Switch Mode
Participe do nosso grupo no Telegram https://t.me/+hWBjSu3JuOE2NDQx

My legendary class is Husband of Deathwill Sisters?! – Capítulo 241

Erin Entende

— Vou sair com o mestre como empregada, amiga… ou uma namorada? — Erin sussurrou timidamente enquanto se remexia com os dedos. Com os olhos no chão, ela tinha um charme adorável e peculiar, com uma índole que impediu Alex de responder imediatamente.

À medida que ficava mais sujeito ao charme das garotas, ele não se moveu. Ao invés disso, permaneceu como se estivesse congelado, pairando o olhar em Erin.

Após erguer o olhar, Erin olhou intensamente para Alex, sentindo como se tivesse feito uma pergunta errada ou inapropriada. Talvez, tenha sido apressada demais, só que Alex podia culpá-la? Não, Erin podia se culpar?

Ela começou a existir por causa do plano estranho de Elias Deathwill. Ela absorveu manuais de esgrimas como uma esponja; sua vida inteira foi apenas um longo filme que não parecia ter fim.

Contudo, terminou. Seu próximo papel era ser o espírito da tesouraria. Ela ainda não teve liberdade, mas era muito melhor que ver as memórias de pessoas desconhecidas. E após Alex surgir, sua vida mudou significativamente.

Ela tinha um parceiro para conversar. Alex também se certificou de ter pelo menos algumas conversas semanais com Erin, pois ela era uma garota valiosa. Ele também sentiu pena do destino dela, que estava presa numa vasta tesouraria.

Assim, mesmo que Erin ainda tivesse limites, Alex se tornou uma pessoa pela qual ela se apaixonou de verdade. Ele mudou tanto seu destino e transformou sua vida para melhor só de ter aquelas conversas casuais.

E após abrir os olhos, Alex também conseguiu vê-la. Ele conseguia vê-la e senti-la, o que a deixou imensamente feliz, sem falar nele não sentindo repulsa por sua existência estranha.

Ele nem mesmo a empurrou quando ela o abraçou. Na verdade, tocou no seu traseiro. Como mulher, Erin não sabia como algo estranho como sentir o traseiro poderia deixar alguém feliz.

Porém, após as mãos de Alex pousarem na sua pele, Erin compreendeu. Ela entendeu seus desejos mais do que nunca. Até percebeu o motivo por trás de suas roupas minúsculas, que ouviu das falas de Schnee.

É claro, Erin não partilhou isso, pois Alex com certeza havia visto através dela.

Em suma, não era estranho Erin fazer esta pergunta. Ela tinha o direito de ser impaciente porque alguém como Alex talvez nunca aparecesse em sua vida de novo. Pior, se Elias Deathwill de alguma forma a tirasse dele, sua vida mudaria para pior.

Alex entendeu o que se passava pelo coração de Erin. Ela era um caso que ele não podia compreender mal, pois as circunstâncias não eram completas. É claro, também teve o pressentimento que suas roupas foram influenciadas por Schnee.

Apesar disso, esse não era o ponto da pergunta.

Ele sorriu: — Você já é minha empregada e amiga. — Ele então lembrou da orientação de Stella, pois foi uma lição valiosa.

Após aquela orientação, ele também teve uma lição da vida real com Olivia. Com aquelas duas em mente, Alex estendeu a mão, esfregando os cabelos negros de Erin.

Ela permaneceu atordoada porque o largo sorriso dele fez seu coração vacilar.

Alex sussurrou: — Continuarei a guerra amanhã. Não sabemos o que acontecerá aqui. Posso sair como uma pessoa diferente.

— O mesmo vale para você, Erin. Você saiu da tesouraria para o mundo com várias pessoas. Embora todos ao nosso redor sejam inimigos, alguns podem passar uma lição importante, por exemplo, aquele Lochan.

— Bem, espero que saiba o que quero dizer — Alex riu.

Erin assentiu, o compreendendo: — Sim, Mestre.

Alex acrescentou: — Não quero que você tenha uma conversa com aqueles prisioneiros. Porém, acho que alguns podem receber a rota de redenção. Estou particularmente interessado no Lochan e sua família, pois ele me ajudou a ver minhas falhas.

— Por ora, não tente conversar com eles sem eu estar por perto — Alex sussurrou.

Erin assentiu de novo: — É claro, Mestre.

E com aquelas palavras, todos seguiram seu caminho.

*****

Sempre posso terminar, Alex lembrou das palavras de Stella.

Era justo dar uma chance a uma dama que se apaixonou de verdade. Num mundo poligâmico, nenhum homem tinha limite. Alex ainda não gostaria de dar chance a toda garota porque isso era simplesmente sem sentido.

Caso contrário, poderia abrir os braços e se divertir com cada garota sem se importar. Todavia, isso terminaria ferindo as que amava de verdade. Em suma, Alex pensaria com seriedade em cada garota que seria uma parte consistente da sua vida.

Erin era uma garota que poderia aceitar e dar uma chance de se tornar sua esposa. No entanto, como ela era uma parte importante da tesouraria, Alex simplesmente não podia deixar ela abraçar, beijar e até fazer sexo com ele.

Se as coisas dessem errado, ele perderia acesso à tesouraria por muito tempo. Mesmo agora, pensou no futuro da sua família e Erin estava profundamente relacionada ao futuro.

Assim, ele teria mais cuidado com ela do que com qualquer outra garota.

— Realmente devo pensar mais e aprender a dizer “não” — Alex balançou a cabeça enquanto sentia estar seguindo lentamente o caminho errado.

O harém não era apenas pegar garotas de cada canto do mundo. Todavia, ao lembrar da sua vida no jogo, sentiu que poderia parecer isso. Ele não esteve em muitas partes do mundo ainda, afinal de contas.

Até agora, todas estavam conectadas a ele em mais que apenas um simples relacionamento, então só podia ansiar pelo futuro aonde receberia mais lições de vida.

E após esse monólogo terminar, Alex encarou a porta de Stella.

Após entrar, ele teve um déjà vu sem motivo algum. Sua garota estava dormindo tranquila na cama. O quarto estava limpo e não fazia muito tempo desde a última limpeza. Tudo parecia o mesmo.

Porém, Alex não conseguia se livrar daquela sensação.

— Espera… Não tive a sensação de que a Stella acordou? Ela dormiu de novo após acordar? — Alex coçou a cabeça, confuso.

Seus sentimentos por Stella eram bastante intensos porque conseguia ver os sentimentos dela, como se conseguisse ver através de cada ser vivo. Alex provavelmente desenvolveria esse poder de forma diferente, mas nunca mentiu para ele até agora.

Ele conseguia sentir as emoções de Stella. E, quando ela acordou, teve a sensação de que Stella estava muito confusa e triste.

O que aconteceu?


Considere fazer uma Doação e contribua para que o site permaneça ativo, acesse a Página de Doação.

Comentários

0 0 votos
Avalie!
Se Inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários

Opções

Não funciona com o modo escuro
Resetar