Tate no Yuusha no Nariagari – Capítulo 5

Realidade do Escudo

Após sair do portão, pude ver campos verdes se expandindo pelo horizonte. Estava apenas a um passo de deixar as ruas pavimentadas com pedras e entrar na trilha para as vastas planícies. Era como uma viagem escolar para Hokkaido.

Foi a primeira vez que tinha pessoalmente visto o quão vasto o céu e o horizonte realmente eram. Mas, como um herói, tenho que me manter calmo.

— Agora então Yuusha-sama¹. Devemos lutar contra os demônios fracos que habitam essa área? — perguntou Mein.

— Sim. Isso vai ser minha primeira experiência em combate, então eu tenho que lutar ao máximo das minhas habilidades. — respondi.

— Por favor, dê o seu máximo.

— O quê? Você não vai lutar comigo?

— Se eu lutar eu não poderei avaliar o seu potencial, Yuusha-sama.

— I-Isso é verdade.

Pensando nisso, Mein deveria ter mais experiência em batalhas, nem sei do quanto sou capaz agora. Vou tentar lutar com um monstro que ela considerasse como uma escolha segura.

Vaguei pela planície por um tempo. E então uma criatura laranja e esquisita em forma de balão apareceu.

— Yuusha-sama, por favor espere. Esse é um Balão Laranja… e, apesar de ser um dos monstros mais fracos, é muito agressivo.

Esse era um péssimo nome. O chamavam assim só porque era laranja e redondo?

— Gah!

Com um grito horrível. Seus olhos hostis se voltaram para mim. Vindo de dentro da planície, o monstro em forma de balão veio atrás de mim como uma fera após de sentir minha presença.

— Yuusha-sama, por favor faça seu melhor!

— Oooooh!

Tenho que mostrar meu lado legal para ela. Com minha mão direita, utilizei a lateral do escudo para atacar.

Impacto. Ricochete.

Meu escudo não fez nada com ele. Esse monstro era muito elástico! Achei que iria explodir imediatamente…

O Balão Laranja mostrou seus dentes e começou a me morder.

— Hii!

Ouvi um som estranho. Porém não senti dor, mal fazia cócegas. Ele estava mordendo meu braço, mas isso não tinha efeito nenhum. Parecia que o escudo estava gentilmente emitindo uma barreira protetora ao meu redor.

Olhei sem palavras para Mein.

— Vá em frente, Yuusha-sama!

— Oraoraoraora!²  — gritei enquanto socava o monstro.

Não recebi nenhum dano, no entanto não consegui fazer muita coisa. Contunuei atacando várias vezes como um mestre de kung-fu. Cinco Minutos depois…

Ouvi um barulho sutil quando ele estourou.

— Hah… Hah… hah

Então um valor apareceu junto a um som estranho.

EXP: 1

Acho que recebi um único ponto de experiência. Sério, todo esse trabalho só para matar um Balão…. Podia apenas ter pena de mim mesmo.

— Estou Orgulhosa de você, Yuusha-sama.

Mein me aplaudiu, contudo, parecia vazio de alguma forma.

Comecei a ouvir barulho de passos. Olhando para trás, vi Ren junto de seus companheiros correndo em frente. Achei que estariam conversando entre si durante o caminho, no entanto todos estavam fazendo uma expressão séria enquanto corriam em silêncio.

Três Balões Laranjas apareceram na frente deles.

Corte.

Com um golpe de espada o Ren estourou um Balão Laranja.

1-hit Kill!? Ei cara… o quão diferente são nossos poderes de ataque?

— …

Mein virou a cabeça várias vezes evitando meu olhar.

— Vai ficar tudo bem. Cada Herói tem seus próprios problemas.

— Obrigado….

Era minha primeira luta mesmo. E não sofri nenhum arranhão já que minha defesa é super alta, mesmo com o Balão Laranja me mordendo por cinco minutos inteiros.

Quando eu comecei a vasculhar os restos do monstro o escudo emitiu uma luz fraca e absorveu os restos.

Obteve: Pele de Balão Laranja

Quando essa frase apareceu, o ícone do livro de armas também brilhava. O abri para ver o que era, então o ícone do pequeno escudo laranja começava a ficar mais clara. Apesar de ainda não poder usá-lo, descobri sabia quais materiais eram necessários.

— Então esse é o poder das Armas Lendárias — disse Mein.

— É. Parece que ele tem de absorver materiais para se transformar.

— Entendo.

— Ah, quanto conseguiria vendendo os restos de antes?

— Deve ser por volta de uma moeda de bronze.

— E… quantas moedas de bronze eu preciso pra conseguir uma de prata?

— 100 moedas de bronze.

Bem, não posso fazer nada. Era um monstro fraco então claro que vai largar itens ruins.

— É sua vez agora, Mein.

— Hm, acho que sim.

Nesse instante, alguns Balões laranjas se aproximaram. Ela tirou a sua espada da cintura e golpeou duas vezes. Os Balões Laranjas então estouraram na hora.

O que…. Eu sou tão fraco assim…? Meu nome é Iwatani Naofumi. Um estudante universitário de 20 anos. Nesse instante cobria a minha boca com minhas duas mãos.

Fui invocado para um mundo paralelo e me tornei seu herói há dois dias. Após de cinco minutos de combate, finalmente entendi meu papel.

Teste de Aptidão heroica

Quatro pessoas receberam esse teste. O resultado mais racional vai ser rapidamente entregue.

Checando.

Qual sua aptidão em caça?

Opa, parece que me perdi por um momento aqui. Afinal, tinha acabado de descobrir o quão fraco que sou, ou melhor, o quão fraco meu escudo era. Parecia mais eficiente simplesmente deixa-la lutar em meu lugar.

— Tudo bem então, Mein. Por favor ataque enquanto cuido da defensa. Vamos ver até onde conseguimos chegar com esses papeis.

— Sim!

Ela me deu uma resposta imediata.

***

Após isso, andamos pela planície até o sol começar a se por. Encontramos mais Balões laranjas e alguns Balões Amarelos, parecia que a força deles mudava de acordo com a cor.

— Podemos encontrar monstros um pouco mais fortes se formos adiante, mas logo vai anoitecer se não voltarmos ao castelo — falou Mein

— Hm. Queria que continuar com a caçar um pouco mais…

Ainda não tinha recebido nenhum dano, já que os ataques dos Balões eram tão fáceis de defender.

— Já que estamos retornando mais cedo, vamos dar mais uma olhada na loja de armas. Porque uma melhora no meu equipamento vai permitir que a gente chegue mais longe do que hoje.

— Parando para pensar, isso faz sentido.

Pude melhorar e ganhar um pouco de experiência, acho que tivemos um progresso bom o suficiente por hoje. Falando nisso o escudo absorveu o suficiente pra satisfazer o requerimento de transformação. Agora podia me equipar com o escudo balão.

Se continuarmos assim… poderia acabar aumentado meu nível e transformar meu escudo ainda mais.

Bem. Como meu primeiro dia de aventuras terminou com vários problemas, fomos andando de volta para o Castelo.


Notas:

1 – “Yuusha” significa herói em japonês, “sama” é um sufixo que demonstra extremo respeito por quem se fala. Costuma ser usado com pessoas mais velhas, autoridades, ou simplesmente pessoas que estejam acima na hierarquia

2 – Referência a Jojo Bizarre Adventures.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar