Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Trash of the Count’s Family – Capítulo 277

Vocês querem viver? (1)

Dentro do Castelo Blang, o lugar mais próximo do lado do Reino Breck do Desfiladeiro da Morte.

Em uma cela de prisão dentro daquele castelo.

Cale estava andando pelo corredor da prisão de Castelo Blang. Ele perguntou a Rosalyn, que estava ao lado dele.

— Os Anões de Chamas estão indo bem?

Rosalyn zombou da pergunta casual de Cale.

A tribo dos Ursos e a tribo dos Anões de Chamas foram feitas prisioneiras após sua derrota. Eles foram transferidos para o Castelo Blang, que ficava perto do Desfiladeiro da Morte, com os Ursos sendo colocados na prisão subterrânea e os Anões de Chamas sendo colocados na prisão regular.

— Jovem mestre Cale, suponho que estejam bem.

Cale e Rosalyn fizeram contato visual. Ela tinha um sorriso frio enquanto continuava a falar.

— Eles só estão tremendo de medo, porque não sabem quando vão acabar morrendo.

Rosalyn viu Choi Han e Mary, que haviam seguido Cale até ali, vacilarem com sua resposta, no entanto, não prestou muita atenção a isso.

Choi Han seguiu Cale desde o continente oriental, enquanto a necromante Mary foi chamada por Cale para ir até lá.

Rosalyn fez uma pergunta a Cale.

— Você vai dar a eles uma maneira de viver?

— Não tenho certeza.

Cale parou em frente ao grande portão de ferro.

Era uma pequena área onde todos os criminosos estavam reunidos.

Embora fosse chamada de pequena, centenas de pessoas ainda caberiam lá dentro.

— Comandante-nim, você está aqui.

Havia apenas um portão para entrar e sair daquela área. Os cavaleiros e soldados parados no portão cumprimentaram o grupo de Cale com expressões nervosas.

Rosalyn deu uma ordem aos cavaleiros.

— Abram o portão.

Os cavaleiros se curvaram e dois soldados imediatamente abriram o pesado portão de ferro.

Screeeech—

O portão se abriu lentamente para revelar a área interna.

Os magos, cavaleiros e soldados lá dentro foram os primeiros a serem vistos.

Eles estavam posicionados em vários pontos da área, parados com expressões sérias e prontos para agir a qualquer momento.

Cale desviou o olhar deles e abaixou a cabeça.

“Humano! Há tantos anões!”

Os anões, uma raça menor que os humanos, estavam em fila em grupos de dez e olhavam para Cale.

Raon continuou a falar na mente de Cale.

“Eles parecem estar extremamente assustados!”

Nem todos estavam assim, no entanto, a maioria tinha expressões assustadas em seus rostos.

Eles não tinham escolha a não ser ficarem com medo.

Foram todos acorrentados e levados para aquela área esta manhã. A alegria de poder rever seus amigos e familiares depois de separados em diferentes celas em grupos de dez não durou muito.

Eles tinham notado que algo estava acontecendo.

Os guardas da prisão se foram, enquanto cavaleiros e magos que faziam parte dos esquadrões de batalha apareceram e começaram a vigiá-los.

Além disso, os soldados ficaram entre os Anões de Chamas e criaram uma atmosfera cruel para evitar que os Anões tivessem quaisquer ideias tolas.

“Algo vai acontecer.”

Os Anões perceberam que algo grande iria acontecer com eles naquele dia.

Depois de se perguntarem o que poderia ser o dia todo, finalmente puderam ver os dois comandantes ruivos pela primeira vez em algum tempo.

Rosalyn e Cale.

Ambos eram figuras de ressentimento e medo por eles.

A batalha no Desfiladeiro da Morte.

A tribo dos Anões de Chamas apostou tudo naquela batalha. Foi por isso que trouxeram as asas e os lançadores de bombas mágicas enquanto lideravam toda a sua tribo na batalha.

Os membros fracos de sua tribo ficaram na parte de trás enquanto mostravam suas habilidades talentosas com as mãos, enquanto o resto dos adultos foram para a batalha.

“Precisávamos de liberdade.”

Kanelle, o atual chefe da tribo dos Anões de Chamas, mordeu os lábios.

Na verdade, eles queriam que o Arm aprovasse suas habilidades e desse a eles um território próprio. Queriam ser capazes de transformar até mesmo um pequeno canto do Norte no território da tribo dos Anões de Chamas.

Faziam parte de uma tribo estúpida que não tinha talento para fazer dispositivos mágicos.

As lembranças de terem sido ridicularizados pelos outros anões ainda estavam vivas em suas mentes. Foi por isso que continuaram a trabalhar duro e agora podiam fazer alguns dispositivos mágicos decentes.

O resultado disso foram as asas que mostraram durante a última batalha.

No entanto, essas asas foram facilmente destruídas.

O Chefe Kanelle sentiu como se isso estivesse dizendo a eles que a tribo dos Anões de Chamas nunca voaria.

— Parece que estão todos aqui.

O olhar de Kanelle dirigiu-se para um dos dois comandantes ruivos.

Era Rosalyn.

O olhar de Kanelle estava cheio de raiva quando olhou para Rosalyn. Foi uma reação normal de um líder que liderou uma tribo para lutar pelo outro lado.

No entanto, sentiu medo em vez de raiva quando o outro comandante ruivo começou a falar.

— Todos vocês podem sair.

Cale Henituse. Ele pisou na pequena plataforma em frente aos Anões e deu a ordem.

Os cavaleiros, magos e soldados do Reino Breck se encolheram com sua ordem e olharam para Rosalyn. Eles pareciam estar nervosos.

Embora Cale, assim como Choi Han e Mary que o apoiavam, fossem fortes, ainda havia quinhentos inimigos. Isso poderia ser um problema se decidissem agir com raiva por perder a batalha.

Os cavaleiros e magos se reuniram ali para mantê-los sob controle, no entanto, Cale estava dizendo para saírem.

Rosalyn olhou para Cale enquanto pensava que isso era estranho, no entanto, logo acenou para o cavaleiro que era o representante do grupo.

Clack. Clack. Clack.

Passos rígidos puderam ser ouvidos. Todos logo saíram pelo único portão de saída da área.

Screeeech—

O portão de ferro se moveu lentamente antes de fechar completamente.

Bang!

O interior daquela área era completamente separado do exterior.

Os olhares dos anões dirigiram-se lentamente para o topo da plataforma. Havia apenas um lugar para olhar na área que não tinha nada além de paredes esburacadas.

Seus olhares todos pararam em um local.

Era a localização da pessoa que tinha suas vidas nas mãos.

Kanelle, o chefe da tribo dos Anões de Chamas, olhou para Cale Henituse com medo.

“A pessoa que matou o Dragão meio-sangue.”

Realisticamente, foi Choi Han e as Baleias que derrubaram o meio-sangue, no entanto, os Anões de Chama viam isso como se fosse Cale que tivesse criado a base para derrotá-lo.

Todos os anões temiam o poder dos dragões.

Cale era o líder do povo que lutou contra aquele dragão meio-sangue.

Não ficariam tão assustados se fosse apenas Rosalyn de pé na plataforma. Ela não conseguiu derrotar o meio-sangue, então era como eles.

No entanto, Cale era diferente.

O Chefe Kanelle, assim como os outros Anões, estavam todos olhando para Cale.

Ele era o comandante que havia usado o poder do fogo, da água e da terra. Ele transformou a tribo dos Anões de Chamas em prisioneiros de guerra, mas não fez nada com eles. Nem tinha vindo vê-los até agora.

Mas essa pessoa apareceu de repente.

O que ele teria a dizer?

Teriam que se tornar escravos novamente, assim como foram depois de serem subjugados pela Estrela Branca e pelo dragão meio-sangue?

Ou nem teriam essa chance, pois planejava matá-los?

Cale começou a falar naquele momento.

— Vocês querem viver?

As pupilas do chefe Kanelle começaram a tremer.

Embora ninguém tivesse dito nada, a ansiedade dos Anões podia ser sentida.

No entanto, Cale não disse mais nada aos Anões de Chamas. Ele fechou os olhos e deixou o caos continuar à sua frente. Então ouviu a voz de Raon naquele momento.

“Humano! Está na hora!”

Cale abriu os olhos em resposta e olhou para Rosalyn. Ela mordeu os lábios depois de ver a expressão de Cale.

“Sério mesmo? Bem aqui—?!”

No entanto, ela endureceu sua expressão e pegou um dispositivo de comunicação por vídeo e o conectou.

Oooooooong—

O dispositivo de comunicação por vídeo começou a vibrar.

A tela apareceu na parede esburacada da área.

— Oh!

— Ho…

Um bom número de anões ficou chocado. Eles podiam ouvir a voz de alguém vindo da tela.

[O nome do Império não é leve.]

Um rosto bonito com um sorriso gentil apareceu na tela.

— O Príncipe Imperial!

Era o vídeo do Príncipe Imperial Adin fazendo seu discurso.

O chefe anão Kanelle inconscientemente se afastou da tela e olhou para Cale.

A Aliança Indomável e o Império. Por fora, os dois não tinham relações entre si, no entanto, Cale Henituse estava atualmente mostrando aos Anões de Chamas que faziam parte da Aliança Indomável um vídeo do Príncipe Imperial.

Cale e o chefe da tribo dos Anões de Chamas fizeram contato visual.

Hehe.

Ele podia ver Cale sorrindo.

“Descobriram! Ele sabia disso o tempo todo!”

A Aliança Indomável, o Arm e o Império. Ele tinha certeza de que Cale sabia de tudo.

O som de pessoas ofegando em estado de choque, o farfalhar de pessoas se movendo e todos os outros ruídos desapareceram, fazendo com que todos os Anões caíssem em estado de silêncio.

[O Império trabalhou muito pela paz.]

Apenas a voz do Príncipe Imperial Adin podia ser ouvida através do silêncio.

Cale olhou para o homem na tela de vídeo. Ele também podia ver vários cidadãos do Império olhando para Adin, que estava parado em uma plataforma na praça.

Estavam agitando a bandeira do Império e não escondendo suas emoções.

O centro do continente ocidental.

Nosso maravilhoso Império.

No entanto, parecia que seu Império estava lentamente perdendo força nos dias atuais.

O problema com a Igreja do Deus Sol, o Castelo Maple, o palácio destruído e a tentativa de assassinato da Vice-Mestra do Campanário dos Alquimistas.

O Príncipe Imperial continuou a falar com os cidadãos que observavam o vacilante Império.

O Império trabalhou duro pela paz.

[Isso é porque o Império é o centro do continente ocidental.]

O Príncipe Imperial que era conhecido por ter um sorriso gentil não estava mais ali.

Seu rosto que parecia frio sem um sorriso tinha uma expressão extremamente séria enquanto proclamava para os cidadãos do Império também, como aqueles que assistiam pela tela.

[Decidimos retomar nosso castelo perdido.]

Seu castelo perdido.

Castelo Maple.

O orgulho do Império que havia sido levado por Toonka e o Reino Whipper.

A praça do Império estava começando a esquentar naquele dia de primavera.

Os cidadãos que ainda confiavam no Império e ansiavam pelo momento em que restaurariam seu orgulho destruído se prepararam para compartilhar suas emoções. O Príncipe Imperial disse a eles, não, ele falou para os inimigos.

[O forte não precisa se esconder, nem usar truques mesquinhos. Precisamos apenas de métodos justos para mostrar nossa força dominante.]

“Huuu.”

Cale, que era um inimigo que o Príncipe Imperial não conhecia, começou a sorrir.

“Métodos justos, hein? Preciso dizer à senhorita Lina e à selva para esperarem um pouco mais.”

Cale gostou bastante de ‘métodos justos’ e de uma ‘demonstração de domínio’.

Adin voltou ao seu sorriso único, charmoso e confiante e gritou como o herdeiro do único Império no continente ocidental.

[O império. Vocês poderão sentir o valor desse nome com seus corpos daqui em diante.]

Waaaaaaaaaaaaaaaah—

Os gritos dos cidadãos sacudiram a praça.

Eles estavam gritando tão alto que sacudiram a área onde os anões de chamas estavam também. Os olhares dos Anões ainda estavam na tela com o rosto do Príncipe Imperial.

O Império estava declarando guerra contra o Reino Whipper.

Esse fato foi gravado nas mentes dos anões.

Foi por isso que se viraram lentamente para um lado. Podiam ver o comandante que estava casualmente parado na plataforma.

Tap. Tap.

O Comandante Cale Henituse desceu lentamente da plataforma e se aproximou dos anões de chamas.

Ele estava no nível deles agora.

No entanto, o rosto do chefe Kanelle empalideceu.

Havia uma aura familiar, mas desconhecida, vinda do comandante que se aproximava.

Era a aura que sentiam enquanto eram praticamente escravos do Arm. Era algo que seus instintos lhes diziam para temer.

“Pavor do Dragão!”

Eles podiam sentir a aura de um dragão vindo de Cale enquanto descia da plataforma. No entanto, Kanelle não disse isso em voz alta.

Era diferente de um dragão.

Embora fosse diferente, essa aura era tão forte quanto a aura de um dragão.

Era algo que ele nunca havia sentido antes em sua vida, no entanto, ainda tornava difícil para ele respirar e o fazia sentir como se fosse morrer se tentasse atacar Cale.

O comandante que descia da plataforma parou de andar. Ele parou bem na frente do chefe Kanelle.

Kanelle levantou a cabeça para olhar para Cale.

“Esta aura.”

Kanelle sabia como Cale havia derrotado o Dragão meio-sangue e a Aliança Indomável.

O comandante começou a falar.

— Você quer viver?

As palavras que foram ditas com uma aura diferente das anteriores pesaram muito e colocaram a área em estado de silêncio.

Cale olhou para o anão que diziam ser o chefe. Ele já havia ativado uma Aura Dominadora de alta intensidade enquanto esperava pela resposta do Anão.

O chefe Kanelle logo respondeu.

Plop.

Ele se ajoelhou.

“O que está acontecendo?”

Cale ficou ansioso com a reação que foi mais extrema do que ele esperava.

O chefe parecia pronto para gritar alguma coisa. Isso o lembrou do Cavaleiro Guardião maluco, Clopeh.

Cale afastou-se urgentemente do chefe.

No entanto, outros apenas viram isso como um comandante assustador ignorando friamente o chefe ajoelhado.

Foi por isso que o chefe ajoelhado começou a falar.

“Por favor, deixe-os viver.”

Era isso que ele queria dizer.

Para um chefe de uma tribo enfrentando alguém que já sabia sobre o relacionamento entre o Império, o Arm e a Aliança Indomável, isso era tudo que ele poderia pedir.

Se o fato dele se ajoelhar pudesse salvar a vida de alguns membros de sua tribo desse humano que emitia uma aura que estava no nível de um dragão, ele ficaria feliz.

Foi por isso que não pôde deixar de continuar encarando Cale.

Cale então se virou para o chefe depois de olhar para os outros anões. O chefe que pensou que sua chance havia chegado tentou abrir a boca para falar com Cale novamente, mas o ruivo foi um pouco mais rápido.

— Há algo para todos vocês fazerem.

Anões eram conhecidos por suas habilidades para fazer coisas.

O chefe Kanelle engoliu seu medo dessa aura semelhante ao Pavor do Dragão quando perguntou.

— O que precisa que façamos?

“Os Anões de Chamas são apenas criaturas tristes que precisam fazer coisas e tê-las tiradas de nós? Não fomos feitos para ter liberdade?”

Foi o momento em que o desespero passou pelos olhos de Kanelle.

O Comandante Cale olhou para Kanelle e os Anões enquanto continuava a falar.

— Façam algumas asas.

Asas.

Essa palavra fez os anões recuarem.

Eles criaram asas durante sua tentativa de vencer a batalha no Desfiladeiro da Morte.

No entanto, essas asas acabaram sendo rasgadas e falharam.

— A-As mesmas asas?

O chefe perguntou com a voz trêmula e Cale pensou em alguém enquanto olhava para o anão chefe.

Icarus.

Era um personagem da mitologia grega. Ele havia usado suas asas para voar em direção ao céu antes de cair para a morte.

No entanto, Cale não queria outro Icarus.

Ele chamou outra pessoa em vez de responder ao anão que esperava desesperadamente por uma resposta.

— Mary.

— Sim, Cale-nim.

A necromante, Mary. A mulher que ainda usava uma túnica preta que cobria todas as partes do corpo caminhou até Cale.

Mary perguntou a Cale que a havia chamado.

— O que precisa que eu faça, jovem mestre-nim?

Cale ouviu a pergunta dela e olhou em volta.

Ele podia ver os Anões de Chamas e Mary, bem como a área fechada em que estavam.

No entanto, Cale estava pensando no céu lá fora enquanto respondia à pergunta dela.

Ele precisava que a tribo dos Anões de Chamas e Mary fizessem algo juntos.

— Um pássaro de fogo.

O local da primeira batalha com o Império.

O céu.

Ele precisava de um poder avassalador que pudesse dominar o céu.

Esse poder esmagador seria criado por esses anões de chamas derrotados e pela necromante que o deus do sol detesta.

Cale preferia mostrar domínio com força esmagadora, semelhante ao Príncipe Imperial.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 7 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
5 Comentários
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Denis
Visitante
Denis
1 ano atrás

– O forte não precisa se esconder nem usar truques mesquinhos. Precisamos apenas de métodos justos e justos para mostrar nossa força de domínio.

‘Hooo.’

O Cale: Indireta pra mim, fofa?

Cale 🛐
Visitante
Cale 🛐
2 anos atrás

Cale do céu, amém.

Não sei
Visitante
Não sei
2 anos atrás

A Aura dominadora tava nem na potência máxima e já tava no nível do medo de dragão

Baru
Visitante
Baru
2 anos atrás

Pô essa tribo de anões até que são gente boa, eles podem terem compactuado com coisas terríveis, mas eles também estavam em uma situação extremamente difícil

Acho que eles merecem a sua tão esperada libertada agora, espero que o Cale os conceda isso

Lipe Gameplay
Membro
Lipe Gameplay
9 meses atrás
Resposta para  Baru

Ai ai man
1 ano atrás e continua sendo traduzido pelo Google

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar