Super God Gene – Capítulo 658

Filhotes de Super Criaturas

O elefante ósseo continuou sentado sob a árvore sem se mover. Um tempo depois, Han Sen ouviu um barulho vindo de dentro da floresta de pessegueiros, um som que parecia vir na sua direção.

Não demorou muito para aparecer uma cobra rosa e pequena, deslizando em direção ao pessegueiro gigante. Silenciosamente, ela repousou na base da árvore.

Um tigre azul apareceu de outra direção e também se sentou perto da base da árvore.

Ouviu-se o som de asas batendo no céu, quando um grou de coroa vermelha estava descendo ao chão perto da árvore, para se juntar às outras criaturas.

E logo depois disso, um urso preto chegou, carregando um filhote, e também se sentou perto da árvore.

Em pouco tempo, muitas criaturas se reuniram na base da árvore. Han Sen ficou estarrecido com o que estava vendo, particularmente devido ao quão especial e único todos eles pareciam. Até pensou que todas poderiam ser Super Criaturas.

Han Sen não sabia por que elas estavam lá. Alguma coisa do pessegueiro as atraiu?

Durante a confusão dele, a raposa prateada pulou dos braços da Zero e trotou também para a árvore grande.

Ele ficou perplexo e pensou que o pessegueiro estava emitindo um feromônio para atrair as criaturas. Depois de dar alguns passos à frente, a raposa prateada se virou e acenou com a cabeça para Han Sen. Parecia que queria que ele o seguisse.

Ficou hesitante em obedecer, devido a quantas criaturas poderosas se reuniam em um só lugar e a como seria perigoso ir.

A raposa prateada gesticulou com a cabeça de novo. Embora as criaturas estivessem agora, sem dúvida, cientes da presença da raposa prateada, elas não se incomodaram em fazer nada sobre isso. Mal olharam para ela.

Pela terceira vez, a raposa prateada gesticulou para Han Sen se juntar a ela. Com os dentes cerrados, decidiu ir, caminhando nas pontas do pés para o pessegueiro.

Han Sen avançou o mais cautelosamente possível. Assim que percebesse que tinha alguma coisa errada ou se as criaturas sequer olhassem para ele de forma errada, sairia correndo na outra direção.

Zero, para sua surpresa, não estava com medo, visto que correu alegremente para alcançar a raposa prateada. Eles estavam à vista de todos, diante das criaturas perto da árvore, mas nada aconteceu. Elas simplesmente continuaram sentadas onde estavam.

Com o cu na mão, Han Sen seguiu a raposa prateada até a árvore, onde escolheram um local e se sentaram ao redor dela. Além do elefante ósseo e dos dois ursos, eles estavam mais próximos da casca da árvore.

A dois metros do Han Sen estava o urso preto. Embora não fosse tão grande quanto o elefante ósseo, tinha, pelo menos, dez metros de altura. Embora estivesse se curvando, era como um caminhão gigante, só que com uma respiração alta.

Esta foi a primeira vez que chegou tão perto de uma criatura, fora do combate. Isso fez Han Sen se sentir muito bem, já que nenhuma criatura mostrou nenhum sinal de querer atacá-lo.

Todas as criaturas aqui se tornaram animais, apaixonados pela paz. Não importava a espécie ou raça, todos se reuniram para se curvar diante da árvore.

A raposa prateada estava deitada no chão, coberto com pétalas soltas de flores. Ela fechou os olhos e respirou calmamente, com um ritmo suave. Era algo que Han Sen tinha visto antes. Depois de praticar o Sutra Dongxuan, sempre via a raposa prateada desse jeito, por um breve período.

As outras criaturas não eram muito diferentes. Enquanto todas se reclinavam, cada uma respirava com um ritmo calmo e único.

‘Esse pessegueiro estranho fornece benefícios e avanços para a prática?’ Han Sen se perguntou e decidiu praticar o Sutra Dongxuan logo em seguida.

Começou a treinar e sentiu como se houvesse uma energia especial sendo absorvida para o corpo pelo Sutra Dongxuan. O ritmo da sua arte acelerou, como se estivesse reagindo à energia estranha.

‘Isso é mesmo algo especial.’ Han Sen continuou praticando, e, finalmente, seu corpo começou a produzir um cheiro agradável. O aroma combinado com a fragrância das flores de pêssego começou a permear a atmosfera.

Quando Han Sen terminou um ciclo, ele notou que seu Sutra Dongxuan teve um progresso muito maior do que o usual, de modo que foi surpreendido.

Só que ficou mais surpreso ao olhar para as outras criaturas.

Talvez fosse porque a fragrância combinava com o cheiro das flores, mas olhou para a raposa prateada de novo e percebeu que podia ver a energia dentro dela. Ele podia ver o cheiro agradável dentro da raposa prateada que ainda não havia sido refinado.

Han Sen olhou para as outras criaturas e ficou ainda mais surpreso. Muitas criaturas estavam na área, e parecia que todas tinham absorvido a fragrância agradável do Sutra Dongxuan. Estranhamente, todas pareciam ter uma reação diferente à sua absorção.

O cheiro agradável dentro da cobra rosa, a besta azul, o grou de coroa vermelha e o urso preto e grande estavam todos borrados, sendo absorvidos pelos corpos.

Mas no filhote e no elefante ósseo, Han Sen viu que a energia estava fluindo dentro deles em um certo ritmo. Parecia um Qigong humano.

‘Tem alguma coisa estranha. O urso preto e o filhote são do mesmo tipo, então por que essa diferença entre os dois?’ Han Sen ficou chocado enquanto verificava o que estava acontecendo.

Não muito tempo depois, a fragrância agradável dele foi refinada pelo filhote e pelo elefante ósseo. O grou e a cobra continuaram refinando lentamente, mas Han Sen ainda podia sentir dentro deles.

Então olhou para a cabaça na mão. Ela já estava acostumada a absorver o cheiro agradável dele, de modo que já tinha refinado.

Han Sen continuou observando as outras criaturas e depois teve um pensamento aterrorizante.

Não importava se era a raposa prateada, o filhote de urso preto ou a cabaça na mão; o elefante era a única criatura da qual não tinha certeza. Criaturas geralmente nasciam de suas mães, não de ninhos. A raposa prateada, o filhote e a cabaça nasceram de suas mãos, enquanto as outras vieram de ninhos.

Isso fez Han Sen pensar no Rosnador Dourado. Ele não tinha certeza sobre o Rosnador Dourado grande, mas quando o pequeno morreu, deixou para trás o corpo e a Essência de Vida.

‘Se o Rosnador Dourado grande e o elefante nasceram de uma criatura, isso significa que os filhotes são diferentes das próprias Super Criaturas?’ Han Sen teorizou.

Mas essa linha de pensamento só levou a cada vez mais perguntas. Por que algumas Super Criaturas só deixavam a Essência de Vida para trás e não seus corpos reais? Se a segunda ou terceira geração de Super Criaturas pudessem deixar os corpos, então devia ter alguma coisa especial nelas.

Assim como a raposa prateada e o filhote; eles eram filhotes de Super Criaturas, e parecia que tinham habilidades especiais que eram diferentes das de suas mães.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar