Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Lv1 Skeleton – Capítulo 153

Capítulo 153

Nyaaaaaaa ~

Um lindo dragão vermelho gritou ao sair de sua concha, lutando para respirar ar fresco enquanto suas pálpebras estavam pesadas demais para abrir.

“Oh, o que eu devo fazer agora? É muito fofo !!!”

‘Lorde, por favor, controle-se.’

Ignorando a interjeição de Bianca, coloco Valenor na palma da minha mão.

Nya ~ Nya ~

Ela exclama enquanto tenta roer meu dedo com seus pequenos dentes.

“Você está com fome, aqui tem um pouco disso.”

Levo uma garrafa de leite morno à boca e ela começa a chupar.

Gloo! Gloo! Gloo!

Ela rapidamente engoliu o conteúdo, depois deitou-se confortavelmente na palma da minha mão e adormeceu. Absorto no momento, fiquei lá apenas observando seu descanso tranquilo.

Nyaaa ~

Cerca de duas horas depois, ela acordou e começou a chorar.

“Alpeon!”

‘Aqui está, meu Lorde.’

Alpeon chegou rapidamente com um pouco de leite fresco e morno.

Eu tinha me reunido mais uma vez com minha esposa, que agora estava rastejando na minha palma. Assim, 3 anos voaram.

Eu a ajudei a aprender Polimorfo e, apesar de agora ter a aparência de uma menina de quatro anos, sua força estava muito além de sua idade.

“Valenor… essas roupas…”

“As roupas de Johra também não são meus brinquedos?”

Devido a seus níveis excessivos de aumento, sua brincadeira estava em outro nível de perigo, de modo que um humano normal já teria morrido várias vezes.

Felizmente Valenor sabia que eu não seria morto com tanta facilidade. Ela tinha maus hábitos de escalar por todo o meu corpo e atacar ou tentar lutar comigo, na verdade eu não tinha ideia de onde ela havia tirado tudo isso, mas não pude deixar de rir de suas ações.

Realmente foi um dia pacífico.

“Johra, um dragão desconhecido está voando em direção a cova.”

Eu olhei para cima e vi um dragão azul gigante vindo até aqui.

“Ah, você finalmente está aqui?”

À medida que se aproximava, ela mudou sua aparência para a de uma humana e correu em minha direção com os braços abertos.

“Johra! Johra! Johra!”

“Huh? Como você tem suas memórias de mim, Lilinor?”

Ela correu para pular em meus braços, mas foi interceptada no meio do caminho.

Puk!

“Mova-se! Ele é meu!”

“Quem é Você?”

“Ah… vou apresentá-la, esta é Valenor.”

“Eu sou a esposa de Johra!”

Um dia, deixei escapar que éramos casados e ela agora levava isso a sério.

“Johra… você realmente tinha esse tipo de hobby?”

Eu balancei minha cabeça sem jeito, mesmo se eu tentasse explicar toda a situação, dificilmente seria uma história crível.

Retiramo-nos para o palácio da Necrópole e tivemos um banquete para celebrar a chegada de Lilinor.

Lilinor se entregou aos muitos pratos, exibindo um apetite voraz.

“A propósito, como foi que você reteve suas memórias de mim, Lilinor?”

“Naturalmente foi por causa do contrato entre nós, que transcende o tempo e o espaço”

“Explique melhor”

“Minha verdadeira identidade é a encarnação do espaço e do tempo, para que eu possa reter minhas memórias devido a esse poder. Além disso, existem aquelas crianças que o tomaram como seu mestre, parece que eles não têm nenhuma memória de você agora .”

“Bem, é um pouco complicado encontra-los agora, tenho certeza que nos encontraremos novamente algum dia, então vou ser paciente e esperar.”

“Ufa. Ah, certo, você também precisa se apressar. Sua escrava está em perigo.”

“Que escrava?”

Valenor de repente tentou arrancar um pouco de comida de seu prato, mas eu a fiz devolver para Lilinor.

“Você está falando de Viezda?”

“Eu encontrei uma mulher que combinava com sua descrição, mas ela não tinha nome. Ela estava em uma condição terrível, então eu tentei ajudá-la, mas foi bloqueada por uma entidade poderosa, então eu vim até você.”

“O quê? Por que você só me contou agora?”

“Ah, desculpe, eu acabei de ser pego em nosso reencontro.”

“Ok, todos vocês podem esperar aqui, eu irei trazê-la de volta.”

“Eu também vou!”

Valenor gritou enquanto se agarrava ao meu corpo.

‘Tch! Não há como convencer esta aqui! ‘

Eu havia tentado várias vezes separá-la, mas sem sucesso, então decidi trazê-la comigo e pisei no meu disco metálico.

“Espere Johra! Você não sabe a localização dela.”

Lilinor saiu correndo com um pouco de comida em cada mão.

“Então rapidamente pule e me guie até lá!”

“Uau! Este bolo está realmente delicioso!”

“Quando você se tornou uma glutona?”

“Não sou! É que esses pratos são muito saborosos!”

Em poucos instantes, chegamos em Gartmar.

“Bem ali!”

Espiando pela janela de algum beco sujo e desolado, habitado por vários viciados em drogas.

“Meu amor não deveria sofrer nesta imundície! Criação de Material!”

Criei um monte de ouro e joguei as moedas nos bandidos, agarrando Viezda que tossia e resfolegava no canto da sala.

“Viezda!”

Fui abraçá-la com força, mas percebi que seu corpo era incrivelmente leve, como pegar um pequeno galho.

Em seguida, usei a rede Sephiroth para dar a ela tratamento de emergência e desintoxicar todos no beco.

“Quem é você? Esse não é o meu nome.”

Ela abriu os olhos e olhou para mim. Naturalmente, ela ainda não sabia que seu nome era Viezda.

“A partir deste momento você é Viezda, meu amor.”

Eu a segurei suavemente e a trouxe de volta para a Necrópole.

Fiquei muito preocupado com sua aparência doentia e ajudei a cuidar de sua saúde ao longo de um mês inteiro. Claro que eu poderia simplesmente ter acelerado o processo com minha magia, mas era certo que deixaria alguns efeitos colaterais e esse caminho natural era o melhor.

“Meu senhor, por que é tão bom comigo? Não sou nada além de uma prostituta abandonada.”

Eu balancei minha cabeça em resposta.

Você é minha esposa, Viezda. Não se preocupe com o resto.

Eu havia melhorado sua saúde e agora precisava resolver o próximo problema. Ela ainda estava sofrendo sob aquela maldição, então talvez ela ganhasse alguma confiança em si mesma se sua beleza fosse restaurada.

Conseguimos isso caçando os Void Scuttles abaixo de nós, com a ajuda de Lilinor. Depois de um curto período de tempo, ela foi capaz de subir de nível o suficiente para retirar a maldição, mas sua condição mental não melhorou muito. Em vez disso, ela parecia ainda mais preocupada com sua condição.

“Ugh, o que eu devo fazer?”

Consegui curar seus ferimentos, mas não me ajudou a conquistar seu coração.

Acordei naquela noite com o som do choro de Viezda vindo do terraço, enquanto ela se aquecia ao luar.

“Johra, posso te ajudar aqui?”

“Gaia? Como você pode me ajudar?”

“Você se esqueceu de que sou uma encarnação de Sha? Está em meus poderes afetar as memórias de alguém.”

“Você seria capaz de restaurar as memórias de Viezda?”

“Pode não ser perfeito, mas devo ser capaz de restaurar as memórias do tempo dela com você.”

“Por favor, eu imploro que você me ajude com isso!”

“Huhu… ok, vou ajudá-lo, mas também tenho um favor a pedir.”

“Um favor?”

“Não é grande coisa, pode acabar sendo um pouco chato, mas não vai lhe trazer nenhum dano.”

“Bem… essa é uma forma suspeita de se expressar, mas se resolver o dilema atual de Viezda, eu o farei!”

“Claro, mas não tinha outra também? Melpo…”

“Melpomene! Sim, onde ela está agora?”

“Huhu! Vou considerar isso como parte do mesmo favor, então vou deixar você saber em breve.”

“Ótimo, então por favor ajude Viezda.”

“Quando ela acordar amanhã de manhã, ela terá suas memórias de volta. Pode não ser perfeito, mas tenho certeza que ela se sentirá muito melhor.”

E assim como ela profetizou, na manhã seguinte pude encontrar minha Viezda.

“Johra!”

“Viezda!”

“Ho… como eu poderia ter esquecido tudo isso?”

“Houve muitas complicações envolvendo poderes celestiais, mas agora está tudo resolvido.”

Era mais uma meia verdade, então eu não estava mentindo abertamente para ela.

“Sinto muito Johra, sobre…”

“Não, nada disso foi culpa sua.”

Enquanto estávamos nos abraçando intimamente, Valenor apareceu e tentou nos separar.

“Saia daqui! Eu sou a esposa de Johra!”

“Oh sim, eu ouvi muito sobre você, Srta. Valenor.”

“Ok, eu vou te perdoar por isso uma vez, já que você parece educada, mas eu ainda sou a esposa!”

Viezda não pôde deixar de cair na gargalhada ao ouvir a declaração digna de Valenor.


Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar