Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

Lord of Mysteries – Capítulo 1419

Nos Dias Modernos (17)

Ainda não são 17h30 e posso sair do trabalho normalmente de novo! Já me recompus quando saio da delegacia, feliz por não ter que fazer hora extra hoje.

Antes de sair, à tarde, comuniquei-me com a administração e fui informado que não precisava retornar à empresa. Afinal, não sabíamos quanto tempo levaria a reunião.

E se o policial Deng me convidasse para jantar, cantar no karaokê e desfrutar de um spa, certo?

Embora a probabilidade de isso acontecer seja baixa, mesmo que não aconteça comigo, ainda tenho que estar preparado.

A distância do antigo imóvel onde fica meu apartamento alugado até a delegacia é menor do que da minha empresa, mas mesmo assim optei pelo transporte público, pois a empresa não reembolsa o valor do transporte para voltar para casa.

Linha de metrô 3.600 metros… Ônibus 72, 150 metros… Pego meu celular e procuro um caminho para casa.

Depois de pensar cuidadosamente, optei por pegar o ônibus.

O clima é quente no verão, então é melhor minimizar os gastos.

Enquanto espero o ônibus no ponto de ônibus, não posso deixar de duvidar da minha vida.

Já sou um assassino real, poderoso e extraordinário. Por que tenho que viver como um escravo da sociedade?

Mas não consigo dinheiro sem trabalho.

Os assassinos também precisam economizar dinheiro para comprar uma casa, comida e roupas!

Suspiro, em momentos como este deveria ser como um jogo. Dê-me um gerente e me ajude a reunir missões. Depois de confirmar o quão maligno é meu alvo, rasparei minha cabeça e passarei pela multidão. Não, ser careca é muito feio. Esqueça…

O que posso fazer?

Gravar vídeos de esportes radicais?

Ainda tenho que praticar e aprender. Nunca prestei atenção nisso antes…

Na verdade, posso considerar ingressar na academia de polícia. Como assassino, sou capaz de capturar ladrões e golpistas. Não vou decepcionar com minhas habilidades. O único problema é que ouvi dizer que a renda de um policial não é muito alta.

Talvez seja melhor depois do período de experiência?

Enquanto considero seriamente o futuro, entro no ônibus. Seguro a alça e o caderno com uma mão e retiro meu telefone com a outra.

Sou uma pessoa refinada. Definitivamente não vou emitir nenhum som em público. Não tenho fones de ouvido sem fio, então só posso navegar no Weibo e no HUPU, um site de comunidade esportiva online.

Enquanto o ônibus avança, ele para repentinamente. A voz do motorista soa no alto-falante.

— Saiam do ônibus. Há um dano no motor. Esperem pelo próximo.

Os passageiros praguejam ao sair do ônibus. Estou entre eles enquanto suspiro pela minha má sorte hoje.

Só falta uma parada. Não há necessidade de esperar. Eu vou andando. Abro o aplicativo de mapas e confirmo minha localização atual.

Se eu soubesse que isso iria acontecer, poderia muito bem ter pegado o metrô!

Sigo o GPS — andando em linha reta, fazendo uma curva, atravessando a rua — até a antiga propriedade onde moro.

Neste momento, vejo uma menina de cinco ou seis anos pular da beira da estrada e um SUV passando em alta velocidade.

— … — Fico atordoado no início, mas depois percebo que sou um assassino, um especialista que supera as pessoas comuns.

Sem qualquer hesitação, corro em direção à garota.

Vendo que talvez eu não consiga chegar a tempo, exerço força em minhas pernas e dou um pulo, confiando na habilidade do meu assassino de liberar toda a minha força em um golpe para avançar.

Durante esse processo, sinto-me como uma flecha afiada disparada de um arco.

Num piscar de olhos, corro para a menina e a abraço.

Então, endireito as costas e ajusto rapidamente a estrutura do meu corpo, ficando leve como uma pena.

O SUV finalmente para. Dou alguns passos para o lado e me equilibro.

Para ser sincero, fui atingido, mas como fiquei aparentemente sem peso, não sofri nenhum dano.

— Você está bem? — O motorista do SUV sai do carro e pergunta freneticamente.

Seu rosto está encharcado de suor.

— Estou bem. Foi por pouco. — Coloquei a garotinha atordoada no chão e dei um tapinha em seu ombro.

Ela tem cabelos longos e pretos, o que a torna qualificada para ser modelo em um comercial de xampu.

— Isso é bom, isso é bom. — O motorista do SUV fica aliviado ao ver que não me sujei nem me machuquei.

Neste momento, um homem de meia-idade sai correndo da beira da estrada.

Ao ver que a menina está bem, fica obviamente aliviado.

Sua pele é bronzeada e ele tem traços faciais suaves. Ele tem um par de olhos que são mais próximos do marrom. Eles parecem ter passado por muita coisa.

— Obrigado, obrigado. Você está bem? — ele pergunta, preocupado.

— Não, minha sorte não é ruim. Acontece que evitei a colisão, — respondo com um sorriso, inexplicavelmente de bom humor.

Finalmente usei a habilidade pertencente a um assassino.

O motorista do SUV aponta para sua placa.

— Entre em contato comigo se tiver algum problema. Ainda tenho algo para fazer, então irei embora primeiro.

O homem de meia idade acena com a cabeça antes de me dizer:

— Por que você não vem à minha loja tomar uma bebida para se acalmar?

Por alguma razão, sinto uma sensação de proximidade com ele. E como é de graça, não o rejeito.

— OK.

Enquanto falo, pego o caderno preto.

Depois de sair da estrada e passar pela faixa dos pedestres, vejo a loja deste cavalheiro.

Esta é uma livraria temática. Foi reformada para parecer uma cafeteria. A outra porta leva a um parque próximo com um balanço de madeira pendurado.

— Não vagueie pela rua. É muito perigoso. Vamos, agradeça ao tio. — O dono da livraria puxa a menina.

— Me chame de irmão. Não me faça parecer tão velho, — brinco.

— Obrigado, irmão. — A menina segue suas instruções.

Sem esperar pela minha resposta, ela diz habilmente: — Então meu pai é o mais velho de vocês!

Droga, acabei de me aproveitar… Só consigo sorrir impotente.

O dono da livraria pergunta imediatamente: — O que você gostaria de beber?

— Uma bebida gelada serviria. Eu não sou exigente.

— OK. — O dono da livraria aponta para as estantes ao redor e diz: — Você também pode escolher um livro para ler.

— OK. — Enquanto ele prepara a bebida gelada, vou curiosamente até a estante para ver o que há nela.

As Viagens de Groselle

Livro dos Segredos

Roselle e suas 100 amantes

O autocultivo dos deuses malignos

Como fazer os crentes oferecerem dinheiro

Que tipo de livros são esses? Estou atordoado ao lê-los. Finalmente, escolho as aparentemente normais Viagens de Groselle.

Assim que encontro um lugar e me sento, o dono da livraria se aproxima com um copo.

A bebida é de cor vermelho-acastanhada e contém alguns pedaços de gelo. Depois de beber de um só gole, fica ligeiramente azedo e doce. É fria e muito refrescante. Ótima para o verão.

— Nada mal, — eu elogio.

O patrão não diz mais nada e volta ao caixa.

Em seguida, recosto-me vagarosamente na cadeira e folheio as Viagens de Groselle. De vez em quando, tomo um gole da bebida gelada, sentindo-me muito satisfeito.

Depois de um tempo, a menina corre até a porta dos fundos e grita: — Papai, papai, quero sentar no balanço.

O dono da livraria suspira e se aproxima com um sorriso.

Sorrio e tomo outro gole da minha bebida. Não posso deixar de suspirar.

Uma tarde assim é muito legal…


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar