Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Chrysalis – Capítulo 241

Ataque Repentino

Os monstros vieram do norte e avançaram para o sul em um bando faminto, procurando, destruindo e devorando tudo em seu caminho como uma maré de vikings bestiais.

À medida que os monstros se aproximavam, seus rosnados e rugidos soavam mais altos nos ouvidos das pessoas e o pânico rapidamente se espalhava por seus rostos.

O medo se espalhou muito rapidamente de pessoa para pessoa ao meu redor, obscurecendo seus rostos e distorcendo suas expressões.

‘Essas pessoas perderam a vontade de lutar tão rapidamente…’

Eu não deveria estar muito surpreso, essas pessoas perderam suas casas e famílias para essas criaturas. Pode ter sido pequeno e fraco, mas eles também perderam seu país, contra um inimigo que destruiu algo muito maior do que eles, era natural que eles se sentissem intimidados.

Mas eu não ficaria de braços cruzados.

[Tiny, traga Crinis para mim, precisamos lutar.]

‘Se aqueles monstros estúpidos pensam que podem chegar tão perto da minha colônia, então eles estão loucos.’

Eu estalei minhas mandíbulas em voz alta várias vezes seguidas.

*CLACK* *CLACK* *CLACK*

Os ruídos agudos em staccato ressoavam alto, cortando o medo crescente. O círculo de pessoas se voltou para mim bruscamente.

[Padre, diga às pessoas para se esconderem e ficarem fora do meu caminho. Vou defender minha colônia, mas se algum monstro passar, o povo precisará se defender.]

O padre assentiu com entusiasmo.

[Claro, Grande! As bênçãos do Sistema pertencem apenas àqueles que estão preparados para merecê-las! Sua sabedoria é tão profunda quanto a Masmorra, tão ampla quanto a extensão do Céu Infinito e tão…]

[Apenas diga a eles, já!]

[Oh! Certo!]

Eu quebrei a ponte da mente com o padre tagarela e ele se virou para as pessoas para explicar o que eu disse. Gradualmente, alguma vida retornou aos rostos das pessoas ao meu redor, e enquanto eu saía do círculo, elas recuavam respeitosamente para me conceder espaço.

‘Isso é algo bom!’

Os monstros estavam sobre nós.

Ao ver o enxame correndo em direção à aldeia, não pude deixar de sentir uma onda de nostalgia rolar por mim.

‘Todos os meus velhos amigos estão aqui!’

‘As centopeias com garras! Tantas malditas centopeias!’

Como um tapete de morte, elas deslizavam e escalavam uns sobre os outros, estalando loucamente no ar enquanto se aproximavam.

‘Os filhotes de Lobo-Dragão e suas versões evoluídas também estão aqui, acho que espiei um Urso-Titã da Terra pisando forte entre a horda.’

‘Até os coelhinhos estão aqui! Awww, as bolinhas fofas! Diabólicas, assassinas, e pequenas bolas de pelo.’

‘Sem falar nas Croco-Bestas. As criaturas estúpidas também estão aqui.’

‘Parece que essa é uma coleção de monstros da área da floresta extensa, talvez eles estivessem reunindo os monstros lá, assim como fizeram aqui, para atacar a superfície.’

‘Que droga!’

‘Achei que finalmente estava livre de sua intromissão!’

O trovejar de pés monstruosos estava ficando mais alto conforme a horda levantava poeira enquanto corria em nossa direção, apenas mais uns cem metros e eles estariam entre os aldeões. Não querendo esperar, corri em direção à horda que avançava.

‘Não tenho tempo para ligar uma Bomba Gravitacional, vou ter que fazer isso à moda antiga.’

Eu corri para frente velozmente. Meu cérebro entrou em ação, cada um criando uma lança de gravidade o mais rápido possível, não tive tanto tempo para descansar desde que lutei contra o Comandante Croco, mas era o suficiente para lidar com esses lixos, mesmo que fossem milhares.

Meu cérebro trabalhava fazendo hora extra, tecendo rapidamente a magia, com as camadas fluindo juntas como se estivessem avançando rapidamente.

‘Lança de Gravidade! Três vezes!’

Assim que os projéteis roxo-escuros voaram, eu já estava trabalhando em outro conjunto. As lanças voaram para o alvo, não que pudessem errar, batendo na linha de frente da onda, capturando grandes grupos de monstros e prendendo-os, forçando-os a tropeçar e quebrando seu ímpeto de corrida.

Mesmo enquanto eu avançava, a próxima onda de lanças tomava forma. Eu despejei minha mana de gravidade e fortaleci os feitiços, deixando-os voar assim que a onda bateu em mim. Ou fui eu quem bateu neles?

Meus subcérebros continuavam criando mais lanças enquanto eu batia no meio dos monstros e seus golpes começavam a chover na minha carapaça, golpeando-me a torto e a direito.

‘Como se eu fosse apenas me sentar aqui e aceitar!’

‘Mordida Destruidora!’

Ataques incessantes caíram sobre minha concha de diamante, mas eu permanecia firme, com a maioria do dano não conseguindo penetrar. Centopeias se levantavam para me agarrar e eu as esmagava com uma única mordida, e quando um urso assustador se chocou contra mim pelo lado, fazendo-me cair, eu canalizei mana para minhas mandíbulas e mergulhei de volta para ele.

Mordida após mordida, eu esmagava suas defesas, com minha resistência se esvaindo com minha mana até que a besta finalmente caiu.

Eventualmente, o dano da onda começava a se acumular. Uma batida aqui e uma garra ali reduziram minha saúde até que fui forçado a acionar minha glândula de regeneração, embora eu não tivesse realmente preocupado.

Eu podia senti-los chegando.

“GRAAAAAAH!”

*BUM!*

Com um estrondo titânico, Tiny anunciou sua chegada ao campo de batalha. Saltando alto, ele caiu no chão como um trovão, com seu pé recém-regenerado pisoteando e esmagando um Crocodilo sob ele ao cair.

E então Crinis estava lá.

Como um pesadelo, seus tentáculos explodiram para fora, agarrando-se a qualquer monstro que tocavam e despedaçando-os, ou levantando-os no ar para jogá-los no vazio sem fundo de sua boca.

Meu coração se animou ao vê-los no campo de batalha ao meu lado.

Enquanto eles estivessem comigo, podíamos defender a colônia contra qualquer coisa, eu tinha certeza disso.

‘Mordida Destruidora!’

Antes que minhas mandíbulas pudessem se fechar no Lobo-Dragão diante de mim, uma lança de luz empalou a criatura, despachando-a em um único golpe.

‘Opa… oi??’

Ajustando-me ligeiramente, olhei para trás e vi um caminho reto através dos monstros criado por aquele ataque penetrante.

‘Deve ter atravessado diretamente cinco monstros! Que diabos!’

À medida que os monstros se aproximavam gradualmente mais uma vez, tive um vislumbre fugaz de Morrelia, com a raiva queimando em seus olhos e sua mão estendida, sua espada estava apertada e firme.

‘Esse foi um golpe poderoso!’

‘Espero que ela não esteja mirando em mim…’


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

5 1 voto
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar