The Great Mage Returns After 4000 Years – Volume 2 – Capítulo 18

Capítulo 18

Assim como Min Ha-rin estava preenchida de uma extrema sensação de perda, uma nova energia parecia preencher o vazio dentro dela.

Mana.

Woowoong-

Seu Danjeon foi alterado para um núcleo de Mana, e a mana começou a preenchê-la.

“Como isso é possível?”

A expressão de Min Ha-rin se tornou complicada. Ela sentiu como se algo louco tivesse acontecido dentro de seu corpo.

Foi nessa hora que Lukas falou.

— O primeiro passo está completo, então você pode relaxar.

— Haha…

Foi só então que Min Ha-rin soltou a respiração, que estava segurando.

Lukas estendeu uma toalha para ela.

Foi quando ela percebeu que seu corpo inteiro estava coberto de suor.

— Como todo o seu ki foi liberado, você sentirá uma exaustão temporária. Você sente que não tem força em seu corpo, não é?

— Sim.

— Não haverá problemas, então você não precisa ter medo.

— Obrigada.

Enquanto olhava para ela se enxugando com a toalha seca, Lukas disse.

— Eu verifiquei seu corpo. Seus vasos sanguíneos estão muito limpos. Eu posso ver o quão séria você estava com sua esgrima.

Suas palavras deixaram Min Ha-rin tão envergonhada que ela acabou esfregando um lugar que já havia limpado.

— Deu para perceber?

— Sim. Ainda há alguns resíduos, mas isso não será um problema. Faremos um intervalo de dez minutos antes de passar para o segundo passo.

— Segundo passo…?

— Vou remover as impurezas em seus vasos sanguíneos, órgãos, músculos e esqueleto. Isso aumentará a velocidade com que você poderá usar sua mana.

Ela teve uma sensação sinistra quando ouviu a palavra impurezas, mas não teve tempo para pensar muito a respeito.

Após cerca de dez minutos, ela se sentou de costas para Lukas mais uma vez.

Lukas colocou a bacia na frente dela antes de dizer.

— Isso vai doer um pouco.

— Hã? …Aí!

Naquele instante, uma dor intensa pareceu perfurar sua espinha.

— …!!

Min Ha-rin cerrou os maxilares com força. No entanto, ela foi incapaz de evitar que seus gemidos de dor vazassem.

Uma corrente elétrica parecia percorrer seu corpo, começando pela cabeça. Era como se ela estivesse sendo picada por milhares de agulhas.

Lágrimas escorriam de seus olhos.

Mas o que aconteceu após isso foi o mais chocante.

— A-argh…!

Parecia que algo estava preso em sua garganta. Como se um caroço estivesse subindo pelo seu esôfago.

— Blergh!

Ela não conseguiu segurar e acabou vomitando.

Então, um caroço preto fedorento caiu na bacia na frente dela.

Lukas olhou para o caroço e disse.

— Cheira muito mal… então parece que você cuspiu a maioria das impurezas. Também é apenas uma pequena quantidade, o que significa que seu corpo estava limpo como eu esperava. Isso pode acabar mais cedo do que eu pensava.

Min Ha-rin olhou para a massa negra na bacia com uma mistura de horror e desgosto. Era tão repugnante que a deixou enjoada.

— I-isso… veio de dentro de mim?

— Por que você está perguntando isso quando você mesma cuspiu?

Lukas então olhou para Min Ha-rin antes de continuar.

— Seus dentes da frente estão pretos. Não parece muito bom, você deveria enxaguar a boca.

— …!

Min Ha-rin se assustou por um momento antes de pegar a garrafa plástica de água que Lukas estava segurando para ela.

Então ela rapidamente enxaguou a boca com água antes de olhar para Lukas com olhos ressentidos.

— Mestre, você já ouviu falar que é muito imprudente?

— Já ouvi isso inúmeras vezes antes, mas não entendo. Você também acha?

— …

Como ele poderia dizer isso em um tom tão surpreso? Ele não tinha autoconsciência?

Min Ha-rin ficou sem palavras.

Lukas continuou com uma expressão mostrando que não entendia.

— Em primeiro lugar, as impurezas teriam saído de todos os orifícios do seu corpo. Não apenas da sua boca, mas de seus olhos, nariz, ouvidos e poros. Eu ajustei para que você só precisasse cuspi-las pela boca. Eu até preparei uma bacia e água para você com antecedência. Acho que isso foi muito atencioso.

Esse não era o problema.

Min Ha-rin segurou as palavras que ela queria dizer.

— Eu também acho. Obrigada por sua consideração, Mestre.

Enquanto pensava que levaria algum tempo para decifrar a personalidade de seu novo Mestre, ela mais uma vez levou a garrafa de água aos lábios.


Máfia Vermelha.

Era o nome de uma organização criminosa russa. A civilização declinou, a população caiu drasticamente para menos de um bilhão e o território pelo qual os humanos podiam se mover livremente caiu para menos da metade, mas organizações criminosas como esta não desapareceram.

Em vez disso, pode-se dizer que esta era seria de grande prosperidade para eles.

Para a Máfia Vermelha, os anos 2000 poderiam ser chamados de pesadelo. Devido às políticas agressivas implementadas pelo partido, as organizações criminosas na Rússia estavam praticamente à beira da aniquilação e as forças restantes que mal conseguiram se salvar foram forçadas a fugir para o exterior.

Não seria o bastante dizer que foi o momento mais miserável deles, mas de alguma forma, eles conseguiram manter seu nome.

Então, o mundo virou de cabeça para baixo, e basicamente atingiu um estado próximo à anarquia.

Foi então que o submundo da Rússia teve uma esplêndida ressurreição.

A Máfia Vermelha rapidamente ganhou poder e se tornou um grupo várias vezes maior e mais assustador do que em seu apogeu.

Mesmo que agissem abertamente como comerciantes do mercado negro em uma área residencial de uma grande cidade da Rússia, não precisariam se preocupar com nenhuma inspeção.

Isso era inevitável.

A associação dos caçadores estava praticamente atuando com as capacidades de um governo mundial. Seus principais inimigos eram os Demônios, não a máfia. E eles estavam com uma extrema falta de pessoal.

Eles não tinham meios para restringir as várias atividades da organização.

Foi por isso que o jovem chefe da organização, Vaches Bondarenko, ficou muito satisfeito por poder viver nesta época.

— Você está falando sério?

Vaches não pôde deixar de perguntar novamente.

Ele estava olhando para o homem à sua frente com os olhos desconfiados.

— Alguma vez eu já brinquei, enquanto fazia negócios?

O homem de terno deu de ombros ao dizer isso.

Vaches riu.

— Claro que não. Ah, a propósito, tive um pesadelo em que fui queimado até a morte, ontem à noite.

— Dizem que os sonhos geralmente significam o oposto.

— Hihihi. Está certo.

Vaches riu.

— Eu vou aceitar. Sequestrar só um homem não é problema.

— Obrigado. A recompensa será o dobro da última vez.

Os olhos de Vaches se arregalaram com aquelas palavras.

— O dobro da última vez? São 10 milhões de dólares…

— O quê? Não é o suficiente?

— De jeito nenhum.

Vaches balançou a cabeça.

Era suficiente; na verdade, era até demais. Pedir mais seria apenas ganância.

— Você mesmo disse, então não vou te dar um único centavo a mais. Não venha chorar para mim depois.

— Claro.

O dólar era a única moeda do mundo que manteve seu valor original.

O continente norte-americano do outro lado do mar era chamado de Paraíso. Um lugar onde se podia viver uma vida que só era sonhada. Era o único lugar no planeta em que a palavra paz ainda podia ser usada.

Foi por isso que o dólar se tornou a moeda comum do mundo, ou para ser mais preciso, a única moeda.

Claro, por causa da situação, o valor do dinheiro não era o mesmo que costumava ser, mas 10 milhões ainda era uma quantia considerável.

Quando o homem de terno saiu, o braço direito de Vaches se aproximou dele.

— Isso é um grande negócio. Sequestrar uma pessoa por 10 milhões.

— Não baixe a guarda. Há pouca informação sobre ele, então ele pode ser mais importante do que pensamos.

Depois de dizer isso, Vaches riu.

— Claro. Se ele realmente fosse alguém importante, não teria como não sabermos sobre ele.

— Hehe. Onde ele está agora?

— Na filial Europeia da Associação dos Caçadores. Em outras palavras, logo abaixo desta cidade.

O fato de a filial europeia da associação estar abaixo da cidade, era um segredo aberto de que quase todos os moradores da cidade estavam cientes.

O homem franziu o cenho com as palavras de Vaches.

— Ele é um caçador?

— Não.

— Hm. Fico feliz em ouvir isso, mas… Como aquele homem sabia que o alvo está no quartel general da filial europeia?

Vaches respondeu com indiferença às palavras de seu subordinado.

— Isso não é nada. Aquele cara é um caçador europeu que trabalha na sede.

— Ah!

— De qualquer forma, a informação é clara, então memorize o rosto do alvo.

Os outros membros da organização que entraram na sala olharam para a imagem borrada em cima da mesa. Parecia que eles haviam cortado um clipe das câmeras de segurança ou tirado a foto com uma câmera escondida.

No entanto, não foi difícil para eles definirem as características gerais e traços do homem na imagem.

— O nome dele é Lukas. Nós vamos pegá-lo assim que ele vier à cidade, então fiquem alerta.

Um dos subordinados olhou para a foto e sorriu.

— Teríamos sorte se ele chegasse o mais tarde possível.

— Você tem que ser educado. Esse é um corpo de US$ 10 milhões. Se ele for obediente, podemos acabar com isso sem machucá-lo.

Vaches acendeu um cigarro e sorriu.

— Desde que ele seja obediente.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar