The Sex Beast System – Capítulo 157

Reino dos Elfos [2]

… Preto?

{Sim, mestre?}

[Ei!! Como é que você saiu enquanto eu ainda estou aqui!!?? Isso não deveria ser possessível!]

Espere, então Pink também está aqui…? O que está acontecendo?

{Não se preocupe, mestre. Nada está errado. Acabei de fazer algumas pequenas mudanças enquanto consertava a falha, tornando possível para mim e Pink falarmos ao mesmo tempo.}

Oh… isso é bom, eu acho.

[Mas já faz um tempo desde que o sistema foi consertado…… Então,, você quer dizer que você esteve silenciosamente à espreita o tempo todo?? Ouvindo tudo o que dizemos como um idiota?]

{Você está vendo as coisas do jeito errado, Pink. Eu simplesmente não tinha nada significativo a dizer. Ao contrário de você, não gosto de perder meu tempo em conversas sem sentido.}

[… Foda-se,, seu mentiroso.. Uma tonelada de coisas importantes aconteceu desde que consertamos a falha, você poderia pelo menos ter dito uma palavra. De qualquer forma, isso é bom, na verdade. Agora posso ficar de olho em você,, Black. Eu não vou deixar você enganar Jacob para fazer o que você quer.]

{É assim mesmo? Bem, meu propósito em fazer essas mudanças também é semelhante. Não quero que o Mestre estrague seu crescimento ouvindo seus conselhos estúpidos, especialmente porque estaremos no país dos elfos. Esta é uma oportunidade importante para o mestre.}

[Hmph! Eu tenho mais cérebro do que você, e você sabe disso. E não só isso, eu sou muito mais útil para Jacob do que um babaca como você. Você pode perguntar a Jacob; ele vai concordar com isso.]

{Já pedi desculpas ao mestre pelos erros que cometi no passado, e ele graciosamente me perdoou. Desde então, não fiz nada para incomodar o mestre. Eu só tenho tentado o meu melhor para ajudá-lo de qualquer maneira possível.}

[Ohoho, então, você não fez nada para incomodar Jacob, hein. Por que você acha que estamos no país dos Elfos agora? Como você acha que todos os figurões de todos os países ficaram sabendo do fato de que Jacob tem afinidade com a magia do Caos? Quem ensinou essa porra de feitiço sem sequer falar sobre Elementos Primordiais!? Alguma ideia de quem foi!?]

{Eu tenho uma explicação adequada para isso, e tenho certeza que você 􀁻cará satisfeito com isso, Pink. Mas pode esperar. Como você pode ver, o mestre está ocupado com algo importante no momento. Não vamos perturbá-lo mais. Conversaremos mais tarde esta noite.]

Preto não está exatamente errado. Atualmente, Maya está se agarrando a mim com tanta força que parece que sua vida depende disso. Como ficou evidente em seu grito anterior, ela tem um medo insano de altura – que é ainda mais intensificado no caso de voar. Se Maya soubesse que esses carros podem voar, ela nunca teria entrado em um.

Então, embora eu também esteja zangado com o Preto e queira ouvir sua explicação, a oportunidade é boa demais para ser desperdiçada.

[… Bem, mas não se atreva a pensar que eu vou deixar você ir.]

{Claro, você não vai.}

As letras pretas e rosa param de aparecer na frente dos meus olhos. Focando em Maya novamente, começo a acariciar suas costas enquanto sussurrava para ela.

“Você está bem, Maya? Você pode me segurar o quanto quiser, ok?

Olhando para cima, Maya me dá um aceno tímido. Lentamente, depois de um tempo, sua respiração começa a se estabilizar com seu coração se acalmando – embora, sem relaxar o aperto em meus braços ou mesmo espiar pela janela.

“A-Aqueles idiotas! Eles deveriam pelo menos ter nos avisado que vamos voar”, Maya diz, tremendo de medo.

“É verdade, eles nem mesmo consideraram o fato de que alguns de nós podem não se sentir confortáveis em voar. Vou reclamar disso assim que pousarmos”, Falo suavemente.

“O-obrigada…” ela murmura, enterrando a cabeça no meu peito.

Nós dois ficamos em silêncio por alguns segundos antes de Maya falar novamente.

“Eh… Você pode, por favor, continuar falando comigo, Jacob? Eu preciso distrair minha mente de alguma forma, ou vou começar a entrar em pânico de novo”, ela pergunta com uma voz suplicante.

“Ah, você quer se distrair? Isso é fácil. Eu posso fazer isso”, eu digo, vendo a chance e aproveitando-a imediatamente.

“Eu realmente gosto de você, Maya. Quer ser minha namorada?” Eu pergunto a ela.

“…”

Com os olhos arregalados e os lábios entreabertos, o rosto de Maya congela de surpresa. Inesperadamente, até mesmo seu aperto no meu braço afrouxa quando suas mãos caem.

Bem, missão bem sucedida, eu acho…

Como Maya não responde mesmo depois de alguns segundos, continuo falando enquanto me sinto um pouco preocupado.

“Espero que você possa me perdoar por levar tanto tempo para lhe perguntar isso. Fiquei tão ocupado com tudo que…”

Mas no momento seguinte, Maya me interrompe no meio da frase, envolvendo os braços em volta do meu pescoço e beijando meus lábios. Eu posso sentir seu corpo tremendo novamente, embora felizmente, não de medo. Ela está realmente chorando – chorando de felicidade e alívio.

“Espere, espere…” eu digo, separando meus lábios.

“Devo tomar isso como um “sim” ou não?” Eu pergunto provocando, levantando minhas sobrancelhas.

“Sim, seu idiota! É um sim!”

Maya bate no meu peito – parecendo com raiva, mas rindo ao mesmo tempo – antes de me sugar minha língua novamente.

E eu não posso deixar de sorrir para sua fofura.

Como Ilyrana nos contou, levamos exatamente uma hora para chegarmos a cidade, Leprolia. Durante todo o caminho, Maya e eu nos abraçamos e nos beijamos enquanto trocamos algumas palavras aqui e ali – isso ajudou muito a manter Maya ocupada e também fez o tempo passar rapidamente.

“Ainda não estamos pousando?” Eu pergunto, olhando para fora da janela em confusão.

Achei que os carros iriam pousar assim que chegarmos à cidade principal, mas estava claramente errado. Estamos sobrevoando a cidade há algum tempo e os carros não mostraram nenhum sinal de descida.

Droga… Eu estava ansioso para ver a cidade de perto. Mas acho que só posso apreciar a vista daqui de cima — por enquanto, pelo menos.

Embora não esteja muito claro, posso notar as ruas, pessoas e veículos abaixo de nós. No entanto, no lugar de casas e edifícios, existem árvores anormalmente grandes que são magicamente modificadas para ter espaços de vida dentro delas.

Os elfos, que se consideram muito mais próximos da natureza do que qualquer outra espécie, preferem essas árvores às casas de tijolo e cimento. E assim, de cima, uma cidade geralmente parece uma floresta com árvores bem arrumadas.

“Ah, vamos lá.”

Depois de alguns minutos, os carros finalmente começam a descer. Olhando para frente, vejo que estamos perto da maior árvore de toda a cidade – que, aliás, tem mais de três vezes o tamanho da segunda maior árvore. Parece tão grande e majestosa que só podemos olha-la com admiração.

Mas bem, eu não estou surpreso em vê-la. Quero dizer, estou muito animado, mas não surpreso.

Por quê? Porque, como todo mundo, já vi essa árvore extremamente conhecida várias vezes na internet, e até sei muita coisa sobre ela.

É a residência da maior autoridade dos Elfos e a pessoa mais forte, mesmo entre os dez seres mais poderosos; Ilsevel Grimzephyr.

Comentários

  1. Denji disse:

    Muito bom msm, mas cadê o resto da novel?

  2. Aquele acima de todos disse:

    Quelu mai captulino

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar