

Mas esta era uma emergência e não podia explodir o corredor, então o gás lacrimogêneo era a escolha mais efetiva.

Com a M4A1 apontada para a curva no corredor, Luke recuou lentamente enquanto falava no walkie-talkie: — Samantha, Chris me traga uma arma. Vou esperar no fundo da escadaria do porão.

Chris chegou em menos de dois minutos com a M4A1 que Samantha pegou emprestada na loja de arma.

Luke ficou sem palavras. Algo definitivamente estava acontecendo entre aqueles dois! A xerife mais linda deu a arma salva-vidas para seu amor.

Repreendendo em seu coração, Luke tirou a máscara de gás, assentiu para os dois moradores e falou num tom baixo para Chris: — Observe aqueles dois e não os deixe voltar para o primeiro andar; as coisas podem sair do controle se vazar que tem muitas aranhas aqui.

Chris entendeu imediatamente.

Luke continuou: — Vocês dois, defendam a escadaria com Chris e não dispare aleatoriamente. Vou eliminar aquelas aranhas. — Dizendo isso, ele colocou a máscara de novo e caminhou no corredor, que estava enchendo de fumaça gradualmente. Chris não pôde deixar de dizer: — Luke, é arriscado demais. Vamos apenas defender esta posição.”

Luke se virou para ele e balançou a cabeça: — Não sabemos de onde estas aranhas vieram. É perigoso demais. Preciso forçar estes caras a recuar. Relaxe, ficarei bem. — Quando falou, já havia desaparecido no corredor.

Quando estava fora da visão de Chris, um revólver apareceu em sua mão e colocou um coldre especial na coxa.

Era uma Smith & Wesson M500, conhecido como um canhão de mão.

Alguns revólveres eram mais poderosos que esta arma. Este era um dos modelos mais clássicos.

Bam! Bam! Bam! Bam!

A M4A1 disparou em intervalos regulares, explodindo enormes aranhas que estavam se debatendo na fumaça um por um.

Percorrendo o corredor envolto em fumaça, Luke olhou para o depósito quando passou, e não havia sinais da entrada do túnel ter sido perturbado.

Segundo os dois moradores, as viúvas negras emergiram do estacionamento subterrâneo. Parecia que não estavam inventando.

No final do corredor, a fumaça ficou mais fina.

Além dali estava o estacionamento subterrâneo.

Não era grande, mas ainda tinha muito mais espaço que o corredor estreito. A fumaça que saiu do corredor dispersou aqui e não havia mais uma ameaça das viúvas negras.

Luke imediatamente viu um bando de aranhas gigantes vagando sem parar fora do corredor, não ousando avançar na fumaça.

Sorrindo, Luke abaixou a M4A1 e sacou a M500.

Bam! Bam! Bam!

Fora do corredor, quase dez viúvas negras em três linhas retas explodiram ao mesmo tempo.

Seus corpos obviamente não eram muito sólidos e diante do canhão de mão que tinha um calibre de 12,7 mm, elas explodiram como balões cheios de água.

Bam! Bam!

Aproveitando a oportunidade, Luke disparou nas aranhas de novo.

Muitas aranhas foram explodidas. Era uma bagunça completa.

Balançando a cabeça, Luke recarregou a M500 e colocou de volta no coldre, antes de erguer a M4A1 de novo.

Havia muitas viúvas negras de fora. Um rifle automático seria mais conveniente de lidar com elas.

É claro, seria melhor se tivesse uma metralhadora… Mas Luke não podia usar nada disto porque seria impossível explicar como conseguiu uma.

Aproveitando a vantagem do gás lacrimogêneo e o terreno, Luke causou um abate e matou as aranhas de fora.

Um momento depois, a maioria das viúvas negras se afastaram subconscientemente da entrada do corredor, permitindo Luke dar uma olhada melhor na situação do estacionamento.

A persiana metálica do estacionamento parecia ter sido torcida e dobrada do lugar por uma força enorme, deixando um buraco enorme.

As viúvas negras estavam entrando por esta abertura.

Luke tirou rapidamente um barril de óleo de 20L do inventário e abriu a tampa.

Enquanto disparava a M4A1, Luke rapidamente afastou do corredor até chegar numa van de tamanho médio, inclinando o barril para deixar um rastro de óleo para trás.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar