The Book Eating Magician – Capítulo 296

Reprodução dos Mitos #4

– “Kihihihihit! Pelo Rei!”

Assim que o comando foi dado, o cavaleiro vermelho, Lorde Vampiro Elohim, se moveu primeiro. As asas de morcego e as presas pontiagudas provavam que ele era um vampiro, uma espécie que não podia usar metade de seu poder sob o sol. No entanto, era uma história diferente agora que a névoa de Erebos ocupava a área.

O Lorde Vampiro Elohim deu dois passos, se movendo mais rápido que o som e sem nenhuma imagem residual, enquanto uma aura sangrenta envolvia o Invidia.

Jeeeong!

Houve um som alto, e o Elohim defendeu. Seus braços foram gravemente quebrados, mas seu poder regenerativo, baseado em todo o sangue que ele acumulou ao longo dos séculos, o tornava quase imortal. Ele agia sem se importar com seu corpo. Portanto, até mesmo o Invidia não podia lidar com ele facilmente.

– “Maldito Gula! Você pretende lidar comigo pegando emprestado o poder de um bruxo qualquer?”

No entanto, não foi uma voz humana que respondeu.

Kiaaaack!

Foi o grito da Cavaleira Branca Hipatia! Uma onda mental terrível encheu a área, atacando sem se importar com amigos ou inimigos. No entanto, os espíritos dos mortos-vivos haviam decaído há muito tempo, então apenas o Invidia recebeu um golpe substancial. O som atingiu com precisão, sacudindo o sistema nervoso dele. O estado mental do Invidia era quase invencível, mas seu hospedeiro era apenas um corpo humano. O hospedeiro confuso escapou temporariamente do controle do Invidia.

「 A morte… segue atrás… de você…! 」 A magia de maldição do 8º Círculo do lich supremo envolveu o corpo do Invidia. Depois de sentir seu corpo ficar pesado rapidamente, os olhos do Invidia ficaram vermelhos e ele aumentou sua força.

Ele consumiu mais da metade de seu poder na luta contra o Deus Rei Nuada, mas ainda tinha muitas habilidades de mestre da espada. Uma aura sangrenta brilhou, e a maldição em seu corpo explodiu.

– “—Bom, eu brincarei com você! Aquele que reúne os restos dos mortos, eu farei você se arrepender de aparecer na minha frente!”

A aura do Invidia subiu para o céu.

Os quatro cavaleiros ficaram rígidos por um momento. Eles eram monstros com uma quantidade considerável de experiência, mas o oponente era um grimório que existia desde os primeiros dias da história. Era complicado até mesmo para os quatro cavaleiros vencerem contra ele.

– “Um palhaço está falando palavras tão engraçadas.” No entanto, Jerem riu sem medo. – “Você nem sabe os erros que cometeu, perdido em medo após ser levado aos extremos. Você não é apenas um palhaço?”

– “O quê?”

– “Eu lhe ensinarei pessoalmente. Eu lhe ensinarei com sua vida.”

Os cavaleiros aceitaram a vontade de seu rei e aumentaram o poder mágico novamente. Invidia assumiu uma postura de combate, se contorcendo enquanto o poder sinistro varria em direção a ele como uma onda.

Os quatro cavaleiros, incluindo o cavaleiro pálido, correram até ele.

A alma penada do terror gritou, o lorde vampiro usou seu sangue, e o lich supremo lançou maldições quando houve oportunidades. A aura da morte vinda das mãos e pés do cavaleiro pálido também era aterrorizante.

Esta era a segunda rodada entre os quatro cavaleiros e o Invidia.

– “Eles devem durar alguns minutos sem a minha ajuda.”

Depois de deixar seus cavaleiros enfrentarem o Invidia, Jerem olhou para a Veronica que estava caída aos seus pés. ‘Essa é uma híbrida de um quarto de dragão?’

Veronica ainda estava à beira da morte devido ao poder do elixir e sua própria força. Uma pessoa comum não seria capaz de suportar o choque e já teria morrido.

– “Vamos ver… Hum, isso é um pouco irritante.”

A magia negra, incluindo a necromancia, era uma magia que lidava com a morte. Portanto, eles tinham uma alta sensibilidade em relação à “alma”. Um bruxo do 9º Círculo como o Jerem seria capaz de notar instantaneamente. O corpo do Theodore tinha apenas oito círculos, mas Umbra era suficiente para compensar a falta de poder.

Com base no julgamento do Jerem, as feridas da Veronica não podiam ser curadas com magia do 8º Círculo.

– “Tsk, eu tenho que remendar primeiro.”

Umbra brilhou na mão direita do Theodore, e um fio de poder mágico verde penetrou no corpo da Veronica.

Um mago do 8º Círculo não podia lançar magia que interferisse diretamente na alma. No entanto, a compreensão de magia profunda do Jerem e a habilidade do Umbra elevaram essa impossibilidade ao reino das possibilidades.

O poder mágico astral se transformou em uma agulha, e o Jerem costurou a alma da Veronica. Então ele desviou o olhar para o outro companheiro do Theodore, Randolph.

– “Aquele ali… os ferimentos são graves, mas ele deve ficar bem. A recuperação de um mestre da espada vai lidar com o problema.”

Era como ele disse.

Contanto que não fosse uma ferida mortal, o corpo de um mestre da espada se recuperaria rapidamente com tempo e nutrição. Havia algumas costelas quebradas e pulmões danificados, mas alguns dias de cuidados seriam o suficiente para resolver a situação. Seus ferimentos não se comparavam aos da Veronica, cuja alma foi dilacerada.

No caso de algo acontecer, Jerem moveu a Veronica e então olhou para o campo de batalha, que estava se tornando mais desvantajoso. Seus quatro cavaleiros estavam bastante ocupados, mas estavam sendo empurrados para trás depois que o Invidia abriu a tampa de seu poder.

– “De fato, este é um dos Sete Pecados, apesar de não ser um grimório de combate.”

Invidia já gastou a maior parte de seu poder contra o Nuada. Se o Invidia estivesse com força total, Jerem estaria em desvantagem. Portanto, Jerem precisava matá-lo naquele momento. Jerem sorriu malignamente com o rosto do Theodore. Era penoso confrontar o Invidia com um corpo que estava apenas no 8º Círculo e não possuía força suficiente.

Portanto, ele precisava adicionar mais poder.

「 Respondam-me, pilares do submundo! 」

Fazia alguns séculos desde que o legítimo proprietário abriu a porta. A barreira atrás do mundo material abriu sua boca.

Batizado com o nome de um registro mítico — Tártaro, este era o espaço onde Jerem colocou os mortos-vivos que ele criou em seu auge; um dragão de osso, feito do corpo de um dragão negro; um lorde cavaleiro da morte, feito do corpo de um grão-mestre; uma quimera demoníaca, criada a partir da fusão de um corpo humano e um corpo de demônio; e uma hidra, uma criatura lendária.

Se ele liberasse apenas um dos mortos-vivos, seria um desastre em escala continental. Seria diferente durante a Era da Mitologia, quando havia quase 100 grão-mestres. Mas naquela era, seus mortos-vivos eram monstros invencíveis.

Eles eram tão poderosos que apenas alguns magos do 8º Círculo juntos poderiam controlá-los.

– “Príncipe Carniçal, Ogro Helix. Esses dois devem ser suficientes.”

Ambos os mortos-vivos responderam ao chamado do Jerem e se levantaram do abismo.

■■■■■■■■―――!!

■■■■■■■―――!!

Um ogro com quatro chifres, globos oculares parecidos com magma, couro escuro e uma clava em suas mãos emergiu, com o príncipe carniçal o seguindo. Cada um deles era a encarnação do desastre, como um dragão adulto. O Jerem estabelecer um alvo para eles, era comparável a sentenciar o alvo à pena de morte.

– “Vão.”

Dois monstros que podiam desmoronar o equilíbrio foram liberados.


Era uma luta de tremer a terra. Apenas um curto período de tempo havia se passado, mas a quantidade de poder trocada entre os oponentes era suficiente para destruir um reino várias vezes. De um lado estava um notório grimório da Era da Mitologia, e do outro lado estava um bruxo que quase transformou todo o continente em um inferno.

De qualquer forma, seria claramente um desastre, independentemente de quem ganhasse. No final, um vencedor foi produzido.

– “Ajoelhe-se. O circo acabou, então o palhaço não tem o direito de levantar a cabeça na frente do rei.”

O cavaleiro vermelho agiu como o Jerem comandou.

Kwajik!

O rosto do Invidia foi empurrado para o chão. Invidia queria resistir, mas seus membros foram cortados e seu estoque de Habilidades de Aura estava esgotado, o deixando impotente para lutar.

Claro, o dano que os mortos-vivos do Jerem receberam foi enorme.

O cavaleiro vermelho consumiu 80% do sangue que coletou ao longo dos séculos, enquanto a cavaleira branca e o cavaleiro negro não podiam se mover até que seus corpos fossem restaurados. O príncipe carniçal e o ogro helix estavam no mesmo estado quando retornaram ao Tártaro.

Se o Invidia ainda tivesse todos os seus artefatos divinos, Jerem nunca teria vencido essa luta.

– “Bem, eu não posso chamá-lo de covarde porque também usei uma força externa. É hora de acabar com este grimório dos Sete Pecados, que construiu uma coisa fútil.”

– “…Ei.”

– “Hum?” Jerem queria ouvir o que o Invidia tinha a dizer e acenou para o cavaleiro vermelho. Então o cavaleiro vermelho tirou o pé e o Invidia levantou a cabeça para dizer, – “Diga-me. Você disse que eu cometi um erro, e você me ensinaria com a minha vida.”

– “Ah, tinha isso.” Jerem assentiu ao ser lembrado. – “Não é nada de mais, palhaço. Você escolheu o caminho errado desde o início.”

– “O que isso quer dizer?”

– “Julgando pela minha intuição, você está tentando reunir Habilidades de Aura e encaixá-las como um quebra-cabeça, certo? Você pensou em alcançar a transcendência preenchendo todas essas deficiências e retrocedendo para alcançá-la.”

O corpo do Invidia tremeu pelas palavras. Ele não estava com raiva. Em vez disso, ele sentiu admiração e inveja pelo Jerem ter notado tudo isso apesar de ter o encontrado apenas uma vez.

Jerem continuou falando como se não conhecesse os sentimentos do Invidia. – “Sua ideia estava errada, idiota. A transcendência não é como um quebra-cabeça. É fundamentalmente diferente. Assim como uma superfície sólida não pode se tornar uma superfície tridimensional, seus milhares de anos foram inúteis.”

Para um mortal trilhar o caminho da transcendência, ele precisava derrubar a superfície e atravessar a barreira. Para cruzar aquela barreira com o poder de um mortal, o poder precisava ser concentrado em um ponto. O “quebra-cabeça” do Invidia era uma resposta completamente oposta.

Perfeição e transcendência não tinham nada em comum.

Todos os transcendentais entendiam esse fato, mas o Invidia não sabia disso. Ele tinha tempo e recursos infinitos, mas foi levado por suas próprias crenças em vez de ouvir os outros. De fato, essa era a razão pela qual o Invidia se tornou responsável pelo pecado da “inveja”.

Invidia se enrijeceu ao se deparar com a verdade.

Enquanto isso, o rei do fim falou em voz baixa, – “Agora, é hora de pagar o preço.”

Jerem colocou a mão na cabeça de Invidia e “ordenou”, 「 Morte. 」

Não era magia. Estava muito mais perto da fonte, um poder que havia deixado o reino mortal e era adjacente ao reino dos deuses. Um dos grandes magos da Era da Mitologia definiu um termo para isso — Ordem.

Era a expressão da própria vontade, um poder que realizava a vontade para o mundo. A coisa mais próxima disso eram as Palavras de Dragão. A Ordem podia desencadear um desastre natural com apenas uma palavra. Muitos magos pesquisaram sobre isso, e nenhum deles teve sucesso.

No entanto…

– “Eu… eu vou desaparecer…?” Invidia falou com espanto. Foi então que o Jerem percebeu que tinha conseguido.

– “Absurdo, isso não passa de besteira. Você não é o pecado da Preguiça ou da Ira. Mesmo se você tiver Gula, para um bruxo humano…!” O grimório parasita, Invidia, podia encontrar outro corpo se este hospedeiro morresse. Então, ele estava calmo antes da morte.

No entanto, e se o próprio grimório desaparecesse? Enquanto o Invidia enfrentava uma crise imprevista, Jerem usou o poder novamente.

– “Sentença de Morte. Não, Poder da Palavra da Morte seria ótimo.” Era um poder que o Jerem não conseguiu usar em seu auge. No entanto, era possível reproduzi-lo utilizando o conhecimento das Palavras de Dragão obtido com o sangue do dragão do mar dentro do corpo do Theodore.

“Morte” era o conceito mais familiar para os bruxos. Infelizmente, o Invidia se tornou o teste dessa “Ordem” e de repente estava em posição de ser destruído.

– “N-Não! Eu não posso desaparecer assim! Eu me lembrarei desse erro e no próximo experimento―” Ele lutou até o fim, antes que a voz idosa do Invidia fosse cortada.

Foi o fim do grimório “Inveja” dos Sete Pecados, um grimório da Era da Mitologia. Claro, a informação seria passada para o corpo real fora da dimensão, mas levaria pelo menos 10000 anos para o grimório retornar.

Jerem estava convencido de que nunca mais veria o grimório.

– “―Kuhuk.” A alegria que era difícil de conter ferveu dentro dele enquanto sua boca se abria. – “Kuhahahaha! Excelente, realmente excelente! Divindade, sangue de dragão, Umbra! Existe até a alma desse Jerem! Se eu usar este corpo, eu poderei me tornar um deus sem a ajuda de um grande demônio!”

Quem não saborearia um anfitrião com tantas coisas reunidas em seu corpo? Não, não apenas isso. Jerem se lembrou de algo que havia esquecido. Havia mais um, além do grimório Culto da Morte, onde sua alma foi selada.

Qualquer mago que conhecesse o poder dos Sete Pecados desejaria aquele grimório — Gula.

– “Eu gostaria de falar com você, Gula.” Jerem falou com uma voz excitada enquanto sentia a presença sem fundo em sua mão esquerda.

Poucos segundos depois, uma voz sombria foi ouvida de dentro dele, – …Você me conhece?

– “Isso mesmo. Qualquer mago gostaria de estar com você. É o mesmo com este Jerem, que gostaria de ser reconhecido como seu portador.”

Este era o grimório com sabedoria infinita, Gula. Jerem olhou para a palma da mão esquerda com uma ganância sombria.

Não era apenas o conhecimento da Era da Mitologia. De acordo com os rumores, este grimório continha até mesmo magia de outros mundos. No passado, Jerem tratou isso apenas como rumor. No entanto, depois de receber as memórias do Theodore, ele ficou quase certo disso.

Este grimório continha a verdade que todos os magos deviam obter!

Gula ficou em silêncio após receber a sugestão.

No entanto, o nervoso Jerem perseverou, – “Gula, me disseram que seu objetivo é alcançar o 10º Círculo na magia. Isso é verdade?”

– É verdade.

– “Então eu não deveria ser o mais apto?” Jerem se autodenominou o “mais apto” e resumiu os motivos pelos quais deveria ser o mestre do Gula. – “O garoto que era seu ex-portador nem se compara a mim, que já chegou ao 9º Círculo. E eu não tenho o senso desnecessário de justiça para me conter no caminho de um mago.”

– Hum.

– “Eu sou diferente. Eu aprendo magia por minha própria causa e estou buscando o mesmo destino que você. Eu alcançarei a forma final, mesmo que tenha que consumir toda a vida neste mundo. Existe alguém nesta era que é mais qualificado do que eu?”

Não, Jerem estava cheio de confiança e acreditava que o Gula o escolheria.

Era natural.

Havia apenas dois magos do 8º Círculo naquela era, e agora apenas um permanecia. Se o Jerem não tivesse feito o tratamento, a maga restante teria morrido. Um grimório não escolheria aquela pessoa como hospedeira, então o Jerem não tinha motivos para se preocupar com isso.

Sem surpresa, Gula respondeu à sua proposta, – Certamente. Sua proposta é razoável.

– “Um mago deve buscar a racionalidade.”

– Isso mesmo. Meu portador era bastante imaturo e tinha muitas morais sufocantes. Comparado a ele, você é um mago perfeito.

Jerem ouviu até esse ponto e ficou encantado.

…Até ouvir as próximas palavras do Gula.

 Eu recuso.

– “…O que você acabou de dizer?”

– Eu não o aceitarei como meu portador.

– “Por quê? O que me falta? Ou você gostava do usuário anterior?”

– Tudo está errado.

Enquanto o Jerem pensava que era ridículo, Gula revelou sua razão, – Eu não gosto do Theodore Miller. Não é porque lhe falta alguma coisa. Eu só não quero tolerar essa situação.

– “Que absurdo…”

– Eu irei recuperar meu portador. Gula falou essas palavras e ordenou que um artefato fosse derretido nele. Era o mastro da bandeira do rei que o Theodore recebeu da família real durante seu envolvimento na guerra civil de Soldun.

Naquela época, Theodore não conseguiu engolir o artefato.

O Tridente de Poseidon foi consumido. A condição de artefato divino não é perfeita. >

A divindade da água (pequena) foi adquirida. O fluxo da água se moverá em uma direção favorável ao portador. Você poderá interferir nas correntes, incluindo correntes oceânicas, à medida que sua proficiência aumentar. Independentemente da afinidade elemental, você poderá formar contratos com elementais da água. >

Sua compreensão do fluxo aumentou muito. Você será capaz de entender o fluxo do mundo com seus sentidos, em vez de apenas pelo toque. >

A expressão do Jerem mudou pelas janelas de notificação repentinas. O que estava acontecendo? Ele não sabia que conexão o consumo daquele artefato divino tinha com a recuperação do portador. Se mesmo um mago do 9º Círculo não tinha ideia, então seria impossível encontrar uma resposta.

No final, Jerem desistiu de tentar deduzir o motivo e abriu a boca, – “O que você está fazendo? Este corpo já é meu. Pertence a mim, Jerem!”

– Você não precisa saber. Gula disse, ignorando o Jerem. Então ele falou com alguém com uma voz fria, – Comece.

Alguém que estava escondido em segredo respondeu vigorosamente: — Hoing!

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar