Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

The World After the End – Capítulo 212

Grande Irmão (6)

Uma voz barulhenta soou dentro da escuridão silenciosa. A voz fez parecer que estava esperando por este dia, evitando falar por milhares de anos. E, surpreendentemente, a voz que vinha da lâmina escura se revelou.

[Então, você deveria ter me ouvido desde o início e não teríamos ficado presos aqui assim.]

— …

[Grande Irmão, minha bunda! O que você vai fazer depois de destruir o Sistema? Isso te dá dinheiro? Isso traz de volta sua juventude? Te elogia ou algo assim? Você já viu todas aquelas pessoas! Eles não queriam que você fizesse isso! Tenho certeza de que todos estão com medo agora. Aquele velho pervertido, o meio-anjo maricas… Todos eles provavelmente estão morrendo de medo de você destruir o mundo! Ah, mas é claro que acho que você pode morrer antes de destruir o mundo.]

Ele já era muito barulhento antes, mas nada mudou desde então. Jaehwan se arrependeu de falar com ele.

[Hah, eu realmente me sinto triste por você, Jaehwan. Sinto que vou chorar agora. Vou derramar lágrimas tristes.]

— Você não tem olhos.

[Bah! É uma metáfora! Você não entendeu? Como pode uma espada chorar? Pelo amor de Deus!]

A espada tremeu violentamente enquanto a voz continuava.

[Então, de volta para onde paramos… Como você pode não saber quando todo mundo sabe?! Você deveria ter ido para as <Grandes Terras> exatamente como eu lhe disse para fazer naquela época, e você teria sido o Monarca mais poderoso lá agora! Poderia ter terminado a guerra nas <Grandes Terras> e viver uma vida pródiga e luxuosa lá! Agora veja o que você se tornou! Você é…]

Jaehwan bocejou enquanto ouvia a espada continuar sem parar e pensar em qual era o nome dela.

“Beastrain.”

Sim. Esse era o nome dela. O Cultivador que Jaehwan conheceu no centésimo andar da Torre dos Pesadelos. Ele era aquele com cabeça de leão, vestindo um terno preto com o apelido de ‘Cavalheiro da Enganação’? Ou algo assim. No entanto, era irônico para alguém que apenas tinha a força de um adaptado de terceiro estágio ter tal apelido.

[O quê? Do que você está rindo?]

— Nada.

Jaehwan esperava isso quando sua espada começou a evoluir depois que abriu caminho para fora da torre, e quando Meikal da <Queda do Crepúsculo> disse a ele que um certo espírito de um ser superior possuía a espada. Mas ele não tinha provas naquela época, e a espada ainda era uma espada.

Jaehwan lutou todas as batalhas com aquela espada. Ele a tinha desde o início e ainda a tinha agora.

— Você não mudou nem um pouco.

[Eu não mudei nem um pouco?! Você é quem acabou com a minha carreira! Veja o que me tornei!]

Se ele ouvisse isso assim que saísse da torre, teria destruído a espada imediatamente. No entanto, Jaehwan havia mudado e ainda gostava da espada.

— Mas não foi muito divertido?

[DIVERTIDO? DIVERTIDO você diz?! O que você está…]

Jaehwan sabia. Aquele demônio pagou um preço suficiente por seus pecados. Ele enfrentou muitos momentos perigosos junto com a espada enquanto vinha para cá.

[Foi…]

A voz ficou quieta. Se a espada tivesse olhos, provavelmente mostraria sentimentos complicados.

Divertido? Foi divertido?

Isso era o suficiente para descrever tudo o que havia acontecido? A espada vibrou de forma irregular. Podia até ser vista como hesitante se fosse um ser humano.

[Você não pode simplesmente descrever tudo isso como divertido. Que rude de sua parte dizer isso…]

No entanto, parecia que Beastrain estava pensando no que havia experimentado. ‘Divertido’ não parecia se encaixar com o que sentia, talvez fosse mais ‘surpreendente’. A jornada que experimentou junto com Jaehwan foi algo surpreendente que ele nunca havia experimentado antes em seus setecentos e oitenta e quatro anos de vida como um demônio.

Não, não havia demônio que pudesse ter passado pelo que Beastrain passou.

Antes de ser colocado na espada, ele era apenas um Cultivador comum. Ele era um demônio de nível médio, um ser desprezado por Monarcas e Generais. Aquele era Beastrain, o 8.152º demônio. Tudo o que poderia esperar em sua vida era se tornar um ‘Cultivador Público’ do Grande Irmão ou se tornar um Deus através de incontáveis Cultivos. E isso só aconteceria se ele tivesse sorte, pois qualquer incidente poderia tê-lo matado.

No entanto, ele se tornou uma espada e lutou contra aqueles Monarcas aterrorizantes.

Ele matou aqueles Monarcas que tinha tanto medo de mencionar seus nomes antes, e massacrou os Deuses com os quais ele tinha muito medo de falar.

Era um prazer que ele não sentia quando vivia dentro do Sistema. Claro, teve que suportar a dor de ser destruído primeiro, mas acabou sendo surpreendente.

Era o prazer de lutar contra o mundo.

Ele atingiu o auge da empolgação quando destruiu o Monarca Gerome. Matar Gerome, que há muito oprimia todos os Cultivadores, era o único momento que ele nunca esqueceria.

O tempo passou e Jaehwan falou com a espada que havia ficado em silêncio.

— Ei.

Beastrain voltou de seus pensamentos e balançou o corpo da espada.

— Você acha que ainda devo começar o ‘jogo de verdade’?

Beastrain não respondeu. Ele apenas vibrou e se recusou a responder. Jaehwan então se lembrou de Myad dizendo a Jaehwan para ser cauteloso com o ‘tempo’. E pensar que esse demônio poderia mudar… Parecia que o ‘tempo’ realmente era aterrorizante.

Não havia nada que fosse permanente no mundo.

Não. Talvez houvesse algo que não mudou afinal.

[Então, Jaehwan. Por que você está tentando conhecer o Grande Irmão? Justiça? Ética? Ugh, não me diga que essa é a única razão pela qual você quer conhecê-lo? Não vamos cair em um clichê aqui, certo?]

Jaehwan franziu a testa com os olhos fechados ao ouvir o sermão de Beastrain. Ele tinha falado por cinco horas seguidas.

[A justiça não vai alimentar você! Ética? Jogue essa merda fora na lata de lixo. Tudo isso é apenas o resultado da educação! Em alguns mundos, a justiça é matar seus pais antes que eles envelheçam e sofram, e em outros mundos, a ética é quando você empresta sua esposa a um amigo! É uma ilusão! É tudo criado por humanos! Ideias que foram todas criadas por perspectivas humanas!]


Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar