Participe do nosso novo grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx
Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação e veja os benefícios.

My legendary class is Husband of Deathwill Sisters?! – Capítulo 218

Flores

Alex e Celia apareceram em uma das cidades principais.

Sua casa estava vazia, tendo apenas algumas mobílias para não parecer muito vazia. Tinha uma cama, algumas prateleiras e uma mesa. Isso era o bastante porque Alex não passaria o tempo aqui. Também comprou uma pequena casa só com dois quartos.

Celia olhou em volta: — Está escuro!

Estava escuro e vazio, na verdade.

Alex afagou a cabeça dela: — Não usarei esta casa para nada além de teleporte. É claro, se minha filha crescer o bastante e ficar independente, ajudarei ela a conseguir sua própria casa.

— Não quero sair do lado do papai e da mãe! — Os olhos de Celia ficaram tristes porque pensou que Alex queria que ela saísse do Castelo Deathwill e vivesse de maneira independente sem ninguém.

Ela era jovem demais para entender, então ele a levantou rapidamente, se desculpando: — Não é isso que quero dizer.

— Se quiser ficar com a gente para sempre, também é ótimo. Que tal ter seu próprio quarto no Castelo Deathwill? Prepararemos juntos, transformando no seu próprio reino! — Alex sorriu.

E como suas palavras soaram como um bom jogo, Celia assentiu, limpando as lágrimas: — Okay!

Em alguns dias, Celia teria o próprio quarto. Ela só passaria seus dias lá, brincando com seus amigos lobos. Porém, quando a noite chegava, Celia corria para a cama de sua mãe para dormir com ela.

Se Sara fosse numa missão, Celia usaria o quarto para dormir sozinha. Contudo, se sua mãe ou tias voltassem, Celia nem pensaria em dormir sozinha. Ela correria para elas e invadiria suas camas.

Seu amigo lobo, Ubo, também a seguiria.

Alex não sabia disto, mas já previa este resultado. Por ora, era hora de fazer algumas compras! Alex também prometeu a sua filha que visitaria um restaurante onde ela poderia provar vários pratos únicos na cidade.

Celia ficou superfeliz, jamais soltando a mão dele, enquanto seus olhos vagavam pela cidade nova, pessoas novas e raças.

Alex explicou as novas coisas, respondendo todas as perguntas de sua filha. Ele também estava aprendendo um conhecimento único sobre a fantasia de outro mundo, tendo um tempo precioso e bom aqui.

— Papai! Isto é um vestido casual! — Celia apontou para uma loja.

Ela viu várias garotas da sua idade usando as mesmas roupas.

Alex obviamente comprou o vestido.

Ele então foi ao restaurante. Naquele lugar, pensou no tempo, no mundo do jogo e na situação atual. Ao lado, estava Celia, bebendo um novo chá com um sorriso no rosto.

Ela também pegou alguns biscoitos do prato de seu pai.

Todos são reais… ainda parece surreal… Não consigo acreditar e nem tenho uma prova válida que o mundo é real… mas nada realmente muda, certo? Alex lembrou do primeiro prisioneiro no seu castelo.

Aquele homem era um demônio faminto. Ele renasceria após a morte… só que era um homem real. E no caminho, Alex matou muito mais pessoas, não só demônios famintos. Sua psique permaneceria a mesma agora que sabia a verdade sobre o mundo?

Ou apenas mentiria para si, pensando que ainda era um jogo?

Ele pensou, Agora, faz sentido que eu possa engravidar minhas esposas. A classe lendária apenas rompe os limites do mundo atual… Se este mundo é real, os jogadores logo também receberão esse privilégio.

Mas quando e o que aconteceu para os dois mundos se conectarem? Alex pensou sério.

Celia estava espiando ele ao lado. Papai se perdeu em pensamentos. Ele parece muito legal desta maneira.

Seus olhos cintilavam.

*****

— Gostaria de comprar cinco flores. Ah, mas a quinta precisa ser bem pequena. Na verdade, estou interessado nesta… — Alex sussurrou enquanto esfregava o cabelo de Celia.

A senhora olhou para eles com um sorriso caloroso: — Claro, jovem! Mas cinco… Você deve ser um garoto sortudo ou alguém de uma família rica.

— Sou muito sortudo — Alex sorriu levemente.

Celia olhou para as flores, que eram quatro rosas e uma margarida. A última flor pertencia à Celia!

Alex ajoelhou, prendendo a flor no cabelo dela: — É para você. Você pode colocar num vaso no final do dia.

Celia assentiu, sentindo-se muito feliz ao receber uma flor. Ela não sabia o motivo, mas sentiu-se bem de verdade por ter uma para si. Foi porque gostava de receber presentes, ou por que seu pai comprou a flor para ela?

Ela não sabia. Porém, isso não importava! Celia apenas sorriu do fundo do coração, parecendo inocente e adorável.

A senhora e os outros sentiram os corações derreterem enquanto encarava a pequena dullahan.

Alex explicou: — o gesto de dar flores tem uma magia peculiar, Celia. Quando recebe da pessoa que ama, você se sente bem. Você sorri sozinha, seu coração bate com alegria e quer abraçar essa pessoa, não é?

As mãozinhas de Celia já estavam estendidas!

Alex riu: — Mesmo que aquelas flores murchem logo, nossas garotas queridas lembrarão pela eternidade.

A senhora suspirou: — Jovem! Minhas flores nunca murcharão se lançarem magia nelas!

— Ah… Então desculpe! — Alex se desculpou antes de mudar o olhar para Celia. Ele a pegou agora que tinha guardado as flores no inventário. Ele deveria esperar que as flores do mundo de fantasia fossem melhores que as da Terra, pelo menos em longevidade.

Ele pagou pelo sistema, que era como usar um cartão de débito. Então, retornou a sua casa com Celia no seu colo.

Ela perguntou: — Eu também dou uma flor ao papai? — Ela queria fazer Alex sorrir também.

— Você já me deu uma flor. Seu sorriso é uma flor! E sua mãe e tias também farão o mesmo — Alex sorriu, dando um beijo na testa de Celia.

Ela sorriu: — Mas quero dar um algo mais!

Alex pensou a sério: — Você pode encontrar um brinquedo de pelúcia similar ao Kubo!

— Sério?! — Os olhos de Celia brilharam porque essa ideia soava melhor!

Seu pai brincaria mais de castelo e ela teria mais amigos! A ideia de comprar a nova pelúcia sempre deixaria Celia animada!

E era isso que Alex queria, pois pensava mais na sua família e amigos que em si.

[Você retornou ao Castelo Deathwill.]


Gostaria de ter sua novel favorita em PDF ou algum outro formato digital para ler offline?? ACESSE AQUI e saiba como!!

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar