Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Unlimited Power – Arcane Path – Capítulo 749

Capítulo 749

“Interessante. O preço que vocês pagaram foi alto, mas obtiveram uma energia poderosa e bastante interessante. Suponho que seja natural. Mesmo que tenha perdido suas propriedades, suas memórias ainda estão tentando proteger todos vocês e…”

Antes que a besta gigante pudesse completar outra sentença, Leon, Ilyana e Tyrselle voaram na velocidade máxima e atingiram o monstro com os punhos. Surpreendentemente, o corpo inteiro do monstro tremeu e se moveu um pouco para trás. Isto o fez arregalar os olhos de choque por um instante, mas se recuperou rapidamente.

“Como pensei, devemos sacrificar mais memórias”, Tyrselle falou: “Este tanto de poder não é o bastante.”

Era estranho. Mesmo que atacassem com todo o poder, o ataque dos três não feriu a besta. Isto causou um impacto enorme ao ponto em que moveram o corpo do monstro para trás, mas não havia sinais de feridas. Após analisar por um tempo, entendeu que foi devido ao domínio da própria energia. Desde que o controle era baixo, a energia era dissipada após o impacto. Leon concluiu que após a energia retornar ao seu corpo de todas as direções.

“Graças aos deuses esta energia sempre retorna aos nossos corpos”, Leon franziu a testa: “Se não fosse o caso, seria extremamente impraticável usá-la, mesmo que seja praticamente infinita.”

“Foque na cabeça do inimigo, Leon”, Ilyana disse: “Não é hora de fazer monólogos e analisar nossos novos poderes.”

“É inevitável”, Leon deu de ombros: “Não sou do tipo instintivo quando se trata de magia. Preciso analisar tudo com cuidado, e preciso fazer pequenos passos por vez.”

Enquanto os dois conversavam na frente de um monstro enorme, seus aliados ficaram boquiabertos. Foi só por um instante, mas notaram a expressão chocada no rosto do monstro. Entretanto, estavam mais impressionados que apenas alguns socos conseguiram mover um corpo que era tão grande quanto um planeta. O primeiro a se recuperar foi Hector. Como de costume, seu comportamento usual sempre o ajudou com isso. Colocou a mão nos ombros de Amanda e Maya e então sorriu.

“Vamos lá”, Hector falou: “Não podemos deixar o Leon e seus novos companheiros pegarem toda a glória. Este é um momento histórico e não podemos ficar para trás, ou nos arrependeremos mais tarde.”

“Yeah”, Amanda assentiu: “Só tive algumas chances de lutar ao lado do meu irmão, esta é a batalha final, então não posso perder esta chance.”

“Você está ficando sentimental demais com a idade, mãe”, Maya falou: “Você também, pai. Não seja imprudente.”

“Não somos velhos!” Os dois protestaram ao mesmo tempo.

Antes que Leon, Ilyana e Tyrselle pudessem atacar novamente, Hector, Amanda e Maya avançaram. Como esperado, seus ataques não tinham tanta energia quanto os outros três, mas o corpo inteiro da criatura tremeu.

“Bem, se eles podem, então também podemos”, Gisela falou enquanto mordia os lábios e sorria simultaneamente: “Melhor dizendo, se eu não fizer, só me envergonharei. Todos vocês que ainda tem bolas para lutar, sigam-me!”

“Gisela… isso não é algo que uma mulher deveria dizer”, Lennart franziu a testa.

“Uma briga com um novo tipo de poder?” Tom sorriu: “Isso é o que estava procurando!”

Aqueles três atacaram a besta massiva, e o corpo do monstro tremeu de novo. Nesse ponto, não havia sentido no criador do sistema esconder sua surpresa, e isso foi o bastante para elevar a moral daqueles guerreiros.

“Tsk. Gisela… essa bruta sempre correndo sem pensar”, Yuki disse enquanto rangia os dentes: “Como ousa fazer algo tão legal antes de mim? Ren, siga-me! Temos que derrotar o monstro antes dela.”

“Sim, Vossa Majestade!” Ren assentiu.

Seguindo aqueles logo atrás estavam Sasha, Betty, Crik e todos os outros guerreiros. Apesar de terem sido revividos, todos tiveram algumas dúvidas em suas mentes de que tudo era uma perda de tempo, porém, após ver os resultados dos poucos ataques, mudaram de ideia.

Uma enxurrada enorme de socos e chutes aterrissaram no corpo do monstro. Mesmo que mal tivessem experiência em usar energia de memória, rapidamente conseguiram empurrar o monstro para trás sem parar com seus ataques. As memórias de Leon sobre seus aliados estavam bastante borradas, já que pertenciam a Ilyana, e aquilo aconteceu antes do primeiro Reset. Apesar disso, sentiu um senso estranho no seu peito enquanto via todos lutarem. Não só isso, se pegou sorrindo entre tudo isso. No entanto, não por muito tempo. Apesar de todos estarem atacando o monstro, a criatura ainda precisava retaliar. Nem mesmo tentou se defender. Algo estava errado, e no mínimo, Leon sabia que tal besta não seria derrotada sem lutar.

Leon, Ilyana e Tyrselle se prepararam para lançar outro ataque com todo seu poder, mas de repente, o corpo do monstro começou a tremer de maneira estranha. Algo estava vindo. Até Leon se sentiu obrigado a recuar um pouco, porém, o que veio em seguida estava além de suas expectativas.

“HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!”

O monstro riu, e todos encararam chocados. Não esperavam que tal monstro pudesse rir desse jeito. Por um segundo, pensaram que talvez essa coisa não fosse tão diferente deles, mas então mudaram de ideia novamente.

“Interessante… Interessante! Pensar que um bando de insetos como vocês poderia fazer meu sangue ferver assim. Venham! Por favor, mostrem-me seu verdadeiro potencial! Matem-me e mostrem que talvez todo meu conhecimento seja digno de ser sacrificado para obter o mesmo poder!


Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar