Agora temos uma página destinada a Doação AQUI, para os leitores que tem interesse em contribuir e também para aqueles que querem ter acesso as obras em formato PDF/EPUB acessem para mais informações.

Tensei Shitara Slime Datta Ken – Capítulo 13

Para o Reino dos Anões

Como Rigurdo havia declarado, as preparações estavam completas ao meio-dia.

A escolha da expedição também foi tranquila.

Rigur, filho do Rigurdo, estava entre os cinco primeiros candidatos. Claro, Ranga virá junto.

Oh! Devo fazer do Rigur o oficial comandante?

Eu estou um pouco desconfortável com isso, mas ele mesmo concordou.

Rigurdo também parece ter recuperado seu vigor juvenil, então talvez eu esteja me preocupando demais.

E assim, depois que eu peguei a bagagem, Ranga me pegou pelas costas.

* Boyoyooon! * e eu fui enterrado em seu pelo.

E enquanto o pelo ao redor parece ter me mantido no lugar, eu ainda sinto a necessidade de usar a 『Teia Pegajosa』.

São momentos como esse que fazem eu me arrepender de não ter braços ou pernas, mas acho que posso lidar com habilidades.

Você vê, eu secretamente pratiquei manipulando a teia.

Para derrotar um inimigo com uma teia! Não é o sonho de todo homem?

Se eu vou ser capaz de aprender essas técnicas, eu não sei, mas eu decidi continuar praticando independentemente disso!

Deixando isso de lado, a bagagem continha nosso dinheiro e provisões.

Comida suficiente para três dias.

Se a viagem demorar mais, o plano é caçar durante o resto do caminho.

Nós podemos levar mais, mas eu prefiro evitar trazer uma caravana no valor de comida.

Bem, eu posso carregar quase que uma quantidade infinita dentro de mim…

Mas estragá-las é uma má ideia.

Desde que eu não preciso comer de qualquer maneira, isso foi minha decisão.

Por moeda, trouxemos 7 moedas de prata e 24 de bronze.

O que, claro, é uma quantia escassa.

Eu não espero muito.

Se não for o suficiente… vamos descobrir isso mais tarde.

Agora, hora de ir!

No ritmo de um goblin, a viagem para o Reino dos Anões leva cerca de dois meses.

「Através da floresta corre o vasto rio Ameld. Além disso, uma cordilheira se revela ao fundo. E é nessas montanhas que você encontrará o Reino dos Anões」, eles disseram.

Além do Império a leste, a Floresta Jura é cercada por muitos países.

E ainda não faz limite com nenhum estado, e lá fica a Cordilheira de Canaat.

Assim, existem apenas três rotas comerciais que levam a elas.

Uma atravessa a Floresta Jura.

Outra, a mais difícil, atravessa as montanhas.

A última é uma rota marítima.

Atualmente, a rota da Floresta Jura é de longe a mais curta e a mais segura, mas, por algum motivo, geralmente é evitada.

E assim, a rota mais difícil, a da montanha, tinha sido a norma.

Quanto à rota marítima, o custo e os poderosos monstros marinhos afastam os marinheiros, assim, é a rota menos utilizada.

Por enquanto, não temos negócios com o Império.

Assim, em vez de nos dirigirmos para o leste, seguimos para o norte, para as montanhas.

Nem precisamos subir ao cume da montanha.

O Reino dos Anões se estende até o rio Ameld.

Sua capital é uma bela cidade esculpida dentro de uma caverna gigante natural.

Tal é o reino dos anões.

Então, como pretendido, continuamos para o norte ao longo do rio Ameld.

Desde que seguir o rio nos impede de nos perder. Embora, só por segurança, abri o mapa na minha cabeça.

Quanto ao nosso guia, ele foi enviado como um mensageiro para o reino dos anões antes, então deixamos para ele.

Mas cara… os lobos negros (Lobos de Presa da Tempestade) são rápidos! E não mostram sinais de ficarem cansados.

Desde que iniciamos a jornada, há três horas, eles ainda não precisaram fazer nem uma pausa.

E não podemos esquecer de mencionar sua velocidade de corrida de 80 km/h.

Eles nem se importam com o terreno irregular e, ao mesmo tempo, correm

de forma a prevenir o enjoo!

É estranhamente confortável, para dizer o mínimo.

Nesse ritmo, essa viagem provavelmente não levará nem uma semana.

Bem, não há necessidade de pressa. Certamente eu quero remover o problema de roupas e moradia em breve, mas tudo bem se levar algum tempo.

「Oooooi! Vocês não precisam se esforçar tanto assim!」 (Rimuru)

É o que eu disse.

Mas por algum motivo, a velocidade aumentou.

No começo, eu gostei da brisa gerada por esses lobos mais rápidos do que uma moto, mas isso ficou chato logo.

Mais ainda, considerando que é difícil ter suas palavras ouvidas a essa velocidade, mas eu tenho 『Comunicação Telepática』!

Pode ser bom continuar a jornada com uma conversa.

Então eu me conectei com a rede de pensamento deles.

O que vou ouvir….?

「Rigur-kun. Eu sempre me perguntei, quem nomeou seu irmão?」 (Rimuru)

「Ay! Embora, para alguém como eu, não se preocupe com honoríficos! Quanto ao nome do meu irmão, ele disse que um homem viajante da raça dos demônios o nomeou」 (Rigur)

「Oh? Um demônio nomeou um goblin?」 (Rimuru)

「Sim, embora isso tenha acontecido há mais de uma década. Eu era apenas uma criança então… mas eles dizem que ele permaneceu por alguns dias e ficou satisfeito com meu irmão」 (Rigur)

「Heh… Ele deve ter sido um bom irmão」 (Rimuru)

「Sim! Eu estava muito orgulhoso dele. Ao ponto de dizer 『eu quero um dia servir também ao demônio Gelmudo-sama!』」 (Rigur)

「O demônio não levou seu irmão com ele?」 (Rimuru)

「Sim. Irmão ainda era jovem, mas ele partiu com a promessa de voltar quando eu ficasse mais forte」 (Rigur)

「É assim mesmo? Ele não ficaria surpreso se visse a aldeia agora?」 (Rimuru)

「Certamente! No entanto, agora eu sirvo ao Rimuru-sama. Não importa quão glorioso seja o exército do Lorde Demônio, não posso mais me juntar ao Gelmudo-sama」 (Rigur)

「O exército do Lorde Demônio….? Eu acho que já ouvi falar deles. Mas não importa, por que você acredita neles?」 (Rimuru)

「Como você disse. Mas se foi fé ou convicção, eu não sei. Embora meu irmão tenha recebido um nome do demônio, ele não evoluiu até esse ponto. Claramente, o grau de evolução foi diferente. Nunca esperei ouvir a 『Voz do Mundo』 em toda a minha vida!」 (Rigur)

Os hobgoblins ao redor só se juntaram com um 『Isso é certo!』-, esse tipo de frase.

É realmente como ele disse?

Quando você recebe um nome, você evolui. E a evolução depende do poder do nomeador…

Se eu tiver a chance de experimentar, vou experimentar.

Mais importante: o exército do Lorde Demônio.

Ele existe de verdade existe neste mundo!

O Lorde Demônio virá nos recrutar?… Qual lado devemos apoiar?

Esse pensamento, eu vou deixar para quando ele vier.

Em qualquer caso, uma 『Heroína』 também existe, e se alguém deve lutar contra o Lorde Demônio, será ela.

Embora, se ela ainda está viva depois de 300 anos, é uma boa pergunta… Ela provavelmente reencarnou um monte de vezes até agora, e agora está treinando em paz.

Vamos fazer uma anotação mental sobre isso.

Agora, a próxima conversa é…

「Ranga! Eu não sou o inimigo de seu pai? Você está bem em ficar ao meu lado?」 (Rimuru)

É como eu perguntei aos lobos negros.

「Honestamente, esse pensamento nunca passou pela minha cabeça. No entanto, o destino dos monstros repousa naturalmente no resultado da batalha. Assim, independentemente da guerra, o vencedor proclama sua justiça. O perdedor perde tudo… E assim… eu, que tinha sido perdoado por você, meu soberano, e até mesmo recebi um nome! Eu sinto apenas gratidão para com você!」 (Ranga)

「É então… bem, se você quiser vingança, venha a qualquer momento」 (Rimuru)

「Fufufu. Desde a evolução, consigo pensar com mais clareza. E ao contrário da batalha anterior, agora eu sei. Se você tivesse nos enfrentado seriamente, teríamos sido massacrados! E o nosso mais querido desejo, evoluir, teria desmoronado como uma casa de areia. Nossa eterna lealdade não pertence a ninguém além de você!!!」 (Ranga)

Sério, esse cara…

Sim, se eu mimetizasse a serpente negra, eu poderia ter devastado todos as coisas vivas, mas eu não queria recorrer a isso.

Ranga tem uma opinião muito alta sobre mim.

Bem, não que seus equívocos me magoem de alguma forma.

「Então você entende… Você cresceu」 (Rimuru)

「Eu sou indigno de tal louvor!」 (Ranga)

Assim, a conversa terminou com um aceno de cabeça.

No entanto, eu matei seu pai. De jeito nenhum eu vou acreditar que ele não guarda rancor.

Se Ranga vier por vingança, eu ficarei feliz em encará-lo.

Até então, ele só precisa crescer mais forte.

Neste momento, não importa como eu olhe para ele, ele é no máximo tão forte quanto a serpente negra.

E foi assim que continuamos nossa jornada.

Assim, sem sermos atacados por monstros ou outro incidente, ficamos à vontade, continuando nosso caminho.

A cada três horas, fazíamos um intervalo de trinta minutos. Depois de catorze horas, dormiríamos sete horas.

Eu disse, 『não estamos correndo muito?』, mas…

「Nós estamos bem! Devido à evolução, isso dificilmente poderia nos cansar!」 (Rigur)

Assim respondeu Rigur,

「Por favor, não se preocupe conosco! Ao contrário de você, nosso soberano, nós precisamos do sono, mas não muitas horas! Além disso, não exigimos refeições frequentes e não enfraquecemos quando nos falta!」 (Ranga)

E assim acrescentou o Ranga.

Olhando para os outros, suas palavras parecem ser verdadeiras.

Nesse ritmo, aquele que menos me faz, parece lamentar mais.

Bem, se todos estão bem com isso, acho que podemos continuar nesse ritmo.

Nós estaremos correndo 12 horas por dia… esses caras são muito resistentes.

E na noite do segundo dia, enquanto jantava,

「A propósito, Gobuta. Quanto mais longe teremos que ir?」 (Rimuru)

「Estou feliz que você pergunte a este indigno!!! Por favor me perdoem se eu me enganar, mas nós devemos alcançá-los até amanhã! A montanha está bem perto!」 (Gobuta)

Parece que ser perguntado por mim o deixou nervoso e feliz ao mesmo tempo.

『Ele não mordeu a língua, não é?』, isso é o quão nervoso ele parecia estar.

Mas, de fato, a maior parte da montanha está agora à vista.

Comparado a não ver nada ontem – que velocidade aterradora nós viajamos!

Naquela nota…

「A propósito, e eu sei que é uma pergunta repentina, mas por que você viajou para o Reino dos Anões? Os comerciantes deles não devem parar em sua aldeia de vez em quando?」 (Rimuru)

Eu fiz essa pergunta.

Quando perguntei ao Rigurdo sobre o “país” dos goblins, ele também discutiu algo sobre os comerciantes Kobold.

Então, o que poderia ter levado a fazer essa jornada de dois meses?

「Sim! Era sobre armas e armaduras mágicas. Anões tendem a comprá-las a um preço alto! Nós éramos pagos em equipamento… assim nós ajudamos os vendedores ambulantes a trazem isto até aqui! E além disso, nenhum de nós poderia usar esse equipamento…」 (Rigur)

Entendo.

Então, eles às vezes vendiam o equipamento transportado por aventureiros.

E assim, eles ficaram sem equipamento apropriado.

No entanto, eles vendiam para os Kobolds, que nem sequer estimavam adequadamente o seu valor.

Em primeiro lugar, os goblins poderiam matar um aventureiro novato perdido, no máximo.

Não posso esperar que eles tenham conseguido nada de bom…

Mas quem esperaria que os anões fizessem armaduras para goblins… eles podem ser uma raça surpreendentemente gentil.

Espero que consigamos prosseguir em termos amigáveis.

Na verdade, vamos apenas formar uma parceria!

Portanto,

Desde que começamos a jornada, três dias se passaram.

A bela cidade esculpida na cordilheira.

Feita pela natureza, uma fortaleza natural.

A Nação Armada de Dwargon.

Nós alcançamos o Reino dos Anões.


Sua webnovel favorita está parada ou abandonada faz tempo?? Acesso nossa página de Projetos Parados/Abandonados e nos ajude!!

Comentários

5 2 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
RhythmD
Membro
Rhythm
19 dias atrás

Não lembro bem o que acontece aqui

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar