The Book Eating Magician – Capítulo 188

Convidados Indesejados #1

O banquete, realizado em conjunto com a abertura da Competição Mágica — que acontecia uma vez por ano —, terminou com sucesso. Acima de tudo, o aparecimento inesperado de uma elfa superior significava que as pessoas podiam receber uma resposta sobre o relacionamento entre Meltor e Elvenheim.

O equilíbrio entre as potências do Norte entraria em colapso! Se apenas o Edwin e o Ellaim tivessem vindo, talvez eles pensassem que era apenas uma visita.

Era verdade que não se encontrava elfos tão facilmente desde a fundação de Elvenheim, mas não era tão raro a ponto de as pessoas duvidarem da existência deles. Em vários países do Centro, o tráfico de escravos élficos ainda não havia desaparecido. Havia também tribos de elfos que se comunicavam com os humanos.

No entanto, os elfos superiores estavam além do senso comum. Aqueles que viram a beleza insondável e o poder da vida transbordando da elfa superior não puderam deixar de admirá-la. A mulher era a guardiã da árvore do mundo, uma elfa superior cuja existência era incerta.

A aparição da Ellenoa, que era como a realeza, era a prova de que Elvenheim queria sinceramente construir um relacionamento com Meltor.

– “Parece que as forças do Norte serão grandemente derrubadas.”

– “Devemos ir para casa e observar a situação por um tempo.”

– “Andras e Meltor, qual lado será mais vantajoso para se aliar?”

– “Há muitas variáveis nesta geração. Da participação de Elvenheim à aparição de um jovem herói…”

Para os não-magos e dignitários de outros países, a Competição Mágica não era mais de grande interesse. Era possível que a guerra no Norte, que durou 500 anos, finalmente chegasse ao fim.

Independentemente de o vencedor ser o império da espada ou o reino mágico, o continente central seria varrido por essas mudanças.

Alguém pensou que esse impasse continuaria.

Alguém disse que os dois lugares seriam destruídos.

Outra pessoa achou que Meltor venceria.

No entanto, outra pensou que Andras venceria.

As pessoas se reuniram e imaginaram o futuro. O futuro do continente do Norte, durante as próximas décadas, dependeria de como as figuras-chave dessa época agiriam.


No dia seguinte ao banquete barulhento, Quattro foi dividida nas posições norte, sul, leste e oeste, a fim de proteger a área onde a delegação de Elvenheim estava hospedada.

Claro, o serviço de guarda não era tão complicado. Além deles, havia dezenas de magos de guerra veteranos estacionados nos limites da hospedagem. Eles seriam capazes de lidar com qualquer ataque, mesmo se os cavaleiros de Andras caíssem do céu.

Afinal, até os mestres de torre estavam protegendo este lugar.

Incluindo o Theodore e os dois guardiões, havia sete mestres. Não, se ele incluísse o presidente da Sociedade Mágica, havia oito. Em tal situação, qualquer um seria despedaçado se tentasse focar na Ellenoa, mesmo se o oponente fosse uma das Sete Espadas do império.

Graças a isso, Theodore conseguiu pensar na confissão de ontem à noite.

Sim, ele está bem na minha frente.

O sorriso caloroso da Ellenoa, como o brilho do sol.

Eu venho pensando em você.

A voz que era como gotas de orvalho ao amanhecer ainda podia ser ouvida em seus ouvidos.

– “Hah…” O rosto do Theodore ficou vermelho com a lembrança, e ele de repente suspirou.

Quando ele recebeu a confissão, ele estava muito envolvido com a beleza da Ellenoa para pensar sobre isso, mas agora ele não pôde evitar em se sentir envergonhado. Havia várias mulheres que expressaram sua afeição por ele, mas a Ellenoa foi a primeira a confessar seu amor diretamente.

Os elfos superiores só podiam escolher seu gênero uma vez. Numa encruzilhada da qual ela podia se arrepender pelo resto da vida, Ellenoa escolheu se tornar uma mulher sem hesitar. Ela tomou a decisão com a esperança de poder ser a companheira do Theodore.

‘…Como eu devo responder?’

Este era um assunto significativo que podia mudar a paisagem do Norte. Se o Theodore e a Ellenoa se tornassem companheiros, Elvenheim e Meltor não se separariam mais.

Essa combinação do próximo mestre da torre e uma elfa superior; os dois seriam como o último nó no relacionamento entre os reinos. Theodore ainda não sabia, mas foi por isso que o Kurt III ordenou que ele escoltasse a Ellenoa.

No entanto, as coisas não teriam mudado, mesmo se ele soubesse.

Não importava se o vínculo entre reinos era de uma urgência tão grande que determinaria o futuro do Norte. Aceitar ou rejeitar… Theodore tinha uma grande responsabilidade de pensar no coração sincero da Ellenoa ao tomar sua decisão.

Então, ele pensou em seus próprios sentimentos em relação a Ellenoa.

– “Ei.”

Ele se perguntou se queria viver sua vida com ela.

– “Ei!”

…Ou se a Ellenoa ficaria feliz com ele. Theodore estava pensando tanto que não notou a pessoa que se aproximava dele.

– “Theodore Miller!”

–“Ah.” Theodore sacudiu em surpresa e olhou para a garota de túnica amarela parada diante dele. Ela era membro da Quattro. No entanto, na realidade, ela era a Mestra da Torre Amarela e a marionete do grimório Paragranum.

– “Eu estava chamando você. O que você estava pensando?”

– “…Nada de mais. Aconteceu alguma coisa? Você está encarregada da entrada oeste.”

– “Pessoas desconhecidas estão se aproximando.”

A expressão do Theodore mudou enquanto ele perguntava apressadamente, – “O quê?! Eles passaram pelos limites da hospedagem?”

– “Eles encontraram várias pessoas, mas não houve conflitos. Eu não sei o motivo, mas eu sou a única que pode detectá-los.”

– “Você pode dizer o nível deles?”

– “Sim.” Para fechou os olhos antes de abrir a boca novamente, – “Um é de nível mestre e os outros três são habilidosos. Você e meu homúnculo podem lidar com eles de alguma forma.”

– “Mestre da espada… É uma das Sete Espadas do império?”

– “Eu não sei. No entanto, meu circuito lógico está negando esse palpite. As Sete Espadas do império não são estúpidas o suficiente para entrar na capital de Meltor.”

Isso mesmo. Theodore não contradisse as palavras da Para ao pensar sobre isso. As intenções da outra parte eram desconhecidas, mas não era a primeira vez que ele encontrou uma situação como essa.

Theodore não sabia quem eram os oponentes, mas ele apenas precisava cumprir sua missão.

*Bip*

Antes do encontro com os inimigos, Theodore injetou brevemente poder mágico no emblema na frente do seu uniforme. Era para chamar a Sylvia na entrada norte e o William na entrada leste. Ele disse aos dois membros restantes da Quattro para virem para onde ele estava. Para disse que os dois podiam lidar com isso, mas era melhor evitar qualquer acidente.

‘Os dois levarão pelo menos cinco minutos para chegar aqui.’

Até lá, Theodore e Para tinham que lidar com isso de alguma forma. Então o Theodore começou a ver as pessoas “desconhecidas” que a Para comentou. No entanto, ele podia determinar suas identidades. – “Isso… Eles não são servos do palácio?”

Theodore entrou no palácio várias vezes, então ele lembrava do uniforme. Ele olhou para a Para com um olhar interrogativo, mas ela balançou a cabeça com uma expressão impassível.

– “É um disfarce. Eu não sei como.”

– “Você tem certeza?”

– “Não há ninguém em Mana-vil que possa enganar meus olhos. Se você não acredita no meu conselho, eu deixarei a decisão para você.”

Enquanto os dois conversavam, o séquito do palácio estava se aproximando. No entanto, não havia sinais preocupantes. Além disso, os sentidos do Theodore estavam silenciosos e sua detecção mágica não encontrou nada. De fato, seria ridículo se o Theodore revelasse facilmente o disfarce que nem um grimório sabia como foi feito.

Finalmente, os servos chegaram diante do Theodore e da Para e fizeram uma reverência. – “Com licença. Viemos para organizar o alojamento da delegação, de acordo com as ordens de Sua Majestade.”

– “…Você sabe quem eu sou?”

– “Hã? Você é o Theodore Miller, capitão da divisão mágica Quattro.” A resposta do servo fluiu naturalmente. A respiração do criado não estava perturbada e seus olhos perguntavam o motivo do Theo estar perguntando uma coisa dessas. Theodore procurou uma reação para encontrar falhas, mas o servo apenas esperou em silêncio, sem dizer nada.

Nesse momento, Theodore tinha que decidir se deveria seguir os conselhos da Para ou enviá-los sem perturbações. Então o Theodore tomou sua decisão e foi para o lado. – “Podem entrar.”

– “Ah, obrigado. Glória à Quattro!”

– “Não é nada.”

Os servos passaram um por um. Um passo, outro passo…

Theodore podia sentir o olhar da Para fazendo cócegas na lateral do seu rosto. Os criados passaram pela estrada pavimentada com pisos quadradas e pisaram no caminho de terra que combinava com a ecologia dos elfos. Foi nesse momento que…

Puk.

– “Hum?!”

As pernas dos criados foram enterradas na terra. Não enterrou só até seus tornozelos ou joelhos. Este era um fenômeno observado em lugares à beira-mar ou em estuários. Os quatro homens tentaram reflexivamente levantar os pés, mas o chão havia endurecido por algum motivo.

Este não era um fenômeno natural. Já era tarde demais quando eles perceberam tardiamente. Então, Keraunos caiu do céu.

— — — — — —!! O som encheu a área. O ar explodiu e o chão, que foi endurecido com o poder da Mitra, derreteu. Era um desastre causado pela magia. Os oito raios se concentraram em um ponto. Qualquer criatura do tamanho de um homem desapareceria sem deixar rastos.

No entanto, Theodore e Para sentiram simultaneamente.

– “Não teve efeito?”

– “Não, foi bloqueado.”

Enquanto o chão fervia, as sombras de quatro pessoas brilharam no vapor. A magia do 6º Círculo, que era equivalente à magia do 7º Círculo, “Lanças de Trovão”, foi direcionada ao alvo. O alcance do efeito não era amplo, mas seria suficiente para varrer os quatro homens.

Quanto à forma como a magia foi bloqueada, isso não foi revelado até o vapor desaparecer.

– “…Cof cof!

Sangue escorria dos lábios do Mujak, o homem que quebrou as lanças de trovão. Ele bloqueou o ataque mágico usando sua aura, que ele treinou por mais de 60 anos. No entanto, ele não conseguiu apagar todo o poder do trovão.

Não, foi mais do que isso. Mujak lamentou ao ver sua espada negra queimada; espada essa que foi trabalhada à mão e entregue a ele pelo Sultão.

– “Cof cof. Minha espada… Você se atreve a danificar a espada que me foi dada pelo Sultão…!”

Era só uma desculpa para ganhar algum tempo. Ele foi completamente superado em poder. Os olhos do Mujak afundaram porque ele percebeu esse fato.

Segundo o relatório de infiltração, esse homem era o jovem herói de Meltor e a garota era sua colega. Mujak ouviu muitos rumores, mas ele não sabia que o herói se tornou um mestre nessa idade.

O risco era muito grande! A operação para se encontrar com a elfa superior já havia falhado. No entanto, ao contrário do julgamento sensato do Mujak, as cabeças dos outros Janízaros estavam fervendo.

– “Capitão! Temos que nos apressar!”

– “Vamos ficar aqui e ganhar algum tempo! Você deve seguir em frente!”

– “Apresse-se antes que os reforços cheguem por causa do barulho!”

No entanto, Mujak suprimiu o desejo precipitado de seus homens. – “Não, nós falhamos. É desnecessário lutar aqui.”

Seus subordinados não eram mestres, então eles não sabiam. No entanto, Theodore e Mujak já haviam entendido a capacidade um do outro. Eles estavam em um nível para tirar a vida um do outro. Se o Mujak se virasse, ele seria morto instantaneamente. Além disso, não haveria efeito se o corpo da Para fosse morto, ao contrário dos Janízaros.

Então a dinâmica foi crucialmente inclinada com a chegada dos membros restantes da Quattro.

– “Theo!”

– “Qual é o alvoroço, Capitão?”

Sylvia e William, os principais candidatos a se tornarem os próximos mestres da torre azul e branca, haviam chegado. As capacidades dos dois já estavam próximas das fileiras de Primordial, então eles podiam facilmente superar os Janízaros que o Mujak trouxe.

Enquanto o Theodore e seus companheiros formavam um cerco, Mujak percebeu que o caminho de fuga estava bloqueado.

– “Hum, tantos jovens excelentes…”

Não se via isso em Austen, que estava secando por causa da seca. Aqueles com talento partiam para outros países, enquanto apenas os impotentes permaneciam para apodrecer. A visão dos pais jogando seus filhos fora para reduzir o número de bocas para alimentar era comum, mas por que Meltor era tão abundante?

– “Por que os céus estão os favorecendo?!” Mujak lamentou enquanto apertava mais a espada.

Puk. Sua shamshir derretida caiu no chão. Os olhos do Theodore se estreitaram enquanto o Mujak se desarmava e levantava as duas mãos para o ar.

– “Ei, jovem herói de Meltor.” Mujak exclamou.

– “…O que é?”

Mujak ignorou o tom irritado do Theodore e respondeu, – “Este velho admitirá ser culpado de uma invasão não autorizada da capital de Meltor. Espero que você nos prenda de acordo com os procedimentos humanitários.”

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar