Estamos testando algumas plataformas de anuncios, caso notem links suspeitos e direcionando forçadamente para páginas indesejadas nos avise através do formulário de contato.

The World After the End – Capítulo 7

Milhões de Estocadas (6)

Jaehwan não respondeu e isso deixou Beastrain entretido. O momento que ele mais esperava ia acontecer agora.

— Não tem nenhum motivo. Eu escolhi o seu mundo por impulso.

Um desastre que só aconteceu por causa de um impulso. A maioria dos [Produtos] não conseguia aceitar isso. Eles ficavam arrasados ao saber que sua raça foi condenada por tal motivo. A maior parte especula que de alguma forma tinha uma grande razão ou um grande ser por trás disso. Mas não tinha.

Foi tudo uma coincidência. Por impulso.

— Um impulso?

— Sim. Só aconteceu de eu encontrar o seu mundo e ter começado o jogo. Não tem motivos para eu ter escolhido seu mundo. Só meio que aconteceu. Assim como você nasceu no seu mundo.

Beastrain continuou.

— Você deve estar se considerando azarado. Deve estar triste porque um demônio como eu vim para o seu mundo e matei suas pessoas.

Jaehwan não respondeu.

— Pense nisso. Mesmo se eu não viesse aqui, acha que sua raça iria viver para sempre? Impossível. Todos morrerão no seu devido tempo. Todos os seres no universo morrem cedo ou tarde.

Beastrain continuou. Agora ele estava chegando na parte mais importante. Ele vai se deparar com o rosto de um [Produto] desesperado que não conseguiu enfrentar a realidade. Isso era o que Beastrain mais gostava.

— Nesse caso, pode se considerar sortudo. Pelo menos recebeu uma chance de ir para o novo mundo. Fez todas as mortes valerem a pena. Você vai ter uma oportunidade de ir para as <Grandes Terras> e desafiar para se tornar um…

— Já chega. Vamos pular as historinhas chatas.

— O quê?

Beastrain não podia acreditar no que estava ouvindo.

— O que estou querendo saber não é isso.

— Mas…

— Parece que você entendeu errado. Vou te perguntar de novo, com clareza.

— P-Por favor. Pergunte.

As rédeas da discussão foram passadas para Jaehwan.

— O que quero saber é por que está administrando essa torre. Que tipo de recompensa VOCÊ ganha fazendo isso?

— Isso…

Beastrain ficou chocado. Esse [Produto] não pareceu ceder à sua explicação e perguntou sobre o ponto vital sem se deixar influenciar.

— É s-só trabalho voluntário. Alguém precisa fazer, então aqui estou. Haha.

O sorriso estranho fez Jaehwan estreitar os olhos.

“Trabalho voluntário?”

Jaehwan olhou para as partículas flutuando em cima de Beastrain e pensou. Enquanto sua habilidade [Suspeita] ficava mais forte, ele era capaz de distinguir diversas partículas. Algumas ficavam paradas, enquanto outras se moviam ativamente. As partículas que flutuavam em cima de Beastrain eram bem distinguíveis. Elas tocavam Beastrain e se moviam em algum tipo de formação, e desapareciam rapidamente em direção ao lado de fora da torre.

Para Jaehwan, a formação parecia uma palavra. Parecia que Beastrain estava conversando com alguém de longe.

“O monarca… envia… mensagem….”

“Produto… cultivo… colheita… ainda…

“Não mate… o produto…”

“A terra… não… converse…”

“Não pode… data de validade… sem tempo…”

Jaehwan disse novamente:

— Hmph. Vamos voltar para a história então.

— Certo.

Beastrain sentiu o suor escorrendo por suas costas.

— Você tinha falado de um “Monarca”.

— Sim, falei.

Finalmente veio. Beastrain nunca tinha falado com um [Produto] por tanto tempo antes de terminar o verdadeiro jogo, então ele estava tendo cuidados extras para não mencionar sobre cultivo ou colheita e tal.

— Quem são eles? São Reis?

— É parecido. Eles são os governantes das <Grandes Terras>. Aquele que entrar nas <Grandes Terras> será oferecido para se unir às forças dos Monarcas.

— Forças?

Beastrain percebeu o interesse de Jaehwan. Nenhum [Produto] jamais demonstrou interesse nos Monarcas das <Grandes Terras>. Escolher o Monarca certo mudava o futuro deles.

“Você ainda é um Produto, afinal.

Beastrain sorriu e continuou.

— Nem todos serão oferecidos. Apenas o mais forte será… Mas tenho certeza de que você receberá uma oferta do mais forte dos Monarcas.

Colocar confiança no [Produto]. Esse era o primeiro passo. Mas Jaehwan parecia sem emoções. Beastrain ficou ciente disso, mas continuou assim mesmo.

— Se seguir minha orientação, com a honra do demônio, vou jurar te ajudar no seu futuro. Isso significa que vou fazer o máximo possível para que você seja enviado para o melhor dos Monarcas. Claro, somente se você finalizar o verdadeiro jogo.

Jaehwan quase fez uma expressão de desprezo.

“Ele parece um vendedor de seguros.”

Jaehwan parou por um tempo, então perguntou:

— Como pode provar que não está mentindo?

Beastrain parecia achar que Jaehwan tinha acreditado, que sua boca se transformou num leve sorriso.

— Não precisa acreditar em mim se não quiser. Expliquei tudo que podia. Não há mais nada.

Jaehwan acenou com a cabeça.

— Certo. Vou fazer como você disse.

— Finalmente se decidiu?

— Exatos 10 dias. Em 10 dias, vou sair desse lugar.

Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar