The Book Eating Magician – Capítulo 122

Cruzando o Sertão #2

O número de magos e estudiosos que procuraram descobrir a causa da catástrofe excedeu em muito dezenas de milhares. Não se enquadrava em nenhuma teoria da meteorologia, e até mesmo o Blundell retornou de mãos vazias quando era um mago do 7º Círculo.

No entanto, Gula respondeu em um tom casual, – Você quer saber a verdade sobre a seca?

– “Sim.”

– Me desculpe, mas eu não posso responder essa pergunta gratuitamente. Se você quiser ouvir a resposta, eu tomarei um dos seus direitos de fazer uma pergunta.

O motivo era o suficiente para exigir um dos seus direitos de pergunta e resposta? Pode não parecer valer a pena. No entanto, Theodore sabia de suas experiências até agora que a informação em si era inestimável. Mesmo que a informação parecesse inútil no momento, ela poderia desatar um nó algum dia, especialmente envolvendo algo como a seca.

Enquanto ele balançava a cabeça sem hesitar, Gula abriu a boca e disse, – …Hum, entendido. Então eu vou te ensinar o que eu lembro.

Se eles estivessem no Reino de Austen, eles cortariam buracos na parede para ouvir essas informações.

O grimório dos Sete Pecados, que possuía informações extremamente valiosas, estava se abrindo. Gula era alguém que registrou os segredos da Era da Mitologia, então ele poderia não saber dos desastres modernos.

No entanto, Gula chocou o Theo com uma única frase, – O dragão da areia, Desertio, que vive no centro do Deserto de Meuse, está no epicentro da seca.

– “Dragão?!”

– Isso mesmo.

Os dragões, considerados a espécie mais forte, eram uma espécie transcendental que permaneceu neste mundo depois que a Era da Mitologia terminou. Eles eram monstros que viveram por quase uma eternidade e desprezavam todas as outras espécies.

Às vezes, os heróis chamados “matadores de dragões” os matavam, mas havia apenas um punhado dessas pessoas nos livros de história. Os dragões nasceram como os mais fortes e eram uma espécie que espalhava o poder da vida.

No entanto, a causa desta seca era um dragão…?

Theo não conseguiu entender a resposta, e o Gula continuou como se ainda não tivesse terminado.

– Não entenda mal. Desertio pode não estar causando a seca maliciosamente. O dragão, que sobreviveu por quase um milhão de anos, já está mais próximo de um espírito do que de uma criatura. Portanto, ele altera o ambiente ao seu redor.

– “De fato, ele é um dragão da areia.”

– Se o Desertio fosse um dragão vermelho, lava fluiria daquela área e um vulcão entraria em erupção a cada ciclo. De certo modo, a desertificação ainda é moderada em certos aspectos. Em outras palavras, o dragão da areia, Desertio, só está vivendo. Seu covil fica no meio do deserto, e ele está apenas esperando o fim de sua vida, sem qualquer malícia em relação aos humanos.

Como o dragão é a espécie mais forte no mundo material, ele devolverá a graça do mundo devolvendo sua carne à natureza. O corpo enorme do Desertio provavelmente se transformará em grãos de areia.

O grimório terminou sua explicação. Por outro lado, o rosto do Theodore distorceu sutilmente. – “O que? Então, o dragão velho está esperando para morrer, e o Reino de Austen está sofrendo com o resultado?”

– Sim.

– “Isso é muito extremo!”

Theodore sentiu a cabeça doer pela resposta inesperada. Não era um monstro no deserto visando o fim da humanidade, mas um dragão esperando por sua morte? Além disso, o outro lado não fazia ideia do que estava acontecendo. Os humanos eram tão fracos que não podiam suportar ficar perto dele.

Gula riu como se fosse compreensivo, – Sim, é como você disse. Muito extremo. Nos tempos antigos, o número de dragões era alto e essa ocorrência era mais frequente. Do ponto de vista dos humanos e das outras espécies, os dragões eram muito territoriais.

– “…Não pode ser.”

– Sim, houve uma guerra contra os dragões.

Também é conhecida como Dracomachia, a grande guerra daquela época, onde ainda restam alguns registros. A maioria das espécies no mundo material juntou forças para caçar os dragões, que eram cerca de 1.000.

Mesmo os dragões, os mais fortes do mundo, não puderam suportar centenas de milhares de inimigos. Naquela época, existia magos do 9º Círculo em todos os países.

No final da guerra devastadora, os dragões foram abatidos, sobrando apenas alguns sobreviventes. Os remanescentes dessa guerra poderosa ainda permanecem nos dias de hoje.

Os olhos do Theodore tremeram quando ele repentinamente descobriu um dos segredos do mundo.

O motivo pelo qual os poderosos dragões quase foram exterminados era tão chocante que o horror dominou sua curiosidade. Agora ele entendeu o que o Myrdal queria dizer com um segredo que ele “não deveria saber”.

Como se soubesse como ele estava se sentindo, Gula aconselhou, – Então, se você estiver querendo resolver o problema da seca, pare agora. Dragão é uma espécie que fica mais forte de acordo com o tempo. Se você lutar agora, você não vai durar nem um segundo.

– “Eu sei disso. Eu entendo que esta é uma história que eu não posso me envolver.” Theodore respondeu enquanto se afastava da direção do Reino de Austen.

Theo não recuou mesmo quando enfrentou o Orgulho, mas o seu adversário era muito grande desta vez.

A maga mais forte do reino, Veronica, matou um dragão que viveu por apenas 3.000 anos. No entanto, ela reclamou que quase morreu várias vezes. Theo não podia imaginar o quão forte era um dragão que viveu por quase um milhão de anos.

Felizmente, a seca não duraria para sempre. De acordo com o Gula, a próxima seca desapareceria se o Desertio morresse nos próximos 300 anos. Até lá, seria doloroso e o reino teria que ser paciente.

Com um humor amargo, Theodore voltou pelo caminho que ele veio.


– “Theo, você voltou!” Urso o recebeu enquanto ele voltava para o acampamento.

As preparações pareciam ter terminado enquanto as tendas brancas balançavam nas planícies desoladas. Havia uma cerca ao redor do acampamento para impedir que coisas como cobras e escorpiões entrassem.

Parece que ele não estava blefando quando disse que cruzou o sertão de Sipoto várias vezes.

– “Sim, o vento estava fresco.”

– “Hahaha! É um lugar chato sem árvores! É quente como o inferno durante o dia, mas fica bem fresco assim que o sol se põe.”

Então, Theodore fez um som de curiosidade. – “…? Sendo esse o caso, não deveríamos nos mover à noite? O dia quente deixará os cavalos cansados mais rapidamente.”

– “Ah, bem pensado! Se este fosse um deserto típico ou uma região tropical, esse seria o caso.” Urso riu. – “Mas nessas planícies, existem muitas criaturas que gostam de se mover à noite pelo motivo que você disse. Existem criaturas como vermes da areia e formigas do deserto. Elas só iniciam suas atividades quando a areia esfria.”

– “Hum, entendi.”

De fato, era a resposta de um comerciante experiente. Theo ficou convencido com a explicação e olhou para os cavalos que estavam dormindo amarrados. A mobilidade do grupo dependia dos cavalos e carruagens, então não havia poder suficiente para derrotar muitas criaturas. Se o Theodore revelasse seu poder, eles poderiam se mover à noite.

No entanto, Theodore apenas se sentou obedientemente onde foi levado.

‘A refeição… Sopa de legumes com carne defumada? Parece boa.’

Era fácil encher o estômago só com carne, mas seria difícil lidar com os movimentos constantes se eles não recebessem os nutrientes adequados. Além disso, uma refeição sem sabor teria um efeito negativo na moral do grupo, bem como na força dos mercenários. Por isso que as principais empresas comerciais desenvolveram alimentos básicos e de alta qualidade que podiam ser conservados.

*Dalgurak*

Infelizmente, Theodore só deu algumas colheradas antes que sua colher fosse forçada a parar.

‘…Que sensação é essa?’

Havia uma coceira na parte de trás do seu pescoço. Era uma sensação de desconforto como se um pedaço de grama estivesse esfregando. Theo baixou a tigela e olhou na direção em que seus sentidos indicavam.

Nada interrompia sua visão no sertão, mas ele não conseguia encontrar nenhum hóspede indesejado na paisagem que se estendia diante dele.

Urso ficou surpreso com seu movimento repentino e perguntou, – “Theo? O que está acontecendo?”

– “Espere.”

Em vez de responder, os olhos do Theo brilharam em dourado enquanto ele usava o Olho de Falcão. Era uma magia de suporte que reproduzia perfeitamente a visão de um falcão. Neste estado, Theodore podia penetrar na escuridão da noite.

No final do seu campo de visão extremamente sensível, uma leve nuvem de poeira podia ser vista.

– “Inimigos…!” Ele gritou quando percebeu a identidade deles.

‘Inimigos?’

O luar refletia nas lâminas e a poeira vinha dos animais que estavam sendo montados. Eles eram a causa do desconforto que fazia cócegas em seu pescoço, um aviso do seu sexto sentido sobre os inimigos que se aproximavam.

No entanto, ele entendeu intuitivamente por que o aviso foi fraco, e ele não pôde deixar de rir interiormente.

‘Os adversários são tão fracos que meus sentidos quase não os sentiram.’

Parando para pensar, até agora, seus adversários foram muito fortes. Do Lich Ancião nascido do poder de um grimório e o Orgulho que reproduzia livremente as características das criaturas, até o grimório lendário Laevateinn, que queimou as árvores do mundo originais… Seus sentidos gritavam todos os dias, então ele não pôde deixar de rir nesse momento.

Theo tirou a poeira do colarinho e olhou em volta.

– “S-Sério? Inimigos estão chegando!”

– “Assumam as formações! Arqueiros, se apressem e voltem para trás da barreira!”

– “Apaguem a fogueira!”

As reações dos comerciantes e mercenários não foram ruins. Eles apagaram as luzes e se armaram em posições de defesa rapidamente. Seria o suficiente para repelir os inimigos que se aproximavam agora, pois os mercenários contratados pela Companhia Polonell eram todos habilidosos.

No entanto, Theodore não esperava resultados otimistas. Isso porque o poder do grupo estava além do que ele esperava.

Havia 10 usuários de aura, e o capitão estava quase no nível de um mestre. O espadachim parecia estar no nível da Rebecca, com quem o Theo competiu uma vez. Os mercenários não seriam capazes de enfrentar tal poder.

‘Eu não sei quem eles são, mas será difícil porque eu não posso revelar minha identidade.’

O movimento principal do Theo, a Bala Mágica, estava atualmente selado. Qualquer magia do 5º Círculo e o Anel de Muspelheim também estavam selados. As únicas ferramentas que ele tinha disponível nessa situação eram a Mitra, magias do 4º Círculo ou abaixo, combate próximo e artefatos. Não teria problema em usar o Umbra, se ele não fosse muito óbvio.

…Certo, eu vou tentar uma vez.’ Ele pensou profundamente e agiu rapidamente.

Theodore derramou poder mágico na pulseira pendurada em seu pulso.

Huuuuuuong!

Naquele momento, a pulseira começou a emitir um som ressonante enquanto personagens desconhecidos surgiam. A pulseira feita pelo Mestre da Torre Amarela foi criada com materiais desconhecidos e projetada para ser usada pelo Kurt como ferramenta de autodefesa.

A magia de alto nível contida na pulseira logo produziu guerreiros no ar.

Ching! Ching!

Eram armaduras. Das aberturas pequenas nas armaduras até as botas e elmos, pareciam cavaleiros invisíveis totalmente armados. As seis armaduras entraram no deserto.

O nome da magia gravada na pulseira era “Armadura Viva”. Dependendo das capacidades do criador, elas podiam ser mais fracas que os fazendeiros ou mais fortes que os cavaleiros de elite… e aquele que projetou essas armaduras vivas foi o Mestre da Torre Amarela.

– “Protejam a companhia. Este comando deve ser mantido até que todos os inimigos dentro de um raio de um quilômetro tenham desaparecido.”

– [ Sim, meu mestre. ]

Theo acalmou a confusão dos seus companheiros pelo surgimento das armaduras e olhou para os inimigos que se aproximavam. Ele não sentiu qualquer tensão. Nem havia um único traço de medo. Comparado com os inimigos que ele enfrentou até agora, essas pessoas eram apenas pedras na beira da estrada.

Não houve nenhum cântico.

No momento seguinte, uma bola de fogo intensa apareceu acima da cabeça do Theodore.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar