Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

My House of Horrors – Capítulo  713

Colega de Mesa

“Por que você perguntaria isso?” O homem segurou a bengala e desejou manter alguma distância de Chen Ge, mas era fraco demais e incapaz de lutar.

“Meu amigo desapareceu no cinema, então quero recriar seus passos e ver se tem alguma pista.” Chen Ge empregou um tom casual enquanto permanecia na escuridão e analisava o cinema inteiro. As fileiras de assentos tinham alturas desiguais, parecendo mais como sombras que estavam de pé ou agachadas.

“Você ficou louco? Você veio aqui às duas da madrugada e quer que eu coloque um filme para você?” Mesmo sem aqueles rumores assustadores, o homem não acreditava que alguma pessoa normal agiria como Chen Ge, que viria a um cinema abandonado à noite para ver um filme.

“Não fiquei louco e sei bem o que estou fazendo.” Chen Ge iluminou os vários equipamentos com a lanterna do celular: “Se fosse inconveniente para você, por que não me ensina a fazer isso e eu resolvo tudo sozinho?”

Chen Ge era um aluno diligente; não perderia nenhuma oportunidade para aprender conhecimentos novos e era por isso que possuía tantas ‘habilidades’.

“Você realmente precisa considerar o que está fazendo. As coisas que falei mais cedo não são contos de fada — são reais.” Suas pálpebras tremeram — o homem estava consciente da sua situação. Ele colocou a bengala ao lado e começou a procurar pela mesa. O homem se moveu lentamente, e ninguém sabia o que estava fazendo. Chen Ge permaneceu observando ao lado, e quanto mais analisava o homem, mais sentia que havia algo de errado sobre ele.

Uma era que antes de ficar cego, ou mesmo depois, ele foi ao cinema com frequência para repetir aquelas operações, e com o tempo, as ações se tornaram memória muscular, e era capaz de operar as máquinas suavemente mesmo com os olhos fechados.

A segunda possibilidade era que nunca foi cego para começar.

Após o homem conectar todos os circuitos, ele procurou a fonte de energia para a caixa de energia. Tentou várias vezes, mas falhou em ativar: “A alavanca do interruptor principal fica no segundo andar. Você se importa de ativar para mim?”

“O segundo andar?” Chen Ge levantou o martelo e saiu do cinema. Subiu as escadas para o segundo andar. Entretanto, não entrou, permaneceu nas escadas e olhou para a entrada do cinema.

Cerca de cinco segundos depois, o rosto de um homem apareceu de dentro do cinema. Ele averiguou o som, e após perceber que não havia atividades estranhas, imediatamente correu na escuridão. Dois passos ecoaram na escuridão, e antes do homem conseguir fugir, alguém pressionou seus ombros.

“Como pode me deixar aqui sozinho?” A voz de Chen Ge entrou nos ouvidos do homem, e o último saltou de medo como se tivesse sido atingido pelo relâmpago: “Fui incapaz de encontrar o lugar do interruptor principal. Vamos lá juntos.”

Chen Ge ajudou o homem a subir no segundo andar e ligou o interruptor.

Seguindo uma explosão, todas as luzes no cinema piscaram por um momento.

“Só quero ver um filme aqui e encontrar meu amigo desaparecido. Isso é tudo. Se insiste em ficar no caminho, não terei escolha além de acreditar que está relacionado de alguma forma ao sumiço do meu amigo.”

Após a energia ser ligada, o projetor começou a se mover sozinho. O homem abriu o compartimento do rolo. Após tudo ser carregado, levantou a cabeça para dizer: “Você pode escolher qual filme assistir sozinho, mas precisa avisar uma última vez — não escolha um filme de terror, ou haverá problemas sérios.”

Ver um filme no cinema era a primeira parte da missão Olho Esquerdo. Já era duas da madrugada. Se não terminasse esta parte da missão logo, talvez não conseguisse completar com sucesso as missões daquela noite. Com isso em mente, Chen Ge analisou a lista de títulos e escolheu um com o tempo de tela mais curto.

O celular preto só me manda sentar e ver um filme aqui, e não especifica que tipo de filme.

Chen Ge não ia aumentar de propósito a dificuldade da missão. Ele procurou por um filme artístico, caloroso ou uma animação, mas quando checou a lista de filmes, percebeu que nenhum deles podia ser tocado, dizendo que os filmes não tinham fonte e precisavam ser baixados novamente. Após um longo tempo de pesquisa, Chen Ge percebeu que apenas filmes de terror poderiam ser tocados.

Conectando isso ao que o homem falou mais cedo, Chen Ge achou suspeito. Tem alguém por trás disto, ou algo mais arruinou a fonte dos outros filmes?

Olhando pela lista, descobriu outro ponto estranho. Chen Ge gerenciava uma Casa Assombrada, e para buscar inspiração, muitas vezes via filmes de terror, mas não reconheceu nenhum dos filmes na lista.

Estes filmes de terror são diferentes daqueles no mercado. Os produtores e diretores destes filmes tem o mesmo nome.

Chen Ge clicou num dos títulos e memorizou o nome do diretor.

Chang Gu? Esse é um nome falso ou não?

“Você escolheu seu filme?” As mãos do homem continuaram tremendo. As redondezas não mudaram, mas ele parecia mais inquieto, como se algo provavelmente o seguisse para casa se ficasse tempo demais.

“Tudo bem, pegarei este filme com o menor tempo.” A maioria dos filmes de terror tinham por volta de uma hora e meia, mas Chen Ge localizou um que só tinha 25 minutos. E o nome do filme era ‘Colega de Mesa’.

Restava cinco minutos para o fim da missão. O filme começou a rodar, e as luzes no cinema diminuíram quando uma imagem borrada apareceu na tela.

“Não consigo ver nada mesmo, então acho que sairei. Este é meu número. Após terminar, me ligue e voltarei par limpar o lugar.” O homem falou o número. Após Chen Ge discar, ele ligou. O som de vibração veio do bolso do homem, então ele não estava mentindo.

Com sua experiência com visitantes assustados, Chen Ge reparou que o medo do homem não era falso. Após saber disso, ficou mais relutante em deixar o homem ir. Ele deveria saber alguns detalhes internos, mas estava indisposto a compartilhar.

“Não precisa ter pressa para ir. Nós dois devemos ficar juntos, assim, se ocorrer um acidente, podemos nos ajudar.” Chen Ge segurou o homem e puxou para o assento com firmeza. Considerando o problema da segurança, Chen Ge escolheu os assentos mais próximos da saída.

“Obrigado, mas…”

“Xiu, o filme está começando.”

Ver um filme de terror no cinema era diferente de ver em casa. Aquela sensação de ser envolvido pela escuridão e estar lá pessoalmente não podia ser replicada em casa.

Um coração batendo próximo aos ouvidos e então uma respiração pesada. Um olho grande abriu lentamente na tela, e da pupila preta, a silhueta de uma mulher pôde ser vista. A câmera se moveu lentamente para focar numa mesa de estudo. O despertador dizia ser quatro e meia da tarde. Fora da janela, as nuvens estavam escuras e opressivas.

Uma tempestade estava próxima.

O filme foi realizado na visão de primeira pessoa, e a audiência estava vendo o que o personagem principal via.

“Qiu Mei!”

Alguém continuou chamando este nome lá embaixo. A câmera se moveu de novo. A personagem principal saiu da cama e caminhou até a janela. Ela abriu a janela e pareceu inclinar a cabeça para fora. A câmera mostrou o que estava abaixo.

Uma garota de jaqueta vermelha estava acenando para a personagem principal.


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar