Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 32

Perseverança e Apoio do FBI

Os atiradores que estavam apenas disparando neles ficaram chocados aos disparos revidados e rapidamente procuraram cobertura.

Anteriormente, eles só ousaram disparar com suas armas bem no meio da rua devido a seus números superiores e capacidade ofensiva.

Mas agora, acabou que seus oponentes também estavam equipados com armas de fogo pesado.

Selina quase atingiu dois deles.

Aquelas eram balas de rifle de assalto; apenas um acerto já seria extremamente punitivo.

Enquanto Selina disparava e continuava se movendo sem parar, os atiradores não ousaram ser tão arrogantes. Eles começaram a trabalhar entre si para suprimi-la enquanto se aproximavam.

Enquanto Selina abria fogo, Luke correu rápido para o lado.

Com sua imensa força e destreza, ele se moveu com rapidez e silêncio.

Logo, chegou no quintal da casa ao lado. Escorando na parede, ele olhou para o tiroteio que estava acontecendo.

Ele estava diante de uma estrada de 15 metros de largura.

Tudo era maior no Texas e as ruas também eram mais largas.

Se ele tentasse cruzar a rua desse jeito, seria provavelmente morto antes de chegar do outro lado.

Pelo que ele conseguia ver, eles estavam enfrentando oito oponentes, cada um deles era um combatente experiente.

Eles trabalharam bem para garantir que houvesse seis pessoas disparando o tempo todo enquanto os outros dois recarregavam.

Luke também notou que uma certa pessoa nunca abriu fogo; ele se escondeu atrás do caminhão o tempo inteiro.

Essa pessoa era a maior ameaça agora.

Luke avaliou suas redondezas e pegou um seixo redondo de um vaso de flor.

Ele pesou a pedra com sua mão e viu que era adequada para a ideia em sua mente. Era um pouco pesada, mas não muito.

Ele focou e então exerceu força ao jogar o seixo no caminhão e gritou: — Vai explodir!

Todos os atiradores pararam por instinto. Infelizmente para eles, ninguém poderia ver no escuro que o objeto redondo caindo era de fato um seixo.

O seixo voou direto no caminhão e atingiu o para-brisa com um baque antes de rebater e aterrissar em algum objeto metálico que fez barulho enquanto o seixo rolava.

Os atiradores ficaram todos chocados: — Mas que caralho? Um pequeno policial de uma cidade aleatória tem uma granada com ele? Ele é um membro da SWAT?

Os atiradores pararam e saltaram para a cobertura mais próxima que conseguiram achar.

E então… nada aconteceu.

No exato momento que o seixo aterrissou, Luke viu a reação dos atiradores e como a pessoa atrás do caminhão se escondeu embaixo dele, e atravessou a rua correndo. Em dois curtos segundos, ele foi direto para o quintal frontal de Bill.

Os atiradores aguardaram por alguns segundos, e quando não ouviram a explosão, imediatamente entenderam que foram enganados.

Não se deve pensar que eles eram idiotas por cair nessa. Na verdade, eles tinham passado por muitas batalhas sangrentas e testemunharam muitas mortes, tanto dos camaradas quanto dos inimigos por granadas.

Foi por esse motivo que houve a reação apressada.

De todo modo, eles estavam no Texas, o estado com a maior taxa de propriedade privada de armas na América. Esse também era o estado com o maior número de alistamento no exército. Qualquer veterano aleatório poderia muito bem ter uma granada ou duas guardadas em sua casa.

Logo depois que Luke cruzou a rua, ouviu um disparo na distância. Ele estreitou os olhos quando percebeu que o som veio da direção de sua casa.

Exatamente quantas pessoas a família enviou aqui? Eles realmente tinham números suficientes para atacar três locais ao mesmo tempo.

No entanto, Luke não ficou nenhum pouco ansioso.

Quem era Robert? Ele era um veterano do exército que serviu em uma zona de guerra por oito anos. Sua habilidade seria muito confiável em sua situação atual.

Além disso, Robert não estava operando sozinho. Além de Luke e Selina, Robert ainda tinha oito policiais prontos para se mover a qualquer momento. De fato, eles podiam até enfrentar uma dezena ou mais de atiradores se quisessem.

Assim, Luke não ficou tão nervoso quanto Selina mais cedo.

Ao invés de apressar para abrir fogo, ele aguardou com paciência.

A situação toda tinha acontecido do nada.

De fato, se passou menos de três minutos desde o momento que o carro foi atingido até agora.

Para ficar oculto, os agentes do FBI e os outros policiais estavam estacionados em locais específicos na cidade e só se moveriam quando exigido.

Dado o tamanho da cidade, não levaria mais de cinco minutos para alcançar Luke e Selina.

Com certeza, assim que os atiradores se levantaram e dispararam em Selina com fúria, um Chevrolet SUV chegou.

As luzes do carro estavam apagadas e assim não era muito notável sob a cobertura da noite.

O carro parou a aproximadamente 100 metros de distância dos atiradores e quatro agentes saíram, todos completamente armados com armas automáticas.

Eles permaneceram em silêncio e não se apressaram em abrir fogo. Eles continuaram se aproximando por toda cobertura que conseguiram achar ao longo da rua, avançando com rapidez enquanto permaneciam ocultos.

Os agentes do FBI naturalmente não eram tão idiotas como nos filmes faziam parecer. Eles não fariam algo tão estúpido quanto dirigir direto em uma situação de combate ativo e gritar com os criminosos. Se fizessem isso, eles há muito teriam virado ninho de vespas pelos criminosos.

Somente quando os agentes estavam a cerca de 50 metros que os atiradores os notaram. Sem nenhuma hesitação. Quatro miraram nos agentes e começaram a disparar loucamente.

Naquele momento, um dos agentes finalmente gritou: — FBI! Vocês estão cercados! Abaixem as armas e se rendam imediatamente!

Luke sorriu.

Não era como se os agentes do FBI estivessem gritando porque eram idiotas. Em vez disso, era parte do procedimento.

Se até mesmo um inimigo recusasse a abaixar as armas depois que os agentes do FBI declararam suas identidades, o último estaria livre para disparar.

Como membros das agências da lei, era importante seguir o procedimento.

Por exemplo, os policiais de Nova Iorque teriam que gritar “NYPD!”

antes de entrar no edifício.

O grito declarava suas identidades e era usada para assustar seus alvos. As pessoas dentro do edifício assim seriam avisadas que resistir era ilegal e se fossem mortos por isso, eles só tinham que se culpar.

Os atiradores eram assassinos profissionais do México, mas os agentes do FBI que acabaram de chegar também eram bem treinados e cooperaram bem entre si. As duas partes estava armadas até os dentes.

Através de uma distância de 34 metros entre eles, as duas partes começaram a disparar entre si.

Os agentes do FBI e Selina formaram um ângulo de 90 graus que atacaram os atiradores das duas posições, tornando as coisas difíceis para eles.

Quanto a Luke, seus olhos brilharam, mas ele ainda não abriu fogo. Ao invés disso, ele contornou a casa de Bill e escalou a parede que percorria ao longo da rua que o caminhão tinha saído mais cedo.

Ao invés de saltar, ele curvou seu corpo hábil e avançou ao longo da parede.

E em cima da parede, ele finalmente conseguiu ter uma visão clara de todos os atiradores.

O caminhão que tinha batido neles antes era realmente um caminhão de lixo. Parado ao lado do caminhão, estava um cara que emitia um comando atrás do outro, enquanto parecia que também havia um motorista sentado dentro do caminhão.

Junto com os oito atiradores, havia dez deles aqui.

Baseado na estimativa de Chris, estava um grupo de 20 pessoas que tinham feito seu caminho até a cidade. Assim, isso só poderia significar que apenas mais dez pessoas estavam atacando a sua casa e a de Selina.

Os agentes do FBI e os policiais da cidade também enumeravam em cerca de 20, então não estavam em desvantagem em termos de número.

Além disso, eles que estavam na defensiva. Eles só precisavam arrastar isso e mais policiais chegariam de Cidade de Knox.

Naquele momento, os atiradores seriam incapazes de escapar.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar