The Book Eating Magician – Capítulo 108

Rumo à Tempestade #2

Não, o líder dos ents não foi o único que caiu de joelhos. Os outros ents dobraram os galhos e raízes que pareciam membros e caíram no chão.

Theodore ficou confuso com o comportamento inesperado enquanto os outros ents começavam a cair de forma semelhante.

Thump, thump…

O som ocorria toda vez que as árvores gigantes atingiam o chão da floresta. Era tão alto que a área lotada rapidamente ficou quieta.

As dríades, que estavam ameaçando o Theo com mana, perderam sua atitude feroz e se curvaram educadamente da mesma forma que os servos recebem um rei.

Theodore, no centro de tudo isso, olhou em volta com uma expressão embaraçada e notou alguma coisa.

‘Esses caras… eles não estão se curvando para mim?’

A direção era um pouco diferente. Theo seguiu seus olhares e viu a Mitra olhando ao redor com uma expressão confusa. Ele não sabia o motivo, mas parecia que o broto em sua cabeça estava especialmente pontiagudo hoje. Theodore percebeu assim que viu.

Simultaneamente, o Alucard igualmente iluminado gritou de alegria, – “De fato, é devido ao broto da árvore do mundo…!”

Não era um fato bem conhecido entre os seres humanos, mas o broto de uma árvore do mundo não poderia mais crescer nessa era. Agora a densidade de mana era várias vezes mais fina do que durante a Era da Mitologia, e a pureza do sangue de Arv era muito mais leve. Além disso, havia numerosos elementos que interferiam no crescimento de uma árvore do mundo.

Mesmo se todos os elfos superiores remanescentes no continente unissem forças, eles não tinham mais a capacidade de cultivar outra Yggdrasil. Então, eles nunca consideraram a existência de outra árvore do mundo.

Mitra, a Mãe Terra há muito esquecida, era um tipo de recipiente. Significava que a Mitra podia cultivar um broto da árvore do mundo, a governante de todas as árvores da terra. Então, era natural que, como espécies derivadas das árvores, as dríades e os ents não resistissem à sua presença. Para eles, Mitra era uma existência que eles tinham que servir.

– Hoing? Hoeng? ...Ironicamente, a parte envolvida não entendeu nada.

Theo rapidamente ponderou sobre a situação e conversou com a Mitra em sua cabeça. Originalmente, as dríades e os ents eram espécies inflexíveis que só se moveriam à força, mas agora a história era diferente. Seria melhor se a situação pudesse ser resolvida sem violência, e o Theo tinha os meios para tornar isso possível.

‘Mitra.’

– Si? A Mitra gordinha virou a cabeça.

‘Você poderia dizer aos que estão ajoelhados para irem até a outra parte da floresta? Se você disser, eles provavelmente irão escutar.’

– Eu voi! Ela virou na direção das árvores e gritou de uma forma adorável, – Cê, levanta!

Simultaneamente, os ents levantaram seus corpos. Enquanto as árvores enormes levantavam, o chão tremeu e o cenário se transformou em uma floresta. Os ents responderam em voz baixa enquanto esperavam pelas próximas instruções da Mitra.

– [ Como… deseja… ]

– [ Nós… seguimos… rainha… ]

– [ Próximo… comando…? ]

Então a Mitra apontou para a floresta do outro lado e gritou brevemente, – Foresta, vai!

Era realmente uma visão que parecia mentira. Os ents e as dríades, que recusaram repetidamente o pedido dos elfos superiores, começaram a se mover sem hesitar. Eles passaram pela pilha de pedras que estavam jogando e se moveram na direção da floresta densa. Pelo caminho, as dríades e os ents deixavam expressões estupefatas nos rostos do grupo do Theo.

Theodore estava estranhamente orgulhoso da Mitra, que parecia feliz por resolver o problema.

*     *     *

Após as duas espécies recuarem, o grupo foi capaz de se aproximar do horizonte em chamas. As árvores próximas já se tornaram carvão ou foram transformadas em cinzas. Se o grupo não tivesse protegido seus corpos com magia de resistência ao calor, o calor seria suficiente para destruir instantaneamente seus sistemas respiratórios. Além disso, a visibilidade foi distorcida por uma névoa de calor, dificultando a visão além de algumas dezenas de metros.

Além disso, uma mulher os cumprimentou com grande alegria.

– “Uau, finalmente nos encontramos!” Enquanto a elfa superior, Alisa, falava com uma voz agradável, seus cabelos dourados sopravam ao vento.

Ela olhou para o Theo que estava na frente e gritou, – “Olá! Eu queria dizer boa noite, mas acho que a luz está muito forte para falar isso, né? Enfim, é bom ver você! Você é o garoto que mexeu com o coração da nossa Ellenoa? Eu fiz como você disse. Que tal, eu fui bem?”

– “…Sim, muito bem.”

Era uma situação bem complicada, mas a natureza tagarela da Alisa ainda permanecia. Theodore olhou para a situação atual enquanto ouvia parcialmente suas palavras.

‘Cerca de 100 metros à frente? É muito mais amplo do que eu pensava.’

Do ponto em que a Alisa e o grupo estavam localizados, havia um vácuo que se espalhava por cerca de 100 metros. Era um espaço criado por uma mulher flutuando no ar, a governante elemental do vento, Sylphid. Combustão não era permitida nesse espaço.

Isso ganharia o máximo de tempo possível para impedir que o Laevateinn mudasse para a terceira forma. Nesse espaço, o fogo não podia se espalhar e apenas as árvores que tocavam o corpo do Laevateinn queimavam. No entanto, esse vácuo só podia ganhar tempo.

– “Alisa, quanto mais tempo você pode mantê-lo?”

– “Hum… 10 minutos? 15 minutos? Mais do que isso seria complicado.”

– “Compreendo.”

Os elfos superiores eram auxiliados pelo mana da Grande Floresta, mas essa ação não era infinita. Alisa já esteve usando o poder da Sylphid por algumas horas até o grupo chegar. Ela fingiu falar de forma despreocupada, mas sua testa e pescoço já estavam molhados de suor. Se ela relaxasse por um momento, ela perderia a consciência e desmaiaria. O consumo de poder do vácuo era enorme.

A partir deste momento, não seria a Alisa, mas sim o grupo do Theodore que lutaria. Junto com os seis magos, havia um elfo superior e um guardião preparados para derrotar a catástrofe lendária. Quando todo o peso do fardo caiu sobre ele, Theo se forçou a ficar de pé e gritou, – “Então eu verificarei pela última vez.”

Para derrotar o Laevateinn, eles precisavam de táticas e cooperação precisas. Se até mesmo uma pessoa estivesse fora de sincronia, outra morreria para compensar esse erro.

Portanto, Theodore repetiu a explicação que ele falou muitas vezes. – “Laevateinn não pode ser destruído por ataques normais, mas isso não significa que ele não possa ser danificado. Os ataques podem não ser letais, mas consumirão a energia que o Laevateinn armazenou. Portanto, nosso objetivo principal é reduzir a energia armazenada o máximo possível.”

De acordo com o Gula, não havia como destruir o Laevateinn completamente nessa era. Os arquimagos que podiam destruir a segunda forma só seriam encontrados nos livros de história. No entanto, um método para suprimir o Laevateinn existia. Enquanto ria maliciosamente, Gula ensinou como fazer isso.

Era semelhante a derramar água em um jarro quebrado.

– “Começaremos primeiro com a Sylvia.”

Sylvia, que estava na extremidade mais distante da linha, assentiu e agarrou seu cajado branco com firmeza.

A tática do Theodore era baseada no derramamento de magias sequenciais no alvo, já que não era significativo concentrar todos os ataques de uma só vez em um oponente que não podia ser morto.

– “Continuem na ordem pré-determinada de ataque, mas cubram-se mutuamente se alguém errar o tempo certo. Se possível, use uma força destrutiva poderosa para incomodar aquele cara. Os ataques à distância serão manuseados pelos dois elfos, então não se preocupem.”

Os dois elfos assentiram em compreensão. Alucard podia invocar um governante elemental da água, enquanto a flecha do Edwin podia dizimar mil homens. Se possível, Theo queria guardar o governante elemental da água para desempenhar um papel ativo contra a terceira forma, mas seria um erro se eles perdessem por economizar poder.

Portanto, os oito refinaram sua formação cuidadosamente. Alguns praticavam os movimentos ao redor do círculo a um ritmo moderado, enquanto outros esperavam e checavam suas poções. A maioria das pessoas aqui era veterana, e até mesmo a Sylvia, que era menos experiente, ainda tinha experiência suficiente.

Logo, o momento que eles estavam esperando chegou.

– “I-Isso…!”

Finalmente, Alisa atingiu seu limite e liberou o governante elemental do vento, permitindo que uma onda de calor gigantesca os atingisse.

Huuuuuok…

Um vento quente soprou do horizonte e o chão ficou negro. As chamas queimaram o chão até não sobrar nada, enquanto uma fumaça negra borbulhava e bloqueava sua visão. Nenhuma vida poderia sobreviver no centro desse calor.

– “…Remanescentes!” Edwin gritou irritado enquanto disparava seu arco.

Piing! Uma tempestade de flechas atravessou o horizonte! Enquanto isso, um redemoinho de algumas centenas de metros rasgou a fumaça e revelou o epicentro do desastre além dela.

Kukukung…! A terra tremeu e a poeira aumentou. Um monstro forte não poderia suportar isso e se transformaria em fragmentos instantaneamente.

Ondas de choque explodiram das flechas, fazendo com que as vestes do grupo balançassem. A evidência do poder destrutivo do Edwin foi incrível. O ataque de um mestre, disparado com a intenção de matar, era realmente enorme.

No entanto, foi sem sentido.

‘——————————!!’

Chamas se agitaram além do horizonte. A força, que esteve presa pelo vácuo até agora, queimou o ar e derreteu quaisquer remanescentes. Não se sabe se o ataque do Edwin provocou isso, mas os movimentos do Laevateinn se voltaram para o grupo.

– “Está vindo.”

Theo gritou reflexivamente, ignorando a cabeça dolorida.

Ele acreditava na Sylvia e nos outros magos, mas era raro encontrar esse tipo de opressão. Após absorver a experiência do Alfred e encontrar o Superbia, Theo não ficou impressionado com a pressão, mas a presença do Laevateinn superava a imaginação humana.

Logo depois disso, o gigante se moveu em um ritmo aterrorizante, montando o rescaldo da explosão.

– “Sylvia!”

– “Mestre do frio, Ymir!”

O talento da maga genial da Torre Azul permitiu que ela usasse a magia de gelo preparada, mesmo estando chocada. O vórtice ao redor do corpo da Sylvia resfriou o calor rapidamente e revelou seus dentes arrepiantes como um monstro de 100 metros de altura. Era um redemoinho de geada que até mesmo os monstros acostumados com o frio do Norte não suportariam.

‘Nevasca, Força Menor.’ Como a Sylvia era uma maga do 5º Círculo, que estava perto do 6º Círculo, seu feitiço original engoliu o gigante das chamas.

Começando com esse golpe, a cortina para a luta contra o grimório lendário, Laevateinn, foi erguida.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar