Participe do nosso novo grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação e veja os benefícios.

Chrysalis – Capítulo 105

A Fúria Kong

Tiny também pôde sentir isso. Não tenho ideia de como, mas ele começa a olhar fixamente para as paredes, com a eletricidade estalando em seus olhos junto com a raiva. Ele realmente parece estar entrando em frenesi! 

Deixando as larvas que carregava, volto para a câmara da Rainha, que está ficando mais brilhante a cada momento, a luz é quase ofuscante, minhas pernas estão absorvendo mana tão rapidamente que o chão está quente para mim, como se eu estivesse de pé em um prato quente. 

‘Tanta energia! É quase incompreensível quanta mana está ondulando pelas paredes. O que alguém poderia fazer com todo esse poder?! Se esta cena está sendo replicada por toda a Masmorra, milhares de quilômetros quadrados… eu… não consigo pensar de onde tudo isso vem.’ 

‘Tem que haver uma fonte, certo?!’ 

Inquietação e medo surgem em meu coração quando penso nisso. Algo que é capaz de um feito como este… 

Com apenas uma pequena fração desta energia, posso criar uma esfera de morte totalmente devoradora… com apenas uma pequena porção da mana que está se agitando das paredes apenas nesta câmara. 

Estremeço ao pensar em como a floresta está agora. 

Enquanto as assinaturas de calor florescem ao meu redor, não posso deixar de me virar constantemente para olhar fixamente para um lado e depois para o outro, nunca sabendo exatamente quando vai surgir alguma coisa com vida. As fontes apertadas de calor escaldante que posso sentir não crescem a uma velocidade constante, uma delas começa a brilhar intensamente, fazendo-me virar para olhar apenas para que desapareça ligeiramente, enquanto outra explode de repente com crescimento, fazendo-me virar. Isso acontece repetidamente até que fico tonto de tanto girar. 

Quase sinto como se quisesse que essas coisas saltassem das paredes de uma vez, só para saber que já começou. 

As formigas continuam seu movimento constante, levando a ninhada para o nosso túnel de fuga antes de partir e voltar para trazer mais. 

O túnel de fuga em si permanece abençoadamente escuro, intocado pelas veias de luz, com o início dele mais e mais brilhante a cada segundo. 

*Scratch* *scratch* *scratch*. 

‘O que diabos foi isso?!’ 

De um lado da câmara, posso ouvir um som fraco de arranhar, como garras… ou dentes… nas pedras.  

‘Não posso ter certeza, mas… juro que o som está vindo de dentro da parede.’ 

Então: 

*Scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* *scratch* 

De todos os lados, de cima do poço, da câmara de ninhada e de todos os lugares da Masmorra, o horrível arranhar explode em uma sinfonia de sons. 

As paredes estão queimando tanto que minhas antenas parecem que estão praticamente pegando fogo e meu coração está batendo forte no meu peito.  

‘Isso é quase mais do que uma formiga pode aguentar!’ 

Eu aperto minhas mandíbulas para impedi-las de tremer. 

‘… Masmorra estúpida… monstros estúpidos… vocês… vocês querem um pouco disso aqui?’ 

‘Vocês querem vir… vocês querem surgir aqui e lutar comigo?’ 

‘VENHAM ENTÃO, MOSTREM A ESSA FORMIGA O QUE VOCÊS PODEM FAZER!’ 

*CRASH* 

Bem na frente dos meus olhos, um braço surge do chão, enviando uma chuva de terra voando por toda a câmara e nos meus olhos. Eu recuo instintivamente e, antes que eu possa me recuperar, Tiny já está lá. 

Um punho titânico arde com eletricidade e seus lábios são puxados para trás em um guincho feroz enquanto as cordas de músculos em seu ombro se movem e atingem o chão. 

Um grito estridente soa, abafado pela terra, mas Tiny não terminou. 

Arrancando sua mão do chão, posso ver que ele agarrou o monstro entre seus dedos grossos. A besta não se parece com nada que eu tenha visto antes, toda preta com longos tentáculos espinhosos crescendo de um torso que é mais boca do que corpo, quatro braços finos com juntas duplas emergindo em ângulos chocantes. 

‘Este monstro não segue um design natural, nunca vi nada nem remotamente parecido com isso na Terra! Que diabos é isso?!’ 

O monstro recém-nascido grita e se contorce em seu aperto, com os tentáculos e mãos em forma de garras atacando o longo braço de Tiny. A raiva nos olhos do grande macaco queima cada vez mais forte, combinando com o brilho da corrente elétrica queimando em sua mão. 

O relâmpago fica cada vez mais forte até que a eletricidade se enrola ao redor do corpo do monstro como cobras enlouquecidas. A criatura grita mais alto a cada momento até que, com um som crepitante, de repente fica imóvel. 

Tiny …’ 

‘Você… a cozinhou… com um raio?! Isso é tão foda!’ 

*CRASH**CRASH**CRASH**CRASH**CRASH* 

Mais e mais monstros começam a explodir das paredes, mãos, garras, escamas e presas começam a rasgar a terra ao nosso redor. Algumas formigas são apanhadas pelas garras enquanto correm com as larvas recém-nascidas em suas mandíbulas, com mais membros aparecendo das paredes e do chão para rasgá-las e arranhá-las. 

‘Merda!’ 

Começo a correr instantaneamente. Enquanto as paredes se quebram em pedaços, a terra explode enquanto membros se debatem e mandíbulas rangentes abrem caminho para fora da terra ao nosso redor. 

‘Mordida Esmagadora!’ 

Snap! 

Sem misericórdia, corro até uma formiga presa por outro monstro e mordo com força com minhas mandíbulas, cortando o membro que há poucos momentos havia impedido a formiga de se mover em direção ao túnel de fuga. 

“Corram para o túnel!” Grito com todas as minhas forças e espero que as formigas consigam ouvir em meio a todo esse caos. Suas antenas podem estar cobertas de terra, o que interfere em sua audição. 

Eu me atiro para a próxima formiga presa, desesperado para libertar todas elas. 

Na minha visão periférica, posso ver que Tiny parece simplesmente ter enlouquecido. 

Seu corpo está tão carregado de energia elétrica que seu cabelo comprido está quase em pé, dando-lhe uma aparência sobrenatural, quase demoníaca. Seus longos braços se chocam repetidamente contra as paredes conforme os monstros surgem, com os tremendos impactos enviando ondas de choque pelo solo. 

Eu o vejo mergulhar uma mão na terra e puxá-la novamente com uma bizarra criatura verme em forma de gancho enrolada em seu braço, com a boca de sanguessuga agarrada, presa pelo punho do macaco. 

Com um berro poderoso, Tiny canaliza sua eletricidade para seu braço, assando o monstro em segundos antes de se virar e arremessá-lo na cara de outra criatura que está atacando-o do outro lado da câmara! 

É uma cena de caos! 

À medida que os monstros emergem, eles não se dedicam a lutar apenas contra nós, ou coordenar-se uns com os outros. Eles se rasgam com a mesma rapidez, mesmo que sejam da mesma espécie! 

Acho que toda a Masmorra está possuída por essa loucura!’ 

‘A onda… é uma insanidade total!’ 


Gostaria de ter sua novel favorita em PDF ou algum outro formato digital para ler offline?? ACESSE AQUI e saiba como!!

Comentários

5 2 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais recente
Mais Antigo Mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Cansado
Membro
Cansado
4 meses atrás

Parece os efeitos de Shub Niggurath de Lovecraft

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar