Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Douluo Dalu – Capítulo 336

O Fim, Capítulo Final

Não havia medo na expressão de Qian Renxue. Muito pelo contrário, ela estava calma, parecendo até serena de certa forma.

Ela já havia usado toda a sua força e sacrificado até mesmo sua divindade nesse ataque final. Foi então que ela pensou consigo mesma: Bibi Dong, você me deu a vida e eu a usei para compensá-la. Agora eu já não lhe devo mais nada.

Aquela aterrorizante espada vermelha era como a invocação de um deus da morte ancestral. Deixando de lado no seu estado atual, Qian Renxue não teria sido capaz de bloqueá-la nem mesmo se ainda fosse a Deusa dos Anjos.

Adeus, Bibi Dong. Adeus, Tang San. Ser morta pelas mãos do único homem que já amei deve ser o melhor final para mim. Qian Renxue já conseguia sentir a morte se aproximando, fechando os olhos quando sentiu as lágrimas começando a se acumular neles.

Por quê? Quando não sentiu a dor de ter seu corpo trespassado, nem aquele medo capaz de dilacerar até sua alma, ela se apressou em abrir os olhos de novo, descobrindo que, apesar de continuar apontada na sua direção, a Espada de Asura não a havia perfurado. Isso porque agora havia uma figura na sua frente.

Um intenso raio avermelhado explodiu sobre aquela figura, fazendo com que sua armadura se dissipasse no ar.

— Não! — gritou Qian Renxue. Mesmo sem saber de onde tirou forças para isso, ela esticou a mão, tentando segurar aquela pessoa que havia sido atravessada por uma espada no seu lugar.

Mudando de posição, Bibi Dong se virou na direção dela e então, um brilho suave se espalhou das suas mãos trêmulas, ajudando as duas a descerem até o chão.

Tang San não continuou a persegui-las, até porque, já não havia mais sentido nisso. Qian Renxue havia perdido todo o seu poder divino e no instante em que sua espada estava prestes atingi-la, Bibi Dong recebeu esse golpe fatal no seu lugar.

Se ele tivesse usado o Tridente do Deus do Mar, talvez ela até pudesse ter usado o Corpo Imortal para resistir, mas o que a atingiu foi Espada de Asura, que restringia completamente o seu poder. O que ela poderia fazer contra esse poder divino repleto de intenção assassina?

Vendo as duas descerem na direção da Passagem Jialing e notando a expressão no olhar de Qian Renxue, Tang San teve uma sensação estranha. Por isso, ao invés de continuar atacando, ele apenas pousou sobre atrás delas.

O Grande Mestre também empalideceu ao ver Bibi Dong ser trespassada. Afinal, quanto mais profundo o amor, mais difícil é a separação. Apesar de tudo o que havia feito contra ele, ela ainda era seu primeiro amor e talvez tivesse sido o maior amor de toda a sua vida.

Quando chegaram ao chão, o último pedaço da Armadura de Rakshasa já havia se dissipado e até mesmo sua pele esverdeada estava começando a voltar ao normal.

Seus olhos estavam repletos de sentimentos complexos quando se voltaram para Tang San, compostos em sua maioria por relutância, mas, estranhamente, não havia ódio entre eles.

— Tang San, você venceu. — Bibi Dong disse com dificuldade enquanto segurava o cabo da Espada de Asura com as duas mãos.

— Eu tive bastante sorte. — Ele respondeu com a mesma calma de antes. — A princípio, era para vocês duas terem vencido.

Bibi Dong sorriu. Agora que sua pele havia voltado ao normal e aquela sua aura maligna havia se dissipado, ela parecia ter recuperado sua beleza e nobreza originais, mesmo estando um pouco pálida.

— Xiao Gang me disse uma vez que sorte também pode ser considerada como uma força. Você é um deus, então deve ter percebido que eu já não tenho mais forças para lutar. Agora que estou morrendo, você me permitiria ao menos vê-lo mais uma vez? Há algo que eu gostaria de dizer a ele.

Tang San ergueu os olhos na direção da muralha e no mesmo instante, um dragão de fogo saiu voando de cima dela: era Liu Erlong com o seu avatar espiritual, levando o Grande Mestre até eles.

Já do lado do Império dos Espíritos, Hu Liena estava correndo até lá como louca.

— Professora, professora…!

Flutuando até o chão, Liu Erlong voltou a sua forma humana enquanto ajudava o vacilante Grande Mestre a ficar de pé, encarando Bibi Dong com hostilidade. Mesmo depois que essa sua rival no amor estivesse morta, a inimizade entre elas jamais desapareceria.

— Xiao Gang. — Assim que viu o Grande Mestre pousando na sua frente, para a surpresa de todos, Bibi Dong corou, parecendo muito mais cheia de vida.

Ele a encarou sem dizer nada, mas a expressão no seu olhar parecia ainda mais complicada que a dela.

— Xiao Gang, minha forma de Rakshasa era muito feia? — Bibi Dong perguntou com certo pesar na voz enquanto tocava o próprio rosto.

— Professora! — Hu Liena finalmente os alcançou, caindo no chão ao lado de Bibi Dong. Tanto ela quanto Qian Renxue já estavam com os rostos cobertos de lágrimas.

— Fique quieta, não nos incomode. — Bibi Dong a encarou com severidade, como um mestre de artes marciais repreendendo seu aluno. Essa sua aparência comovente era bem diferente da de uma pessoa que estava prestes a partir desse mundo. Hu Liena e Qian Renxue ficaram sem saber como exatamente reagir a isso.

Quando voltou a olhar para o Grande Mestre, seus olhos pareciam repletos de angústia.

— Xiao Gang, você me odeia, não é? Mesmo não dizendo nada, eu sei que sim. Afinal, eu te machuquei muito. Como você poderia me perdoar depois de tudo o que eu fiz? Mas sabe… Você sempre foi o homem que eu mais amei nessa vida e sempre será.

— Mentira! Se você realmente o ama tanto assim, então como pôde destruir o nosso clã? Matar toda a nossa família? — rugiu Liu Erlong.

— Por acaso você me acha tão fraca quanto você? — Bibi Dong a respondeu com desdém. — Você não sabia que aquelas pessoas rejeitaram e humilharam o Xiao Gang? E o que foi que você fez por ele? Eu fiz com minhas próprias mãos aquilo que você não foi capaz. Todos aqueles que ousaram machucá-lo, que ousaram humilhá-lo, eu não deixei nem um único deles escapar. O Clã Dragão Azul Relâmpago Tirano se foi e junto com eles, todas as preocupações do Xiao Gang, não é?

Sangue começou a escorrer pelo canto de sua boca enquanto dizia isso, mas mesmo assim, um sorriso contente se formou em seus lábios.

— Você é maluca! — Apesar de dizer isso com a voz trêmula, ele finalmente se pronunciou.

A expressão de Bibi Dong no mesmo instante mudou, encarando o Grande Mestre quase em histeria.

— Sim, eu sou maluca! Mas você sabe o porquê de eu ter ficado maluca, Xiao Gang? Você não se lembra de como eu era quando estávamos juntos? Por acaso eu já era assim naquela época?

Nesse ponto, os olhos do Grande Mestre já estavam cheios de lágrimas.

— Aquela Bibi Dong já está morta.

— Sim, você está certo, aquela Bibi Dong já está morta. Ela morreu no instante em que te deixou. — Um sorriso brilhante surgiu em seu rosto. — Aquela gentileza que ela possuía desapareceu por completo, tudo o que restou foi um coração sombrio, repleto de vingança. Xiao Gang, eu estou prestes a deixar esse mundo, então quero que você saiba o porquê de eu tê-lo deixado naquela época. Acho que você sempre quis saber o motivo, não é? Cof, cof. — Bibi Dong tossiu de repente, cuspindo ainda mais sangue escuro.

— Não fale muito! — Qian Renxue a interrompeu ansiosa.

— Não, se eu não falar agora, nunca mais terei a chance. — Ela balançou a cabeça. — Eu preciso contar para ele, e contar para você.

Bibi Dong então fez uma pequena pausa e o rubor em seu rosto se tornou ainda mais nítido.

— Nós nos amávamos tanto naquela época. Mesmo não sendo um mestre dos espíritos formidável, ninguém possuía tanto conhecimento quanto ele. Sabe, eu sei o porquê de o rosto dele ser tão rígido, afinal, foi depois de eu tê-lo deixado que ele parou de sorrir. Eu ainda me lembro tão bem daquela noite, de como as estrelas estavam brilhantes e então, meu Professor apareceu de repente, questionando que tipo de relação existia entre nós. Xiao Gang, você sabe quanto respeito eu tinha pelo meu Professor. Ele não era só o Pontífice Supremo do Hall dos Espíritos, mas também a pessoa que havia me ensinado tudo o que eu sabia.

As pupilas de Qian Renxue se contraíram, ela estava falando sobre seu pai!

— Por isso eu não escondi nada dele, contando tudo sobre a nossa relação. Foi então que a expressão dele ficou feia, dizendo que como um prodígio do Hall dos Espíritos e portadora de espíritos gêmeos, eu não tinha permissão para ter sentimentos por um homem de fora, ainda mais um que pertencesse ao Clã Dragão Azul Relâmpago Tirano. Ele jamais me permitiria deixar o Hall dos Espíritos.  Mesmo assim, o meu amor por você era tanto que cheguei a discutir com ele, defendendo nossa relação e ameaçando abandonar o Hall dos Espíritos se ele não aceitasse nossa união. Assim que eu disse isso, o Professor enlouqueceu e me nocauteou. Quando acordei, meu corpo inteiro doía e eu estava nua, deitada em uma câmara secreta do Hall dos Espíritos. E então, aquele animal se sentou do meu lado e sabe o que ele me disse? Que faria de tudo para me manter no Hall dos Espíritos, por mais desprezíveis que fossem os métodos que tivesse que usar. Além disso, ele ainda me perguntou se “agora que você está impura e que seu corpo pertence a mim, você ainda vai ter coragem de ficar com aquele homem?” Se eu não tivesse te abandonado, ele teria te matado.

Todos ficaram surpresos ao ouvir isso, sentindo a profunda tristeza por trás de suas palavras.

— Naquela hora, meu primeiro pensamento foi me matar, mas eu não consegui. Eu o conhecia bem demais e sabia que, se me matasse, ele descontaria a raiva em você. Por isso eu tive que dizer aquelas coisas horríveis, que só fiquei com você por causa do seu conhecimento. Porque essa era a única forma de proteger o homem que eu amava, de te proteger.

Com um thump, o Grande Mestre caiu de joelhos.

— Não, isso não é verdade, você está mentindo, você está mentindo para mim, não é?

Depois de perder o amor de sua vida e passar tantos anos consumido pelo ódio, quando tudo finalmente parecia estar se resolvendo, como o Grande Mestre poderia simplesmente aceitar que esteve errado desde o início?

— Essa é a minha filha, minha e dele. — Bibi Dong continuou depois de recuperar a calma. — Não muito tempo depois daquilo, eu descobri que havia ficado grávida. Naquele ponto, eu já o odiava, odiava o Hall dos Espíritos e odiava ainda mais essa criança. Eu tentei tantas vezes não ter esse filho, mas ele me prendeu no Hall dos Espíritos e ficou me vigiando até ela nascer.

Erguendo a cabeça, ela olhou para Qian Renxue.

— Eu sei que você também me odeia, mas é a verdade. Eu juro que, apesar de Tang Hao tê-lo ferido naquela época, eu mesma matei com minhas próprias mãos aquele monstro que me estuprou. Você está certa em me odiar, afinal, eu matei o seu pai e não assumi minhas responsabilidades como sua mãe. Eu sempre achei que essa havia sido a decisão correta, até você me salvar daquela Lágrima de Guanyin, foi só então que eu percebi o meu erro. Afinal, crianças são inocentes e eu não devia ter direcionado todo esse ódio a você. Tudo o que eu podia fazer agora era salvá-la da mesma forma.

— Não, não, não… — Sua voz vacilou, afinal, Qian Renxue costumava ter um enorme carinho por seu pai. Porém, agora que estava morrendo, Bibi Dong não tinha porque mentir assim. Ela estava errada, tão errada quanto o Grande Mestre.

Bibi Dong continuou sorrindo, mesmo com as lágrimas que não paravam de escorrer pelo seu rosto.

— Eu causei tanta morte e tanta dor que minha morte é mais do que justa. Eu odiava tanto esse mundo que só conseguia pensar em vingança, em arruinar o Hall dos Espíritos, em arruinar esse mundo, em me arruinar.

— Bibi Dong! — O Grande Mestre se jogou de joelhos ao seu lado, segurando suas mãos já geladas. — Por que você nunca me contou isso? Por quê? Por que você não me contou tudo mesmo depois de já tê-lo matado?

Bibi Dong balançou a cabeça e seu olhar de repente se tornou mais suave.

—  Havia uma coisa sobre a qual ele estava certo, depois daquilo eu me tornei impura e eu não podia de forma alguma manchá-lo com a minha imundice. Xiao Gang, não fique triste por mim, ter a chance de te contar tudo, de revelar meus arrependimentos e segurar a sua mão antes do fim já é o suficiente para mim. Vocês já passaram por tanta coisa, então prometa-me que viverá o resto da sua vida com a Erlong. Ela é só a sua prima e agora que o Clã Dragão Azul Relâmpago Tirano já não existe mais, não há mais nada que impeça sua relação. Liu Erlong, venha cá.

Ela obedeceu, se aproximando um pouco. No momento em que finalmente encarou aquela mulher que havia odiado por tantas décadas, Liu Erlong se descobriu sem saber o que dizer.

— Liu Erlong, você também será vingada com a minha morte. O Xiao Gang te ama, então não tem porque vocês continuarem presos a essas correntes. Sendo assim, fiquem juntos de verdade, nem que você tenha que forçá-lo a isso. Aproveitem as bençãos que eu nunca pude ter, afinal, vocês podem pelo menos ficar juntos. Ajude-me a cuidar dele, certo?

Ainda olhando para Bibi Dong, Liu Erlong respirou fundo e então, assentiu com determinação.

— Eu lamento muito por tudo que aconteceu com você.

— Eu não preciso da sua pena. — Bibi Dong respondeu com um meio sorriso. — Tang San!

Diante de toda essa situação, Tang San franziu as sobrancelhas, mas mesmo assim, também se aproximou, parando na frente de Bibi Dong enquanto mantinha suas duas silhuetas separadas.

— Sênior, você tem algo a me dizer?

Apesar de ainda não a ter perdoado, ele também simpatizava um pouco com o seu trágico destino e, por causa disso, também passou a tratá-la como sênior.

Bibi Dong de repente teve um forte acesso de tosse, perdendo ainda mais sangue. O rubor em seu rosto já havia desaparecido e mesmo se Tang San ainda quisesse poupá-la, agora o poder de Asura já havia corroído completamente o seu corpo.

Com um flash de luz, Tang San interrompeu sua fusão espiritual e Xiao Wu reapareceu ao seu lado, coberta por um suave brilho avermelhado. Como resultado, a espada cravada no peito dela também se desfez, permitindo que ela recuperasse um pouco das suas forças.

— Tang San, eu nunca pedi nada a ninguém em toda a minha vida, nem mesmo ao seu professor. Agora, no entanto, eu te imploro, por favor, atenda esse meu último desejo.

Tang San primeiro olhou para o Grande Mestre e só então voltou a encará-la.

— Vá em frente.

— A Xue’er já não é mais a Deusa dos Anjos e com seu espírito danificado, ela não é mais uma ameaça nem para o continente e muito menos para você. Eu fui a única responsável por todos esses crimes, ela não teve nada a ver com isso. A Liena também. Por favor, deixe-as ir. Agora que o Hall dos Espíritos já não existe mais, eu só quero que elas sobrevivam.

— Você sabe que isso não depende só de mim, não é?

Bibi Dong tentou se erguer, dizendo com severidade:

— Tang San, não me diga que você não sabe que as duas gostam de você? Você é tão cruel assim? Xiao Gang, apesar de tudo, ela ainda é a minha filha…

— Professor, você é quem decide. — Xue Beng declarou enquanto se aproximava, parando ao lado de Tang San. — O Império Céu Dou só continua a existir graças a você, sendo assim, seguiremos qualquer decisão que você tomar.

Nesse ponto, o Grande Mestre também já havia erguido a cabeça, olhando para ele.

Assim, depois de respirar fundo, ele acabou concordando com a cabeça.

No mesmo instante, o corpo de Bibi Dong ficou mole, caindo nos braços de Qian Renxue como se toda a energia do seu corpo tivesse sido drenada.

— Xue… er… eu… posso… te… chamar… assim?… Depois… que… eu… me… for… me prometa… que… vai… continuar… vivendo… com a Liena… Eu… mereço… morrer… não… tente… se… vin-… gar… por… mim… Contanto que… você… sobre-… viva… eu… estarei… satis-… fei-… ta…

— Mãe! — Qian Renxue esbravejou, se jogando no colo dela enquanto desatava a chorar.

— Vai… ficar… tudo… bem… — Bibi Dong sorriu. Assim que ouviu aquele grito, seus olhos se encheram de satisfação e ternura. Com suas últimas forças, ela tentou esticar uma das mãos para acariciar a cabeça de sua filha, mas ela só chegou até metade do caminho.

E então, foi como se o tempo tivesse parado. Sentindo seu corpo enrijecer, Qian Renxue rapidamente ergueu a cabeça, bem a tempo de ver a mão pálida de sua mãe caindo no chão. No mesmo instante, ela a agarrou, levando aquela mão já fria até o seu rosto.

— Mãe…

— Dong’er! — O Grande Mestre também agarrou com força o outro braço dela, chorando alto.

Bibi Dong, a Pontífice Suprema do Hall dos Espíritos, fundadora e primeira imperatriz do Império dos Espíritos, havia acabado de morrer diante da Passagem Jialing.

Liu Erlong o abraçou por trás com força, não conseguindo mais conter as lágrimas.

— Xiao Gang, você ainda tem a mim, você ainda tem a mim.

Quem poderia imaginar que as coisas acabariam dessa forma? Tang San se virou para Xiao Wu, segurando sua mão e também a puxou para um abraço apertado. Apesar de terem passado por tantas reviravoltas e sofrido tanto, no fim, eles ainda estavam juntos. Nesse ponto, os dois tiveram muito mais sorte que o Grande Mestre e Bibi Dong. Ainda assim, ele não tentou consolá-lo. Afinal, considerando o seu atual estado emocional fragilizado, Liu Erlong era a pessoa mais indicada para essa tarefa.

— Acabou. Agora sim está tudo acabado. — Tang San deixou um longo suspiro escapar.

— Sim, está tudo acabado. — Xue Beng concordou. — Professor, você deu ao Império a chance de continuar existindo. Eu, por outro lado, fui tão inútil que nem sei o que dizer. A única coisa que me resta agora é garantir que, no futuro, suas palavras serão como uma lei para o Império. Ninguém poderá recusá-las, nem mesmo eu.

— Agora que está tudo acabado, chegou a hora de eu me retirar. — Tang San acenou com uma das mãos. — Eu nunca quis entrar ou participar de uma guerra. Tudo o que eu fiz foi por mim, pelos meus amigos e pela minha família. De agora em diante, eu quero que vocês sigam o seu próprio caminho.

— O Império dos Espíritos nunca mais irá incomodá-lo, Professor. Eu mesmo irei garantir isso. — Xue Beng respondeu com deferência.

Foi então que Tang San ergueu os olhos na sua direção, assumindo um olhar mais sério.

— Xue Beng, eu quero que você me prometa quatro coisas.

— Pode dizer, Professor, contanto que esteja ao meu alcance, eu farei o que for preciso para obedecê-lo. — Ele assentiu com a cabeça sem a menor hesitação.

— Primeiro, conforme você for erradicando o Impérios dos Espíritos, eu não quero ver mortes desnecessárias.

— Sim. Pode ter certeza de que eu manterei os soldados sob controle. Ninguém terá permissão para matar indiscriminadamente. Aqueles que se renderem, não serão mortos.

— Ótimo. — Tang San acenou com a cabeça. — Em segundo lugar, não entrem em guerra contra o Império Estrela Luo pelos próximos dez anos. Esse conflito já desperdiçou vidas e recursos demais. O povo não deseja por mais guerras. Aproveitem esse tempo para se recuperar.

As preocupações de Tang San com certeza eram razoáveis. Xue Beng havia demonstrado a disposição de um grande líder nessa guerra, conseguindo até mesmo conquistar os corações de seus soldados. Esse era o tipo de exército mais assustador que existia, ainda mais quando ele não precisava se preocupar com uma possível retaliação do Império Estrela Luo, afinal, o Império Céu Dou tinha a proteção de um deus!

Dessa vez, ele hesitou um pouco, como se estivesse perdido em seus pensamentos, mas no fim, acabou assentindo de novo.

— Certo, eu prometo. Pelos próximos dez anos, não haverá conflitos contra o Império Estrela Luo.

— Eu acredito que o Império Estrela Luo também não pretende atacar Céu Dou tão cedo. — Tang San adicionou com um meio sorriso.

— Naturalmente, com o Professor aqui, quem ousaria ofender meu Céu Dou? — Xue Beng retribuiu o sorriso.

— Isso tem a ver com o meu terceiro comando. — Tang San voltou a ficar sério. — De agora em diante, eu não me envolverei mais nos assuntos do Império, você estará por conta própria. A partir de agora, eu não serei mais o Rei Lan Hao e muito menos o Tutor Imperial.

— Professor, você não me quer mais? — No mesmo instante, os olhos de Xue Beng se encheram de lágrimas, tentando se ajoelhar diante dele, mas seu poder divino o impediu.

— Mesmo não sendo mais o Tutor Imperial, eu sempre serei seu professor. — Tang San o consolou com alguns tapinhas no ombro. — Ter um discípulo como você é uma honra para mim, mas como um deus, não é muito apropriado que eu me envolva em assuntos seculares. Agora que Rakshasa e a Deusa dos Anjos já não são mais uma ameaça, chegou a hora de eu me retirar. Porém, não se preocupe, eu pretendo continuar nesse mundo por um bom tempo e se outro deus ousar ameaçar o império, não vou ficar parado.

Xue Beng soltou um suspiro de alívio, afinal, quem poderia continuar preocupado depois de ouvir uma promessa como essa? Além disso, contanto que não surgisse outro oponente de nível divino, o Império Céu Dou era forte o suficiente para se defender sozinho.

— Agora, a última parte — continuou Tang San. — Assim que essa guerra acabar, o Exército Tang será dissolvido e todas as Bestas Divinas Zhuge devem ser reunidas e devolvidas à Seita Tang para serem destruídas. A partir de agora, a Seita Tang será uma Escola e não participará mais das guerras do Império. Além disso, não produziremos mais armas ocultas para ninguém. Essas armas são poderosas demais e prejudicam a vontade dos céus. Espero que você possa compreender isso.

— Como o Professor desejar. — Surpreendentemente, Xue Beng nem chegou a hesitar.

— Você não acha que isso é uma pena? — Tang San indagou ainda surpreso.

— É claro que eu acho isso uma pena. — Ele sorriu. — Porém, esses são os decretos de um deus e para mim, tudo o que você diz é correto. Além disso, foi você quem fundou a Seita Tang, então cabe apenas a você decidir o seu futuro.

— Isso é excelente, você não me decepcionou. — Tang San retribuiu o sorriso.

— Professor! — Xue Beng disse de repente. — Eu prometi a você que faria tudo isso, então você pode me fazer uma promessa em troca? Eu só desejo uma coisa.

— O que é? Diga. — Tang San respondeu, parecendo um pouco distraído.

Mantendo o sorriso, Xue Beng primeiro olhou para Tang San e então, para Xiao Wu.

— Professor, eu gostaria de ter a permissão para organizar o seu casamento com a madame em Céu Dou. Isso é tudo o que esse discípulo pode oferecer a vocês dois.

Tang San e Xiao Wu se entreolharam e, no mesmo instante, ela ficou toda vermelha. Mesmo escondendo o rosto no peito dele, não havia como disfarçar o doce sorriso que se formou em seus lábios.

— Certo, eu aceito esse seu último pedido. — Tang San deixou uma risada escapar. — Porém, não pode ser só o meu casamento. Você também terá que organizar os casamentos do pequeno Ao e da Rongrong e do Gordo e da Xiangxiang, assim como o do chefe Dai com a Zhuqing, então você tem falar com eles também.

— Era exatamente isso o que eu queria! — Xue Beng comemorou. — Assim que eu terminar de resolver as coisas com o Império dos Espíritos, nós realizaremos o casamento mais grandioso de todo o continente!

……

No Vazio, onde tudo era envolto por cores indistintas, duas figuras, uma azul e uma vermelha, flutuavam em silêncio. Diante delas havia um enorme círculo que mostrava tudo o que estava acontecendo na Passagem Jialing nesse momento.

Essas duas figuras eram o Deus do Mar e o Asura do reino divino.

— Diga-me Asura, isso, por acaso, não é trapaça? — O Deus do Mar sorriu. — Mesmo sendo o executor do reino divino, você ainda propositalmente vai lá e quebra as regras!

— E que provas você tem de que eu infringi as regras? — Asura o encarou com frieza.

— Elas não estão bem na sua frente? — O Deus do Mar manteve o sorriso. — Você usou o corpo daquela garota para roubar o que pertence aos outros. Não só isso, como também aproveitou enquanto ele recebia a herança do Deus do Mar para esconder o seu poder divino no outro espírito dele.

— Eu estava apenas facilitando um pouco a obtenção da minha herança — disse ele. — Assim como você que pessoalmente apareceu durante o processo de sucessão. Se compararmos nossas ações, quem de fato trapaceou? Até porque, eu não o ajudei a completar a minha herança.

— Então como é que você explica o seu poder no corpo daquela menina? Como você explica a ressurreição de Tang San? — questionou o Deus do Mar. — Se você não tivesse pessoalmente ido atrás do Deus dos Alimentos e da Deusa de Nove Cores, será que eles teriam usado o nível divino da Luz da Ressurreição quando seus herdeiros os invocaram? Mesmo sendo uma invocação dos seus herdeiros, não havia motivo para eles fazerem tudo aquilo.

— No máximo, você pode dizer que eu me aproveitei das regras, isso é tudo. — Asura respondeu com indiferença.

— Certo, mas e o poder de Asura que a Xiao Wu liberou naquela hora? — insistiu o Deus do Mar. — Se o seu poder não tivesse isolado aquela sala, a herdeira de Rakshasa com certeza teria percebido a ressureição, não é? Se ela tivesse atacado naquela hora, aí sim tudo estaria acabado.

— Falando desse jeito, até parece que você realmente queria que o Tang San morresse. — Asura comentou com uma sobrancelha arqueada.

— Eu só não acredito que agora vou ter que compartilhar metade do meu herdeiro com você! — O Deus do Mar estourou de repente.

— E por acaso você escreveu o seu nome nele? — Asura olhou para cima. — Quem pode provar que ele é seu? Além disso, nada do que eu fiz vai contra as regras. No máximo, eu exerci um pouco do meu poder divino e fiz questão de usá-lo para o bem do meu herdeiro, isso não é contra as regras. Como executor do reino divino, eu jamais poderia infringi-las.

— Certo, certo, eu só estava dizendo. — O Deus do Mar pareceu desistir. — Mas você acha que eu não sei o que você está pensando? Você está só esperando ele vir para o reino divino para passar o papel de executor para ele e então pular fora, não é?

Foi então que, pela primeira vez, Asura sorriu.

— Algo assim.

Foi então que, de repente, um raio de luz surgiu ao lado deles e, logo em seguida, se desfez em partículas dourada na frente de Asura.

— Como isso é possível? — Ele parecia perplexo.

— O que foi? — indagou o Deus do Mar com curiosidade.

— A pessoa que eu enviei para uma missão em um mundo chamado Continente dos Cinco Elemento foi morta. — Asura respondeu com seriedade. — Acho que vou ter que ir lá dar uma olhada.

— Até o seu agente foi morto? — O Deus do Mar ficou chocado. — O quão forte é esse inimigo?

De repente, um feixe de luz branca e preta desceu dos céus.

— Senhor Asura, os reis divinos aguardam a sua presença.

Esse feixe se expandiu no mesmo instante, envolvendo Asura e, num piscar de olhos, ele desapareceu.

Um pouco preocupado, o Deus do Mar coçou a cabeça.

— Parece que está acontecendo alguma coisa nesse tal Continente dos Cinco Elementos! De qualquer forma, isso não é da minha conta, o Asura que lide com essa dor de cabeça, haha!

……

Continente Douluo, sudoeste do Império Céu Dou, província de Fasinuo.

Aldeia do Espírito Santo, apenas uma aldeia composta por umas trezentas famílias ao sul da cidade de Nuoding, da província de Fasinuo. A razão dela ser chamada de Aldeia do Espírito Santo era porque, segundo a lenda, cem anos atrás um Mestre dos Espíritos classificado como Sábio Espiritual se originou de lá. Esse também era o eterno orgulho da Aldeia do Espírito Santo.

Hoje, a aldeia parecia mais movimentada do que de costume e a rocha esculpida com as palavras Espírito Santo na entrada da vila havia sido substituída por uma com os dizeres Espírito Divino. Não só isso, como essa inscrição parecia ser feita de ouro puro.

— Chefe Jack, por que o nome da nossa aldeia mudou?

Apoiado em uma bengala com a sua figura torta e curvada, o velho Jack de repente endireitou as costas, respondendo com grande orgulho:

— Porque, em nossa aldeia, um deus nasceu…

>>> Fim <<<


Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar