The Book Eating Magician – Capítulo 141

Arquipélago Pirata #1

Clank… clank…

Enquanto os dois corriam para o convés, ainda havia passageiros que não sabiam da situação atual. Se uma batalha ocorresse, não faria diferença se eles se escondessem lá dentro ou não. No entanto, o Randolph e o Theodore não conseguiam entender os rostos indiferentes deles.

As velas negras dos navios piratas se aproximavam do horizonte.

– “O quê, eles vieram como um grupo?” Randolph olhou em volta com uma expressão confusa.

‘…Na verdade, a atmosfera é estranha.’ Em contraste, Theodore duvidou de toda a situação.

Isso porque sua percepção sensorial estava tranquila e as reações dos passageiros ao redor eram consistentemente estranhas.

Os navios piratas já estavam perto o suficiente para serem vistos pelos outros passageiros. Apesar disso, os passageiros no convés ainda estavam ocupados conversando entre si enquanto comiam lanches e tomavam bebidas. Enquanto isso, o modo como os dois estavam olhando em volta fazia eles parecerem caipiras.

Sob essas circunstâncias, os navios piratas continuavam se aproximando e, com o vento soprando, os navios estavam próximos o bastante para as flechas voarem. Se os piratas atirassem flechas desta posição, o convés do navio de passageiros rapidamente se tornaria um banho de sangue.

No entanto, flechas não voaram, e o Theodore ouviu uma voz chamando atrás dele, – “Ei, Jovem!”

Ele olhou para trás e viu um homem de meia-idade sorrindo estranhamente para ele. Theodore ficou de olho nos navios piratas enquanto perguntava cautelosamente ao homem de meia-idade, – “…Você me chamou?”

– “Sim, você está meio tenso. Suponho que esta seja a primeira vez que você e seu companheiro viajam neste navio.”

– “Isso mesmo.”

– “Hahaha! Eu sabia. As pessoas que visitam esse navio pela primeira vez sempre ficam confusas com essa situação. Navios piratas aparecem de repente, mas os outros passageiros não reagem. As pessoas naturalmente ficam confusas!”

Assim como um tolo brincando com facas, o homem de meia-idade riu. No entanto, o Theodore e o Randolph não riram e continuaram olhando para ele com expressões frias. Pensando que os dois estavam com raiva dele, o homem de meia-idade explicou apressadamente, – “Oh, eu não quis dizer que vocês são idiotas!”

Theodore ignorou suas desculpas e perguntou, – “Quer dizer que isso tem relação com o segredo deste navio?”

– “I-Isso mesmo. Acho que vou explicar.”

O homem de meia-idade foi pressionado pela pressão dos dois e abriu a boca enquanto suava. Não foi uma pressão direta, mas a atmosfera tensa de um mago do 6º Círculo e a aura de um mestre era mais do que as pessoas comuns podiam suportar.

Na verdade, o homem de meia-idade foi muito bom em suportar essa leve pressão enquanto começava a história.

– “Simplificando, este não é um navio de passageiros, mas um navio de cruzeiro.”

– “Navio de cruzeiro?”

– “Isso mesmo. Embora seja verdade que o destino final é o Reino de Soldun, o destino no caminho é um pouco especial.”

O homem de meia-idade recuperou um pouco da força ao mencionar o nome Arquipélago Pirata. Um grupo de ilhas que não pertencia a nenhum país recebeu esse nome depois que os piratas se instalaram lá. Ficava na costa leste do Reino de Kargas, e alguns dias a noroeste do arquipélago ficava o Reino de Soldun. Aqueles que existiam dentro dos limites da lei não conheciam essa terra sem lei.

– “Arquipélago Pirata? No final, é apenas uma base para os piratas.”

Era como eles disseram, mas o homem de meia-idade não aceitou. – “Então não haveria razão para o navio visitá-lo.”

O homem de meia-idade, que se identificou como um comerciante da Companhia Rommel, explicou o motivo. Talvez fosse seu hobby adicionar alguma atmosfera ou talvez por estar abalado pela pressão dos dois, mas sua voz tinha um tom de pressentimento enquanto ele contava a história.

‘Hum, eu me envolvi em algo mais complicado do que imaginava.’ Theo pensou.

Se a explicação do homem estivesse correta, o Arquipélago Pirata só iniciou essa “indústria do turismo” há 50 anos.

As ilhas, que originalmente eram desabitadas, se tornaram um ponto de encontro para refugiados e bandidos de vários países. Entre eles havia espadachins promissores e criminosos conhecidos por sua destreza superior. Enquanto conviviam juntos, eles formaram uma grande força e se tornaram piratas para compensar o solo estéril e a pecuária escassa. Eles eram vilões que invadiam casas particulares na costa, barcos de pesca e navios mercantes para alimentar suas famílias na ilha.

No entanto, o Arquipélago Pirata enfrentou uma demanda inesperada. Como uma zona sem lei localizada na periferia da legislação, era encantadora para algumas pessoas. Aqueles que lidavam com produtos proibidos e aqueles que não ficavam satisfeitos só com dinheiro começaram a mudar o Arquipélago Pirata.

– “Foi o nascimento de uma nova forma de entretenimento.” O homem de meia-idade bateu palmas e assentiu. – “Você pode desfrutar de todos os tipos de luxos e coisas proibidas, como mercadorias ilegais ou escravos de países estrangeiros. É literalmente a ilha do prazer.”

– “Sim, então…”

Esta era a causa da atmosfera acalorada? Theodore olhou para os passageiros com olhos profundos e suspirou. Os piratas não eram inimigos, eles eram guias que vieram levar os turistas ao Arquipélago Pirata. Nenhuma hostilidade foi sentida e sua percepção sensorial permaneceu em silêncio. Os olhos do Theodore se estreitaram enquanto ele analisava a situação.

‘Será que deveríamos virar esse lugar de cabeça para baixo?’

Antes disso, um homem expressou esse pensamento.

[ Jovem Mestre, devemos fazer alguma coisa? ] A Voz Oculta do Randolph resmungou como uma fera, limpando a cabeça do Theodore.

Theo olhou para o homem de meia-idade que se juntou aos outros e balançou a cabeça.

[ Isso não será possível. Segundo ele, este navio e os piratas estão juntos. Não há muitas pessoas que não sabem da situação e não há garantia de que qualquer uma delas se juntará a nós. E mais do que qualquer outra coisa… ]

[ Mais do que qualquer outra coisa? ]

[ Não há como sobreviver se o navio afundar por causa dos combates. ]

Os dois não estavam preocupados em “perder”. Pode parecer arrogante, mas eles tinham o direito de pensar assim. Se eles não se preocupassem com o dano, levaria pouco tempo para afundar seis navios no oceano.

No entanto, haveria a desaprovação do capitão se eles pedissem para seguir para a praia depois disso. Por isso o Theodore queria evitar uma batalha neste momento. Randolph sabia disso, mas uma paixão momentânea nublou seus olhos.

Theodore sussurrou, [ Apenas aguente por enquanto. Há um provérbio do Oriente que é usado em situações como esta. ]

[ Qual? ]

Antes de responder à pergunta, Theodore olhou para as pessoas à distância. Sua audição afiada pegou todas as palavras que eles falavam, apesar da distância entre eles. O capitão do navio de passageiros e o líder dos navios piratas… Era uma irmandade mútua repugnante.

Theodore olhou friamente para eles e respondeu, [ Entre no covil do tigre para pegá-lo. ]


Depois que o capitão e os piratas terminaram suas saudações, eles voltaram para seus respectivos navios e conectaram correntes desconhecidas ao navio de passageiros. Então os cinco navios piratas se viraram e começaram a puxar o navio de passageiros em uma direção!

‘O que diabos é isso?’

Até mesmo o Theodore, que não entendia muito de navios ou navegação, achou que era ridículo.

Havia cinco navios piratas, mas o peso do navio enorme de passageiros excedia em muito a soma dos cinco. Diziam que o fardo era reduzido pela flutuabilidade, mas então seria melhor se o navio se movesse por conta própria.

No final, a frota pirata puxou o navio de passageiros.

Chwack… chwack…

O vento soprando nas velas lentamente acrescentou velocidade aos seis navios. A velocidade dos navios aumentou enquanto eles escapavam das ondas pesadas. 5 nós até 10 nós, 10 nós até 15 nós… Não demorou muito para atingir a velocidade máxima, e isto com o grande navio de passageiros conectado a eles!

– “I-Isso é ridículo!” Theodore ficou chocado com o fenômeno incompreensível e se aproximou da frente, onde as correntes estavam conectadas. Randolph seguiu atrás, mas o Theodore se esqueceu dele.

‘Talvez haja alguma magia de redução de peso nas correntes?’

Esta pergunta fez a língua do Gula pular para fora. Apesar da língua varrer a superfície, nenhuma informação apareceu. Em outras palavras, esta era uma corrente pura sem nenhuma magia. No entanto, Theodore continuou procurando sem desistir. Se essas correntes fossem comuns, outra coisa podia ser a causa. A curiosidade de um mago brilhou em seus olhos.

‘Talvez?’

Quanto tempo ele ponderou? Então, os olhos do Theodore finalmente perceberam alguma coisa. Os navios piratas puxando o grande navio de passageiros com as correntes pareciam galés e mostravam um ritmo incomum.

‘Gula.’

– …Me incomodando para trabalhar assim que eu acordo.

‘Pare de reclamar. Se você esticar a língua, você pode alcançar aquele lugar?’

– Hum? Gula olhou para o navio pirata e respondeu com uma voz animada, – É um pouco arriscado, mas posso alcançar.

Simultaneamente, Theodore estendeu sua mão esquerda.

‘Avaliação!’

A língua vermelha saiu rapidamente do buraco na palma da sua mão esquerda. Foi uma tentativa ousada, mas ninguém podia enxergar direito. As ondas estavam quebrando constantemente, criando vapor de água e limitando a visibilidade. A língua se estendeu para baixo do Theodore e conseguiu tocar em um dos navios piratas.

A janela de informações que o Theo estava esperando apareceu.

‘…Uma existência desconhecida!’

Theo não se importava com as outras informações enquanto olhava de perto as palavras finais.

Francamente, a magia de redução de peso ou magia de aumento de força não aumentaria muito a velocidade do navio. O segredo da velocidade era algo que não podia ser compreendido com a Avaliação do Gula, devido à “proteção de alguém”.

‘De fato, nós estamos indo a algum lugar estranho.’

Embora houvesse uma demanda, uma grande zona sem lei como o Arquipélago Pirata estava fadada a sofrer alguns danos com o turismo. Independentemente de quantos benefícios houvesse, os planejadores sempre precisavam estar alertas para o surgimento de variáveis que não poderiam ser controladas. Agora o motivo finalmente se mostrou.

Havia algo que impedia que o continente central tocasse esse lugar. “Quem” foi que abençoou o navio pirata?

‘Eu estava evitando problemas e então isso apareceu.’

Talvez o lugar para o qual eles estavam indo fosse mais perigoso que os bruxos da Companhia Orcus.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar