Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Super Detective in the Fictional World – Capítulo 396

Aprender para Viver, Viver para Aprender

Revirando os olhos, Luke agarrou uma frigideira do inventário e bateu com força na nuca do sortudo.

Você matou Johnny Mullah. Você pode aprender todas as suas habilidades.

Luke riu e rapidamente aprendeu Reflexo Rápido.

Quase instantaneamente, sentiu que havia algo mais as suas reações, que eram extraordinárias para começar.

Era difícil de descrever a sensação. Era diferente de quando sua Destreza melhorava.

Este Reflexo Rápido deixou seu corpo se mover mais rápido e com habilidade.

Havia o leve sentido de coordenação melhor entre sua força imensa e reações rápidas.

Sentindo os efeitos que acabou de adquirir, Luke olhou para o corpo de Johnny Mullah no chão.

Este cara tinha reflexos e pontaria extraordinários.

Quando Luke invadiu mais cedo, o cara reagiu quase instantaneamente e tirou sua arma para interromper o disparo de Luke.

Porém, este Johnny Mullah era inexperiente demais. Luke o atraiu com nada mais que duas MP5 vazias.

Johnny Mullah pensou que havia tido sucesso com seu ataque surpresa, mas foi cumprimentado no final com uma terceira MP5.

Se Johnny Mullah fosse mais cauteloso, teria sido mais difícil de Luke matá-lo.

Ponderando por um momento, Luke armazenou o bastardo azarado que teve a cabeça esmagada com a frigideira.

O corpo deste cara ainda podia ser útil.

Pensando nisso, caminhou até o painel de controle. Olhando para a imagem do porão cheio de água, bem como os incontáveis botões no CIC, Luke suspirou impotente.

Ele não sabia como operar um navio de guerra.

E se pressionasse um botão aleatório e fizesse os marinheiro mais rápido? Ou e se o navio de guerra afundasse no fundo do oceano?

Ele não planejava descobrir quantos pontos de crédito perderia por cometer este erro.

Tomando nota da localização mostrada na tela, ele rapidamente se levantou e saiu do CIC.

O que lhe faltava era conhecimento, ele tinha que compensar com trabalho braçal agora!

Suspirando, Luke coletou as armas e munição dos criminosos e configurou um pequeno dispositivo no CIC, antes de ir na direção do porão selado.

Quando chegou no porão na proa do navio e viu que a porta estava soldada, sentiu vontade de bater em alguém. Estes malditos criminosos realmente sabiam como tornar a vida difícil!

Felizmente, a ferramenta que os criminosos usaram para soldar a porta estava ao lado.

Luke ativou a ferramenta, e jorrou chamas brancas que rapidamente começaram a derreter os lados da porta.

Porém, após metade dos pontos de soldagem derreterem, as chamas brancas rapidamente diminuíram e sumiram.

Luke ficou sem palavras. Não era à toa que a ferramenta tivesse sido abandonada. Não tinha muito combustível restante!

Ele largou a ferramenta e observou a porta.

Embora não tivesse completado a tarefa, metade dos pontos de soldagem foram derretidos e a porta não estava selada tão bem quanto antes.

Respirando fundo, agarrou a borda da porta com as mãos e puxou lentamente.

Creak

Com um som desagradável e prolongado de metal rangendo, os pontos de soldagem restantes foram arrancados a força.

Quando o peso de suas mãos diminuiu, Luke soube que todos os pontos de soldagem foram quebrados. Ao invés de entrar, se virou e fugiu.

Sua vida nunca seria pacífica de novo se soubessem que ele foi quem os salvou.

Missão: Resgate os marinheiros aprisionados, concluída.

Experiência Total: 4.200

Crédito Total: 4.200

Taxa de Contribuição: 100%

EXP +4.200

Crédito +4.200

Pelo menos 200 marinheiros devem ter sido trancados no porão. Luke tinha que agradecer os criminosos profissionais que prenderam todos eles no mesmo lugar.

Para esta quantidade de pontos de experiência e crédito, este trabalho privado valeu a pena.

Luke largou todas as armas e munições que pegou dos criminosos na porta. Ele só manteve as três MP5 que usou mais cedo.

Agora era hora dele cuidar dos criminosos restantes.

Ryback com certeza era um cozinheiro durão. No caminho de Luke para resgatar os marinheiros, ele ouviu o som vago de disparos no convés. Claramente, o homem ainda estava enfrentando os criminosos.

Luke foi ao CIC novamente.

Este era o centro de controle de todo o navio de guerra. Se os criminosos perdessem o controle deste lugar, basicamente não conseguiriam fazer uso das armas a bordo.

Sem estas armas, não conseguiriam aguentar os ataques dos militares. Duas equipes da SEAL seriam o bastante para enfrentá-los.

Fazia algum tempo desde que eliminou os criminosos no CIC. O resto deles já havia sentido que algo estava errado. Como esperado, quando chegou no corredor fora do CIC, notou dois criminosos armados escondidos num canto, como se em guarda contra algumas emboscadas. Luke tirou seu celular falso e checou o sistema de vigilância do CIC pelo seu dispositivo.

Além dos dois guardas fora da porta, havia somente quatro pessoas dentro.

Além disso, vendo como estavam frustrados e ouvindo-os pelo walkie-talkie de vez em quando, provavelmente não sabiam como operar o navio de guerra.

Parecia que Ryback havia matado muitos criminosos.

Os criminosos estavam com pouco pessoal quando tiveram que lidar com dois inimigos ocultos e desmantelar os misseis ao mesmo tempo.

Luke guardou o celular falso e respirou suavemente enquanto murmurava: — Hora de testar a nova habilidade.

Ele saiu e disparou da esquina como uma sombra.

Os dois criminosos no final do corredor ficaram cocados e ergueram as armas, mas então pararam.

No momento que ergueram as armas, a sombra mudou de curso de repente e zigue-zagou na direção deles de maneira rápida e errática.

Os dois criminosos tentaram subconscientemente mirar na sombra antes de puxar o gatilho.

Na realidade, se fossem atiradores piores e simplesmente puxassem disparassem aleatoriamente, poderiam ter impedido Luke por um tempo.

Contudo, só por um tempo.

Luke os alcançou em menos de dois segundos e não estava disposto a brincar.

Pu! Pu! Pu! Pu!

Disparando as duas MP5 ao mesmo tempo, explodiu as cabeças dos dois criminosos em pânico.

Agachando no chão, Luke deixou as duas MP5 penduradas em seu ombro por fitas. Ele então agarrou os corpos dos criminosos e avançou no CIC.

Exercendo força, jogou os dois corpos nos outros dois criminosos procurando pelo intruso atordoados. Ele pegou as MP5 de novo.

Pu! Pu! Pu! Pu!

Os dois últimos criminosos que não foram atingidos caíram na frente do painel de controle com as cabeças perfuradas pelos disparos.

Pu! Pu! Pu! Pu! 

Os dois criminosos que foram atingidos com os corpos foram baleados e mortos.

Luke suspirou.

Não havia especialista como Johnny Mullah no CIC desta vez. Estes caras eram novatos completos!

Mesmo juntos, não foram difíceis de lidar como foi com Johnny Mullah!


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar