Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Genius Warlock – Capítulo 224

Capítulo 224

Quatro portais místicos se materializaram no ar, e quatro entidades cadavéricas emergiram deles, pegando todos de surpresa, exceto Oliver. Tanto aqueles que foram ajudados quanto os que foram impedidos tiveram a mesma resposta atônita.

Como resultado da reviravolta inesperada, todos hesitaram, mas as figuras cadavéricas convocadas foram mais rápidas do que qualquer outra pessoa.

A Segunda Criança agiu primeiro, agarrando o Boneco Cadáver Sniper. A Segunda Criança, que tinha um gosto por armas de fogo e era impulsivo, apontou seus oito canos de arma para o inimigo sem demora e atirou.

Bam-bam-bam-bamBangBangBam-bamDududududuTumTum!

Os sons retumbantes dos tiros ecoaram pelo ar.

A descarga das armas, potencializada pela magia negra, era equivalente ao poder de fogo combinado de numerosos membros de gangue, fazendo com que os agressores recuassem.

Seguindo a liderança de Sam, todas as armas de fogo haviam sido alteradas no mercado negro e infundidas com magia negra. Mesmo aqueles com habilidades físicas excepcionais pareciam ter dificuldades contra o ataque.

Chiiiiiiik…!

Uma parte das balas estava impregnada com uma cepa experimental de magia negra orientada para doenças, tornando ineficazes os poderes regenerativos.

Tendo subjugado o adversário com seu poder de fogo superior, a Segunda Criança direcionou suas espingardas serradas.

— Kyahaha

BANGBANG!

Os inimigos posicionados diante do Boneco Cadáver Sniper foram rasgados literalmente pelo som distintivo dos projéteis cortando o ar.

O poder de fogo exibido era, sem dúvida, notável.

Naturalmente, isso não implicava que os outros Bonecos Cadáveres fossem inferiores de alguma forma.

O Boneco Cadáver Duncan e o Boneco Cadáver Bruxo colaboraram, otimizando seu poder de fogo e aniquilando dois adversários que se aproximavam rapidamente antes de proteger Al e Forrest.

O recém-formado Boneco Cadáver Trapo Dois rompeu seu abdômen, revelando doze braços ocultos enquanto se invertia.

— O que é isso… 

Forrest ficou impressionado com o espetáculo alarmante, positivamente ou negativamente.

Clak clak clakClak clak clakClak clak clak!

Com movimentos extremamente rápidos, o Boneco Cadáver Trapo Dois rangia os dentes e começava a balançar sua multitude de braços, afastando o implacável avanço dos inimigos.

Cada um dos muitos membros de Trapo Dois continha um arsenal mortal de pontas venenosas e lâminas afiadas, tornando-os armas formidáveis em combate próximo. No entanto, Trapo Dois não se limitava apenas ao combate corpo a corpo.

Essa abominação recém-criada possuía uma série de habilidades mortais, incluindo a capacidade de projetar saliva ácida de sua boca aberta.

— Chahahahahahahahahak

Enquanto os inimigos tentavam manter distância do Boneco Cadáver Trapo Dois, a criação distorcida abriu amplamente a boca, liberando um jato de veneno ácido de seu dispositivo instalado, cegando e desorientando os inimigos.

Enquanto os inimigos gritavam de agonia, o Boneco Cadáver Duncan avançou, brandindo sua arma e desferindo o golpe final fatal nos oponentes incapacitados.

Num piscar de olhos, o curso da batalha mudou. O ataque surpresa lançado pelo Comitê Anti-Desenvolvimento foi totalmente e impiedosamente frustrado, com a maioria dos membros ocultos do grupo sendo rapidamente eliminada pelos implacáveis contra-ataques dos Bonecos Cadáveres.

Ao contrário de Oliver, os Bonecos Cadáveres não se importavam com a situação, tornando ineficazes as habilidades de recuperação dos membros do Comitê Anti-Desenvolvimento.

— Kuaaaa

O Homem Enfaixado com a Espada não conseguia mais suportar a situação, então ele desmembrou o cadáver de seu companheiro falecido que estava bloqueando seu caminho e aumentou a distância entre ele e Oliver.

Após sofrer um golpe severo, seu corpo estava sangrando, e as ataduras que o envolviam também haviam sido rasgadas e afrouxadas, especialmente em volta de seu rosto.

— Hã? 

O homem parecia ter reconhecido isso tardiamente, enquanto tentava readaptar a atadura caída com a mão.

Uma parte de seu rosto foi exposta como resultado do desenrolar de algumas camadas da atadura.

— Ugh…! 

Al, que falava o mínimo possível e assumia silenciosamente suas tarefas, explodiu pela primeira vez em sua vida.

No entanto, ninguém poderia reprovar Al por sua reação.

Isto é, se tivessem testemunhado a fisionomia absolutamente repugnante que foi exposta sob as ataduras.

Onde deveria estar a testa, um nariz invertido se projetava; onde os olhos deveriam estar situados, orelhas estavam fixadas; e onde deveriam estar o buço e o queixo, globos oculares estavam embutidos.

Apenas a boca estava situada em sua localização correta, mas até mesmo essa estava contorcida e disposta de maneira que despertava uma aversão instintiva nos humanos.

Era suficiente para perturbar até mesmo aqueles que trabalhavam no submundo criminal.

— Ah… ah… ah

O homem parecia surpreso com sua aparência, ignorando as circunstâncias desfavoráveis e tentando apressadamente amarrar suas ataduras enquanto emitia um ruído confuso.

No meio da situação, Oliver foi o único que não exibiu reação alguma.

Estranhamente, Oliver não sentia repulsa pela aparência.

Tudo o que ele conseguia sentir era a sensação desconhecida, mas familiar que ele havia sentido inicialmente, junto com um traço de compaixão.

Talvez tenha sido por isso que ele falou.

— Espera. 

Oliver conteve o Boneco Cadáver Duncan e Trapo Dois, que estavam se preparando para enfrentar o adversário.

Embora não pudesse fornecer uma justificativa específica, ele concluiu que não era o momento oportuno para atacar e que deveriam aguardar o momento certo.

O Homem Enfaixado com a Espada prontamente cobriu o rosto com ataduras, sua expressão transitando da raiva para a animosidade enquanto encarava Oliver.

Parecia que ele havia cometido um erro.

— Revelar o rosto é um erro maior do que matar seus companheiros? 

Oliver ponderou se um pedido de desculpas seria reconhecido, mas antes que pudesse agir, ocorreu uma transformação no físico do Homem Enfaixado com a Espada.

Sua já peculiar Força Vital tornou-se ainda mais incomum.

No entanto, ao mesmo tempo, exalava uma atmosfera familiar.

Aquela sensação era indubitavelmente algo que ele já tinha experimentado no passado.

— Mas onde? 

Oliver imediatamente buscou em suas lembranças do presente ao passado e reconheceu rapidamente.

Ele havia observado algo semelhante quando foi engolido pelo Marionete enquanto lutava na zona contaminada.

— A entrada para o Inferno… 

Isso mesmo. A energia era bastante fraca, mas sua essência era surpreendentemente semelhante.

Posteriormente, inúmeras perguntas inundaram seus pensamentos.

Como um indivíduo que residia na zona contaminada poderia liberar uma aura tão escassa do inferno? Ele não era um mutante comum? Além disso, por que ele estava familiarizado com essa energia? Entre tantas outras perguntas que corriam por sua mente.

Enquanto Oliver estava absorvido em suas perguntas, o físico do Homem Enfaixado com a Espada passou por uma transformação.

Sua estatura expandiu ligeiramente, seus músculos magros distorceram-se em forma, e seus braços e pernas aumentaram em um terço, cada um com uma articulação adicional.

Era evidente para qualquer um que aquela não era uma forma humana típica, mas o que era mais inquietante era o aumento significativo de sua Força Vital, corrompida pelo matiz do inferno.

O que diabos estava acontecendo? Oliver estava genuinamente intrigado.

Ele tinha inúmeras perguntas que gostaria de fazer, como se todo o Comitê Anti-Desenvolvimento era semelhante a isso ou se os residentes do Distrito Z eram assim.

— Senhor Forrest, você sabe alguma coisa sobre isso? 

— Por mais que eu odeie parecer incompetente, não faço ideia. Desculpe. — Respondeu Forrest, embora Oliver não o considerasse incompetente de forma alguma.

Enquanto o Homem Enfaixado com a Espada passava por sua transformação, a expressão de Al ficou pálida, como se estivesse prestes a vomitar.

Não era apenas por causa do estômago enjoado de Al.

Embora não pudesse articular explicitamente, a fisionomia e a metamorfose do Homem Enfaixado com a Espada provocaram um nojo e terror primordiais nas pessoas.

Apesar de tudo isso, Forrest conseguiu manter sua compostura e respondeu à pergunta de Oliver, o que merecia elogios, não um pedido de desculpas.

— Não, está tudo bem. Posso perguntar diretamente. Terceira, Quarta, vocês vão me ajudar? 

A Terceira Criança, que controlava o Boneco Cadáver Trapo Dois, e a Quarta Criança, que controlava o Boneco Cadáver Duncan, reagiram com dentes batendo ou mantendo o silêncio.

O homem da espada enfaixada, agora transformado, empunhou sua espada gigante com a mão alongada e assumiu uma postura de combate.

TangTangDegururururu

Momentos antes do início da luta, algo rolou para a frente, produzindo um som puro e melodioso.

Era uma conta de vidro com aproximadamente o tamanho de um punho, sem abertura e cheia de líquido cristalino.

Paaang!

O círculo mágico negro e vermelho inscrito na conta de vidro detonou, desencadeando a quebra do recipiente de vidro.

Concomitantemente, à medida que a explosão ocorria, o líquido dentro do recipiente jorrou como uma fonte, e o Homem Enfaixado com a Espada, que estava encharcado pelo líquido, urrou de agonia enquanto fumaça emanava de todo o seu ser.

Chiiiiik…!

— Kuaaaaaaaaaaak!!!! 

Um uivo penetrante e doloroso ecoou pelo ar, como se ácido sulfúrico tivesse sido derramado sobre ele.

No entanto, com a visão de Bruxo, Oliver pôde discernir que não era ácido sulfúrico, mas água. Claro, não era água comum.

— Água benta…

Oliver falou ao observar a energia infundida na água, que lembrava poder sagrado de um Paladino.

Em resposta ao comentário de Oliver, uma pessoa surgiu de uma viela pouco iluminada.

Ele ostentava uma barba desgrenhada, olheiras sob os olhos e cabelos oleosos que havia penteado para o lado na tentativa de parecer charmoso.

Vestia uma capa espessa e volumosa semelhante à de um viajante, embora, por baixo dela, usasse roupas extremamente luxuosas, embora um tanto desatualizadas.

O homem disse:

— Parece que você tem olhos atentos. Não é surpresa, porque isso é o básico para um Bruxo, entende? 

Forrest perguntou:

— Vocês se conhecem? 

Ao que Oliver respondeu:

— Não… Mas acho que sei quem ele é. 

O Homem Enfaixado com a Espada, que estava se contorcendo de agonia pela água benta, rapidamente recuperou a compostura e virou a cabeça abruptamente para fixar o olhar no recém-chegado inesperado.

Surpreendentemente, parecia que eles eram familiares um com o outro.

— Você…! 

— E aí, parceiro, como tem passado ultimamente? 

No entanto, o homem rosnou, exibindo seu desagrado, mas o outro homem se recusou a ceder.

— Agora, se acalma aí, não há necessidade de ficar todo agitado. Não é verdade que quando você fica todo acalorado, essa cara já nada lisonjeira sua fica ainda pior? Ou você quer dar uma volta e testar sua sorte comigo? 

O homem empunhava uma série de bombas de vidro cheias de água benta. Além disso, vários instrumentos estavam escondidos sob sua capa, como tubos de bambu, bolsas e tubos de ensaio contendo produtos químicos. Era como uma instalação de armazenamento móvel.

Embora não fosse certo para que os objetos se destinavam, a potência e intensidade da energia de magia negra contida nos instrumentos indicavam que não eram objetos comuns.

Na verdade, o Homem Enfaixado com a Espada parecia ter sentido a mesma coisa que Oliver, pois hesitou em investir contra o homem imprudentemente.

— Krrrrrrrrrr… 

— Bem, droga, parceiro. Acho que falei fora de hora sobre você ser feio. Que tal resolvermos isso de forma pacífica? Talvez você possa apenas fingir que não pode me enfrentar e sair daqui? Eu tenho uns negócios importantes com aquele amigo ali. Não se preocupe, vou falar com o seu chefe e volto mais tarde para explicar a situação pessoalmente. 

O homem apontou calmamente para Oliver e falou.

Era difícil dizer se ele estava confiante em sua força ou apenas muito relaxado.

Enquanto o Homem Enfaixado com a Espada tentava dizer algo, o homem que apareceu de repente tirou uma bolsa glutona do tamanho de um saco com seus pertences.

A bolsa glutona parecia um sapo e, como qualquer outra bolsa glutona, respondia à vontade do usuário. Seus olhos se abriram largamente, e o zíper feito de dentes abriu ao mesmo tempo, com uma língua úmida se esticando para fora.

Não apenas uma, mas dezenas delas.

Dezenas de línguas se moveram suavemente em forma curva, evitando Oliver e os bonecos cadáveres, agarrando os corpos dos membros do comitê Anti-Desenvolvimento e os engolindo inteiros.

Não era uma bolsa glutona comum, pois engolia mais de dez corpos de uma vez.

— Kyahaha…! 

As crianças dentro dos bonecos cadáveres, incluindo Trapo Dois e Duncan, expressaram sua raiva por perderem seus materiais (corpos), mas Oliver levantou a mão para detê-los.

Embora fosse uma pena perder os materiais raros (corpos), ele queria ver o fenômeno acontecendo bem na frente dele.

O homem que apareceu de repente entregou a bolsa glutona em forma de sapo ao homem com a espada grande e enfaixada, que fingiu ser derrotado e pegou a bolsa glutona antes de fugir.

Ele escalou o muro com uma mão enquanto segurava a espada grande e a bolsa glutona na outra.

Foi uma exibição surpreendente de habilidade física.

Oliver o observou silenciosamente e depois voltou seu olhar para o homem que havia aparecido de repente.

O homem também estava olhando intensamente para Oliver.

— Você, por acaso, é o mestre do Sr. Smith? 

— Opa, e aí. O prazer é meu, eu acho. Ouvi dizer que há algum dinheiro envolvido, e isso é o que me trouxe por essas bandas. 

O homem cumprimentou Oliver com gestos exagerados, como um ator em uma peça teatral.


Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar