The Great Mage Returns After 4000 Years – Volume 1 – Capítulo 28

Dungeon, herança, o rei das montanhas (3)

O tamanho da última sala era muito pequeno em comparação com as anteriores.

À esquerda havia uma escrivaninha e uma cadeira e à direita algumas caixas de armazenamento de aspecto surrado.

Se os cômodos que ele tinha visto até agora eram depósitos, então aquele cômodo parecia mais um cômodo em que alguém morava.

Primeiro Frey foi para as caixas.

Havia duas delas, quando Frey abriu a primeira caixa, ele encontrou o item que estava procurando.

Dentro havia uma pequena garrafa cheia de uma substância parecida com leite.

Olhando para ele, Frey não pôde deixar de dizer seu nome.

“Frozen River.”

Era um líquido que só poderia ser encontrado na Caverna das Lamentações fora do alcance humano e se formava à taxa de uma gota a cada mil anos.

Beber apenas uma gota ativaria todas as veias do corpo e aumentaria o volume máximo e a sensibilidade ao mana de forma explosiva.

Além disso, o tamanho do recipiente de mana de alguém também aumentaria várias vezes, se o ‘Frey’ original tivesse tomado uma unica gota, ele seria capaz de atingir diretamente o nível de 4 estrelas em um instante .

Frozen River era um dos tesouros que ninguém sabia se realmente existia ou não.

Era também o que Frey precisava para chegar às 7 estrelas o mais rápido que possível .

Ele cuidadosamente guardou a garrafa em sua bolsa. Essa foi a única coisa na primeira caixa.

Ele abriu a segunda caixa à direita dela.

O que ele encontrou lá foi um par de brincos, uma gema vermelho sangue e uma pulseira azul.

“…”

Frey fechou os olhos.

No caminho para cá, Frey viu vários itens mágicos. Esses itens mágicos eram aqueles que os magos trocariam por tudo, mesmo que custasse suas vidas.

No entanto, ao olhar para eles, Frey não teve nenhuma reação.

Mas agora era diferente.

Os brincos à sua frente agora eram seus.

“Typhoon Earrings.”

Isso ajudava a mente a se concentrar suavemente e também continha magia de barreira.

Não era um item incrível, embora estivesse no último cômodo.

No começo, Frey os havia feito apenas para passar o tempo, mas ele os deu a Schweiser depois que ele disse que gostava deles por algum motivo.

Mesmo assim, Frey tirou os brincos da caixa como se fossem um tesouro.

‘Não acredito que você deixou isso na última sala.’

Frey sorriu e então olhou para a pulseira.

Isso era algo que transcendia todos os itens mágicos que ele tinha visto até agora.

“The Great Sage’s Staff.”

Embora agora tivesse a forma de uma pulseira, era o cajado que Schweiser amava profundamente.

Também era seu símbolo.

Tornou a sua mana mais pura e concentrada ao máximo, aumentando várias vezes o seu poder mágico.

Ele também tinha o efeito de armazenar 5 feitiços que poderiam ser usados em situações de emergência.

Frey não usava itens mágicos, mas agora ele decidiu mudar de ideia.

Porque, acima de tudo, o item pertencia a Schweiser, então ele queria usá-lo.

Frey imediatamente colocou o brinco e colocou a pulseira.

Então ele pegou a gema vermelha.

‘Este … é o núcleo de um Golem … ’

Ele não entendeu muito bem.

Schweiser era um excelente mago, mas também tinha o hábito de criar bonecos.

Apenas olhando para quanta mana havia no núcleo, ele poderia dizer quanto trabalho havia sido colocado nele.

Finalmente, ele olhou para a mesa.

Estava quente como se alguém o tivesse usado momentos atrás. Na verdade, havia uma vela acesa que parecia ter acabado de ser acesa.

O que ele encontrou na mesa foi um livro.

É um diário?

Ele o abriu e leu.

[Lucas se foi.]

Essa foi apenas a primeira frase, mas o peito de Frey estava pesado.

A caligrafia elegante a que estava acostumado estava completamente desalinhada, como se o escritor não pudesse controlar suas emoções.

[Obviamente, é a obra do Semi-Deus. Ninguém mais poderia fazê-lo desaparecer sem deixar rastros.]

Seu julgamento estava correto.

Foi o Semi-Deus que Schweiser mencionou que enviou Lucas para o Abismo.

[Lucas foi o pacificador. Era um papel que só ele poderia desempenhar e um trabalho que ninguém mais poderia assumir. Tentei carregar seu fardo, mas não há um momento que eu não sinta que não seja suficiente. Sinto muito. Eu sinto muito mesmo. Lucas, é impossível para mim.]

As palavras do livro terminaram aí.

Não, parecia haver um último parágrafo.

[Se alguém ver isso, por favor complete Anastasia. As pistas estão aí … na minha maior obra-prima … Anastasia.]

Frey pegou a gema novamente.

Quando ele olhou para ela com atenção, ele pôde ver as letras gravadas na gema.

Eles formavam uma palavra.

[Anastasia]

“Entendo. Então, este é um golem criado por Schweiser. ”

Talvez ele tenha feito isso depois que ele desapareceu.

Frey estava curioso.

Pelo que ele conseguia se lembrar, Schweiser havia alcançado o auge da manipulação de marionetes.

Ele também amou cada golem que fez.

Mas ele nunca expressou tanta confiança em nenhum de seus golens.

“Um golem que Schweiser pôde chamar de sua obra-prima.”

Quanta potência isso teria?

“…”

Frey balançou a cabeça e colocou o núcleo do Golem de volta em sua bolsa.

Esse era basicamente o núcleo. Era a parte mais essencial, mas ainda não bastava para criar um Golem.

Ele não sabia quase nada sobre fazer golens. Os Golems que ele fez enquanto estava entediado foram tão desastrosos que deixaram Schweiser louco.

Schweiser até caiu na gargalhada.

‘Nunca tente fazer um Golem novamente!’

Ele se lembrou daquele cara rindo tanto que derramou lágrimas até ser atingido no rosto por uma bola de fogo.

De qualquer forma, ele não tinha ingredientes e não sabia como fazer. Então ele precisaria procurar um titereiro talentoso para fazer isso para ele mais tarde.

‘Se eu fizer aquele Golem, então terei uma imagem clara de como as coisas foram depois que eu desapareci.’

A informação no livro era muito escassa.

Era mas como o Schweiser reclamando de sua situação na época.

A maior parte das informações que Schweiser deixou foi provavelmente com Anastasia.

Ele olhou ao redor da sala.

Havia mais uma porta que parecia ser a saída.

Ele olhou ao redor da sala mais uma vez para se certificar de que havia levado tudo o que precisava.

Frey hesitou por um momento antes de colocar o livro e a caneta sobre a mesa em sua bolsa e sair.

Krrrr…

Imediatamente após Frey sair da sala, a porta se fechou.

Chang.

Uma magia defensiva também apareceu para proteger a sala, o que significava que não era possível entrar novamente na sala depois de deixá-la.

Claro, isso não importava porque ele conseguiu o que queria de qualquer maneira.

Frey caminhou por uma caverna escura e quando chegou a alguns passos da saída, ele parou, sua expressão ficando dura.

“…”

Ele olhou para trás.

A caverna em que ele estava era um beco sem saída, então ele não tinha escolha a não ser sair.

Ele tinha certeza de que sabia disso e estava esperando por ele do lado de fora.

Respirando fundo, Frey saiu da caverna.

[…]

Era um Dragão.

Dezenas de vezes o tamanho de um Dragão normal, olhando para Frey com seus olhos vermelhos e ferozes.

Cada um de seus dentes afiados era mais ou menos do tamanho do próprio Frey.

‘Rei Dragon.’

Ele era o governante das montanhas que Frey não queria encontrar.

Não era só ele.

Como se protegendo o rei, havia dezenas de Dragões pairando nas proximidades.

Frey olhou em volta.

‘Esta é a pior posição.’

Era um penhasco íngreme, sem nenhum lugar para ele pisar direito.

O oponente também era um monstro que podia voar e tinha uma pele dura contra a qual a magia não funcionaria muito bem.

Frey suspirou e abriu a boca.

“Você estava esperando por mim?”

[…]

Os olhos brilhantes do Rei Dragon continuaram olhando para Frey.

Frey continuou calmamente.

“Eu sei que você tem inteligência. Responda-me. Você estava esperando por mim?”

[Kukuku.]

O Rei Dragon riu. Os Dragões nas redondezas também gritaram como se estivessem respondendo.

[Você é um cara muito interessante. Yeah, eu estava esperando por você. Eu estava esperando pelo humano que entrou nas montanhas de Torkunta sem medo.]

O Dragon King, Torkunta, soltou outra risada.

[Você está aqui para obter o poder que está escondido nesta montanha.]

“… você sabe sobre a existência desta masmorra.”

[Oh oh. Claro. Já se passaram mil anos desde que governo este lugar. Como posso não saber nem disso?]

Mil anos…

Frey franziu a testa.

Ele sentiu desde o momento em que viu, mas depois de ouvir essas palavras do próprio Drake, ele teve certeza.

‘Ele transcendeu sua raça.’

O tamanho ridículo, o intelecto semelhante ao humano e a longa vida útil.

Deve ter demorado muito.

Um mutante que se destacou desde o momento em que nasceu, com intelecto superior em comparação com outros de sua raça e a sorte de comer algumas ervas ou itens mágicos.

Se você fosse compará-lo a um Dragão comum, a existência de Torkunta só poderia ser atribuída a um monte de milagres sobrepostos que eram impossíveis de replicar.

Frey percebeu isso mais uma vez.

O monstro a sua frente foi o primeiro que ele conheceu desde seu retorno que tinha a habilidade de matá-lo.

[No começo eu me perguntei por que os humanos que não eram das redondezas vieram. Eu estava curioso para saber o que eles queriam, então deixei que fizessem o que quisessem por um tempo.]

Aqueles que vieram antes de Frey provavelmente estavam procurando pelos restos de Schweiser.

[Eu procurei muitos lugares antes de notar esta montanha. Foi muito fácil notar. Eu também sabia que havia um espaço escondido dentro …]

Torkunta falou um pouco ofendido.

[Mas… Eu não consegui entrar lá. Eu não consegui nem quebra-la]

Claro que seria esse o caso.

Não importava o quão inteligente Torkunta fosse quando comparado aos Dragões normais, não havia como ele competir com um humano, O Sabio Schweiser Straw que havia criado a masmorra nesta montanha.

Ele não teria sido capaz de resolver esta montanha a menos que um dragão decidisse ajudá-lo.

[Então eu esperei. Eu observei o que os humanos estavam fazendo. Eles conseguiram algum tipo de arma no espaço escondido ou ficaram mais fortes quando saíram. Da mesma caverna de onde você acabou de sair.]

Os olhos de Torkunta se curvaram em meias luas.

[Claro, já que eles eram humanos. A maioria deles se tornou minha presa.]

Naquele momento, uma leve sugestão de desagrado apareceu no rosto de Torkunta.

Foi porque ele se lembrou de uma mulher que escapou de suas mãos.

Ela tinha cabelo roxo e um olhar frio como o gelo.

Torkunta continuou falando para afastar as memórias humilhantes.

[Isso me fez muito feliz. Alguns deles tinham armas que nem eu poderia quebrar. Eles eram chatos de lidar, então eu os descartei. Mas o que prestei mais atenção não foram aqueles que apareceram com armas.]

Torkunta soltou uma risada baixa.

[Os que tomaram elixires … eles tinham um cheiro tão delicioso. E à medida que os comia, tornei-me mais forte. A partir de então, esperei que humanos como você viessem.]

Torkunta parecia encantado.

Frey agora entendia como Torkunta havia conseguido uma vida tão incrível.

‘Quando ele comeu os humanos que escolheram tomar elixires, ele também comeu os elixires que estavam em sua posse.’

Ou ele comeu os humanos que já os haviam consumido. Qualquer uma das formas teria o mesmo resultado.

Torkunta estava pescando humanos dessa maneira.

Ele não podia ir para a masmorra, então ele esperou pelos humanos que iam para as masmorras e pegavam elixires, então ele os matava e comia.

Frey ficou com raiva.

Seu cabelo quase ficou branco de raiva.

Este monstro imundo estava usando a masmorra preciosa de seu melhor amigo como isca.

Foi uma vergonha para Schweiser, que tratou esta masmorra como se fosse seu próprio filho.

Ao mesmo tempo, era necessário que ele permanecesse racional agora. Ele avaliou rapidamente sua situação atual.

‘Meus feitiços não podem matar Torkunta.’

Ele não poderia derrotá-lo.

Era como um mago de 6 estrelas nunca poderia derrotar um mago de 7 estrelas. Mesmo se ele usasse seus feitiços mais fortes, ele não seria capaz de matá-lo. Usar o cajado do Grande Sábio não ajudaria em nada em sua situação.

‘Merda.’

Frey fez o possível para não mostrar nenhuma expressão no rosto, mas a presença do Torkunta foi muito chocante.

Do ponto de vista humano, esse ser tinha poderes transcendentais e não estava nem um pouco impaciente.

Sua astúcia combinava com sua idade, pois ele não tinha pressa para comer.

Pfft.

[Seus olhos são muito ferozes. Essa é a única coisa que os senhores podem fazer. Venha … você será meu alimento.]

Torgunta abriu bem a boca e uma chama semelhante a lava pôde ser sentida subindo por sua garganta.

Frey colocou seu mana na pulseira.

Naquele momento, o Cajado do Grande Mago se materializou em sua mão e ele usou um dos feitiços armazenados sem hesitação.

“Earth Wall.”

Krrrr…

Era um feitiço simples que erguia o solo na frente do lançador e criava uma parede, mas Frey estava utilizando o terreno.

Ele usou o ângulo do penhasco íngreme para golpear o pescoço de Torkunta como uma lança.

Era tão poderoso que não parecia mais uma Earth Wall.

Kwajik.

Mas isso não funcionou.

A lança como a Parede da Terra, que deveria ser mais forte do que uma lança de aço, não conseguia nem deixar um arranhão no pescoço de Torkunta.

Agora era a vez de Torkunta e sua respiração estava saindo.

Até mesmo os penhascos derreteriam como gelo em um deserto sob sua respiração.

Frey saltou no ar e ativou a magia de vôo.

Hooook.

Então ele sentiu algo quente fluir por suas costas. Mas Frey não deu muita atenção a isso.

“Kueeek!”

Os Dragões que estavam assistindo do ar começaram a descer.

Frey mordeu o lábio e começou a lançar feitiços com as duas mãos.

“Ice Spear. Wind Storm.”

Lanças de gelo apareceram no céu e fortalecidas pela tempestade de vento, voaram com uma força incrível em direção aos Dragões.

As lanças rasgaram a pele grossa dos Dragões como se fosse papel.

Frey conseguia fazer lançamentos triplos de feitiços agora, mas não tinha tempo para isso.

‘Eles são muitos’

Krrrk.

Sua barreira foi arranhada. Tinha sido formado a partir de seus brincos de tufão.

Se não fosse pela barreira, ele teria sido forçado a lançar magias defensivas.

Ele não queria perder tempo se concentrando nesses pequenos lacaios.

A menos que ele fizesse algo sobre Torkunta, que era o núcleo, a matilha de Dragões continuaria atacando-o indefinidamente.

Frey olhou em volta furiosamente enquanto matava os dragões que estavam por perto.

‘Posso causar uma explosão dentro de seu corpo? Se eu coordenar isso corretamente, devo ser capaz de fazer de alguma forma. Talvez eu devesse bloquear sua visão com névoa ou fumaça … não. Um simples bater de asas seria capaz de se livrar desses pequenos truques. ‘

Além disso, mesmo se ele fosse capaz de causar uma explosão interna, ele não poderia causar dano suficiente para derrubá-lo no ar.

Torkunta era grande demais para isso.

Ele precisava escapar, mas no momento em que pensou sobre isso, soube que era impossível para ele fugir.

Eles nunca o deixariam escapar e ele ainda não estava no estágio em que poderia usar o warp spell.

Não, mesmo se ele pudesse usá-lo, ele ainda precisaria de 10 minutos para ativá-lo.

‘Magia não vai funcionar. Caso contrário, o outro que ele caçava não teria sido comido. Isso… ’

Foi uma crise absoluta.

Para derrubar Torkunta, ele precisaria de um grande feitiço poderoso, não de um monte de feitiços pequenos e fracos.

Mas, neste momento, Frey foi incapaz de usar tal magia.

‘Se eu não puder fazer isso, vou precisar pegar o Frozen River… ’

Mas levaria pelo menos uma semana para o Rio Congelado se estabilizar.

Ele tinha saído porque morreria se não conseguisse comida e água.

“Eu não tenho escolha.”

Frey se decidiu. Ele não sabia o quão estável seria.

Se ele cometesse um único erro, seu corpo ficaria seriamente danificado, mas qualquer coisa era melhor do que morrer aqui.

Com esse pensamento, Frey tirou o Frozen River de sua bolsa.

“Kiieeek!”

À distância, algo voou em direção a eles com um guincho.

Todos os Dragõe, incluindo Torkunta, se viraram para focar seus olhares na figura que estava por vir.

Frey não pôde deixar de murmurar quando viu a forma da criatura.

“Você…”

Foi a Fênix.

O mesmo cara que Frey havia curado usando seu mana agora estava gritando para Torkunta enquanto exalava calor alimentado por uma raiva extrema.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar